Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for tombo and 7,732 records were found.

Tombo
Tombo
Tombo
Treslado do tombo dos bens, propriedades, foros e rendas do convento de Santa Clara de Portalegre. Original de 26 de maio de 1681.
Tombo do concelho de Senhorim. Contém o traslado do foral concedido por D. Manuel em 30 Mar 1514, que faz referência a um outro de D. Afonso Henriques
Contem index de todos os documentos do Tombo
Contem index de todos os documentos do Tombo
Consta do Tombo Geral de todo o haver do Asilo de Mendicidade.
Tombo dos bens da Santa Casa da Misericórdia de Alcochete.
Tombo dos prazos dos mosteiros de Pombeiro e Caramos.
Feito pelo desembargador Dr. Álvaro Fernandes. Escrivão João Lopes. Inclui três Tombos: o primeiro, datado de Beja, 3 de março de 1509; o Tombo 2 "Tombo da Confraria de Santa Maria da Feira desta vila de Beja e este é para ser posto na Câmara da dita vila", datado de Beja, 22 de maio de 1509 (f. 1 a 44); Tombo 3 "Tombo do Hospital Grande a que chamam o Hospital de Santa Maria da Piedade desta vila de Beja, instituído e ordenado por el rei D. Manuel, nosso senhor e que todos os outros hospitais da dita vila estão anexos" (f. 1 a 54). Encadernação em pergaminho, vestígios de fecho.
Contém treslados de documentos de 1262 a 1695. Compreende testamentos, autos de medição, sentenças, autos de posse, doações régias e breves papais. Inclui carta de D. João III autorizando a feitura do tombo.
Livros de tombo.
Contém processos de autos de tombo e medição.
Continuação do tombo dos bens do concelho ano de 1816.
Capa em pergaminho com a inscrição Tombo sobre texto já existente
Apontamentos extraídos por Almeida Carvalho no Arquivo da Torre do Tombo.
Tombo de propriedades que foram herdadas de António Lopes de Calheiros e Meneses.
Tombo nº 1 - 1767 Jul. 11 - 1778 Abr. 28 Tombo nº 2 - 1794 Mar. 03 - 1794 Mar. 24 Tombo nº 3 - 1814 [?]. Refere: "Anno de 1814 : 3º : Acrescimo do tombo dos bens do Conselho de Albergaria" . Tombo nº 4 - 1822 Mar. 01 - 1835 Jun. 22. Refere: "Auttos de aforamentos que fes o Senado da Camera deste Conçelho de Penella de Albergaria". Contém um documento avulso.
Correspondência recebida e expedida com a Torre do Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torre do Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torre do Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torre do Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torre do Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torre de Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torres do Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torre do Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torre do Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torre do Tombo.
Correspondência recebida e expedida com a Torre do Tombo.
Contém a descrição de bens imóveis pertencentes à Igreja da São Tiago de Óbidos datado de 20 de Março de 1503, num total de 12 fólios. Contém também o Tombo Novo datado de 1 de Junho de 1537, num total de 36 fólios. No fólio 38 encontra-se um auto de arrendamento de 9 de Novembro de 15?9. No fólio 39 tem uma carta de privilégio de D. Manuel de 1 de Agosto de 1498. No fólio 41 tem ainda uma lista de objectos de prata e o seu peso, pertencentes à referida Igreja.
Treslado do Tombo do Banho a requerimento do Comendador João Pacheco.
Contém índice de todas as cópias que nele se encontram, índice alfabético das capelas e mais documentos e treslado da provisão régia para se fazer o tombo
Tombo dos bens da Santa Casa da Misericórdia de Alcochete. A folhas 95 encontra-se registada a inauguração do Cais do Espírito Santo, na vila de Alcochete.
Treslado de sentença do juiz do Tombo para se cumprir alvará de D. Pedro, regente, para se fazer tombo de bens do convento de Santa Clara de Portalegre. Original de 26 de maio de 1681.
Sentença cível de formatura de tombo e administração da capela que instituiu Maria Pacheco da vila de Sousel. Inclui treslados dos testamentos da instituidora e de seu irmão, Manuel Martins Pacheco e de diversas escrituras relacionadas com os bens vinculados.
Tombo dos bens de prazo sito em Celeirós, de que são direitos senhores Francisco de Barros Araújo Teixeira Homem e sua mulher, Luísa Joaquina de Arrochela Almada e Castro.
Alvará do príncipe D. Pedro para se continuar a fazer o tombo dos bens do convento
Contém o traslado em pública forma do "caderno de tombo", doações, cartas régias, bulas, entre outros.
Auto de tombo e medição de um prazo do Real Hospital de Caldas da Rainha a requerimento de Francisco de Sales Craveiro Baptista, de Caldas da Rainha.
O tombo foi mandado fazer pelo rei D. Manuel I, e começado pelo padre frei Aires de Azevedo e padre frei Amador Pires. Tem índice no início.
Auto de encerramento: «Numerei este livro para servir de tombo dos legados de terras que deixam à dita igreja, o qual tem cento e oitenta e seis folhas (...) sob meu sinal somente, aos 27 de Setembro de 1668.» • Assuntos: Casa do Agro.
