Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for tombo and 14,843 records were found.

Na lombada, lê-se: "AUTOS DO TOMBO / DO L.º I.2.3".
Tombo das capelas e recibo das rendas do Convento.
Tombo das Aradas (Arada, Verdemilho, Ilhavo, Alqueidão e Sá a par de Aveiro). Este livro e o anterior pertencem ao tombo de 1730.
Na lombada, lê-se: " AUTOS DO TOMBO / DO L.º I. 2. 3.".
Do Distrito de Viseu. É o traslado do Tombo antigo n.º 2.
Na lombada, lê-se: "Tombo des / ta villa, e / de Freyxo / 1632".
Tombo das Aradas (Arada, Verdemilho, Ilhavo, Alqueidão e Sá a par de Aveiro). O título da 1ª fl., que é posterior ao livro, chama a este tombo: "Segundo Original".
Tombo das propriedades e rendas do Mosteiro; tombo da igreja de Mosteirô em Vila do Conde, da qual era abade o comendatário de Vilela Brás Brandão. Tem índice. Datas do tombo original: 1540-1568. Inclui a petição e despacho para o traslado do tombo antigo, e autos no início e fim do livro, assinado o do fim, pelo notário apostólico que fez a diligência, Pe. Manuel Pinheiro de Azevedo, e por Teodoro Correia de Andrade, também notário apostólico, em 1729.
Tombo das Aradas (Arada, Verdemilho-Ílhavo, Alqueidão e Sá a par de Aveiro); doações antigas e testamentos das terras das Aradas a Santa Cruz de Coimbra; forais antigos de Santa Cruz de Coimbra aos seus povoadores; lembrança do decreto capitular do ano 1599 que deu ao Mosteiro da Serra o título definitivo de Santo Agostinho. Este livro, intitulado "Tombo autêntico das Aradas", é constituido pelo traslado do tombo de 1570.
Treslado do tombo dos bens, propriedades, foros e rendas do convento de Santa Clara de Portalegre. Original de 26 de maio de 1681.
Tombo do concelho de Senhorim. Contém o traslado do foral concedido por D. Manuel em 30 Mar 1514, que faz referência a um outro de D. Afonso Henriques
Tombo
No princípio, depois de 3 fls. de guarda, encontra-se um índice das freguesias a que se faz referência neste livro, em 1 fl., precedido do seguinte título: "1642 / Tombo do Segundo livro".
Tombo das Aradas (Arada, Verdemilho, Ilhavo, Alqueidão e Sá a par de Aveiro); testamento de João Midis a Santa Cruz de Coimbra das mesmas terras; forais de Santa Cruz de Coimbra aos moradores das Aradas e das vinhas das Aradas; sentença apostólica da mudança de vigários perpétuos das Aradas em curas anuais. Bulas de Alexandre VII (1662 e 1666), nas fls. 2 e 8 e seguintes. Título deste livro: "Tombo das Aradas, 3º".
Chamado o Tombo Verde.
Chamado o Tombo Verde.
Tombo das Aradas (Arada, Verdemilho, Ílhavo, Alqueidão e Sá a par de Aveiro); doações antigas e testamentos das terras das Aradas a Santa Cruz de Coimbra; forais antigos de Santa Cruz de Coimbra, lembrança do decreto capitular do ano de 1599 pelo qual o Mosteiro da Serra passou a chamar-se de Santo Agostinho e não do Salvador, como até aí.
Na 1.ª fl., lê-se a seguinte nota: "Este livro q he do tombo de S. Gonçalo desta / Villa, vay numerado" etc.. Segue-se 1 fl. em branco. No fim, há um índice das quintas e casais a que se faz referência neste livro, 2 fls. numers. mas não rubricadas. Seguem-se 4 fls. em branco. Tem as fls. numers. rubricadas "Arma".
