Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for torre and 31,295 records were found.

Na lombada vem a designação "Certidões" mas estas não se encontram no livro. Existe apenas a informação: - data em que se passou a certidão (Registos ordendos cronologicamente pela data em que são passadas as certidões pedidas). - teor do documento. - cota do documento de onde foi extraída a certidão. - pessoa que a pediu mediante Provisão concedendo autorização para a satisfação do pedido. Por ordens diversas os registos foram interrompidos mais de uma vez. Ver fólios: 2, 5, 24. Os registos de 182 a 1804 estão numerados de 1 a 184. Termo de encerramento: f. 418: "Compreende este primeiro livro do registo de todos os documentos que se extrairem deste Real Arquivo da Torre do Tombo quatrocentas e dezoito folhas com esta entrando nelas a primeira do título e a segunda de uma advertência muito digna de atenção, todas rubricadas e numeradas por mim gaurda-mor do Real Arquivo sem coisa que faça dúvidas ou embaraço algum. Lisboa em sete de Janeiro de mil setecentos e cinquenta e sinco" Manuel da Maia" Em baixo a informação: "este mesmo livro acima rubricado e não findo servirá para se continuar a registar as certidões que se houverem de extrair para o que lhe dou fé. Torre do Tombo 23 de Outubro de 1802. Visconde de Balsemão".
Correspondência relativa à demolição de uma das torres do castelo de Alcácer do Sal que se encontrava em ruínas e aproveitamento das pedras para concluir o cemitério público.
Inventariado: Manoel Dias Torres e Anna Elvira, Quinta da Torre, Pero Soares; Inventariante: Maria Augusta Torres,Quinta da Torre, Pero Soares.
Dispensa Matrimonial de Elias José e Esperança Maria, naturais da freguesia de Nª SRª do Rosário da Torre dos Coelheiros, termo de Évora. Filiação do nubente: filho de José Joaquim e de Francisca Rosa Filiação da nubente: filha de Manuel Marques e de Alexandrina Maria Contém: Petição, rol de testemunhas, apresentação de comissão, depoimento dos justificantes, mandado de diligências.
Dispensa Matrimonial de Claudino, natural da freguesia Torre dos Coelheiros, termo de Évora e Perpétua Maria, viúva que ficou de António Joaquim, natural da freguesia de S. Manços, termo de Évora. Filiação do nubente: filho de José Luís e de Luzia Maria Contém: Petições, rol de testemunhas, sumários de testemunhas, apresentação de comissão, depoimento dos suplicantes, mandados de diligências.
Dispensa Matrimonial de Manuel António, viúvo que ficou de Damiana Rosa e Maria Joaquina, moradores na freguesia de Nª SRª do Rosário da Torre dos Coelheiros. Contém: Petições, rol de testemunhas, sumários de testemunhas, apresentação de comissão, depoimento dos suplicantes, mandados de diligências.
Parecer favorável, com pequenas condicionantes, do Vogal Henrique Gomes da Silva ao requerimento de Manuel Joaquim Alabaça de colocar um letreiro no prédio da Rua João de Deus, 52, dentro da zona de protecção da Torre do Salvador. O prazo para a colocação é fixado em sessenta dias.
Parecer favorável do Vogal Henrique Gomes da Silva ao requerimento da firma Guerreiros, Lda., apresentado por intermédio da Câmara Municipal de Évora, através do qual pretende proceder a obras de modificação (alteração das portas) no edifício sito na Rua de Avis, n.º 6 e Largo Luiz de Camões, dentro da zona de protecção da Torre do Salvador, em Évora.
Declaração de venda que faz Francisco Gonçalves de Arriba, lavrador, morador na aldeia de Cortegaça, a Francisco Fagundes, da pedra, telha e madeira da casa do lagar, da casa do forno e da torre, por preço de 12.000 réis. Contém declaração de quitação que faz Francisco Gonçalves a Francisco Fagundes, do pagamento da venda que fez.