Livro de tombo das propriedades pertencentes ao convento.
Livro de tombo das propriedades pertencentes ao convento.
Livro de tombo das propriedades pertencentes ao convento.
Livro de tombo das propriedades pertencentes ao convento.
Constituído por um tombo das fazendas pertencentes à Capela.
Tombo das fazendas pertencentes à Capela. De 28x21 cm, tem 95 fólios numerados de 1 a 95, antecedidos de um fólio com a anterior transcrição e 2 fólios de guarda, encontrando-se o primeiro destes fólios manuscrito com notas apócrifas. A encadernação é da época, em pergaminho flexível (palimpsesto do anterior tombo), com aba, atilho e rótulo de papel branco cobre a capa anterior, em tinta debotada “Tombo do Castello”. O códice foi escrito a uma só mão, em caligrafia regular e legível, com fecho do documento no fólio 79, apresentando várias assinaturas e a data final de 1722.
Cópia do tombo dos bens da Confraria de Nossa Senhora da Soledade, erecta na freguesia de Assunção (Sé) de Elvas, datado de 15/11/1842, e cópia dos estatutos da confraria, datados de 08/05/1838
Há-de servir este livro para continuar o tombo dos bens do concelho. Ponte de Lima 1º de Junho de 1799. António José Soeiro de Gouveia. "Autos de continuação do tombo dos bens do Concelho desta villa e termo, a que por virtude da Ley novissima procedeo o Dr. Jose Soeiro de Gouvea Juiz de Fora com alçada nesta mesma villa e termo por Sua Magestade que Deos Guarde".
O documento inclui: Tombo da capela de Maria Raimunda de que é administrador Nuno [Fº] de Gomes do Campo de Mesquita, morador em Elvas; traslado de alvará relativo aos administradores da capela de Miguel Anes; tombo da Confraria das Lapas; testamento de Beatriz Domingues, mulher de Álvaro Vaz vidreiro (1535) ; testamento de D. Catarina de Lina, mulher de Rui de Brito; tombo da capela de Maria Simões de que é administrador Isabel Fernandes, mulher de André de Faria; tombo da capela do Coutinho de que é administrador Pedro Costa, treslado do testamento de Jorge Dias; tombo da confraria dos Bugalhos; tombo que se fez de certas heranças que um João Afonso de Val e Figueira, termo da vila de Santarém deixou a Jorge Anes seu irmão com carrego de certas missas e outros carregos; "Registo do provimento que o provedor Miguel Nogueira […] no livro da Confraria de Nossa Senhora da Ameixoeira", entre outros. Os f. estão rubricados por Johannes.
Contém termo de abertura: "este livro que em conformidade das reais ordens há-de servir para a cópia do livro do tombos das propriedades arruinadas no Bairro do Limoeiro pelo terramoto do 1.º de Novembro de 1755, vai numerado com o número de folhas constante do respetivo termo de encerramento, todas por mim rubricadas. Lisboa, 26 de Março de 1819. O desembargador inspetor dos bairros e suas anexas por comissão da Portaria de 19 de Dezembro de 1818, copiada a folha 360 v. do livro do tombo do Bairro do Rossio. Dr. José António da Silva Pedrosa". Contém a folha de rosto verso: "nas margens deste livro vão notadas as folhas do original de que se extraiu esta cópia para melhor inteligência das suas verbas. Dr. José António da Silva Pedrosa". Na margem vem a indicação: "livro velho f.". Contém a folha 92 "portaria pela qual se mandou extrair cópia dos livros do tombo das propriedades arruinadas pelo terramoto do primeiro de Novembro de mil setecentos e cinquenta e cinco", Decreto de 25 de Março de 1807 referido na Portaria. Contém a folha 189 a conferência da cópia: "está conforme o original que se remeteu para o Real Arquivo na conformidade da Portaria de 19 de Dezembro de 1818. Dr. José António da Silva Pedrosa". Contém no verso da última folha o termo de encerramento: "tem este livro cento e oitenta e nove folhas de duas páginas não entrando em o número delas as duas em que vão escritos o termo de título e este de encerramento. Lisboa 26 de Março de1819. Dr. José António da Silva Pedrosa".
Contém o Tombo das Fazendas e Foros do Cónego Diogo Vieira Velho
Contém o treslado do tombo das fazendas vinculadas de Martim Afonso de Melo
Tombo de Roque D’Almada. Contém registo das Fazendas e Obrigações da Santa Casa da Misericórdia.
Contém Tombo das Fazendas e foros das capelas do Cónego Diogo Vieira Velho. Contém índice.
Auto de tombo, mediação e demarcação de um prazo em vidas, denominado a Bastardeira, limite de Adão Lobo, em que é senhor directo o Real Hospital das Caldas da Rainha e senhor útil José Maria, do lugar de Adão Lobo, Cadaval.
Bens e propriedades da Ordem de Malta, na extinta alcaidaria-mor do Crato, sitos nas seguintes localidades: Amieira do Tejo, Gavião, Belver, Comenda, Envendos, Carvoeiro, Aldeia do Mato, Sardoal e nas povoações do termo de Abrantes. Contém treslado de alvará régio de 1699, relativo à elaboração do tombo.
