Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for vila and 221,836 records were found.

Fotografia concorrente ao Concurso de Fotografia subordinado ao tema "Constância: A Vila, A Vida e a Festa" Inscrições no original: Salpico/Vila poema. Rua/Local: Largo do Olival
Fotografia concorrente ao Concurso de Fotografia subordinado ao tema "Constância: A Vila, A Vida e a Festa" Inscrição no original: Oghu/A Vila Rua/Local: Rua Machado Santos
Fotografia concorrente ao Concurso de Fotografia subordinado ao tema "Constância: A Vila, A Vida e a Festa" Inscrição no original: Seomis/nº 1 A Vila Rua/Local: Constância
Duas fotografias (reprodução). sendo uma delas respeitante à Paisagem da Vila de Albufeira, datada de 1813?, e a segunda fotografia é da gruta da praia da D. Antónia, datada na década de 50.
Carta de Ofício. Escrivão da Câmara, Órfãos e Almotaçaria da Vila de Alijó.
Em casa do amanuense, em Vila Fontes. Tipologia e suporte: Fotografia
Mesão Frio, Loivos, Jau, Lobrigos, Lordelo, Loureiro, Mondim de Basto, Mondrões, Vila Marim, Oliveira
Bragado, Atei, Carrazedo de Monte Negro, Barqueiros, Lebução, Sofiães, Candedo, Canelas, Vila Real
Publicação semanal de Vila Franca do Campo, director Augusto Botelho Simas.
Quantia em dívida pelo Visconde de Vila Nova de Cerveira desde 12 de Agosto de 1702 a 11 de Junho de 1702.
Fotografia concorrente ao Concurso de Fotografia subordinado ao tema "Constância: A Vila, A Vida e a Festa" Inscrição no original: Airi/nº 1 A Vila Rua/Local: Rua Luís de Camões
Fotografia concorrente ao Concurso de Fotografia subordinado ao tema "Constância: A Vila, A Vida e a Festa" Inscrição no original: Airi/nº 4 A Vila Rua/Local: Rua Machado Santos
Visita a Vila Real do Ministro das Obras Públicas, Eng. Arantes e Oliveira e do Presidente da República, Américo Tomás.
Limões, Telões, Guiães, Vilarinho dos Freires, Vilar de Perdizes, Alijó, Vila Real, Salvado, Tourem, Nossa Senhora de Porto de Ave
Vista geral de Vila Pery. Uma das primeiras povoações a dispor de iluminação eléctrica. Tipologia e suporte: Fotografia
Recortes de jornais com notícias fazendo referência, entre outras, à vista da família real a Vila Viçosa, e descrevendo o palácio de Vila Viçosa. Menção ao pedido feito pelo Marquês de Marialva no sentido da fortificação de Vila Viçosa. Contém referências datadas dos séculos XVII e XIX.
Contém cópias de comunicações fazendo referência aos seguintes assuntos: apartamentos de Santo André-administração de oito fogos por parte da Cantal; propostas de prestação de serviços de administração das instalações do aldeamento de Vila Parque; fotografias do aldeamento de Vila Parque; concurso limitado para administração do refeitório, bar e lojas do aldeamento de Vila Parque-caderno de encargos.
Contém um recibo da quantia paga por António de Carvalho Baptista, capitão-mor da vila de Castelo Bom, de rendas da Alcaidaria-mor da mesma vila datado de 10 de Abril de 1732.
Vista de Vila do Conde.