Declaração de arrendamento que fazem João Fernandes da Torre e sua mulher Teresa Afonso da Silva, moradores no lugar da Lomba, freguesia de Subportela, de uma leira em Castinheiras, a D. Maria Joana de Abreu Coutinho, por pensão anual de nove alqueires de milho.
Contém cópias de dois requerimentos, de três informações e de uma proposta, contém um ofício do Diretor do Arquivo Nacional da Torre do Tombo para o Chefe do Gabinete da Secretária de Estado da Cultura e um ofício do Chefe do Gabinete da Secretaria de Estado da Cultura para o Chefe do Gabinete do Secretário de Estado da Administração Escolar.
Contém exposições sobre a dependência da Imprensa Nacional-Casa da Moeda do Ministério da Cultura, sobre o Instituto Português do Livro, o complexo "Século", A Torre do Tombo, a divulgação da legislação sobre cultura e sobre a lista de antiguidade do pessoal do Ministério da Cultura.
Quitação dada por Pedro Domingues, almoxarife régio em Torre de Moncorvo, a Afonso Vasques Alcoforado, filho de Vasco Afonso Alcoforado do Mogadouro, do pagamento de doze libras e meia, devido pela renda de Paradela, aldeia do Mogadouro, dos anos de 1335, 1336, 1337, 1340 e 1341. Junto, capa com sumário não datado.
O testamento é datado de Sintra, 4 de outubro de 1426. No dito testamento D. João I ordenava que se acabasse o Mosteiro de Santa Maria da Vitória instituindo nele uma capela pela sua alma e pela da rainha D. Filipa de Lencastre, sua mulher. Apresenta a assinatura de Tomé Lopes, guarda-mor da Torre do Tombo.
Carta de Fernando de La Torre, capitão general das ilhas de Molucas, dando conta ao D. Álvaro de Zuniga que chegando às ditas ilhas foram destroçadas pelos portugueses, obrigando-o a retirar de Tidori, donde foram para Gilolo, pedindo ao dito Zuniga a sua protecção para que o imperador lhe mandasse socorrer.
Relativo à arrematação das ervagens produzidas na margem esquerda do rio Minho.Inclui as condições especiais para a arrematação e arrendamento das mesmas ervagens, auto de avaliação, editais, auto de arrematação por licitação verbal e termo de adjudicação Local: Margem esquerda do rio Minho, sítio do Arinho, freguesia de S. Pedro da Torre, concelho de Valença, distrito de Viana do Castelo
O queixoso reclama João fernandes de Freitas, barqueiro, por este ter submergido um barco na margem direita do rio Lima, junto de uma propriedade que o mencionado queixoso possui, impedindo a entrada de água para um aqueduto que a conduz a 1 estanca-rios Local: Freguesia de S. Salvador da Torre, concelho de Viana do Castelo, distirto de Viana do Castelo
Relativo à arrematação das ervagens da Ínsua do Arinho Novo. Contém o termo de avaliação, condições especiais para a arrematação e arrendamento, um edital, auto de arrematação por licitação verbal e termo de adjudicação. Local: Margem esquerda do rio Minho, terreno do Estado, sítio do Arinho Novo, freguesia de S. Pedro da Torre, concelho de Valença,distrito de Viana do Castelo
Relativo à arrematação das ervagens da Ínsua do Arinho Novo. Contém o termo de avaliação, as condições especiais para a arrematação e arrendamento, um edital, o auto de arrematação por licitação verbal e o termo de adjudicação. Local: Margem esquerda do rio Minho, freguesia de S. Pedro da Torre, concelho de Valença, distrito de Viana do Castelo
Relativo à arrematação das ervagens da Ínsua do Arinho Novo. Contém as condições especiais para a arrematação e arrendamento, termo de avaliação, auto de arrematação por licitação verbal, termo de adjudicação e um edital. Local: Próximo à margem esquerda do rio Minho, Ínsua do Arinho Novo, freguesia de S. Pedro da Torre, concelho de Valença, distrito sde Viana do Castelo
Capas Cartonadas - lombada e cantos em cabedal.
