Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for silva and 178,020 records were found.

A documentação reflete a atividade do arquiteto António Rodrigues da Silva Júnior no domínio das funções. O fundo é constituído por 11 secções: Casa da Moeda (1921-1925); Alfândega, estações e habitações aduaneiras (1920-1936); Projetos de saneamento e central hidroelétrica (1895-1937); Escolas, igrejas e hospitais (1901-1926); Edifícios municipais (1915-1934); Equipamentos turísticos, desportivos e de espetáculos (1914-1919); Estações e apeadeiros de caminho-de-ferro (1920-1930); Indústria e comércio (1910-1930); Associações (1919-1927); Edifícios residenciais e desenhos técnicos (1899-1934) Estudos (1890-1937); e por 6 subsecções: Edifícios residenciais (1899-1931); Desenhos técnicos (1920-1934);A Atlântida (1930-1933); Serralharia artística (1929-1934); Mobiliário (1916-1930) Ilustrações e desenhos (1890-1937)
Ofício da Clínica Geral Dr. Bento dos Santos Silva dirigido à Câmara Municipal de Albufeira no âmbito da informação de que a doente Maria da Conceição tinha necessidade de lhe ser feita uma radiografia ao tórax.
A documentação, organizada cronologicamente, foi reunida para a edição de livros sobre as temáticas que titulam as secções. A coleção é constituída por 10 secções: Toponímia da Freguesia de Cascais, Naufrágios e acidentes marítimos no concelho de Cascais, Grupo Dramático e Sportivo de Cascais, Sociedade Musical de Cascais, Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Cascais, Toponímia da Freguesia do Estoril, Toponímia da Freguesia de Carcavelos, Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Alcabideche, Centro de Cultura e Desporto do Pessoal do Município de Cascais e Clube Naval de Cascais
Original: Bilhete-postal ilustrado. Coleção: 17
Maria Isabel Reis Almeida e Silva nasceu em 21/04/1950. Profissão: técnica de contas Instituída leitora 06/06/1992 Ordenada diácona em 01/11/1997
Telmo Fernando Almeida e Silva nasceu em Miragaia a 17/06/1942 Profissão: bancário Percurso religioso: - Instituído leitor em 15/10/1989 - Ordenado diácono em 06/06/1992 - Ordenado presbítero em 17/06/1995 Foi pároco da Paróquia do Salvador do Mundo, Vila Nova de Gaia
António Silva apresenta o livro sobre a Igreja e Escola do Prado.
Núcleo de documentação do padre José Luiz Ferreira da Silva. Inclui registo de correspondência oficial e particular e copiador com alguma dessa correspondência.
Reverendo Júlio Bento da Silva, restaurador da Igreja de Jesus. Aderiu à Igreja Lusitana em 1902, foi pregador licenciado, diácono em 1907 e presbítero em 1911.
Carta da Junta Paroquial da igreja de S. João Evangelista para Gracinda da Silva Rebelo sobre as obras solicitadas.
Retrato de estúdio de Dolores Silva Medeiros
Retrato de estúdio de Dolores Silva Medeiros
Francisco Mário Varela da Silva era natural da freguesia da Sé - Porto onde nasceu em 30/11/1916. Profissão: técnico de contas Percurso religioso: - Ordenado diácono em 15/03/1964 - Foi nomeado Ministro auxiliar em 29/09/1989 - Foi ordenado presbítero em 11/10/1990 Exerceu funções na paróquia de S. João Evangelista, Vila Nova de Gaia, e na Missão de S. Tiago Apóstolo, Gondomar.
José da Silva Carvalho (1782 - 1856), advogado e magistrado, foi um dos obreiros da Revolução de 1820, ministro de D. João VI, D. Pedro IV, D. Maria II e o primeiro Presidente do Supremo Tribunal de Justiça. Filho dum casal de humildes lavradores, frequentou o Colégio das Artes em Coimbra e mais tarde, em 1800, a Faculdade de Leis da Universidade de Coimbra, onde se formou como Bacharel em 1805. Em 1810 foi colocado como juiz de fora da vila de Recardães e em 1814 foi nomeado Juiz dos Órfãos da cidade do Porto . José da Silva Carvalho, Manuel Fernandes Tomás, José Ferreira Borges e João Ferreira Viana fundaram o Sinédrio, associação revolucionária de que veio a resultar a Revolução Liberal de 1820. Silva Carvalho foi eleito membro da Junta Provisional preparatória das Cortes. Mais tarde fez parte da Regência do Reino e em 1821 foi ministro dos Negócios Eclesiásticos e da Justiça, cargo que exerceu até 1822. Com a Vila Francada exilou-se no estrangeiro. Posteriormente voltou a Portugal mas com a aclamação de D. Miguel, exilou-se novamente. Com o advento do liberalismo foi ministro da Fazenda, da Marinha e novamente dos Negócios Eclesiásticos e da Justica. Com a Revolução de Setembro exilou-se pela terceira vez. Voltou ao reino em 1838. Foi deputado, par do reino e senador, entre outros cargos que exerceu.
