Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for vila and 357,981 records were found.

(Mação) - Informação sobre eleições, sobre a Junta de paróquia [de Mação] e sobre as igrejas do Espírito Santo e de São Sebastião da mesma localidade; pedido relacionado com um inventário de bens sitos na Vila de Mó (concelho de Gavião).
(Portalegre) - Esclarecimentos relativos à organização da Comissão Concelhia de Vila de Rei, com a relação dos respectivos membros; transmissão de opiniões de terceiros sobre a assinatura do jornal «A União».
(Braga) - Apresentação de uma proposta de propaganda eleitoral em Braga; informação sobre a organização das forças políticas nos concelhos de Esposende, Barcelos, Braga, Vila Verde, Amares e Póvoa de Lanhoso.
(Braga) - Preparação das eleições legislativas de 1922, com referências ao Concelho de Vila Verde, a Alberto Pinheiro Torres e a Cunha Barbosa; informação sobre as posições de monárquicos e democráticos no círculo de Braga.
(Vila Verde) Pedido de desculpas por não agradecer a oferta de obras de Guilherme Braga da Cruz e pedido de "indulgência" para o aluno Manuel Luís Marnôa Ferreira Capo que vai fazer exame do primeiro ano de Direito.
(Vila da Feira) Agradecimento pela oferta da "Exposição enviada pelo Senado Universitário de Coimbra ao Senado Universitário de Lisboa". Timbre: "Belchior Cardoso da Costa. Advogado. Deputado à Assembleia Nacional".
(Vila da Feira) Agradecimento pelas felicitações enviadas por Guilherme Braga da Cruz por ocasião do discurso do seu filho na Sala dos Capelos. Timbre: "Belchior Cardoso da Costa. Advogado".
(Póvoa de Lanhoso) Pedido de intervenção para que o seu protegido seja colocado no lugar de copista em Vila do Conde. Timbre: "Avelino Pereira de Carvalho. Conservador dos Registos Predial e Civil. Advogado".
(Vila Real) Pedido de apoio para ser colocado na Delegação de Saúde do Porto como engenheiro sanitário. Timbre: "António Gomes dos Reis Carneiro. Engenheiro Civil (F.E.U.P.). Eng.º Sanitário (I.C. - Londres)".
(Vila Real) Agradecimento pela oferta da separata "Universidade de Coimbra: Ano Lectivo de 1961-1962: Relatório lido pelo Reitor da Universidade na abertura solene das aulas, em 16 de Outubro de 1962".
[s.l.] Informa que não foi possível nomear Nuno Ferreira Botelho para o lugar de secretário do Governo Civil de Vila Real. Timbre: "Ministério do Interior. Gabinete do Secretário-Geral".
(Bragança) Agradecimento pela colocação do seu irmão no lugar de conservador-notário em Vila Flor. Timbre: "Ministério das Corporações e Previdência Social. Instituto Nacional do Trabalho e Previdência. Delegação de Bragança. Gabinete do Delegado".
(Porto) Pedido de intervenção para a colocação de Hermenegildo Carvalho Maia no lugar de notário em Vila Nova de Gaia, pois o respetivo notário faleceu. Timbre: "Universidade do Porto. Faculdade de Farmácia. Laboratório de Farmacodinamia".
(Bragança) Pedido de intervenção para a colocação do seu irmão no lugar de conservador-notário em Vila Flor. Timbre: "Ministério das Corporações e Previdência Social. Instituto Nacional do Trabalho e Previdência. Delegação de Bragança. Gabinete do Delegado".
(Vila Pouca) Felicitação pelos trabalhos no Código Civil e pedido de elaboração de um estudo sobre as convenções antenupciais e doações para casamento. Timbre: "Luís Lopes Pereira. Notário. Advogado".
(Braga) Pedido de intervenção para a transferência de Maria Pereira de Campos Gonçalves de Carvalho para o lugar de conservadora do Registo Civil de Vila Nova de Gaia. Timbre: "A. Cerqueira Gomes. Médico".
