Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for torre and 30,329 records were found.

Inventariado: José Martins da Torre, casado com a inventariante, morador que foi na freguesia de Alvarães, Viana do Castelo, falecido em 20 de fevereiro de 1823; Inventariante: Isabel Francisca, a viúva, moradora em Alvarães, Viana do Castelo. Filhos: Miguel, solteiro, maior; Manuel, de 20 anos; António, de 19 anos; José, solteiro, de 18 anos.
Inventariado: Manuel Gonçalves da Torre, casado com a inventariante, morador que foi em Lage, freguesia de Soajo, Arcos de Valdevez, falecido em 31 de outubro de 1841; Inventariante: Rosa Rodrigues do Caminho, a viúva, moradora em Lage, freguesia de Soajo, Arcos de Valdevez. Filho: João Gonçalves, de 6 anos.
Inventariado: José Martins da Torre, casado com a inventariante, morador que foi na freguesia de Arca, Ponte de Lima; Inventariante: Ana Afonso, a viúva, moradora na freguesia de Arca, Ponte de Lima. Não teve seguimento por não haver bens a partilhar.
Inventariado: Bento Afonso da Torre, casado com a inventariante, morador que foi na freguesia de S. Lourenço da Montaria, Viana do Castelo, falecido em 27 de outubro de 1852, com testamento; Inventariante: Teresa Rosa, a viúva, moradora na freguesia de S. Lourenço da Montaria, Viana do Castelo.
Inventariado: Joaquim Lourenço da Torre, viúvo de Luísa Maria Afonso e casado em segundas núpcias com a inventariante, morador que foi na freguesia de Riba de Âncora, Caminha, falecido em 24 de março de 1857, com testamento; Inventariante: Maria Inácia Pires, a viúva, moradora na freguesia de Riba de Âncora, Caminha.
Inventariante: Florinda Maria, Cabo de Vila, fr. Alcofra, conc. Vouzela Inventariado: José João da Torre, Cabo de Vila, fr. Alcofra, conc. Vouzela Encontra-se apenso ao inventário por óbito de Manuel Gonçalves (1897) Encontra-se apenso ao inventário por óbito de Maria Joaquina (1898)
Inventariante: Josepha Margarida, fr. Cambra, conc. Vouzela Inventariado: José Ferreira da Torre, fr. Cambra, conc. Vouzela Tem apenso inventário por óbito de Josefa Margarida (1879) Tem apenso processo de ação de curadoria definitiva (1881), do Juízo de Direito de Vouzela, 2.ºofício Tem apenso documento de conta corrente respeitante ao ausente Justino (1880), do Juízo de Direito da Comarca de Vouzela, 2.º ofício
A torre Eiffel foi construída pelo engenheiro Gustave Eiffel e serviu como o arco de entrada da Exposição Universal de 1889, tendo sido inaugurada a 31 de Março desse ano. Também a Grande Roue foi construída para a Exposição Universal de 1900 e foi demolida em 1920.
Pedido da Câmara Municipal do Porto para demolir a torre da igreja do Convento dos Lóios, para utilizar os materiais para fins de utilidade pública.
Original: Bilhete-postal ilustrado. Coleção: 465.
Original: Bilhete-postal ilustrado. Coleção: 558
Contém documentação referente a oçamentos, compromissos e sua reforma pertencentes à Confraria do Santíssimo Sacramento da freguesia de Torre de Vale Todos.
Contém documentação referente a orçamentos, compromissos e inventário de bens pertencentes à Confraria dos Defuntos da Torre, freguesia de Reguengo do Fetal.
Inventariado: António Martins Gonçalves da Torre, morador que foi em Mazarefes, Viana do Castelo. Inventariante: Maria de Lurdes Rodrigues Batista, moradora em Mazarefes, Viana do Castelo.
Inventariada: Maria José Gonçalves da Torre, moradora que foi em Monserrate, Viana do Castelo; Inventariante: Francisco Parente Ribeiro, morador em Monserrate, Viana do Castelo.
