Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for santos and 352,457 records were found.

Estabelecimento de Adelino Manuel Ferreira dos Santos
A coleção comporta documentos sobre a história de Cascais, compondo-se de apontamentos, recortes de imprensa, fotografias, bilhetes de transportes, programas de espetáculos e bilhetes-postais ilustrados, entre outras tipologias. Após reinstalação, a coleção encontra-se em tratamento, com vista à reconstituição da ordem original, sendo, por ora, constituída por todas as secções definidas pelo colecionador, algumas das quais não comportando documentos, que se apresentam alfabeticamente, tendo por base o "Índice da coleção de documentos e notícias diversas relativas à vila e concelho de Cascais organizada por Monsenhor Alfredo Elviro dos Santos, filho de Cascais e oferecida pelo mesmo ao Museu Biblioteca do Conde de Castro Guimarães em 30 de Setembro de 1931": Águas de Vale de Cavalos, Empresa das (Mç. 1); Associação Humanitária dos Bombeiros de Alcabideche (Mç. 2); Associação Humanitária Recreativa Cascaense (Mç. 3); Associação de Socorros Mútuos de Nossa Senhora da Assunção de Cascais (Mç. 4); Automóveis entre Monte Estoril, Cascais e Sintra (Mç. 5); Avenças dos taberneiros do concelho de Cascais no ano de 1839 (Mç. 6); Azulejos antigos do palácio do Conde da Guarda (Mç. 7); Baluarte Terrasse, Cascais (Mç. 8); Banhos da Poça (Mç. 9); Baptista, João Pedro de Sales (Mç. 117); Bazares de caridade (Mç. 10); Bendito de Nossa Senhora da Conceição (Mç. 12); Boca do Inferno (Mç. 11); Braga, Pedro Baptista Águedo de Sousa - Cónego (Mç. 124); Brasão e inscrições lapidares diversas (Mç. 13); Cabo, Nossa Senhora do - Loas (Mç. 58); Câmara Municipal de Cascais (Mç. 14); Caminho-de-ferro movido pela eletricidade (Mç. 16); Caminho-de-ferro movido pelo vapor (Mç. 15); Carmona, General - Presidente da República (Mç. 108); Casino da Praia, Cascais (Mç. 33); Casino de Carcavelos, Grande (Mç. 30); Casino de Cascais (Mç. 32); Casino Internacional do Monte Estoril (Mç. 31); Cemitérios (Mç. 17); Centro Escolar de Instrução Primária em Cascais (Mç. 21); Centro Escolar Republicano Almirante Reis (Mç. 22); Chalets (Mç. 18); Chaminés, Empresa de [...] do Concelho de Cascais (Mç. 19); Cidadela de Cascais (Mç. 34); Cinema da Praia, Cascais (Mç. 35); Circo Ivanof, Grande (Mç. 36); Chinquilho em Cascais (Mç. 20); Club da Praia, Cascais (Mç. 23); Club Recreativo Almeida Garrett, Cascais (Mç. 24); Colégios (Mç. 26); Companhia de Sapadores de Caminhos-de-ferro (Mç. 25); Corridas de cavalos (Mç. 27); Crimes de Cascais (Mç. 28); Cruzeiros de Cascais (Mç. 29); "Drag" ou "Ride Tiper" em Cascais (Mç. 37); Empresa Edificadora (Mç. 39); Escola Monumento D. Luís I (Mç. 40); Esplanada do Príncipe Real (Mç. 44); Estabelecimentos comerciais e industriais (Mç. 42); Estoris (Mç. 41); Excursão de Cascais a Santarém (Mç. 43); Exposições (Mç. 45); Expostos, Roda dos (Mç. 46); Fábrica de Lanifícios (Mç. 47); Faróis (Mç. 85); Festejos em Cascais - Chegada da Família Real (Mç. 48); Festejos marítimos (Mç. 49); Festividades religiosas (Mç. 50); Freguesias de Cascais (Mç. 51); Freitas, Domingos Serapião de (Mç. 113); Freitas, Feliciano Gabriel de - Dr. (Mçs. 109-110); Gomes, Lourenço Correia - Administrador do Concelho de Cascais (Mç. 122); Grupo Dramático e Sportivo de Cascais (Mç. 52); Grutas pré-históricas do Poço Velho em Cascais (Mç. 53); Hino de Cascais (Mç. 55); Hino de Nossa Senhora dos Anjos, que se venera na Igreja da