Tombo das Aradas (Arada, Verdemilho, Ílhavo, Alqueidão e Sá a par de Aveiro); reconhecimento da igreja de São Pedro Fins; doação antiga a Santa Cruz de Coimbra da dita vila e forais de Santa Cruz de Coimbra aos seus povoadores; testamento de D. Sancho I a Santa Cruz de Coimbra, da mesma e outras terras; carta de jurisdição do couto a Santa Cruz de Coimbra por D. Afonso IV; privilégio de D. Manuel I; escambo da dita vila, em 1509, em que foi dada a Grijó, etc. carta de D. Manuel I a Santa Cruz de Coimbra, para não entrar corregedor no couto das Aradas (1510) e confirmação pelo mesmo rei do escambo das Aradas de 1509 (1510); sentença apostólica para a mudança de vigários perpétuos em curas anuais, em Arada (1666); bulas de Alexandre VII (1662 e 1665). Este livro e o seguinte pertencem ao tombo de 1730.
No princípio, depois de 1 fl. de guarda, encontra-se um índice dos casais a que se faz referência neste livro, em 1 fl.. Na 1.ª fl. numer. e rubricada, lê-se o seguinte título: "Tombo das Fazendas E casais pertenssentes / E thocantes ao mosteiro de São Martinho de Man / cellos Anexo inperpetuum aos Conventos de São / Gonsalo de Amarante e São Domingos de V.ª Real / feito pello Doutor Juiz de fora da V.ª de Amarante". As fls. numers. estão rubricadas "Girão".
Tombo das Aradas (Arada, Verdemilho, Ilhavo, Alqueidão e Sá a par de Aveiro); doação de João Midis a Santa Cruz de Coimbra das mesmas terras; forais de Santa Cruz de Coimbra aos moradores de Arada e das vinhas das Aradas; sentença apostólica da mudança de vigários perpétuos das Aradas em curas anuais. Inclui bulas de Alexandre VII (1662 e 1665). Na fl. 1 está escrito que este livro "he cópia do original". O original de que se trata é o livro precedente (UI 0011).
No princípio, encontra-se um índice em 4 fls. inumers.. Segue-se 1 fl. em branco. A partir da fl. 344v., há um índice onomástico, em 6 fls.. Na 1.ª fl. numer., pode ler-se o seguinte título: " Autos de Tombo medição E demarcação / das Terras propriedadez Titullos Doaçoiz / Previlegioz merçes E Igrejaz de Padroado e a / nexaz, Jurisdiçoiz e mais pertenças do Coven / to de Santo Andre do Couto de Ançede / anexo Imperpetuum por graça apostolica / ao Convento de São Domingoz da Cid.e de Liz / boa da hordem dos Pregadorez", etc.
Tombo com seguinte inscrição: Montados.
Contem index de todos os documentos do Tombo
Contem index de todos os documentos do Tombo
Contém o Tombo Geral do Infantado da Cidade de Leiria e seus termos.
Consta do Tombo Geral de todo o haver do Asilo de Mendicidade.
Tombo dos bens da Santa Casa da Misericórdia de Alcochete.
Tombo dos prazos dos mosteiros de Pombeiro e Caramos.
Na lombda, lê-se: "AUTOS / DO TOMBO / DO L.º 13". No fim, encontra-se um índice dos autos de reconhecimento contidos neste livro, em 3 fls.
Na 1.ª fl. do 1.º caderno, lê-se o seguinte título: "Tombo quarto da Balia / gem de Lessa = mil setecentos noventa e cinco".
Tombo de escrituras de propriedades do Mosteiro mandado fazer pelo rei em 1575. Inclui cópias de escrituras de contratos de locação, testamentos, vendas, petições, inquirições e composições.
Contém treslados de documentos de 1262 a 1695. Compreende testamentos, autos de medição, sentenças, autos de posse, doações régias e breves papais. Inclui carta de D. João III autorizando a feitura do tombo.