Era na dita torre que antes se fazia a Câmara. A mesma ficou disponibilizada, uma vez que havia sido ordenado que a Câmara se fizesse na praça. António Fernandes o fez.
A acção prende-se com a herança de seu irmão José da Silva, solteiro, natural da Torre e falecido em Guarapiranga, Mariana em 1757. Rendufe. Escrivão Francisco da Silva Braga.
Tem a seguinte informação: "Deu-se esta cópia para o Conselho da Fazenda em virtude da ordem que fica registada no liv. 11 do Regimento da Torre do Tombo, f. 361".
Filho de Manuel Freire Torres e de Maria Encarnação Torres, neto paterno de Manuel Ribeiro Torres e de Catarina Freire, neto materno de Manuel Jorge Torres e de Maria dos Santos
"Relativo à ao pedido de José Gomes, morador na freguesia de S. Pedro da Torre, para que seja posta em hasta pública um ínsua pertencente ao Estado para assim a poder arrematar, adaptando-a dempois à cultura de cereais. Inclui 1 planta, esc. 1/1000.A capa do processo contém a aseguinte anotação: ""Vide Lei de 21 de Julho de 1857"" Local: Rio Minho, Ínsua do Arinho Pequeno, freguesia de S. Pedro da Torre, concelho de Valença, distrito de Viana do Castelo"
Foi achado por Gregório de Mascarenhas Homem um traslado do dito livro em poder do conde de Miranda, com letra de Jorge da Cunha, contador e escrivão da Torre do Tombo, do qual, à sua custa, fez um traslado e mandou encaderná-lo para "(...) que se não perdessem as notícias das Nobres e Ilustres linhagens deste Reino (...).
Dispensa Matrimonial de José António, natural da freguesia de S. Marcos da Abóbada e Joana Rosa, natural da freguesia de Nª SRª da Torre dos Coelheiros. Filiação do nubente: filho de Joaquim do Rosário e de Faustina Maria Filiação da nubente: filha de Domingos Antunes e de Maria Angélica Contém: Petições, rol de testemunhas, sumários de testemunhas, apresentação de comissão, depoimento dos suplicantes, mandados de diligências.
Dispensa Matrimonial de José António Marques, natural da freguesia de Nª SRª do Rosário da Torre dos Coelheiros, termo de Évora e Gertrudes Rita, natural de Faro. Filiação do nubente: filho de Manuel Marques e de Alexandrina Rosa Filiação da nubente: filha de pais incógnitos A nubente foi exposta na cidade de Faro Contém: Petição, rol de testemunhas, apresentação de comissão, depoimento dos justificantes, mandado de diligências.
Dispensa Matrimonial de José Maria, natural da freguesia da Torre dos Coelheiros, termo de Évora e Mariana Luísa, natural da freguesia de S. Jordão, termo de Évora. Filiação do nubente: filho de Manuel Caeiro e de Jacinta Maria Filiação da nubente: filha de José Inácio e de Isabel Joaquina Contém: Petições, rol de testemunhas, sumários de testemunhas, apresentação de comissão, depoimento dos suplicantes, mandados de diligências.
Dispensa Matrimonial de Francisco Luís, natural da freguesia de Santo Estêvão, termo de Benavente e Ana Maria, natural da freguesia da Torre Direita, bispado de Viseu. Filiação do nubente: filho de Xavier Mendes e de Maria Joaquina Filiação da nubente: filha de João Lourenço e de Luísa Maria Contém: Petições, rol de testemunhas, sumários de testemunhas, apresentação de comissão, depoimento dos suplicantes, mandados de diligências.
Dispensa Matrimonial de José Fialho, natural da freguesia de S. Marcos da Abóbada e Flora Joaquina, natural da freguesia da Torre dos Coelheiros, ambos do termo de Évora. Filiação do nubente: filho de João Veloso e de Teresa de Jesus Filiação da nubente: filha de Manuel Gonçalves e de Inês Maria Contém: Petições, rol de testemunhas, sumários de testemunhas, apresentação de comissão, depoimento dos suplicantes, mandados de diligências.