(Vila Praia de Âncora) Condolências pela morte da mãe de Guilherme Braga da Cruz, Maria Isabel Bressane Leite Perry de Sousa Gomes. Timbre: "Câmara Municipal de Braga. Gabinete do Presidente".
(Vila Nova de Poiares) Pedido de intervenção para lhe ser concedida uma bolsa pelos Serviços de Beneficência da Fundação Calouste Gulbenkian para poder suportar os tratamentos médicos do filho.
(Gaia) Informa que a Inspeção-Geral dos Tribunais do Trabalho fará seguir o requerimento com o pedido de nomeação como agente do Ministério Público em comissão de serviço para Vila Nova de Famalicão.
(Braga) Pedido de intervenção para ser colocado em Vila Real. Timbre: "Ministério das Corporações e Previdência Social. Instituto Nacional do Trabalho e Previdência. Delegação de Braga. Gabinete do Subdelegado".
(Vila Nova de Famalicão) Informação do envio da declaração requerida, a fim de ser nomeado para a 2ª Vara do Porto. Timbre: "Tribunal do Trabalho de V. N. de Famalicão. Gabinete do Delegado".
(Braga) Informa que recusou a promoção por não ter sido colocado em Vila Real. Timbre: "Ministério das Corporações e Previdência Social. Instituto Nacional do Trabalho e Previdência. Delegação de Braga. Gabinete do Subdelegado".
(Coimbra) Manifestação de pesar por não ser colocado em Vila Nova de Poiares e agradecimento pelo apoio dado, aquando da sua vinda da Guiné como militar, a prestar provas na Universidade de Coimbra.
(Vila da Feira) Agradecimento pela oferta das obras "O direito subsidiário na história do direito português" e "A Revista de Legislação e de Jurisprudência: Esboço da sua história". Timbre: "Belchior Cardoso da Costa. Advogado".
[s.l.] Referências ao provimento do lugar de solicitador encartado na Comarca de Vila Nova de Famalicão. Timbre: "República Portuguesa. Ministério da Justiça. Direcção-Geral de Justiça. Gabinete do Director Geral".
Remete oferta em dinheiro das filiadas do Centro 1 em Figueira de Castelo Rodrigo e joias oferecidas pela professora primária D. Elvira Graça Carrapatoso dos Santos, subdelegada da MPF naquela vila.
Certidão do inventário pelo falecimento de Maria Joaquina de Sousa e seu marido, o capitão tenente, António José Rebelo de Barros e Vasconcelos, dos bens que possuíam na vila de Oeiras.
Vila do Conde; Estatutos: 1909; guias; acta;
Vila do Conde; Participação: 1924; certificação;
Projetos de Vila Real de Santo António.
Maço constituído por documentação relativa a um empréstimo concedido a Ana Silveira da Conceição. Para tal, a suplicante hipotecou uma propriedade de casas sita no Cais de Vila Nova de Gaia, à frente da nova Alfândega. Alguns elementos identificativos da suplicante: Ana Silveira da Conceição – natural de Vila Nova de Gaia, viúva e filha única de Manuel Gonçalves de Abreu e Rita Silveira de São José.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila da Ponte, concelho de Montalegre, distrito de Vila Real, constando de: Igreja Matriz de Vila da Ponte; Capela de São Mamede, em Bustelo.
Perspetiva parcial da vila de Sintra e do palácio Nacional de Sintra vista da casa dos Penedos.
Trata-se do empréstimo de 506 contos destinado ao abastecimento de água à sede do concelho e a Monte Gordo. Foi autorizado por portaria de 19 de Setembro de 1951.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila Frescaínha (São Pedro) distrito de Braga, concelho de Barcelos, constando de: Igreja Paroquial de Vila Frescaínha (São Pedro).
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Sande (Vila Nova), distrito de Braga, concelho de Guimarães, constando de: Igreja Paroquial de Vila Nova de Sande.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila Nova da Telha, distrito de Porto, concelho de Maia, constando de: Igreja Paroquial de Vila Nova da Telha.
Sediada na Urbanização Vila D'Este, Vilar de Andorinho em Vila Nova de Gaia. Contém os estatutos de constituição de 4 de dezembro de 1995.