Misericórdia de Cascais (Mç. 54); Hotéis e restaurantes (Mç. 56); Igrejas, capelas, ermidas, hospício (Mç. 38); Iluminação a gás e eletricidade em Cascais e no Monte Estoril (Mç. 57); Imagens existentes em Cascais, Santo António do Estoril, etc. (Mç. 58); Instituto de Assistência, Proteção e Defesa Social do Concelho de Cascais (Mç. 59); Instituto de Socorros a Náufragos, Real (Mç. 62); Irmandade de Santo António do Estoril, ereta na Igreja de Santo António do Estoril (Mç. 60); Irmandade do Santíssimo Sacramento da freguesia da Ressurreição de Cristo de Cascais (Mç. 61); Jaculatórias de Nossa Senhora por Joaquim Casimiro Júnior - Músicas (Mç. 66); Jardim de Cascais (Mç. 67); Jornais de Cascais (Mç. 68); Kermesse em Cascais (Mç. 69); Lawn-Tennis (Mç. 63); Liga Monárquica, Núcleo da (Mç. 64); Loas - Nossa Senhora do Cabo (Mç. 58); Locio, José António de - D. e Locio, Maria Porfíria de Freitas - D. (Mçs. 118-119); Loureiro, José Maria - Cónego (Mç. 121); Louvado (Mç. 65); Luís I, D. - Falecimento em Cascais (Mç. 107); Magalhães, Condes de (Mç. 112); Marinha, Terrenos da (Mç. 70); Marégrafo (Mç. 71); Marrocos em Cascais (Mç. 72); Matinas de Nossa Senhora da Conceição, que se cantavam em Cascais (Mç. 73); Médicos (Mç. 74); Meninas podres (Mç. 75); Mercado mensal (Mç. 76); Misericórdia de Cascais (Mç. 77); Missa a duo pelo cónego Pedro Baptista Águedo de Sousa Braga, filho de Cascais - Acompanhamento (Mç. 78 A); Monumentos e padrões (Mç. 78 B); Museu Biblioteca do Conde Manuel de Castro Guimarães (Mç. 79B); Música, Noções de música pelo Cónego Pedro Baptista Águedo de Sousa Braga (Mç. 79A); Náufragos em Cascais (Mç. 80); Novena de Nossa Senhora da Conceição, que se cantava em Cascais (Mç. 82); Novena de S. Sebastião, que se cantava na sua capela em Cascais (Mç. 81); Ordem Terceira da Penitência de Cascais, Venerável (Mç. 83); Padeiros, Greve de (Mç. 84); Passeio a Cascais - Regresso - Música (Mç. 86); Passeio Maria Pia (Mç. 87); Pescadores (Mç. 88); Porto de Abrigo em Cascais (Mç. 89); Praias de Cascais (Mç. 90); Regatas (Mç. 91); Regimento de Infantaria 19 (Mç. 92); República, Festas de aniversário da proclamação em Carcavelos (Mç. 93); Roquete, José Inácio - Cónego (Mç. 120); Ruínas romanas perto de Cascais (Mç. 94); Saneamento de Cascais (Mç. 95); Santos, Alfredo Elviro dos - Monsenhor (Mç. 111); Santos, Maria da Assunção Auta dos - D. (Mç. 126); Segurado, Margarida Apolónia Aguiar - D., esposa do notário de Cascais, Joaquim Teotónio Segurado (Mç. 125); Senhora do Cabo (Mç. 58); Silva, Francisco Joaquim da Costa e Ferreira, José Carlos Mardel (Mçs. 114-115); Sociedade Filarmónica da Vila de Cascais (Mç. 97); Sociedade Musical de Cascais (Mç. 96); Sociedade Recreativa Cascaense, Hino da (Mç. 98); Sport em Cascais, Prova de (Mç. 100); Sporting Club de Cascais (Mç. 99); Teatro Gil Vicente (Mç. 101); Telefone, Estação (Mç. 103); Telégrafo de tabuinhas (Mç. 102 B); Termas - Estabelecimento Termal Hidroterapêutico do Estoril (Mç. 102 A); Tesoureiro do concelho de Cascais - Caderno para se assentarem os rendimentos que receber no ano económico de 1844 a 1845 (Mç. 104); Touros e Touradas, Praça de (Nota: Roubado em 1945-12-08 - Mç. 105); Várias notícias de Cascais (Mç. 128); Viana, Manuel Vieira de Araújo - Comendador (Mç. 123); Vila Marocas, Leilão (Mç. 106); Viscondes da Luz (Mç. 127); Volante, Francisco - Padre, pároco de Cascais, insigne em recortar papel (Mç. 116)
Justino da Silva Santos, em criança, com a irmã Fernanda da Silva Santos.