Inventariado: Custódio Gonçalves da Torre, casado com a inventariante, morador que foi na freguesia de Sandiães, Ponte de Lima, falecido em 10 de julho de 1869, sem testamento; Inventariante: Maria de Jesus, a viúva, moradora na freguesia de Sandiães, Ponte de Lima. Filhos: José, de 13 anos; Manuel Senior, de 12 anos; Maria, de 10 anos; Joaquim, de 8 anos; António, de 5 anos; Manuel Junior, de 4 anos; Rosa, de 3 anos.
Primeiro outorgante: Miriam Halpern Pereira, Diretora do Instituto dos Arquivos Nacionais/Torre do Tombo. Segundo outorgante: Município de Oliveira de Azeméis.
Documento descrito no Índice Portugal, Torre do Tombo, Chancelaria de D. Afonso V: Índice dos próprios, L 33, f. 20 (PT/TT/ID/1/33). Este Instrumento de Descrição Documental, não datado, foi substituído pelo catálogo em linha, em 2010.
Documento descrito no Índice Portugal, Torre do Tombo, Chancelaria de D. Afonso V: Índice dos próprios, L 33, f. 20 (PT/TT/ID/1/33). Este Instrumento de Descrição Documental, não datado, foi substituído pelo catálogo em linha, em 2010.
Documento descrito no Índice Portugal, Torre do Tombo, Chancelaria de D. Afonso V: Índice dos próprios, L 33, f. 20 (PT/TT/ID/1/33). Este Instrumento de Descrição Documental, não datado, foi substituído pelo catálogo em linha, em 2010.
Documento descrito no Índice Portugal, Torre do Tombo, Chancelaria de D. Afonso V: Índice dos próprios, L 33, f. 20 (PT/TT/ID/1/33). Este Instrumento de Descrição Documental, não datado, foi substituído pelo catálogo em linha, em 2010.
Original: Bilhete-postal ilustrado
E.M. de ligação entre a Colónia Martim-Rei (E.M. Sabugal - Vale de Espinho) com Torre, Ozendo e Soito
Autorização solicitada pela junta de freguesia de Sabóia para poder construir uma pequena casa junto da torre da igreja paroquial daquela freguesia do concelho de Odemira, a fim de ali instalar uma máquina para o funcionamento de um relógio que será colocado na referida torre.
Original: Bilhete-postal ilustrado
Inventariado: António Martins da Torre, casado que fora com Maria Joaquina, morador no lugar de Pouso, da freguesia de Alvarães, do concelho Viana do Castelo, falecido em 18 de março de 1804. Inventariante e cabeça de casal: Maria Joaquina, a viúva. Filhos do inventariado: 1 -Maria Vitória, de 13 anos de idade; 2 - Rosa, de 11 anos de idade; 3 - Catarina, de 9 anos de idade; 4 - Manuel, de 7 anos de idade; 5 - José, de 5 anos de idade; 6 - Ana, de 3 anos de idade.
Inventariado: João Martins da Torre, viúvo de Maria Francisca, morador no lugar do Padrão, da freguesia de Alvarães, do concelho de Viana do Castelo. Inventariante: o genro, Miguel Fernandes Peixoto. Filhos do inventariado: Maria Francisca, casada com Manuel Manso Monteiro, na mesma freguesia; Ângela, solteira, de 46 anos de idade; Teresa Francisca, casada com Manuel Afonso, na mesma freguesia; Manuel Martins, casado com Ventura Gonçalves, na mesma freguesia; João, de 41 anos de idade, ausente no Brasil; José Martins, casado que foi com Maria Fernandes, ambos falecidos, com 1 filha (Maria, de 4 anos); Luísa Francisca, casada com Miguel Fernandes Peixoto (o declarante).