No princípio, depois de 2 fls. de guarda, encontra-se 1 fl. com o seguinte título: "Sexto vollume do Tombo desta Ballia / gem de Leça [...]". No fim, tem um índice em 3 fls..
Na lombada, lê-se: "Tombo / 19 / Freixo / de / 1521". Na 1ª fl., encontra-se o seguinte título: "1º / Tombo da Igreija e mosteiro de freixo".
Os livros do tombo eram a base da contabilidade central, visto serem o registo geral dos bens reais.
Contém processos de autos de tombo e medição.
Continuação do tombo dos bens do concelho ano de 1816.
Livros de tombo.
Capa em pergaminho com a inscrição Tombo sobre texto já existente
Apontamentos extraídos por Almeida Carvalho no Arquivo da Torre do Tombo.
Tombo das propriedades que o Mosteiro de Santos-o-Novo tem em Alcântara.
Tombo de propriedades que foram herdadas de António Lopes de Calheiros e Meneses.
Contém o regimento do tombo dado ao licenciado Ambrósio de Andrade em 1546.
Tombo nº 1 - 1767 Jul. 11 - 1778 Abr. 28 Tombo nº 2 - 1794 Mar. 03 - 1794 Mar. 24 Tombo nº 3 - 1814 [?]. Refere: "Anno de 1814 : 3º : Acrescimo do tombo dos bens do Conselho de Albergaria" . Tombo nº 4 - 1822 Mar. 01 - 1835 Jun. 22. Refere: "Auttos de aforamentos que fes o Senado da Camera deste Conçelho de Penella de Albergaria". Contém um documento avulso.
Na lombada, lê-se: "Reconhecimentos / da Baliagem / T.º 1º". No princípio, depois de 3 fls. de guarda, encontra-se um 1 índice dos autos de reconhecimento contidos neste livro, em 5 fls., seguido de 1 fl. em branco. Na 1ª fl. numer., lê-se o seguinte título: "Tombo quarto da Baliagem de Lessa / 1795".
No princípio, depois de 3 fls. de guarda, encontra-se 1 fl. com o seguinte título: "Terceiro vollume do Tombo desta Balliagem / de Leça, que principia na Freg.ª de S. Mamede / de Infesta, e finda na de S. Thiago de Costoias, / e no fim leva enserram.º [...]". No fim, tem um índice dos reconhecimentos, em 3 fls.. Tem as fls. numers. rubricadas "Brandão".
Na 1ª fl. numer., lê-se o seguinte título: "Livro Terseiro do Tombo da Ballia- / gem de Leça que comtem muytas a va / rias freiguezias que mandou pasar / o reverendo frei Lopo pereyra de / Lima Baylio de Leça do Comselho / de Sua Magestade [...]".
No princípio, encontra-se 1 fl. com o seguinte título: "Livro Quinto E Ultimo do Tombo / da Bailiajem do Mosteyro de Leça / que comessa Em Cristellos E acaba na freg.ª de / Sanctiago de Valpedre, E este E o quar= / to Sam da Commenda de Sima". No fim, tem índice em 5 fls.. Tem as 485 fls. numers. rubricadas "Moreira".
No princípio, depois de 2 fls. de guarda, encontra-se um índice das freguezias e casais a que se faz referência neste livro, em 3 fls.. Este índice é precedido do seguinte título: "Index dos casais que neste 4.º / tombo se Contem", etc.. Seguem-se 6 fls. em branco.
No princípio, depois de 3 fls. de guarda, encontra-se 1 fl. com o seguinte título: "Setimo vollume do Tombo desta Balliagem / de Leça, q principia na Freg.ª de S.ª Maria de / Alvarelhos, e acaba na declaração, q fez o Rev.º vigario / da Freg.ª de Gondim, e snn.ª final," etc.. No fim, tem 1 fl. com um termo de encerramento, um índice em 5 fls., e 2 fls. de guarda. Tem as fls. numers. rubricadas "Brandão".