Estabelecimento de Manuel Ferreira dos Santos
Estabelecimento de Adelino Manuel Ferreira dos Santos
Justino da Silva Santos, em criança, à porta da Casa Africana.
Justino da Silva Santos, em criança, à porta da Casa Africana.
Justino Ferreira dos Santos a subir com o seu carro o escadório do Santuário de La Salette.
Justino Ferreira dos Santos a descer com o seu carro o escadório do Santuário de La Salette.
A coleção é constituída por 9 secções: Cascais e Guincho; Monte Estoril; S. João do Estoril; Parede; Carcavelos; S. Domingos de Rana; S. Pedro do Estoril; Estoril e Alcabideche. A coleção comporta digitalizações de bilhetes-postais ilustrados, fotografias e outros documentos acerca do concelho de Cascais
Contém uma informação de António Santos [?] remetida de local não identificado para António Lino Neto.
Contém uma carta de Machado Santos, remetida de Lisboa para António Lino Neto.
Imagens da exposição dos Santos Populares que se realizou no edifício de acolhimento do Santuário a Cristo Rei, no âmbito das celebrações dos dias associados a estes santos.
Contém uma carta do padre António [?] Santos, remetida de [Ponte da Barca] para António Lino Neto.
Contém uma carta do padre Santos Farinha, remetida de local não identificado para António Lino Neto.
Justino Mateiro dos Santos (à esquerda) e Justino Ramiro Mateiro dos Santos no Parque de La Salette.
Contém uma carta de João Pinto Rodrigues dos Santos, remetida de Lisboa para António Lino Neto.
O Mosteiro de Santos-o-Novo de Lisboa era feminino e pertencia à Ordem de Santiago. Era também conhecido por Convento das Comendadeiras de Santos, Comendadeiras da Ordem de Santiago da Espada, Convento de Santos-o-Novo. Foi uma refundação da casa e herdade que o rei D. Afonso Henriques, inicialmente, erigira em memória dos Santos Mártires de Lisboa, os beatos Veríssimo, Máxima e Júlia, irmãos martirizados entre o ano 300 e 400, sepultados nesse lugar que se veio a chamar de Santos. Em 1194, o rei D. Sancho I doou a casa à Ordem de Santiago, para que edificasse aí um mosteiro de freires clérigos. Em 1207, a Ordem de Santiago instalou-se com algum freires professos para a organização do culto divino. Em 1221, o rei D. Afonso II aí estabeleceu um aniversário por sua alma. Em 1233, as freiras da Ordem de Santiago mudaram-se da casa de Arruda dos Vinhos, para a de Santos, dando origem a uma comunidade dúplice. Na década de 1260, o mosteiro passou a ser apenas feminino, foi dotado dos rendimentos necessários a 12 freiras. O mosteiro das Comendadeiras da Ordem de Santiago era, inicialmente, destinado às mulheres, filhas e viúvas dos freires da Ordem de Santiago. Depois de diversas vicissitudes, o Mosteiro de Santos-o-Novo foi mandado construir por D. João II, dadas as pequenas dimensões do Mosteiro de Santos-o-Velho. Em 1360, em 6 de Agosto, o Mosteiro tomou posse do senhorio da vila de Aveiras de Cima e de Vale Paraíso. Em 1565, por bula do papa Paulo II, a jurisdição e apresentação da igreja de Aveiras foram unidas ao Mosteiro. D. Sebastião determinou a forma da visitação do Mosteiro de Santos-o-Novo. Em 1579, em 24 de Novembro, recebeu regimento do rei D. Henrique. Em 1580, em 23 de Janeiro, a comenda de Canha, que pertencia à Mesa Mestral da Ordem de Santiago, foi anexada ao Mosteiro de Santos-o-Novo. Após a extinção das Ordens religiosas as comendadeiras mantiveram-se no mosteiro. Em 1895, o mosteiro foi formalmente extinto, ainda que a última freira fosse viva. Localização / freguesia: Penha de França (Lisboa, Lisboa)
Penhora a Miguel Rodrigues dos Santos, fiador de Ricardo Xavier de Gouveia.