Descrição e ornamentação do Convento. Descrição do terreno e da atmosfera que rodeia o Convento. Descrição da casa da roda, ante-coro, coro, casa da portaria, casas em volta, claustro, edifício, pátio, frontaria, galeria e outras partes do Convento. Sinais dos pedreiros gravados na pedra. Terrenos e demarcações do Convento. Localização, desenho e descrição da torre do campanário do Convento. Desenho, a lápis, do claustro. Localização e descrição do lavabo das religiosas. Desenho e localização do chafariz e da pia de água-benta. Melhoramentos nas varandas, ao tempo da abadessa soror Leonor de S. João, em 1617. Obras e ornamentação do coro. Contém referências datadas dos séculos X a XIX.
O 1º Marquês de Fronteira foi D. João de Mascarenhas, 2º Conde da Torre (1633-1681), título criado por Pedro II, ainda príncipe, em 1670. Foi comendador do Rosmaninhal, Santiago de Fonte Arcada, São Nicolau de Carrazedo, São João de Castelão, São Martinho de Cambres e São Martinho de Pindo, da Ordem de Cristo, e senhor dos morgados de Goucharia (junto a Almeirim) e Chantas (termo de Santarém), bem como de Conculim e Verodá, na Índia. Foi gentil-homem do príncipe regente D. Pedro, membro do Conselho de Estado e do Conselho de Guerra de D. Pedro II, mestre de campo general da Estremadura e do Minho, general de cavalaria no Alentejo, cavaleiro da Ordem de Malta e grão-prior do Crato. Foi um dos generais da Guerra da Restauração, tendo participado nas batalhas do Ameixial e de Montes Claros. Foi o fundador da casa de Benfica, posteriormente transformado no palácio de Fronteira. O 2º Marquês e 3º Conde da Torre, filho primogénito dos anteriores, D. Fernando de Mascarenhas, (1655-1729), acrescentou à Casa a donataria da mordomia-mor de Faro, várias comendas e os padroados dos mosteiros de São Domingos da Serra, OP, e de Nossa Senhora da Conceição da Torre das Vargens. Além de vários cargos, pertenceu ao Conselho de Estado de D. João V, e foi presidente do Desembargo do Paço, vedor da Fazenda (1721) e mordomo-mor da rainha D. Maria Ana de Áustria (1727). Foi ainda censor e presidente da Academia Real de História, e através desta Academia publicou vários trabalhos de cariz historiográfico. Casou com Joana Leonor de Toledo e Meneses, filha dos 7os Condes de Atouguia. O 4º Marquês, 5º Conde da Torre, D. Fernando de Mascarenhas faleceu sem descendência, pelo que foi 5º Marquês e 6º Conde da Torre, seu irmão, D. José Luís Mascarenhas (1721-1799), cónego na Sé de Lisboa, cargo a que renunciou para poder receber o título de Marquês de Fronteira, em 1769. Pertenceu ao Conselho de D. Maria I e foi vedor da Princesa D. Maria Francisca Benedita. Foi o responsável pela transformação da casa de Benfica no palácio actualmente existente. Casou com D. Mariana Josefa de Vasconcelos e Sousa, filha dos 1os Marqueses de Castelo Melhor. O 6º Marquês e 7º Conde da Torre, D. João José Luís Mascarenhas Barreto (1778 - 1806), casou com D. Leonor Benedita de Oyenhausen e Almeida, condessa de Oyenhausen na Áustria, filha do Conde Oyenhausen Gravenburgo, enviado extraordinário e ministro de Portugal junto da Corte de Viena, tenente general do exército, inspector de infantaria, e de D. Leonor de Almeida Portugal, 4ª Marquesa de Alorna, conhecida no mundo literário como Alcipe. Devido a este casamento entrou na Casa de Fronteira a representação da Casa dos Marqueses de Alorna e Condes de Assumar e os títulos de Marqueses de Távora e Condes de São João da Pesqueira, que os Alorna também representavam. Detém actualmente a representação das Casas D. Fernando José Fernandes Costa Mascarenhas nascido em 1945, filho de D. Fernando Mascarenhas (1910-1956) que usou o título de Marquês de Fronteira e representou os títulos de Marquês de Alorna, Conde da Torre, de Conculim e de Assumar, e de D. Maria Margarida de Sousa Canavarro de Meneses Fernandes Costa.