No princípio, depois de 1 fl. de guarda, encontra-se 1 fl. com o seguinte título: "Quinto vollume do Tombo da Balliagem de / Leça, q tem seo principio na Freg.ª de Santa Crus / do Bispo, e findou na de S. Pedro de Fajozes, e / no fim leva seo enserram.º [...]". No fim, tem 1 fl. em branco, um índice dos reconhecimentos, em 3 fls., e 2 fls. de guarda. Tem as fls. numers. rubricadas "Brandão".
"JHS MARIA / LIVRO DE TOMBOS DOS= / PRAZOS DO MOSTR.º DE S. DO= /minguos de Ansede. TOMBO 17 / 1630". Tem índice de prazos, no princípio.
Contém a descrição de bens imóveis pertencentes à Igreja da São Tiago de Óbidos datado de 20 de Março de 1503, num total de 12 fólios. Contém também o Tombo Novo datado de 1 de Junho de 1537, num total de 36 fólios. No fólio 38 encontra-se um auto de arrendamento de 9 de Novembro de 15?9. No fólio 39 tem uma carta de privilégio de D. Manuel de 1 de Agosto de 1498. No fólio 41 tem ainda uma lista de objectos de prata e o seu peso, pertencentes à referida Igreja.
No princípio, depois de 1 fl. de guarda, encontra-se 1 fl. com o seguinte título: "L.º 1.º / Livro Primeiro do Tombo / da Bailiagem E Mosteyro deste / Couto de Leça que comthem somente / as propriedades desta freguezia / E mosteiro que chamam a fregue=/ zia de Soçino". Segue-se 1 fl. em branco. No final, depois de outra fl. em branco, tem um índice, em 5 fls. inumers., e um traslado do inventário do cartório da Baliagem, de 1700, em 3 fls. inumeradas. As 618 fls. numers. estão rubricadas "Moreira".
No princípio, depois de 2 fls. de guarda, encontra-se 1 fl. com o seguinte título: "L.º 3.º / Livro Terceiro do Tombo da / Bailiagem E Mosteiro de Leça / que comessa na freguezia de São / Martinho de Guifois junto a Matho= / zinhos, E corre até à Cidade do Porto / E acaba na quinta da Maceda terra / da Feira, E no cazal de Macinhata / na freguezia de Sancto Andre de / Seixas junto a Oliveyra de Azemeis [...]". No fim, tem um índice em 6 fls. inumers., seguido de 1 fl. de guarda. As fls. numers. estão rubricadas "Moreira".
Na 1ª fl. numer., lê-se o seguinte título "Autos do Tombo terceyro da comenda e / Baliagem de Lessa de que he Balio o Venerando Frey / Phelipe de Tavora e Noronha que se comessou em os vinte / e sinco dias do mes de Abril do anno de mil e setecentos e / doze sendo juiz delle o Doutor Manoel Marques de olivey / ra Juis dos Orphãos da Cidade do Porto". No fim, nas primeiras 7 fls. inumers., enconmtra-se um índice dos reconhecimentos deste livro. As 985 fls. numers. e as 4 fls. de guarda iniciais estão rubricadas "Oliveira".
Tombo do património da congregação.
Na lombada, lê-se: "Pendorada / Tombo / Inventr.º".
Correspondência recebida e expedida com a Torre do Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torre do Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torre do Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torre de Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torres do Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torre do Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torre do Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torre do Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torre do Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torre do Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torre do Tombo.
Traslado autêntico do tombo de demarcação de bens e foros do mosteiro do Salvador de Paderne, feito segundo o alvará do príncipe D. Pedro, dado em Lisboa, a 16 de Maio de 1679. Contém o traslado de privilégios, relativos aos moradores do couto, à fundação da igreja do Mosteiro, à anexação de igrejas, entre outros. Os bens do mosteiro confrontavam com os dos cabidos de Valença do Minho e de Braga, com os do Balio de Leça, com os da Casa de Bragança e Vila Real, com os do mosteiro de Fiães e com os das residências de Sanfins e de S. João de Longos Vales anexo ao colégio dos padres da Companhia de Jesus de Coimbra. Foram também citados os caseiros presos na cadeia de Monção.