O Convento de São Francisco de Vila Real era masculino, pertencia à Ordem dos Frades Menores, e à Província da Conceição. Em 1572, foi fundado por Provisão de 22 de Janeiro, no tempo do Papa Gregório VIII. Nesse ano, foi aprovada a obra de construção por Dom Sebastião que a recomendou à protecção dos Marqueses de Vila Real. Em 1573, concorreram para a sua fundação os préstimos dos frades do Convento de Santo António dos Capuchos de Lamego, e a protecção de Diogo Dias Ferreira, fidalgo vila realense, que ofereceu o terreno e alguns dos seus bens. As obras começaram sob a égide de D. Frei Bartolomeu dos Mártires. Em 1670, em Maio, foi instituída a Ordem Terceira de São Francisco na Igreja do Convento, Capela de Nossa Senhora da Conceição. Em 1758, num terreno contíguo, e por iniciativa da referida Ordem, foi construído o cemitério de São Francisco. Em 1834, no âmbito da "Reforma geral eclesiástica" empreendida pelo Ministro e Secretário de Estado, Joaquim António de Aguiar, executada pela Comissão da Reforma Geral do Clero (1833-1837), pelo Decreto de 30 de Maio, foram extintos todos os conventos, mosteiros, colégios, hospícios e casas de religiosos de todas as ordens religiosas, ficando as de religiosas, sujeitas aos respectivos bispos, até à morte da última freira, data do encerramento definitivo. Os bens foram incorporados nos Próprios da Fazenda Nacional.
O suplicante é neto do Visconde de Vila Nova de Cerveira, D. Tomás de Lima e Vasconcelos, falecido a 26 de Novembro e 1755 e sucedeu-lhe no Morgado de Soalhães e no direito de apresentar a Comenda de Santa Maria de Borba, da Ordem de Avis. No verso refere a Comenda de Borba.
Visita do Ministro das Obras Públicas, Eng. Arantes e Oliveira a Vila Viçosa. Visita ao Paço Ducal com a presença do Arcebispo de Évora, D. Manuel Trindade Salgueiro.
A medição foi feita com o licenciado Martim Pereira da Silva, juiz dos tombos dos morgados do Visconde de Vila Nova de Cerveira e dos bens da coroa de que é donatário o Visconde de Vila Nova de Cerveira.
Taracenas de Vila Nova de Gaia
Avenida Diogo Leite, Vila Nova de Gaia.
Avenida Diogo Leite, Vila Nova de Gaia.
Referência aos cavaleiros de Vila de Rei no Foral desta Vila, dado por D. Dinis.
Esta Alfândega foi extinta por decreto de Outubro de 1774, e todos os seus bens e direitos foram trasnferidos para a de Vila de Santo António de Arnilha.
Esta fotografia é sobre a benção do gado, tradição milenar, em Mixões da Serra, freguesia de Valdreu, na zona mais montanhosa do concelho de Vila Verde. Nesta celebração, que se realiza no domingo que antecede o dia de Santo António (13 de Junho), os animais concentram-se no largo em frente ao santuário - Igreja de Santo António de Mixões da Serra - para que Santo António os livre de todos os males.
Tem no mesmo documento o recibo da importância assinado pelo Visconde de Vila Nova de Cerveira, a 16 de Julho de 1737.
Contém recibo assinado por Francisco Lobo. Trata-se do pagamento do dourado feito na casa do Visconde de Vila Nova de Cerveira.
A escritura das casas está no cartório de António de Matos Franco. No papel refere-se ainda uns autos que correram entre o Visconde de Vila Nova de Cerveira e Alinheira e que estavam em poder de Francisco Soares de Aguiar. Nas casas vivia o administrador das jugadas.
Autos de contas de testamento, tomadas pelo provedor das Comarcas de Évora e Estremoz. Contêm testamentos, ou os traslados dos mesmos, de pessoas naturais, moradoras ou falecidas em Vila Viçosa e seu termo, os autos de aprovação e abertura dos mesmos e os certificados dos legados cumpridos pelos testamenteiros. Constam alguns autos de contas que se tomaram do que era apartado do inventário dos bens dos defuntos, para o pagamento dos encargos com os ofícios e missas a bem da alma dos mesmos. Alguns dos defuntos não possuiam testamento.
No documento vem Visconde de Ponte de Lima. Assinatura está rasurada. A carta refere a actividade do Visconde Visconde de Vila Nova de Cerveira, como embaixador em Castela e o auxílio prestdao aos pobres e aos prezos do castelo de São Jorge.