Percurso religioso: Júlio Bento da Silva aderiu à Igreja Lusitana em 1902 onde foi aluno do Curso Teológico do Dr. Harden, na Paróquia do Salvador do Mundo. Em 1907 foi instituído diácono, em 1911 foi ordenado presbítero da Congregação da Santíssima Trindade em Rio de Mouro, Sintra. Depois da Igreja de Jesus ser reconstituída como missão, reorganizando-se de novo como paróquia em 1909, então na Rua do Rato, ficou sob a liderança do Rev. Júlio Bento da Silva, que a dirigiu até à sua morte, em 1937.
A Junta Paroquial da igreja de S. joão Evangelista envia carta ao Presidente do Sínodo a pedir a aprovação, pela Comissão Permanente, da nomeação de Manuel Reis Varela da Silva como pregador licenciado.
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante e seguinte: Alfredo da Silva e Costa e Ana Pereira da Silva.
Colecção de fotografias constituída por um número reduzido de fotografias, e tem como espaço a freguesia de Paderne entre 1900 e 1930.
A fotografia abrange os seguintes locais do concelho de Oliveira de Azeméis : Rua António da Silva Novo/Rua Manuel José Silva.
Constituído por uma carta de João António Peres Abreu, autor do «Roteiro do Viajante no Continente e nos Caminhos de Ferro em Portugal em 1865», escrita no contexto do Liberalismo em Portugal. • Assuntos: Fundo fechado.
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante e seguintes: José Francisco da Silva Lima, Abílio da Silva Fernandes, Pedro Tavares da Silva e Manuel Francisco Fernandes representantes da Sociedade Elétrica de Nogueira do Cravo, Limitada.
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante e seguintes: José Francisco da Silva Lima, Abílio da Silva Fernandes, Pedro Tavares da Silva, Manuel Francisco Ferreira, representantes da Sociedade Elétrica de Nogueira do Cravo, Limitada.
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante: Manuel da Silva Ribeiro.
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante: José Virgílio da Silva. .
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Silva, distrito de Braga, concelho de Barcelos, constando de: Igreja Paroquial da Silva.
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante: António da Silva e Costa.
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante: Abel Marques da Silva Valente.
Ofício da Silva laires, Lda a informar preços de artigos disponíveis e suas promoções.
Oficío expedido para Sr. João Felix da Silva Capucho a solicitar com urgência material pedido.
Oficío recebido de João Felix da Silva Capucho a pedir resposta acerca dos seus produtos.
Oficío recebido de João felix da Silva Capucho a solicitar recibo à cobrança pelo correio.
Ofício da Silva laires, Lda a publicitar e informar sobre produto de Amoniaco Anidro Puro.
Projecto de Licença de construção de uma moradia de Casimiro da Silva Quintas.
Projecto de Licença de construção de uma moradia de Casimiro da Silva Quintas.
Projecto de Licença de construção de uma moradia de Casimiro da Silva Quintas.
Fotografias com as suas actividades de Encarregado-Geral na Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha. Inclui postais com a construção da Ponte do Baião em Telhadela, Ribeira de Fráguas. • Assuntos: Fundo fechado.
Representação de açudes, levadas e os moinhos existentes ao longo da Ribeira do Fontão, com a sua localização, proprietários, moleiros e número de rodas (casais de mós), servindo de fonte para traçar o retrato da comunidade do Fontão no início do século XX. • Áreas geográficas e topónimos: Ribeira do Fontão (localidade, Angeja, Albergaria-a-Velha, Aveiro, Portugal) • Assuntos: Fundo fechado.