Livro de registo das guias de trânsito no Posto da Torre das Vargens (Beirã)- 2.ª repartição. Contém referência ao número dos comboios; número das guias; número de vagões; volumes; procedência; destino; identificação dos praças e apelido; companhia e observações.
Livro de registo das guias de trânsito no Posto da Torre das Vargens - 4.ª repartição. Contém referência ao número dos comboios; número das guias; número de vagões; volumes; procedência; destino; identificação dos praças e apelido; companhia e observações.
Projecto (peças escritas e desenhadas) e orçamento para o revestimento das fundações da torre do lado direito da Igreja da Misericórdia da Guarda e construção de um muro de cortina para resguardo do lado da estrada Municipal n.º 14.
Inventariados: João Afonso e mulher Maria Pires da Torre, moradores que foram em Vilarinho de Souto, freguesia de Ermelo, Arcos de Valdevez; Inventariante: Luísa Alves, moradora em Vilarinho de Souto, freguesia de Ermelo, Arcos de Valdevez.
Fragmentos de uma estátua de mármore, inscrições lapidárias e medalhas encontradas nos caboucos da Torre do Outão, entregues pelo alcaide-mor dessa fortaleza a D. Pedro de Lencastre, Arcebispo eleito de Braga. Contém referências datadas do século XVII.
Planta do Porto de Sines para identificação de possíveis locais de instalação de uma torre do tipo Sarus. Serviço: DIP (Divisão do Terminal Oceânico) Desenho nº 5786 - DIP Escala 1:25.000
Trinta e duas cartas inéditas do Cardeal Saraiva: como Guarda-Mor da Torre do Tombo. In Almanaque Ilustrado "O Comércio do Lima". Ponte de Lima: [s.n.]. N.º 6 (1924), p. 248-264.
Inclui documentos supostamente fornecidos a José Pereira da Costa pelo Dr. João Martins da Silva Marques que foi diretor do Arquivo Nacional Torre do Tombo entre 1926 e 1960 (data da sua aposentação).
Livro de toda a leitura colegida da Torre do Tombo, com o fim de se saber quais as igrejas em que os reis de Portugal tinham o direito de apresentar pároco.
Livro de registo das guias de trânsito no Posto da Torre das Vargens - 2.ª repartição. Contém referência ao número dos comboios; número das guias; número de vagões; volumes; procedência; destino; identificação dos praças e apelido; companhia e observações.
Adjudicação aos escultores Álvaro de Brée; Ernesto Canto da Maia e Leopoldo Neves de Almeida os trabalhos de execução de doze estátuas, de 2 metros de altura, de navegadores a erigir nos Jardins da Torre de Belém. Relação dos navegadores portugueses da época dos Descobrimentos organizada pelo Dr. Manuel Múrias. Contrato de adjudicação dos trabalhos ao escultor Álvaro de Brée das estátuas dos navegadores Diogo Gomes; Pedro de Sintra, João de Santarém e Diogo Cão. Contrato de adjudicação dos trabalhos ao escultor Ernesto do Canto da Maia das estátuas dos navegadores João Gonçalves Zarco; Gil Eanes; Nuno Tristão e Gaspar Corte Real. Contrato de adjudicação dos trabalhos ao escultor Leopoldo Neves de Almeida das estátuas dos navegadores Pero de Alenquer; Nicolau Coelho; António de Abreu e Pedro Escobar.