Sediada na Freguesia de Vila Chã em Vila do Conde. Contém os estatutos de constituição de 7 de abril de 1998.
Alvará. Para que possa levar emolumento no ofício de Feitor da Alfândega da vila do Sabugal. Filiação: Francisco Mangas Vila Forte.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila Boa (São João), distrito de Braga, concelho de Barcelos, constando de: Igreja Paroquial de Vila Boa São João.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila Frescaínha (São Martinho), distrito de Braga, concelho de Barcelos, constando de: Igreja Paroquial de Vila Frescaínha (São Martinho).
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila dos Sinos, distrito de Bragança, concelho de Mogadouro, constando de: Igreja Paroquial de Vila dos Sinos.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila Boa de Ousilhão, distrito de Bragança, concelho de Vinhais, constando de: Igreja Paroquial de Vila Boa de Ousilhão.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila Nova da Raínha, distrito de Lisboa, concelho de Azambuja, constando de: Igreja Paroquial de Vila Nova da Rainha.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila Chã do Marão, distrito de Porto, concelho de Amarante, constando de: Igreja Matriz de Vila Chã do Marão.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila Cova de Carros, distrito de Porto, concelho de Paredes, constando de: Igreja de Vila Cova de Carros.
Arrolamento dos bens cultuais situados na freguesia de Vila Chã de Ourique, concelho do Cartaxo, distrito de Santarém, constando de: Igreja Matriz de Vila Chã de Ourique.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila Nova da Rainha, concelho de Tondela, distrito de Viseu, constando de: Igreja Matriz de Vila Nova da Rainha.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia e concelho de Vila Nova de Paiva e distrito de Viseu, constando de: Igreja Paroquial de Vila Nova de Paiva.
Contem uma proposta, fundamentada com notícias de um jornal, no sentido da vila de Marvão ser classificada, no seu conjunto arquitetónico, como "Vila Museu".
Fontanário em Vila de Frades. Abastecimento de água a Vila de Frades – Fontanário.
Trata-se do empréstimo de 5.749.328$83 destinado a liquidar o débito de igual importância que a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia tem para com a do Porto, motivado pelo resgate da rede de distribuição de água, construída pela Câmara Municipal do Porto na zona baixa de Vila Nova de Gaia. Foi autorizado por portaria de 15 de Novembro de 1952.
Continuação dos relatórios: relatório da Escola do Torne, Resumo da receita e despesa da Sociedade Evangélica de Socorros Mútuos em Vila Nova de Gaia, Fundo dos pobres, carta aos irmãos da Congregação de S. João Evangelista.
Ata do Sínodo da Igreja Lusitana de 4 de junho de 1883: eleições corpos gerentes, conselho dos bispos, Diogo Cassels eleito presbítero de Vila nova de Gaia, novo livro e Oração Comum.
Apresenta registos que dão conta do trajecto percorrido pelo documento, nomeadamente um de João Álvares Monteiro, tabelião do público judicial, em Vila Nova de Portimão, outros de Fernando da Cunha Henriques e do Marquês de Fronteira [?]. Menciona o tempo de serviço de Manuel Fernandes Machado, de 1684 até 1699, Luís Mendes Esteves, que alegadamente o terá expulsado do ofício que ocupava, a Casa dos Contos, os ordenados que se deviam ao Rei, o Provedor das Comarcas, o Juiz da Alfândega.
Cópia e mais papeis para a ereção e dotação da Insigne Real Colegiada de Vila Viçosa.
Resumos das deliberações tomadas pela Comissão Executiva da Camara Municipal de Vila Nova de Gaia.
Vista parcial da praça da República na vila de Sintra com a torre do relógio.
Carta. Feitor dos portos secos da Alfândega da Vila do Sabugal.
Carta de Padrão. Tença de 12$000 rs. Filiação: Manuel Pinto Vila Lobos.
Carta. Escrivão da Câmara na vila do Sabugal. Filiação: Manuel Cabral.
Alvará. Para que possa usar da provisão concedida à vila de Abrantes e Punhete.
Carta. Juiz de Fora da vila de Mourão, por 3 anos.