Citação feita a João Inácio dos Santos para despejo das casas da rua do Ouro.
Recibos da capela instituída por António dos Santos Pinto, património do padre António José Fustigueiras.
Recibos da capela Instituída por Manuel dos Santos Pinto, património do padre Manuel Nunes Maltez.
Recibos relativos ao vencimento auferido pelo padre António José dos Santos.
Contém um cartão de Joaquim dos Santos Abranches, remetido de Lisboa (Rua do Quelhas) para António Lino Neto.
Documentação produzida por Maria Amélia de Lemos Macedo Santos no contexto do desenvolvimento das suas funções de dirigente da Juventude e Liga Femininas da Ação Católica Portuguesa. Contém correspondência, apontamentos manuscritos, preparação e notas de reuniões e de palestras, alfinete de peito com a divisa da Ação Católica Portuguesa: "Cor Unum et Anima Una", álbum fotográfico sobre a Juventude Estudantil Católica Feminina no Colégio de Nossa Senhora do Rosário, no Porto, diploma ornamentado manualmente de agradecimento oferecido pelas raparigas da Juventude Católica Feminina e caderno com a cópia manuscrita das Regras da Companhia de Jesus. Além desta documentação contém: LIVROS E BROCHURAS: BAYART, Pierre – L´Action Catholique Spécialisée. Paris: Desclée, 1935; CAPELLE, A. (Président générale de la JACF) – Un coup d´oeil sur la JACF. Bruxelas: Edições da JACF, 1936; CIVARDI, Luis (Mons.) – Manual de Acção Católica. A Prática. Trad. Aires Ferreira., vol. II. Porto: União Gráfica, 1936; CIVARDI, Luis (Mons.) – Manual de Acção Católica. A Teoria. Trad. Aires Ferreira., vol. I. Lisboa: União Gráfica, 1934; FÉLIX, José Maria – A Acção Católica Portuguesa. Nascimento e Primeiros Passos. Vila Nova de Famalicão: Minerva, 1937; FONTENELLE (Mons.) – Breve Catecismo da Acção Católica. Viseu: Tipografia do Jornal da Beira. [s.d.]; GOMES, Avelino (Mons.) – Dez anos de Acção Católica. Lisboa: Editorial Império, 1945; GONÇALVES, Avelino (Mons.) – Primeira Decenal da Acção Católica Portuguesa. Apóstolos dos Nossos Dias. vol. II. Coimbra: Casa do Castelo, 1945; JUVENTUDE CATÓLICA FEMININA (JCF) – Estatuto. Lisboa: Secretariado Geral da JCF, 1934; LEITE, Fernando (S.J.) – Pe. Sebastião Pinto da Rocha. Braga: Oficinas Gráficas Barbosa e Xavier, 1976; LEITE, Serafim – Dirigentes. Responsabilidade e Influência. Lisboa: Secretariado de Imprensa e Propaganda da JCF, 1937; LELOTTE, F. (S.J.) – Para Realizar a Acção Católica. Princípios e Métodos. Lisboa: S.E.T, 1949; LIGA DE ACÇÃO SOCIAL CHRISTÃ – Assembleia Geral da Liga de Acção Social Christã sob a Presidência de Sua Eminência o Senhor Cardeal Patriarcha. Lisboa: Typografia Adolpho de Mendonça, 1923; LIGA DE ACÇÃO SOCIAL CHRISTÃ – Assembleia Geral da Liga de Acção Social Christã sob a Presidência de S. Ex. Rev.ma o Senhor Núncio Apostólico. Lisboa: Typografia Adolpho de Mendonça, 1925; LIGA DE ACÇÃO SOCIAL CRISTÃ – Estatutos. Lisboa: Typographia do Annuario Commercial, 1908; LIGA DE ACÇÃO SOCIAL CRISTÃ - Um Brado Patriótico. Deveres Sociaes dos Catholicos. Lisboa: Liga da Acção Social Christã, 1909; RAYMOND, R.P. FR. V. (O.P.) – Guia dos Nervosos e dos Escrupulosos (vade-mecum de todos os que sofrem e vêem sofrer). Lisboa: União Gráfica, 1935; ROCHA, Maria da Conceição Pinto da – Circulares Mensais da Fundadora das Irmãs Reparadoras Missionárias da Sta. Face (1940 a 1946). [s.l.], [s.n.], [1946]; ULRICH, Maria – Uma figura, um sorriso, uma época: Júlia Guedes. [Cascais]: [s.n.], [s.d.]; PERIÓDICOS: ACÇÃO CATÓLICA PORTUGUESA – A Juventude. Boletim da Juventude Católica Feminina. N.