O livro apresenta a seguinte informação: "Tombo feito pelo congregador de Viana no ano de 1688".
Treslado do Tombo do Banho a requerimento do Comendador João Pacheco.
Repartição do Tombo Geral do Reino Não se encontra nem o texto nem a referência ao diploma de criação, no Conselho da Fazenda, da "Repartição do Tombo". As primeiras referências oficiais a esta Repartição encontram-se nas cartas de mercê de ofício a favor de José Alberto Lourenço de Andrade, oficial maior, e de José Melquíedes Léger, oficial papelista, onde se menciona a "Repartição e Secretaria novamente criada do Tombo Geral do Reino e Arquivo do Conselho", criação essa decorrida ao abrigo de uma Resolução de 30 de Outubro de 1824. Observando-se a documentação desta Repartição conclui-se que lhe competiam as funções de promoção, apoio, coordenação e fiscalização de todas as atividades tendentes à determinação e descrição de todo o património público do Reino (o "Tombo Geral do Reino"). Esta Repartição foi extinta juntamente com o Conselho da Fazenda.
Na lombada, lê-se: "Tombo de / Mançelos / Porto Carr.º / e S.ª Crus". No princípio, depois de 1 fl. de guarda, encontra-se um índice dos casais a que se faz referência nesse livro, em 1 fl., precedido do seguinte titulo: "Tombo 4.º de Mancellos / Index deste Livro do Tombo, que contem sinco / freg.as em dous conçelhos". Segue-se 1 fl. em branco. Tem as fls. numers. rubricadas "Fonseca".
Contém índice de todas as cópias que nele se encontram, índice alfabético das capelas e mais documentos e treslado da provisão régia para se fazer o tombo
Tombo dos bens da Santa Casa da Misericórdia de Alcochete. A folhas 95 encontra-se registada a inauguração do Cais do Espírito Santo, na vila de Alcochete.
Tombo das propiredades da igreja de Salvador de Lousada (por traslado de 1678 efectuado pelo notário apostólico Alexandre de Faria, a pedido do abade João Nogueira).
Na 1ª fl. numer., lê-se o seguinte título: "Treslado do Primeiro Livro do Tombo / da Baliagem e mosteiro de Leça que / contem as propriedades desta freiguezia".
Na lombada, lê-se: "Tombo 3.º / de / Freixo". No princípio, encontra-se um índice das freguesias e casais a que se faz referencia neste livro, em 1 fl., precedido da seguinte nota: "Titulo dos cazaes que contem este tombo". Seguem-se 7 fls. em branco.
No princípio, depois de 1 fl. de guarda, encontra-se 1 fl. com o seguinte título: "Tombo 2.º de Mancellos, / Traslado / do Tombo de / Manselos, fei / to no anno / de / 1699". Segue-se um índice dos casais a que se faz referencia neste livro, em 1 fl..
Contém documentos relativos aos casais da freguesia de Vila Boa do Bispo, contidos na segunda parte do tombo. Inclui ainda o tombo de umas casas situadas na cidade de Penafiel. Refere o convento de São Gonçalo de Amarante (1766). Tem índice.
Treslado de sentença do juiz do Tombo para se cumprir alvará de D. Pedro, regente, para se fazer tombo de bens do convento de Santa Clara de Portalegre. Original de 26 de maio de 1681.
Tombo das propriedades da freguesia e couto de Grijó e demarcação e jurisdição dos coutos de Tarouquela e Brito com as respectivas doações. Este livro é o tomo II do tombo de 1598.