Tombo dos foros, propriedades, bens e dinheiro pertencente ao convento.
Tombo dos foros, propriedades, bens e dinheiro pertencente ao convento.
Autos de tombo, demarcação e medição de todas as coisas que em Sousel e seu termo pertenciam à Casa de Bragança. Inclui treslado de provisão régia com data de 15 de abril de 1601, autorizando a feitura do tombo e auto de juramento dado a Gaspar Vaz de Sousa, juiz dos tombos das terras do duque de Bragança pelo provedor da comarca de Viana a par do Lima, Manuel Correia Maldonado, para tombar as propriedades sitas no concelho de Entre Homem e Cabedo.
Tombo geral desta nossa província de São Filipe do reino de Portugal, feito depois do terramoto e incêncio sucessivo da cidade de Lisboa, no qual se consumiu tudo o que tinha a nossa Procuradoria Geral, como também o Convento de Corpus Cristi, donde ela estava no 1º de Novembro de 1755, e nele todos os que são devedores à província se acharão. Como também a fl. 405 em diante estão as dividas que os conventos devem. Fez-se sendo procurador geral o padre frei Bento de São Bernardo, padre frei João da Assunção em o ano de 1757. Contém à parte um índice dos devedores de capitais a juro da província dos Carmelistas Descalços, extraído do 1º tombo geral da mesma província.
Certidão de teor parcial do tombo da Comenda de Poiares, passada a requerimento de Damião Martins do Serrado.
- "Programa das actividades da Torre do Tombo para 1986"; - "Informação sobre o Arquivo Nacional da Torre do Tombo"; - notas sobre equipas móveis de técnicos, segurança, instalações, pessoal; - nota sobre a informatização do Arquivo Nacional Torre do Tombo ; - organograma e trabalhos em curso.
Contém o Tombo das Fazendas e Obrigações da Santa Casa da Misericórdia da autoria de Roque D’Almada.
Treslado de alvará do regente D. Pedro, para que o convento de Santa Clara de Portalegre possa fazer tombo dos bens, terras, foros e censos pertencentes ao convento. Original de 17 de maio de 1680.
Compreende treslados de alvarás, graças, privilégios e confirmações, para elaboração do novo tombo
Contém quatro livros referentes ao tombo da Vila de Alverca e seu termo, das Capelas de El-Rei D. Afonso IV e da Rainha D. Beatriz.
Tombo Novo, compilado por Francisco Telles de Mira, contendo os foros e rendas que os instituidores deixaram para suas capelas. Contém índice.
Tombo de bens relativos a juros e pensões e bens móveis da Confraria das Amas [erecta na Paróquia de Santa Maria da Devesa de Castelo de Vide]
Tombo dos legados de terras. Estatutos da primeira confraria erigida em Albergaria-a-Velha. • Áreas geográficas e topónimos: Albergaria-a-Velha (freguesia extinta, Albergaria-a-Velha, Aveiro, Portugal).
Juís do tombo: Dr. Francisco de Abreu Couceiro, provedor da comarca de Viseu; escrivão André Pereira Leite. Escrito à margem: "Dízima da Salavisa".
A capa contém um texto em latim. Inclui o tombo da comenda de Casével, de 1506, mandado fazer por Rodrigo Ribeiro, escrivão da visitação.
Auto de tombo, medição e demarcação de um prazo, sítio onde chamam os Sermos ao Nordeste, de Caldas da Rainha em que é senhor directo o Real Hospital de Caldas da Rainha e senhora útil Mariana Vitória de Jesus, casada com Inácio António Rego, de Caldas da Rainha.
Auto de tombo, medição e demarcação de dois prazos, sitos dentro da Quinta das Flores ou das Janelas, das Gaeiras em que é senhor directo o Real Hospital de Caldas da Rainha e senhora útil Teresa Teodora de Lencastre, de Lisboa.
Livro de Tombos e Foros
Reúne as séries documentais referentes à sua atividade de diretor do Arquivo Nacional Torre do Tombo entre 1966 e 1988. Inclui, essencialmente, planos e relatórios de atividades, correspondência recebida e expedida, documentação relacionada imagem e comunicação deste arquivo, e ainda diversos dossiês, dos quais destacamos os dossiês da conceção, construção e inauguração do novo edifício do Arquivo Nacional Torre do Tombo.
- "Torre do Tombo" versão manuscrita e versão final; - "O Arquivo Nacional Torre do Tombo", cópia versão publicada na separata da "Revista de História Económica e Social" com correções manuscritas de José Pereira da Costa.
Apresenta no termo de abertura a seguinte informação: "... numerado e rubricado pelo mim como juiz da reforma e tombo do cartório e fazenda que pertence ao dito mosteiro, em virtude do compromisso adiante lavrado, a fim de legalizar e autorizar a posse e documentos com que o dito mosteiro se acha possuindo, suprindo a falta de títulos que se perderam pela invasão do inimigo no ano de 1810. O desembargador Alberto Carlos de Meneses."