ºs 1-9. Lisboa: Escola Gráfica; ACÇÃO CATÓLICA PORTUGUESA – Alleluia. Órgão mensal da Liga Independente Católica Feminina. nºs 93 e 122 . Cascais: Tipografia Cardim, 1960; ACÇÃO CATÓLICA PORTUGUESA – Raio de Luz. Ano XIV, nºs 152, 174, 176, 177, 192, 193 e 194. Lisboa: Escola Tipográfica das Oficinas de S. José, 1927; CONGRÉGATIONS D´ACTION HOSPITALIÈRE ET SOCIALE – La religieuse d´action hospitalière et sociale. Bulletin Mensuel d´information. N.º 80. Paris: Secrétariat National des Oeuvres Catholiques Sanitaires et Sociales, março de 1954; JUVENTUDE CATÓLICA FEMININA – Mensageiro do Coração de Jesus. Ano LXXIV, nº 8, Agosto 1956, acompanhado de nota manuscrita com referência à morte de Maria da Piedade Lemos Macedo Santos; Juventude Católica Feminina. Lisboa, junho de 1932; Novidades. Lisboa: União Gráfica, 1 de março de 1948, pp. 1-2, 7-8 [Assembleia da Juventude Católica Portuguesa na Sociedade de Geografia]; Novidades. Lisboa: União Gráfica, 18 de maio de 1934, pp. 1-6 [O I Congresso da Juventude Católica Feminina]; Stella. Revista Mensal da Mulher Católica Portuguesa. nº 135 e 136. Lisboa: Neogravura, março de 1948.
(Porto) Agradecimento pela oferta de um trabalho. "A. Santos da Cunha. Advogado".
[s.l.] Agradecimento pelo cartão de boas festas. Timbre: "Prof. Dr. L. A. Duarte-Santos. Psiquiatria".
(Porto) Recusa do convite para o III Congresso da União Nacional. "A. Santos da Cunha. Advogado".
(Luanda) Felicitações pelo nascimento de mais um neto. Timbre: "J. F. Martins dos Santos. Despachante Oficial."
(Luanda) Votos de feliz Natal. Timbre: "J. F. Martins dos Santos. Despachante Oficial".
Acidente de viação em Lações. Justino da Silva Santos aos 7 anos (à esquerda).
Capela instituída por Manuel dos Santos Pinto, administrada pela Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de São Nicolau.
Joaquim dos Santos Figueiredo escreve carta aos membros da Igreja Lusitana sobre convocação da Comissão Permanente.
"Legado de terras e olivais que José dos Santos Rodrigues deixou em seu testamento". Inclui um "Auto de posse de 1803"; "Escritura de arrendamento"; "Sentença a favor dos herdeiros de José dos Santos Rodrigues contra a irmandade"; escrituras de quitação com os herdeiros de José dos Santos Rodrigues.
Brochura constituída por documentação relativa a um empréstimo concedido a José dos Santos. Para tal, o suplicante hipotecou umas casas sitas no Lugar da Pena, Freguesia de Cedofeita. Alguns elementos identificativos do suplicante: José dos Santos – filho legítimo e único de José dos Santos e Antónia Maria e casado com Catarina Joaquina.
Joaquim dos Santos Figueiredo escreve carta a André Cassels sobre o memorial a enviar a Lambeth.
Penhora a José dos Santos, fiador de Luís Vieira, a quem foi proposto o pagamento da quantia de 1$978 réis.