Alvará. Promessa de um ofício. Filiação: Estevão Marinho de Vila Lobos.
Traslado da Bula Apóstica da erecção da Insigne Real Colegiada de Vila Viçosa.
Bula Apostólica da criação da Insigne e Real Colegiada de Vila Viçosa.
Igreja Paroquial de São Roque (Vila Chã); Capela de Santo António.
Vista lateral da Estação de Vila Pery, na circunscrição de Chimoio.
Vista lateral da Estação de Vila Machado, na circunscrição de Neves Ferreia.
Plana com a localização na vila do Bairro do Poço de Baixo/Ovar. Escala 1/10.000.
Entrega de medalha ao Ministro das Obras Públicas, Eng. Arantes e Oliveira, em Vila da Feira.
Vila do Conde; Vila Chã Estatutos: 1967; acta; parecer; alvará
Vila do Conde; Vila Chã Estatutos: 1926; ofício;
LEGITIMACAO de Antonio Cabral, de Vila Real. Localidades: VILA REAL,
LEGITIMACAO de Paulo Rodrigues, de Vila Real. Localidades: VILA REAL,
LEGITIMACAO de Alexandre Teixeira, de Vila Real. Localidades: VILA REAL,
O Convento de Nossa Senhora da Visitação de Vila Verde dos Francos era masculino, pertencia à Ordem dos Frades Menores, e à Província dos Algarves. Em 1540, foi fundado na observância. Foi fundado, por iniciativa de D. Pedro de Noronha, senhor de Vila Verde, numa sua quinta de recreio, nas proximidades de Vila Verde, num vale junto à Serra de Montejunto. Tendo sido nele sepultado em campa rasa, na capela-mor. O convento foi de início, doado aos franciscanos da Ordem Terceira, só depois passou à Província dos Algarves. Em 1834, no âmbito da "Reforma geral eclesiástica" empreendida pelo Ministro e Secretário de Estado, Joaquim António de Aguiar, executada pela Comissão da Reforma Geral do Clero (1833-1837), pelo Decreto de 30 de Maio, foram extintos todos os conventos, mosteiros, colégios, hospícios e casas de religiosos de todas as ordens religiosas, ficando as de religiosas, sujeitas aos respectivos bispos, até à morte da última freira, data do encerramento definitivo. Os bens foram incorporados nos Próprios da Fazenda Nacional.
Inventariado: Manuel Vila; Inventariante: Luzia.
Trata-se do empréstimo de 3.500 contos destinado à construção de um matadouro municipal na vila sede do concelho. Foi autorizado por portaria publicada no Diário do Governo n.º 185, II série, de 10 de Agosto de 1955.
Trata-se do empréstimo de 70 contos destinado à construção de uma nova praça do mercado de Vila Pouca de Aguiar. Foi autorizado por portaria publicada no Diário do Governo n.º 268, II série, de 18 de Novembro de 1938.
Trata-se do empréstimo de 150 contos solicitado pela Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão destinado à electrificação do concelho. Foi autorizado por portaria publicada no Diário do Governo n.º 99, II série, de 25 de Abril de 1952.
Alvará. Para cobrar à Alfândega da vila de Vila do Conde a sisa por entrada do que entra pela barra da dita vila.