Na lombada, lê-se: "Tombo 3.º de / Mancellos / 1694". No princípio, depois de 2 fls. de guarda, encontra-se 1 fl. com o seguinte título: "Tombo 3.º de Mancellos / Tombo de todas as fazendas / que pertencem aos Sabidos de Man / cellos, que estão nas freiguezias / de S. Romão da Carvalhoza, S. Sal / Salvador de Real S. Pedro de A / Thaide S. Payo de Olivr.ª do Concelho / de Sancta Crux de Riba Tamega feito / no Anno de 1694 annos". Segue-se 1 fl. em branco. No fim, tem 2 fls. em branco, um índice das propriedades a que se faz referência neste livro, em 2 fls., e mais 4 fls. em branco.
Tombo das propriedades, casais e foros do celeiro de Travassô que pagavam ração, as freguesias das apegações sendo Alquerubim, Cacia, Eirol, Eixo, Esgueira, Espinhel, Fermelã, Lamas do Vouga, Macinhata do Vouga, Óis da Ribeira, Requeixo, Segadães, Travassô, Trofa (Águeda) e Valongo do Vouga. No título do livro lê-se que é o "Tombo de todas as propriedades, casais e foros que estão nas freguesias", que se recolhem no "celleiro da igreja de Travassô, à qual estão as mesmas rendas dedicadas e applicadas [...]", e no 1º auto lê-se tambem que é um "tombo a modo de apegnaçam".
Tombo da capela de Alvarinhos, dado pelo juiz e ouvidor dos resíduos ou provedor; inclui autos de mercê.
"Index do tombo do Colégio de Faro em que vão lançados os capitais pertencentes ao mesmo colégio."
Tombo do concelho de Lafões: medições e apegações dos nove casais de Lafões e relação das respectivas doações, as freguesias dos casais sendo Cambra, Carvalhal de Verdemilhas, Pinheiro de Lafões, Pinho (São Pedro do Sul) e São Vicente de Lafões. Este livro é o tomo III do tombo de 1598. Foi juíz deste tombo o Dr. Miguel Barreira.
Sentença cível de formatura de tombo e administração da capela que instituiu Maria Pacheco da vila de Sousel. Inclui treslados dos testamentos da instituidora e de seu irmão, Manuel Martins Pacheco e de diversas escrituras relacionadas com os bens vinculados.
Na lombada, lê-se: "AUTOS / DO TOMBO / L.º 14 / ANNO DE 1762 / P. 1". No princípio, depois de 1 fl. de guarda, encontra-se um índice alfabético dos autos de reconhecimento deste livro, em 2 fls.
Na lombada, lê-se: "AUTOS / DO TOMBO / DO L.º 10 / ANNO DE 1740 / P. 1". No princípio, depois de 1 fl. de guarda, encontra-se um índice alfabético dos autos de reconhecimento deste livro, em 2 fls. inumers..
Na lombada, lê-se: "AUTOS / DO TOMBO / DO L.º 11. / ANNO DE 1741 / P. 1". No princípio, depois de 1 fl. de guarda, encontra-se um índice alfabético dos autos de reconhecimento deste livro, em 2 fls..
Na lombada, lê-se: "AUTOS / DO TOMBO / DO L.º 12. 13 / ANNO DE 1741 / E 1743 / P. 1". No fim, encontra-se um índice alfabético dos autos de reconhecimento contidos neste livro, em 2 fls. inumers.
No princípio, depois de 4 fls. de guarda, encontra-se um índice dos prazos, em 2 fls., precedido do título: "Livro duodeci / mo Tombo de prazos do mosteiro de Amcede / Taboada".
No início, lê-se: "Tombo 15 dos prazos começa no ano de 615". Na lombada, lê-se: "T.º 15.º / antigo". A fls. 285, contém um índice dos prazos. Seguem-se 3 fls. de guarda.
No princípio, depois de 1 fl. de guarda, encontra-se um índice onomástico, em 3 fls., precedido do seguinte título: "Tombo 2.º de Aregos". Tem as fls. rubricadas com o sobrenome "Cortes".