Relação dos livros de notas dos cartórios dos notários da comarca e cidade de Lisboa, arquivados na Torre do Tombo; caderno da relação dos livros e documentos do notário de Santarém; 1 mç com cópias (duplicados) do inventário do cartório do arquivo nacional da torre do tombo e duplicados de inventários de conventos diversos; duplicados da relação dos documentos do Arquivo Histórico do Ministério dos Negócios Estrangeiros enviados ao Arquivo Nacional da Torre do Tombo, em Maio de 1950.
Contém uma carta, um ofício da Secretaria de Estado da Cultura para o Diretor da Torre do Tombo e uma fotocópia de uma ficha curricular.
Outras informações: Casamento celebrado em Lisboa, no oratório do palácio da residência do Visconde de Torre Bela, na R. de Santa Isabel.
Requerimento inicial - Francisco Inácio. Casal da Torre, Mafra. Reconstruir casa de habitação. Deferido em 29 de Novembro de 1927. Planta do alçado com escala de 1/100.
Original: Bilhete-postal ilustrado. Coleção: 955
Correspondência recebida e expedida com a Torres do Tombo.
Reprodução de uma paisagem litografada a representar uma vista do forte de São Julião da Barra (concelho de Oeiras), tomada a partir do rio Tejo, e vendo-se também, em primeiro plano, dois pequenos barcos a remos, ambos repletos de passageiros.
Programa IV - Estudos, projetos, implantação de novos museus e Arquivo Nacional da Torre do Tombo. Projeto 7 - Elaboração do projeto para o Arquivo Nacional da Torre do Tombo. Contém ofícios e relatórios de execução.
Documento descrito no Índice Portugal, Torre do Tombo, Chancelaria de D. Afonso V: Índice dos próprios, L 33, f. 20 (PT/TT/ID/1/33). Este Instrumento de Descrição Documental, não datado, foi substituído pelo catálogo em linha, em 2010.
Documento descrito no Índice Portugal, Torre do Tombo, Chancelaria de D. Afonso V: Índice dos próprios, L 33, f. 20 (PT/TT/ID/1/33). Este Instrumento de Descrição Documental, não datado, foi substituído pelo catálogo em linha, em 2010.
Documento descrito no Índice Portugal, Torre do Tombo, Chancelaria de D. Afonso V: Índice dos próprios, L 33, f. 20 (PT/TT/ID/1/33). Este Instrumento de Descrição Documental, não datado, foi substituído pelo catálogo em linha, em 2010.
Documento descrito no Índice Portugal, Torre do Tombo, Chancelaria de D. Afonso V: Índice dos próprios, L 33, f. 20 (PT/TT/ID/1/33). Este Instrumento de Descrição Documental, não datado, foi substituído pelo catálogo em linha, em 2010.
Documento descrito no Índice Portugal, Torre do Tombo, Chancelaria de D. Afonso V: Índice dos próprios, L 33, f. 20 (PT/TT/ID/1/33). Este Instrumento de Descrição Documental, não datado, foi substituído pelo catálogo em linha, em 2010.
Documento descrito no Índice Portugal, Torre do Tombo, Chancelaria de D. Afonso V: Índice dos próprios, L 33, f. 20 (PT/TT/ID/1/33). Este Instrumento de Descrição Documental, não datado, foi substituído pelo catálogo em linha, em 2010.
Original: Bilhete-postal ilustrado. Coleção: 9-10 (9)
Original: Bilhete-postal ilustrado. Coleção: 8 - 108
Carta. Pároco da Igreja de S. Pedro da Torre.
Carta. Pároco da Igreja de S. Pedro da Torre.
Carta. Pároco da Igreja de S. Pedro da Torre.