Dispensa Matrimonial de João José, natural da freguesia de Nª SRª de Machede e Maria Carolina, natural da freguesia da Torre dos Coelheiros, termo de Évora. Filiação do nubente: filho de Manuel Rodrigues e de Sabina Rosa Filiação da nubente: filha de Vicente Luís e de Maria de Aires Contém: Petições, rol de testemunhas, sumários de testemunhas, apresentação de comissão, depoimento dos suplicantes, mandados de diligências.
Dispensa Matrimonial de António Joaquim, natural da freguesia de S. Cristóvão, termo de Montemor-o-Novo e Maria Inácia, natural da freguesia da Torre dos Coelheiros. Filiação do nubente: filho de António Francisco e de Deodata de Jesus Filiação da nubente: filha de Inácio José e de Angélica Rosa Contém: Petições, rol de testemunhas, sumários de testemunhas, apresentação de comissão, depoimento dos suplicantes, mandados de diligências.
Escritura de emprazamento por três vidas que fazem os Reverendos do Convento de Santa Cruz da Ordem de S. Domingos do Mosteiro de S. Salvador da Torre a João de Abreu de Lima de uma propriedades do prazo na freguesia de Afife. O prazo fora comprado por D. Francisca de Lima, mãe de João de Abreu de Lima, a Susana Barbosa de Almeida. Contém o respectivo auto de tomada de posse.
Relativo à transgressão cometida pelo visados: construção de 1 açude de madeira, no arco da ponte Veiga da Mira, para levar a água para uma nora que construiram junto à ponte da Veiga da Mira, tendo acabdo por ser multado, pago a multa e requerido licença. O processo contém ainda uma planta do local, Esc. 1/1000. Local: Sítio do Ragato da Veiga da Mira, freguesia de S. Pedro da Torre, concelho de Caminha, distrito de Viana do Castelo
Relativo à arrematação das ervagens da Ínsua do Arinho Novo. Contém o termo de avaliação, as condições especiais para a arrematação e arrendamento, o auto de arrematação por licitação verbal do arrendamento e o termo de adjudicação do arrendamento Local: Margem esquerda do rio Minho, sítio da ínsua do Arinho Novo, freguesia de S. Pedro da Torre, concelho de Valença, distrito de Viana do Castelo
Relativo à arrematação das ervagens da Ínsua do Arinho Novo. Contém o termo de avaliação, as condições especiais para a arrematação e arrendamento, um edital, o auto de arrematação por licitação verbal e o termo de adjuducação do arrendamento. Local: Terreno do Estado, próximo à margem esqurda do rio Minho, Ínsua do Arinho Novo, freguesia de S. Pedro da Torre, concelho de Valenla, distrito de Viana do Castelo
A página de título contém uma cercadura ornamentada feita por António Dantas (Barbosa), oficial da Torre do Tombo. Contém índice ordenado por folhas com apontamentos relativos à localização da documentação em 1758 (actualmente descrita no inventário do Núcleo Antigo e no volume I do Guia Geral de Fundos da Torre do Tombo). Está ordenado pelos seguintes assuntos: - Alfabeto de tudo o que contêm os [vinte] Armários da Casa da Coroa. - Alfabeto dos livros dos tombos das capelas da Coroa Real. - Alfabeto do livro dos Tombos das capelas da cidade de Évora e sua comarca, o qual está no 8.º Armário da Casa da Coroa. - Alfabeto do livro dos Tombos das capelas da vila de Torres Novas, o qual está no 8.º Armário da Casa da Coroa. - Alfabeto do livro dos Tombos das capelas da vila de Santarém, o qual está no 8.º Armário da Casa da Coroa. - Alfabeto do livro dos Tombos das capelas da vila de Guimarães e seus termos, o qual está no 7.º Armário da Casa da Coroa. - Alfabeto do livro das heranças e padroados que a rainha D. Leonor e as mais rainhas tiveram nestes reinos e que também estão alguns forais de suas terras e outras mercês, o qual está no 3.º Armário da Casa da Coroa. - Alfabeto do livro dos próprios dos reis e rainhas de Portugal em que também estão alguns forais de terras e outras mercês, o qual está no 3.º Armário da Casa da Coroa. - Alfabeto do livro dos forais velhos em o qual estão também algumas doações e várias mercês, o qual está no 3.º Armário da Casa da Coroa. (NA 479) Entradas por nomes próprios e por nomes comuns, dadas a pessoas, cidades, vilas, lugares e comunidades, tiradas de: Arquivo do Arquivo, Livros de Registo, liv. 5 a 7 (cota original: livros 5.º a 7.º do registo da Torre) Chancelaria de D. Dinis, liv. 1 a 6. Casa Real, Núcleo Antigo 122 a 135 (cota original: Livros 1 a 15 de Ementas da Casa Real). A folha 7 contém um apontamento de Manuel da Maia, [guarda-mor da Torre do Tombo], de 17 de Maio de 1762, dando conta que o livro de privilégios e breves de Santa Cruz de Coimbra passou para os Bulários.