Colónia Correcional de Vila Fernando
Colónia Correcional de Vila Fernando
Documentação característica de Processos Individuais de Pessoal, referente a concursos, contratos, informação pessoal civil e fiscal, evolução profissional, classificação de serviço, assiduidade, requerimentos, etc.
O Mosteiro do Salvador de Vila Cova das Donas ou de Sandim era feminino, pertencia à Ordem de São Bento e estava sob jurisdição diocesana. No século XI, foi fundado. A primeira menção documentada segura, data de 1081. Pouco antes de 1154, adoptou a Regra de São Bento, tornando-se mosteiro feminino. Em 1535, as monjas foram transferidas para o Mosteiro de São Bento da Avé-Maria do Porto.
O Convento de Nossa Senhora da Encarnação de Vila do Conde era masculino, e pertencia à Ordem dos Frades Menores, da Província de Portugal da Observância. Também era conhecido como convento de São Francisco. Em 1522 foi fundado, junto a Vila do Conde, em terras cedidas pelas freiras de Santa Clara de Vila do Conde ao provincial dos franciscanos, frei Francisco de Lisboa, por escritura pública de 7 de Fevereiro de 1522. Foi sua fundadora D. Isabel de Mendanha, filha de Pedro de Mendanha e viúva de D. João de Meneses, da Casa de Cantanhede, que se empenhou na construção da Igreja e da casa conventual para doze religiosos. Em 1834, no âmbito da "Reforma geral eclesiástica" empreendida pelo Ministro e Secretário de Estado, Joaquim António de Aguiar, executada pela Comissão da Reforma Geral do Clero (1833-1837), pelo Decreto de 30 de Maio, foram extintos todos os conventos, mosteiros, colégios, hospícios e casas de religiosos de todas as ordens religiosas, ficando as de religiosas, sujeitas aos respectivos bispos, até à morte da última freira, data do encerramento definitivo. Os bens foram incorporados nos Próprios da Fazenda Nacional.
Vista de Vila do Conde. Ao fundo Capela do Socorro.
Armazéns na marginal de Gaia, Vila Nova de Gaia.
Irmandades e/ou Confrarias em Vila do Canal.
Apontamentos sobre a História da Vila de Ferreira.
Correspondência relativa ao concelho de Vila Pouca de Aguiar.
Correspondência relativa ao concelho de Vila Pouca de Aguiar.
Correspondência relativa ao concelho de Vila Pouca de Aguiar.
Alvará. Renúncia de ofício. Filiação: Simão Ferreira Vila Verde.
Alvará. Confirmação do compromisso marítimo da dita vila.
Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e Computadores
Mestrado em Inovação e Empreendedorismo Tecnológico
Irmandades e/ou Confrarias em Vila do Cano
Sediada na Freguesia de Vila Chã em Vila do Conde. Contém os estatutos de constituição de 7 de abril de 1998.
Sediada na Urbanização Vila D'Este, Vilar de Andorinho em Vila Nova de Gaia. Contém os estatutos de constituição de 4 de dezembro de 1995.
Contem uma proposta, fundamentada com notícias de um jornal, no sentido da vila de Marvão ser classificada, no seu conjunto arquitectónico, como "Vila Museu".
Alvará. Para que possa levar emolumento no ofício de Feitor da Alfândega da vila do Sabugal. Filiação: Francisco Mangas Vila Forte.
Refere a ida do Visconde de Vila Nova de Cerveira para o Alentejo, dando-lhe antes, a guardar diversos papéis que enviara o padre Domingos Fiúza e menciona o facto de João de Sousa, escrivão do eclesiástico em Valença pretender o lugar de escrivão no couto de Sanfins mas queria ser nomeado pelo Visconde de Vila Nova de Cerveira.
Projetos de Vila Real de Santo António.
