Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for vila and 357,981 records were found.

Trata-se do pedido de empréstimo de 200 contos destinado à construção de uma esplanada à beira-mar (150 contos), construção de um bar (20 contos), construção de barracas, bancos e outros melhoramentos na praia (30 contos). Desconhece-se se o empréstimo foi concedido.
Trata-se do empréstimo de 112.163$15 destinado à canalização e distribuição de água à sede do concelho. Foi autorizado por portaria publicada no Diário do Governo n.º 162, II série, de 15 de Julho de 1941. O pedido inicial montava a 150 contos e destinava-se à pavimentação e regularização de todas as ruas e largos da sede do concelho e construção do novo edifício dos Paços do Concelho.
Embora este livro tenha tido os termos de abertura e encerramento, bem como rubricas, da responsabilidade de Manuel da Costa Ferreira, da Intendência das Alfândegas do Norte, tem um outro termo da responsabilidade do juiz proprietário da Alfândega de Vilar Maior, Francisco Ferreira de Moura, caracterizando-o em 1774 como livro das fianças da aduana da Vila de Aregos. Mais tarde, mais precisamente a 15 de Agosto de 1783 é feito um novo termo no fílio 5 cuja responsabilidade de Berrnardo Cardoso reaproveitando este livro rubricado para as fianças da Alfândega de Vilar Maior. Serviu este livro para nele serem feitos os termos das guias de fianças dos presuntos, cavalo velho, mula, panos de linho, e trigo para o convento das religiosas de São Bento, os quais estavam obrigados a apresentar as competentes certidões das descargas efetuadas em determinado destino. Escrituração é simples e contém os seguintes dados: identidade do despachante, naturalidade ou residência, destino da mercadoria, quantidade e qualidade da mesma, avaliada em determinada importância pela Pauta, o qual se obrigava a descarregar, assinado o mesmo este termo. Na margem esquerda regista-se o número sequencial dos termos bem como se acrescenta a data da descarga.