Juízo criado por D. Pedro IV, em 1826, a requerimento da assembleia geral do Banco de Lisboa. Foi designado o corregedor do cível da cidade da primeira vara para juiz privativo, em primeira instância, de todas as causas e dependências pertencentes ao mesmo Banco. Foi escrivão deste juízo, Lino José de Almeida Torre do Vale.
Damião de Góis representa ao rei as queixas que todos os dias ouvia por não poder dar os despachos que lhe requeriam, assim pelo regimento não ser ainda entregue como por Fernando de Miranda ter em seu poder uma chave sem a qual não podia entrar na Torre do Tombo. Que havia muitos dias não se dizia missa na capela dos paços dela de que todos estavam inconsoláveis e estar tão arruinada que em breve tempo estaria em terra. Que o mesmo senhor lhe mandara Fernando Álvares para comunicar as coisas do serviço que com ele praticou sem efeito e pedia licença para André Soares lhe comunicar as suas precisões.
O habilitando foi sacristão na Sé da cidade de Évora. Os pais eram naturais da freguesia de Santa Maria de Mós, termo de Torre de Moncorvo. Neto paterno de António Domingues Meirinhos e de Maria Esteves, naturais da freguesia de Santa Maria de Mós, termo de Torre de Moncorvo. Neto materno de António Pires Touça, natural da freguesia de São João Baptista, termo de Freixo de Espada à Cinta, e de Isabel de Bem, natural da freguesia de Santa Maria de Mós. Constam: as certidões de baptismo do habilitando e dos pais; os autos de justificação para compatriota do Arcebispado de Évora, a favor do habilitando.
Dispensa Matrimonial de Joaquim de Oliveira, natural da freguesia de Santa Maria da Torre da Eta, bispado de Viseu e Maria da Conceição, natural da freguesia de S. João da Parada, bispado de Lamego. Filiação do nubente: filho de Domingos de Oliveira e de Josefa Lourença de Matos, naturais do lugar de Vilalva do Monte da freguesia de Santa Maria da Torre da Eta, bispado de Viseu Filiação da nubente: filha de pai incógnito e de Maria Pereira Contém: Petições, rol de testemunhas, sumários de testemunhas, apresentação de comissão, depoimento dos suplicantes, mandados de diligências.
Constam inquirições “de genere” que se fizeram na freguesia de Torre de Coelheiros, na freguesia de São Bartolomeu da Oriola, na freguesia de Santa Sofia e inquirições de “vita et moribus” que se fizeram na cidade de Évora, a favor do habilitando, por comissões do Dr. Manuel Álvares Cidade, provisor das justificações “de genere” do Arcebispado de Évora.