Vila do Conde; Participação: 1924; certificação;
Vila do Conde; Estatutos: 1909; guias; acta;
No verso o nome do foreiro é João da Mata Fialho de Mendonça e "entregou a escritura e fez desistência na nota do tabelião que mora ao Poço Novo que se acha no cartório e se fez aforamento do dito casal a outro". Visconde de Vila Nova de Cerveira é ministro e secretário dos Negócios do Reino. João da Mata e sua mulher Joaquina Luísa Benedita, moram no lugar de Pinheiro, arrabalde de Mafra.
O Visconde de Vila Nova de Cerveira. D. Tomás da Silva Teles foi nomeado para embaixador na corte espanhola, não podendo portanto tratar pessoalmente dos pleitos da casa do Visconde seu sogro com Manuel Freire de Andrade [capitão mor de Ponte de Lima], mulher e filhos.
Eesumos das deliberações tomadas pela Comissão Executiva da Camara Municipal de Vila Nova de Gaia.
Plana com a localização na vila do Bairro do Poço de Baixo/Ovar. Escala 1/10.000.
Entrega de medalha ao Ministro das Obras Públicas, Eng. Arantes e Oliveira, em Vila da Feira.
Carta. Feitor dos portos secos da Alfândega da Vila do Sabugal.
Carta de Padrão. Tença de 12$000 rs. Filiação: Manuel Pinto Vila Lobos.
Carta. Escrivão da Câmara na vila do Sabugal. Filiação: Manuel Cabral.
Alvará. Para que possa usar da provisão concedida à vila de Abrantes e Punhete.
Carta. Juiz de Fora da vila de Mourão, por 3 anos.
Rua da Estação de Vila Pery, na circunscrição de Chimoio. Tipologia e suporte: Fotografia
Fachada da Estação de Vila Pery, na circunscrição de Chimoio. Tipologia e suporte: Fotografia
Vista lateral da Estação de Vila Pery, na circunscrição de Chimoio. Tipologia e suporte: Fotografia
Vista lateral da Estação de Vila Machado, na circunscrição de Neves Ferreia. Tipologia e suporte: Fotografia
Fontanário em Vila de Frades. Abastecimento de água a Vila de Frades – Fontanário.
Contém cópias de documentos referentes às contas da Cantal-Cantinas e Abastecimentos, Lda., relativamente à administração do aldeamento de Vila Parque, de Santo André: faturas por liquidar; cedência das instalações do Bar do aldeamento de Vila Parque; vigilância do aldeamento de Vila Parque-iluminação dos espaços exteriores; cedência de três pavilhões do aldeamento de Vila Parque ao Corpo Nacional de Escutas; manutenção e conservação do aldeamento de Vila Parque; cedência de dois pavilhões do aldeamento de Vila Parque à APPJ, para instalação de uma pousada da juventude; administração de oito fogos por parte da Cantal.
Sediada na Urbanização Vila D'Este, nº 19, 1º esquerdo, Vilar de Andorinho em Vila Nova de Gaia. Contém os estatutos de constituição de 19 de junho de 2002 e as alterações estatutárias de 28 de agosto de 2002.
Fotografia concorrente ao Concurso de Fotografia subordinado ao tema "Constância: A Vila, A Vida e a Festa" Inscrições no original: A. Homem/A Vila de Punhete Rua /Local: Rua do Arco
Carta de Confirmação. Tenente Coronel de Dragões para o Tribunal da Vila da Comarca do Rio dos Mortos.
Fotografia concorrente ao Concurso de Fotografia subordinado ao tema "Constância: A Vila, A Vida e a Festa" Rua do Tejo
Alvará. 27$000 rs de soldo por mês com o posto de Comissário Geral de Artilharia da vila de Setúbal.
Carta de Padrão. Tença de 12$000 rs e hábito da Ordem de Cristo. Filiação: Francisco Mangas Vila Forte.
Carta. Para que renuncie o ofício em Amaro de Macedo de Vasconcelos. Filiação: Simão Ferreira Vila Verde.
Alvará. Para que possam dar 20 cruzados de esmola aos Padres de Stº António de Vila Real.