Entidade comparticipada: Câmara Municipal de Valença Projectista: José do Lago Arrais Torres de Magalhães (Engº Civil)
Imagem interior da Biblioteca Nacional de Lisboa, com a legenda no verso, Biblioteca Nacional de Lisboa, Pormenor de um depósito de livros na torre (canto sup. esq.); Arq. Pardal Monteiro. Comer - Foto Jorge Alves (canto i nf. esq.); 13 - Edição da Biblioteca Nacional de Lisboa - Portugal (coluna central)
Imagem interior da Biblioteca Nacional de Lisboa, com a legenda no verso, Biblioteca Nacional de Lisboa, Pateo de Conferências e Torre (canto sup. esq.); Arq.Pardal Monteiro. Comer - Foto Jorge Alves (canto i nf. esq.); 17 - Edição da Biblioteca Nacional de Lisboa - Portugal (coluna central)
Inventariada: Maria José Fernandes da Torre, casada com o inventariante, moradora que foi em Santa Marta de Portuzelo, Viana do Castelo, falecida em 24 de dezembro de 1946. Inventariante: António Gonçalves da Silva Sordo de Barros, o viúvo, morador em Santa Marta de Portuzelo, Viana do Castelo.
Inventariado: José Nicolau Fernandes da Torre, casado com a inventariante, morador que foi na freguesia de Serreleis, Viana do Castelo, falecido em 19 de maio de 1875, com testamento cerrado. Inventariante: Maria Martins Camelo, a viúva, moradora na freguesia de Serreleis, Viana do Castelo. Filho: António, de 11 meses.
Inventariado: Domingos da Torre ou Domingos José Cerqueira do Pateo, viúvo de Ana Pires, morador que foi em Barreiro, freguesia de São Jorge, Arcos de Valdevez; Inventariante: Maria Cerqueira do Páteo, filha do inventariado, moradora em Barrieo, freguesia de São Jorge, Arcos de Valdevez. Filhos: Maria, Rosa, Manuel, Antónia, Ana, Joaquina, António.
D. Carlos e a fortaleza de Santiago ou da Torre do Outão. Visitas de D. Carlos I a Setúbal, e sua estadia na fortaleza de Santiago. Construção da fortaleza de Santiago no reinado de D. João I. Grito de revolta de Évora, por ocasião da chamada conspiração do Manuelinho em 1637, contra a usurpação tirânica do Governo de Castela.
Desenho arquitetónico (planta, perfil longitudinal e cortes). Desenhos de pormenor do acesso à esteira industrial junto da torre UEF-03. Desenho (Lusotecna) Nº 754.02.036A (substitui 754.02.036) Desenho (GAS) Nº 16.695 Escalas V=1:20; H=1:200 Tem desenhada a orientação do ponto cardeal Norte
Observa-se a torre sineira, as fachadas lateral oeste e principal, virada a sul. O portal é de triplo arco, em cantaria, sendo o arco central abatido e os laterais trilobados.
Observa-se a torre sineira, as fachadas lateral oeste e principal, virada a sul. O portal é de triplo arco, em cantaria, sendo o arco central abatido e os laterais trilobados.
Reprodução de desenho representando uma vista geral de Bauangelloch, vendo-se a torre da igreja de São Pedro à direita, Leimen, assinado e datado (W. Pietruk 1990).
Carta escrita na Torre de Belém a 10 de Outubro de 1641. Acusado de traição Sebastião de Matos de Noronha morreu na prisão.
Original: Bilhete-postal ilustrado. Coleção: 368
Original: Bilhete-postal ilustrado
Original: Bilhete-postal ilustrado. Coleção: 228
Original: Bilhete-postal ilustrado. Coleção: 359
Original: Bilhete-postal ilustrado. Coleção: 559. 435484
Original: Bilhete-postal ilustrado. Coleção: 621. Imp.: Suiça
Carta de José Luís de Sousa a Francisco de Abreu Pereira Coutinho acerca da posse de um prazo que pertence à Casa da Torre e respectivos caseiros.
Desenho técnico. Detalhes e pormenores das tubagens enterradas na zona da torre UEF 03. Inclui notas. Desenho (GAS) Nº 16.679 Desenho (Lusotecna) Nº 753.00.038 Escalas 1:100
Carta de sentença cível de penhora dada por D. José relativa à renda de um quarto no casal da Torre, situado em Contumil, Campanhã, sendo autor o Cabido da Sé do Porto e réu Manuel Ferreira Fontes. Este documento contém transcritos, na sentença cível, os seguintes elementos do processo judicial: petição inicial, despacho, mandado de penhora, penhora, ação, auto e termo de lançamento, sentença e custas.