Dispensa Matrimonial de José de Jesus, viúvo que ficou de Angélica Maria, natural da freguesia da Torre dos Coelheiros, termo de Évora e Catarina Rosa, natural da freguesia de S. Bartolomeu do Outeiro, termo de Portel. Filiação da nubente: filha de José Bento e de Joaquina Rosa Contém: Petições, rol de testemunhas, sumários de testemunhas, apresentação de comissão, depoimento dos suplicantes, mandados de diligências.
Dispensa Matrimonial de João Correia, natural da freguesia de S. Jordão e Maria Luísa, viúva que ficou de António Joaquim, natural da freguesia da Torre dos Coelheiros, ambos do termo de Évora. Filiação do nubente: filho de Francisco Correia e de Joana Maria Contém: Petições, rol de testemunhas, sumários de testemunhas, apresentação de comissão, depoimento dos suplicantes, mandados de diligências.
Dispensa Matrimonial de Francisco Joaquim, viúvo que ficou de Josefa Teodora, natural da freguesia da Torre dos Coelheiros e Joaquina Maria, natural da freguesia de S. Marcos da Abóbada, termo de Évora. Filiação da nubente: filha de Manuel António e de Antónia Bernarda Contém: Petições, rol de testemunhas, sumários de testemunhas, apresentação de comissão, depoimento dos suplicantes, mandados de diligências.
Contém o traslado da confirmação da doação da Igreja de São Cucufate, pelo bispo de Beja. A doação tinha sido feita pelo rei D. Afonso ao Mosteiro de São Vicente de Fora de Lisboa. Certidão assinada pelo desembargador José de Seabra da Silva, procurador da coroa e guarda-mor da Torre do Tombo.
Vindo a dita parede em direito da torre de suas casas que partem com as de Pero Correia. E feitas as ditas paredes, pudessem levantar nelas e fazer todas as casas que lhe aprouvessem, quão altas quisessem. André Pires a escreveu.
E porém mandamos ao nosso contador mor em a dita cidade que o meta logo em posse da dita torre e chaves e livros e escrituras e ter todas as proes precalços ordenados aos guardas do dito Tombo. Lopo Fernandes a fez.
Inclui a provisão de D. Filipe I para António de Castilho, do seu Conselho e guarda-mor da Torre do Tombo, pela qual mandava dar o traslado da dita doação ao doutor Heitor de Pina, procurador dos Feitos na Casa da Suplicação.
Contém além da ordem régia assinada pelo Marquês Mordomo Mor, o despacho do guarda mor do Real Arquivo da Torre do Tombo a designar o escrivão Rodrigo Manuel de Sousa para examinar todos os livros das chancelarias dos senhores reis posteriores a D. Manuel, instituidor da Extinta Casa de Aveiro, e escolher um ou dois escriturários dos mais sábios e inteligentes do Arquivo.
Carta de Fernando de La Torre, capitão general das ilhas de Molucas, dando parte a D. Pedro de Ávila conta dos trabalhos que ele com os seus passaram nas ditas ilhas sendo destroçados pelos portugueses expulsos de Tidori e obrigados retirarem-se para Gilolo, pedindo ao dito Ávila a sua protecção para que o imperador os mandasse socorrer.