Nasceu no Porto, freguesia do Bonfim, em 3 de agosto de 1881 e faleceu no Candal, Vila Nova de Gaia, em 29 de agosto de 1958. Era sobrinho-neto do historiador Alexandre Herculano (de Carvalho Araújo), e além de ministro da Igreja Lusitana, notabilizou-se como jornalista e homem de letras. Fez parte do Curso Teológico da Igreja Lusitana que funcionou nas dependências da Igreja do Prado, dirigido pelo reverendo Dr. John Harden, de 1903 a 1907. O reverendo Dr. Harden seria mais tarde bispo de Tuam, na Irlanda. Iniciou a sua carreira como coadjutor do reverendo André Cassels que além da sua igreja do Bom Pastor, no Candal, cujo templo foi inaugurado em 1887. Já a Missão da Madalena teve início em 1905 e manteve-se até 1927, período em que esteve a seu cargo. Em Viseu o reverendo Araújo fundou o jornal "A Voz da Verdade", mas ao fim de dois anos o jornal acabou por imposição da censura. Em 1931, 18 de dezembro, falece o reverendo André Cassels e o reverendo Bonaparte nomeia-o ministro interino do Candal. Só em 10 de novembro de 1935 tomaria o cargo de ministro desta igreja. Em colaboração com o reverendo Belarmino Vieira Barata publicou os Relatórios Coletivos da Igreja Lusitana de 1939, 1940, 1941 e 1943/44. Percurso religioso: - Aderiu em 1900 à Igreja Lusitana - Em 1908 foi ordenado diácono - Em 1911 foi ordenado presbítero He was born in Porto, parish of Bonfim, on August 3, 1881 and died in Candal, Vila Nova de Gaia, on August 29, 1958. He was the great-nephew of the historian Alexandre Herculano (de Carvalho Araújo), and besides minister of Lusitanian Church, became famous as a journalist and man of letters. He was part of the Theological Course of the Lusitanian Church, which operated on the premises of the Prado Church, led by the Reverend Dr. John Harden, from 1903 to 1907. The Reverend Dr. Harden would later be Bishop of Tuam, in Ireland. He began his career as a coadjutor to the reverend André Cassels who, in addition to his church of the Good Shepherd, in Candal, whose temple was opened in 1887. The Madalena Mission started in 1905 and continued until 1927, a period in which he was your job title. In Viseu the Reverend Araújo founded the newspaper "A Voz da Verdade", but after two years the newspaper ended up imposing censorship. In 1931, December 18, Reverend André Cassels passed away and Reverend Bonaparte appoints him as Candal's interim minister. Only on November 10, 1935, would he take up the post of minister of this church. In collaboration with the reverend Belarmino Vieira Barata published the Collective Reports of the Lusitanian Church of 1939, 1940, 1941, and 1943/44. Religious path: In 1900 he joined the Lusitanian Church In 1908 he was ordained a deacon In 1911 he was ordained an elder
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila de Ala, distrito de Bragança, concelho de Mogadouro, constando de: Igreja Paroquial de Vila de Ala; Capela de Nossa Senhora da Orada; Capela de São Trindade; Capela de São Tiago.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila Boa do Bispo, distrito de Porto, concelho de Marco de Canavezes, constando de: Igreja Paroquial de Vila do Bispo; Capela de Santo António.
Sediada na Urbanização Vila D'Este, nº 19, 1º esquerdo, Vilar de Andorinho em Vila Nova de Gaia. Contém os estatutos de constituição de 19 de junho de 2002 e as alterações estatutárias de 28 de agosto de 2002.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila Nova de Monsarros, concelho de Anadia e distrito de Aveiro, constando de: Igreja de Vila Nova de Monsarros; Capela de São Bartolomeu; Capela de São Simão; Capela da Senhora da Guia.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila Cova e Banho, distrito de Braga, concelho de Barcelos, constando de: Igreja Paroquial de Vila Cova e Banho; Capela de São Brás.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila Chã da Graciosa, distrito de Bragança, concelho de Miranda do Douro, constando de: Igreja Paroquial de Vila Chã de Braciosa; Capela de Santa Cruz; Capela da Santíssima Trindade; Igreja da Freixiosa.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila Comba de Vilariça, distrito de Bragança, concelho de Vila Flor, constando de: Igreja Paroquial de Santa Comba de Vilariça; Igreja de São Pedro; Capela de São Sebastião; Capela de São Jorge.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila Pouca da Beira, distrito de Coimbra, concelho de Oliveira do Hospital, constando de: Igreja Paroquial de Vila Pouca da Beira; Capela de São José; Capela da Senhora do Rosário.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila Nova de Oliveirinha, distrito de Coimbra, concelho de Tábua constando de: Igreja Matriz de Vila Nova de Oliveirinha; Capela da Senhora do Loreto; Capela de São João.
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Vila do Bispo, distrito de Faro, concelho de Vila do Bispo, constando de: Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Conceição; Capela de Santo António.