«A Defesa» (ano XXXIV, n.º 1143) - Vários artigos sobre a vida e obra de D. Manuel Mendes da Conceição Santos.
(Porto) Envio de um memorial, pedindo a proteção de um seu protegido. "A. Santos da Cunha. Advogado".
(Luanda) Referências ao impacto do início da guerra em Angola. Timbre: "J. F. Martins dos Santos. Despachante Oficial".
(Coimbra) Agradecimento pela oferta de um trabalho. Timbre: "L. A. Duarte-Santos. Professor Catedrático da Faculdade de Medicina".
(Évora) Agradecimento pela oferta de trabalhos. Timbre: "José Joaquim dos Santos Andrade Porto. Conservador do Registo Predial".
Ordens de pagamento e recibos relativos ao vencimento auferido pelo padre José Félix Venâncio dos Santos Meireles.
Verba de redução da capela instituída por Manuel dos Santos Pinto, administrada pela Irmandade do Santíssimo Sacramento.
Contém um bilhete-postal do padre Domingos Maurício Gomes dos Santos, director da Revista «Brotéria», remetido de Lisboa para António Lino Neto.
Original do recorte de imprensa "Joaquim Coelho dos Santos!", de Luís Alberto Ferreira, publicado no Jornal de Notícias de 5 de dezembro de 1995, contendo uma referência a Abel Varzim.
Joaquim dos Santos Figueiredo escreve a André Cassels com as suas razões para o não envio do memorial a Lambeth.
Carta de Joaquim dos Santos Figueiredo a Diogo Cassels sobre as suas discordâncias acerca do memorial a enviar a Lambeth.
«Novidades» (ano LXIV, n.º 17449, p. 2 e p. 4) - Artigo de António Lino Neto sobre a celebração das Bodas de Ouro Sacerdotais de D. Manuel Mendes da Conceição Santos, arcebispo de Évora. Inclui outros artigos dos jornais «A Defesa» e «A Guarda», homenageando a vida e a obra de D. Manuel da Conceição Santos.
Maço constituído por documentação relativa a um empréstimo concedido a António Joaquim dos Santos. Para tal, o suplicante hipotecou umas moradas de casas com quintal sitas no Lugar das Regadas, Freguesia de Santa Marinha de Vila Nova de Gaia. Alguns elementos identificativos do suplicante: António Joaquim dos Santos – morador no Lugar das Regadas, Freguesia de Santa Marinha, Vila Nova de Gaia.
«O Distrito de Portalegre» (ano 72, n.º 4408) - Diversos artigos sobre a vida, a personalidade e a obra de D. Manuel Mendes da Conceição Santos.
Cartão de António dos Santos Malça Correia para Guilherme Braga da Cruz a remeter a entrevista que fez a António de Oliveira Salazar.
Recibo passado pelo tesoureiro do Hospital Real de Todos os Santos por despesa paga por António Alves de Aguiar, procurador da Irmandade de Nossa Senhora da Oliveira.
Penhora feita a João Inácio dos Santos.
Texto datilografado de Susan Lowndes acerca da morte de Artur dos Santos, administrador de Ourém que prendeu os pastorinhos de Fátima; viagens da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima. Dois exemplares do mesmo texto.
«Novidades» - Considerações sobre a importância das missões religiosas dos mártires de Marrocos na História de Portugal. Inclui outro recorte, com artigo do padre Manuel Marques, publicado em jornal não identificado, sobre a devoção do povo aos Santos Mártires.
Contém cartões de [D. Manuel dos Santos Rocha], bispo de Priene [entre 1949 e 1956], remetido de locais não identificados para António Lino Neto. Predominam as mensagens de agradecimento e de envio de votos de boas festas.
«A Defesa» (ano XXXV, n.º 1858, p.1 e p. 8) - Nomeação de uma Comissão encarregada de preparar as homenagens a D. Manuel Mendes da Conceição Santos, entre as quais a erecção de uma estátua na cidade de Évora. 405 Inclui a publicação de duas notas manuscritas de D. Manuel Mendes da Conceição Santos, arcebispo de Évora, sobre a Escola Infantil da Imaculada Conceição.
(Fornos de Algodres) - Relato de uma viagem efectuada pelo remetente. Referência à passagem pela Guarda e ao encontro com Mendes dos Santos.
