Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for torre and 27,041 records were found.

Registos de baptismos, casamentos, óbitos, registo de inventários, registo de sentenças e registo de visitações.
Escritura de arrendamento da herdade, por seis anos, feito a Diogo Lopes, por 3 moios de trigo em cada ano
Termos: Manuel da Costa, superintendente geral das alfândegas da província do Norte. Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
O livro tem 150 folhas. Termos: Claudio Manuel de Almeida Cordeiro Teles. Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
O livro tem 132 folhas. Rúbricas: Manuel da Costa, superintendente geral das alfândegas da província do Norte. Termos: João Batista de Aguiar, juiz da alfândega. Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
Termos: António Pereira de Miranda. Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
Termos: António Pereira de Miranda . Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
Termos: António Pereira de Miranda. Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
O livro tem 144 folhas, e tem ainda, como continuação, cozido um caderno com 20 folhas. No fim tem um resumo das guias condenadas e uma relação dos devedores deste mesmo livro e caderno. Em 1776, visto na correição, mandando cobrar as guias condenadas. Termos: Henrique José Porto Carreiro Pimentel. Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
Termos: Luís de Melo Freire de Soveral e Andrade . Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
Termos: Claudio Manuel de Almeida Cardoso Feliz . Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
Termos: Claudio Manuel de Almeida Cardoso Feliz . Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
Termos: António Pereira de Miranda. Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
Termos: António Rodrigues da Cunha. Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
Termos: António Rodrigues da Cunha . Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
Termos: António Rodrigues da Cunha. Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
Termos: António Rodrigues da Cunha. Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
Termos: António Rodrigues da Cunha. Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
Termos: Claudio Manuel de Almeida Cardoso Feliz . Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
Termos: Claudio Manuel de Almeida Cardoso Feliz . Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
O termo é feito pelo juiz de fora e da alfândega, por comissão dada pelo desembargador, superintendente geral dos tabacos e alfândegas desta provincia. Termos: Manuel da Costa Pinto e Azevedo . Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
Termos: Manuel da Fonseca Coelho. Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
Este livro foi aberto pelo juiz de fora, e deu comissão ao feitor da alfândega Miguel António Robalo, sendo este a rubricar as folhas todas. Recebendo este livro o escrivão da alf. no mês de Outubro, e escriturando-o nessa altura. Termos: Manuel da Costa Pinto e Azevedo . Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
Termos: Manuel da Fonseca Coelho . Escrivão: Luís António de Oliveira Pimentel.
A "Berrôa" está associada ao culto de fertilidade e é representada por uma porca de pedra, semelhante à porca de Murça.
Esta imagem, provavelmente destacada de um álbum, foi realizado no âmbito da viagem realizada a Lisboa por Amédée de Ternante-Lemaire como enviado do jornal francês "L' Illustration" Amédée de Ternante-Lemaire para documentar a chegada da princesa Estefânia a Lisboa, vinda de Düsseldorf, para casar com o rei D. Pedro V. Amédée de Ternante-Lemaire realiza uma reportagem sobre o acontecimento e, durante essa estadia, completou um levantamento de vistas da cidade de Lisboa.
Estes negativos terão sido realizados por Homero Paz dos Reis numa das idas a Tancos, considerando que fez parte das Escolas de Recruta e Repetição, bem como passou pelo Estado Maior de Engenharia como Ajudante de Campo do Ministro da Guerra.
Fotografia foi tirada no âmbito das funções de arquiteto que Octávio Lixa Filgueiras exercia no Gabinete de Estudos da Direção do Norte dos Edifícios Nacionais (Ministério das Obras Públicas). A ponte fica na foz do rio Sabor.
Fotografia foi tirada no âmbito das funções de arquiteto que Octávio Lixa Filgueiras exercia no Gabinete de Estudos da Direção do Norte dos Edifícios Nacionais (Ministério das Obras Públicas). A ponte fica na foz do rio Sabor.
Fotografia foi tirada no âmbito das funções de arquiteto que Octávio Lixa Filgueiras exercia no Gabinete de Estudos da Direção do Norte dos Edifícios Nacionais (Ministério das Obras Públicas), sendo que estas obras do Ministério da Agricultura dependia daquela Direção. A ponte fica na foz do rio Sabor.
Crê-se que esta reportagem terá sido o resultado de um contrato de encomenda.
Crê-se que esta reportagem terá sido o resultado de um contrato de encomenda.
Crê-se que esta reportagem terá sido o resultado de um contrato de encomenda.
Esta reportagem das escolas de Penafiel tem data de 1940 e foi objeto de encomenda por parte do Direção Geral dos Edificios e Monumentos Nacionais. Os outros documentos poderão estar incluídos nesta encomenda.
Esta fotografia, entre outras, foi uma encomenda da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, entre 1939 e 1940, que resultou na realização de 7 álbuns, quatros dos quais relativos às operações ligadas ao cultivo e comércio do vinho verde e às instalações e armazéns da Comissão. Outros dois designados de "álbuns turísticos" retratam as cidades e lugares que fazem parte da rota demarcada do vinho verde. O álbum que diz respeito aos armazéns desapareceu das instalações da Comisssão.