Documento descrito no Índice Portugal, Torre do Tombo, Chancelaria de D. Afonso V: Índice dos próprios, L 33, f. 20 (PT/TT/ID/1/33). Este Instrumento de Descrição Documental, não datado, foi substituído pelo catálogo em linha, em 2010.
Documento descrito no Índice Portugal, Torre do Tombo, Chancelaria de D. Afonso V: Índice dos próprios, L 33, f. 20 (PT/TT/ID/1/33). Este Instrumento de Descrição Documental, não datado, foi substituído pelo catálogo em linha, em 2010.
Documento descrito no Índice Portugal, Torre do Tombo, Chancelaria de D. Afonso V: Índice dos próprios, L 33, f. 20 (PT/TT/ID/1/33). Este Instrumento de Descrição Documental, não datado, foi substituído pelo catálogo em linha, em 2010.
Documento descrito no Índice Portugal, Torre do Tombo, Chancelaria de D. Afonso V: Índice dos próprios, L 33, f. 20 (PT/TT/ID/1/33). Este Instrumento de Descrição Documental, não datado, foi substituído pelo catálogo em linha, em 2010.
Documento descrito no Índice Portugal, Torre do Tombo, Chancelaria de D. Afonso V: Índice dos próprios, L 33, f. 20 (PT/TT/ID/1/33). Este Instrumento de Descrição Documental, não datado, foi substituído pelo catálogo em linha, em 2010.
O conhecimento de quitação, embora seja conjunto de Juan Márquez e Alonso de la Torre, foi assinado apenas pelo primeiro.
Reverendo Augusto Ferreira Torres, aderiu em 1884 , foi pregador licenciado, diácono em 1889 e presbítero em 1892.
O rei D. Afonso V mandou que Gomes Eanes de Zurara, guarda-mor da Torre do Tombo, fizesse o traslado em pública-forma do foral da Torre de D. Chama. Inclui os traslados de: - Foral de D. Dinis, datado de Lisboa, 25 de abril da Era de 1325 (ano 1287); - Cartas de D. Afonso IV, datadas respetivamente de Évora, 4 de fevereiro da Era de 1375 (ano 1337) e Évora 19 de abril da Era de 1373 (ano 1335); - Carta de D. Dinis, concedendo feira aos povoadores de Murça, datada de Lisboa, 18 de Abril da Era de 1342.
Servirá este livro para nele se lançarem as actas da Comissão nomeada para o melhoramento da torre da Igreja Matriz desta vila e apeamento da torre em que se acha colocado o sino da Irmandade de Nossa Senhora da Expectação desta vila, e bem assim do meio em diante para copiador dos respectivos ofícios e correspondência. Dou comissão ao empregado desta repartição ao Senhor (?) Varela (...) Administração do Concelho de Ponte de Lima 22 de Dezembro de 1883. O Administrador do Concelho António de Magalhães Barros de Araújo Queirós.
Cartaz de divulgação de "A torre suspensa: primeira representação nesta época da muito aplaudida mágica em 3 actos e 10 quadros", da autoria de Carlos Augusto da Silva Pessoa e com música do maestro Eduardo Moreira, em cena no Teatro do Rato. Contém publicidade ao espectáculo, preços, distribuição dos personagens, títulos dos quadros, números de música e ficha técnica.
Alguns dos autores mencionados: João Nunes da Cunha, da Junta dos Três Estados, Governador da Armas na Praça de Setúbal; D. Francisco de Sousa; Francisco de Faria Correia; Luís de Miranda Henriques; Vicente de Gúzman Soares; Conde da Torre; Jerónimo Barreto, entre outros.