[s.l.] Informação sobre a sua situação familiar. Timbre: "Manuel dos Santos Freitas. (Bacharel em Direito) Prof. Director da Escola Comercial de Abrantes".
(Lisboa) Felicitações pela decisão do Tribunal Internacional de Justiça de Haia. Timbre: "José Beleza dos Santos. Professor da Faculdade de Direito de Coimbra".
[s.l.] Agradecimento pela oferta da "Exposição enviada pelo Senado Universitário de Coimbra ao Senado Universitário de Lisboa". Timbre: "Alfredo Rodrigues Santos Júnior. Deputado à Assembleia Nacional".
[s.l.] Felicitações pelo discurso na cerimónia de abertura solene das aulas da Universidade de Coimbra. Timbre: "Manuel dos Santos Silva. Inspector do I. Assistência aos Leprosos".
(Luanda) Comunicação do sentimento das gentes de Angola de que "o momento de ação" chegou. Timbre: "J. F. Martins dos Santos. Despachante Oficial".
[s.l.] Felicitação pela eleição para a Academia de Ciências de Lisboa. Timbre: "Luciano dos Santos Patrão. Juiz de Direito em Comissão nos Tribunais do Trabalho".
(Lourenço Marques) Agradecimento pela oferta da obra "O movimento abolicionista e a abolição da pena de morte em Portugal". Timbre: "António de Almeida Santos. Advogado".
(Lobito) Pedido de intervenção para a colocação de uma sobrinha da sua esposa nos serviços administrativos dos Postos Médicos. Timbre: "Joaquim de Jesus Santos. Advogado".
(Lourenço Marques) Considerações sobre a morte de D. Sebastião Soares de Resende. Timbre: "António de Almeida Santos. João Manuel Montalvão Martins. Advogados".
(Coimbra) Manifestação de satisfação pelo facto de o processo de "saneamento" de Guilherme Braga da Cruz ter sido arquivado. Timbre: "Santos Bessa. Doenças das Crianças".
Recibos da capela instituída por Manuel dos Santos Pinto, sendo beneficiado o tesoureiro da Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de São Nicolau, Manuel José Tavares.
Cópia parcial da coluna "Impressões de França - VI - Ainda há santos no meio de nós", de Abel Varzim, publicada no Novidades de 9 de outubro de 1946.
Cópia da coluna "Impressões de França - VI - Ainda há santos no meio de nós", de Abel Varzim, publicada no Novidades de 9 de outubro de 1946.
(Lisboa) Informa que Aniceto Vieira Martins será chamado para prestar provas durante o ano corrente. Timbre: "A. H. Gomes dos Santos. Advogado".
Transcrição da coluna "Impressões de França - VI - Ainda há santos no meio de nós", de Abel Varzim, publicada no Novidades de 9 de outubro de 1946.
Santiago, Avelino José / Santos, Virgolino José dos
Abel Cipriano dos Santos / Guilherme Ferreira Kimpel
Santos, Isaura Amélia dos / Soares, Joaquim Machado
Original do recorte de imprensa "A cidade e o homem - Horácio Santos", de Teodomiro Neto, publicado no Folha do Domingo de 7 de outubro de 2005, contendo uma referência a Abel Varzim.
Conjunto de postais e pagelas de santos e beatos da devoção do P. Sebastião. Inclui documentos relativos a Santa Margarida Alaquoque, Santa Teresinha do Menino Jesus e P. Cruz.
Cópia do artigo "Dr. Américo Maio dos Santos Graça - I", de Jorge Barbosa, publicado no Póvoa Semanário de 28 de março de 2002, página 15, acerca do percurso de Abel Varzim na instrução primária.
Original da entrevista "Memórias do meu século - Luís Santos", publicada n'O Jogo de 5 de dezembro de 1999, contendo o recorte "Fui contabilista do Padre Abel Varzim na editora 'O Trabalhador', depois de estudar nos Inválidos do Comércio".
A Junta Paroquial da igreja de S. João Evangelista envia carta a Joaquim dos Santos Figueiredo a propor Agostinho Arbiol como pregador licenciado.
A Junta Paroquial da igreja de S. João Evangelista envia carta a Joaquim dos Santos Figueiredo sobre a proposta de Agostinho Arbiol acerca das ordens de presbítero.