Relativo à arrematação das ervagens produzidas em terreno do Estado, situado na margem esquerda do rio Minho. Inclui condições especiais para a arrematação e arrendamento,autos de arrematação por licitação verbal e avaliação e termo de adjudicação Local: Margem esquerda do rio Minho, sítio do Arinho, freguesia de S. Pedro da Torre, concelho de Valença, distrito de Viana do Castelo
Relativo à arrematação e arrendamento das ervagens produzidas na Ínsua do Arinho Pequeno. Inclui as condições especiais para a arrematação do arrendamento, auto de arrematação por licitação verbal, termo de adjudicação do arrendamento e um edital. Local: Próximo à margem esquerda do rio Minho, Ínsua do Arinho Pequeno, freguesia de S. Pedro da Torre, concelho de Valença, distrito de Viana do Castelo
Relativo ao pedido do visado que tem como fim a aquisição, por meio de arrematação, de uma ínsua localizada em terreno do Estado. Inclui 2 plantas em escalas de 1/1000 e 1/2500. Local: Próximo à margem esquerda do rio Minho, Ínsua grande do Arinho e do Arinho Novo, freguesia de S. Pedro da Torre, concelho de Valença, distrito de Viana do Castelo
Relativo ao pedido feito pelo visado, a fim de que lhe seja concedida licença para reconstruir um muro de uma propriedade. Contém o alvará de licença. Local: Margem direita do rio Âncora, no sítio da Torre, freguesia de Gontinhães, concelho de Caminha, distrito de Viana do Castelo
Relativo a uma nota de serviço referente ao pedido feito por Antão José Dias no sentido que se proceda à limpeza de um rego de águas bravas que atravessa uma mata que possui na freguesia de S. Salvador. Local: Mata do Araújo, freguesia de S. Salvador da Torre, concelho de Viana do Castelo, distrito de Viana do Castelo
Relativo ao pedido feito pelo visado, a fim de que lhe seja concedida licença para reconstruir um açude que possui no leito do ribeiro de Vila Mou. Contém o termo de responsabilidade e diploma de licença. Local: Ribeiro de Vila Mou, sítiod o Madeiro, freguesia de S. Salvador da Torre, concelho de Viana do Castelo, distrito de Viana do Castelo
Relativo à arrematação das ervagens da Ínsua do Arinho Novo ou Pequeno. Contém as condições especiais para a arrematação e arrendamento, auto de arrematação por licitação verbal, termo de adjudicação e um edital. Local: Margem esquerda do rio Minho, Ínsua do Arinho Novo ou Pequeno, freguesia de S. Pedro da Torre, concelho de Valença, distrito de Viana do Castelo
Relativo a pedido feito pelo visado, a fim de que lhe seja concedida licença para reconstruir um açude que dá água para regar e limar as suas propriedades denominadas do Bosque. Contém o termo de responsabilidade. Local: Regato do Esteiro do Bosque, freguesia de S. Pedro da Torre, propriedades denominadas do Bosque, concelho de Valença, distrito de Viana do Castelo
Alvará. Superintendente das Ferrarias de Barcarena.
Carta. Desembargador extravagante da Casa do Porto.
Carta de Padrão. Tença de 12$000 rs e Hábito de Cristo.
Carta Patente. Capitão de auxiliares em Sergipe de El Rei.
Carta. Posto de Tenente do Forte do Gravatá da cidade do Rio de Janeiro.
Provisão. Professor de uma das Cadeiras de Gramática Latina do estabelecimento do Rossio da Corte e cidade de Lisboa.
Provisão. Professor de uma das Cadeiras de Gramática Latina do Estabelecimento do Bairro do Rossio de Lisboa.
Provimento de Recebedor do concelho da Certã.
Carta. Feitor da Alfândega da cidade de Lisboa com 20$000 rs de ordenado.
Origem: francesa; distribuidora: Doperfilme; inclui tradução; temática: a vida da rainha Margarida de Bolonha
Opereta em quatro actos de Virgílio de Oliveira Rama, a representar pelo Centro Beira Mondego, em Santo Varão, Montemór o Velho. Inclui relatório do censor. Tipologia e suporte: Documento dactilografado
Revista trimestral de publicidade, informações culturais, económicas e comerciais referentes à empresa proprietária, propriedade da Hoechst Portuguesa, direcção de Adriano José Granjo, com sede no Porto.
Peça com tradução de Jorge Pelayo e adaptação de Armando Vieira Pinto, proíbida pela Comissão de Censura, para ser representada pela Radiotelevisão Portuguesa. Inclui relatório do censor. Tipologia e suporte: Documento dactilografado
Peça infantil em três actos de Eduardo Damas, música de Manuel Paião, a representar no Salão ABC no Parque Mayer. Inclui relatórios dos censores e a folha dos vencimentos dos diversos intervenientes na peça. Tipologia e suporte: Documento dactilografado
Alvará. Superintendente das Ferrarias de Barcarena.
Tipologia e suporte: Fotografia