Filho de André de Matos e de Isabel da Silva, neto paterno de Sebastião Francisco e de Isabel de Matos, neto materno de Belchior Francisco e de Maria da Silva
Filho de André Sousa Matos e de Rosa Matos Silva, neto paterno de Roque de Sousa e de Catarina Matos, neto materno de André de Matos e de Isabel da Silva
Filho de João de Pinho e de Maria da Silva, neto paterno de Domingos João e de Ana Fernandes, de S. Salvador da Carregosa, neto materno de Gonçalo de Sousa e de Ana da Silva
Parafraseando o colecionador, a coleção constitui «um acervo muito completo, cujo valor reside não só nas espécies em si, mas enquanto conjunto, que dificilmente será encontrado de outra maneira», fundamental para o estudo de Carcavelos e da vitivinicultura nos territórios da atual Região Demarcada de Carcavelos. A coleção é constituída por 11 secções: Vitivinicultura; Quintas Produtoras de Vinho (Quinta da Corriola; Quinta do Barão; Quinta Nova, Quinta de Santo António ou Quinta da Ordem; Quinta da Alagoa; Quinta da Torre da Aguilha; Quinta do Junqueiro; Quinta dos Lombos; Quinta do Lameiro; Quinta das Encostas; Quinta do Marquês de Pombal; Quinta de Rana; Quinta da Terrugem; Quinta dos Pesos; Quinta da Fonte da Aldeia; Quinta de S. Gonçalo; Quinta da Cartaxeira e Propriedades não identificadas); Famílias e Personalidades; Urbanismo; Serviços, Comércio e Indústria; Fortes e Assuntos Militares; Igreja e Religião; Saúde e Ação Social; Desporto e Lazer; Movimentos e Partidos Políticos e Junta de Freguesia de Carcavelos
Documentação produzida no âmbito da sua actividade de arqueólogo. Trabalhos de exploração arqueológica no Concelho de Albergaria-a-Velha: Mamoas do Taco e Povoado de São Julião. • Assuntos: Fundo fechado.
Filho de Vicente Pedro e de Dona Brizida Maria da Silva, de S. Julião, Lisboa, neto paterno de Pedro Pedrossem, de Hamburgo, e de Luísa Piper, de S. Nicolau, Porto, neto materno de Francisco Correia Silva, Cavaleiro da Ordem de Cristo, e de Dona Catarina Piper
Arrolamento dos bens cultuais da freguesia de Silva, distrito de Bragança, concelho de Miranda do Douro, constando de: Igreja Paroquial de São Pedro da Silva; Capela do Divino Espírito Santo; Capela da Senhora do Rosário; Capela de Santa Ana; Capela de Santo António.
Filho de Baltazar Peixoto da Silva e de Dona Francisca de Sá e Meneses, neto paterno de Baltazar Gonçalves Peixoto e de Dona Maria Cabral, neto materno de Luís Alves da Câmara e de Dona Inês de Sá e Meneses
Filho de António Alves de Sousa, irmão do Reverendo Manuel Alves da Silva e de Maria Dias, neto paterno de Manuel Alves Ribeiro e de Maria Luísa, neto materno de Domingos Lopes e de Domingas Antónia Dias
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante e seguintes: Manuel Batista da Silva Terra, José Marques Pinheiro e Amadeu Batista da Silva Terra representantes da Sociedade Elétrica de Ul, Limitada.
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante e seguintes: Manuel Batista da Silva Terra, José Marques Pinheiro e Amadeu Batista da Silva Terra representantes da Sociedade Elétrica de Ul, Limitada.
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante e seguintes: Manuel Pereira da Silva Gomes, Joaquim Manuel Ferreira Pinto, Manuel Batista da Silva Terra. representantes da Sociedade Elétrica de Ul Limitada.
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante e seguintes: Manuel Batista da Silva Terra, José Marques Pinheiro e Amadeu Batista da Silva Terra representantes da Sociedade Elétrica de Ul, Limitada.
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante e seguintes: Manuel Batista da Silva Terra, José Marques Pinheiro e Ivo Batista da Silva Terra representantes da Sociedade Elétrica de Ul, Limitada.
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante e seguinte: António Onofre Coelho e Ana Pereira da Silva.
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante e seguintes: Manuel Pereira da Silva Gomes, António da Cunha e Silva, João Fernandes de Oliveira, representantes da Elétrica de São Martinho da Gândara, Limitada.
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante e seguintes: Domingos Ferreira da Costa, Joaquim José da Silva, João da Silva Praça e António José de Pinho.
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante e seguintes: Manuel Rodrigues de Oliveira, Manuel Pereira da Silva Gomes e António da Cunha e Silva representantes da Sociedade Elétrica de São Martinho da Gândara, Limitada.
Correspondência de párocos da igreja de S. Paulo, paróquia de S. Pedro: Lauro Borba da Silva, Leopoldo Figueiredo.
Ofício de Manuel da Silva Janeiro relativo à publicitação de baile no dia 29 de abril de 1972.
Ofício de Manuel da Silva Janeiro relativo à publicitação de baile no dia 27 de maio de 1972.
Ofício do João Felix da Silva Capucho a informar vencimento de valores e a pedir autorização de cobrança.
Oficío recebido de Carlos Silva a solicitar lugar para a próxima feira, para venda de loiças e vidros.
Oficio do A. Silva Júnior a informar envio de recibo referente a oficio nº 75, assim como respectivo pagamento.