Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for santos and 161,748 records were found.

A coleção foi doada ao Museu-Biblioteca do Conde de Castro Guimarães, em Cascais, por Monsenhor Elviro dos Santos, vindo, depois, a ser transferido para o AHMCSC
A coleção foi depositada digitalmente pelo Sr. José Santos Fernandes, na sequência de contrato estabelecido com a Câmara Municipal de Cascais, através do AHMCSC, ao abrigo do Programa de Recuperação de Arquivos e Documentos de Interesse Municipal (PRADIM)
O Mosteiro de Santos-o-Novo foi mandado construir por D. João II, dadas as pequenas dimensões do Mosteiro de Santos-o-Velho, cuja origem remonta aos finais do século XIII. O mosteiro das Comendadeiras da Ordem de Santiago era, inicialmente, destinado às mulheres, filhas e viúvas dos freires da Ordem. Em 1360, em 6 de Agosto, o Mosteiro tomou posse do senhorio da vila de Aveiras de Cima e de Vale Paraíso. Em 1565, por bula do papa Paulo II, a jurisdição e apresentação da igreja de Aveiras foram unidas ao Mosteiro. D. Sebastião determinou a forma da visitação do Mosteiro de Santos-o-Novo. Em 1579, em 24 de Novembro, recebeu regimento do rei D. Henrique. Em 1580, em 23 de Janeiro, a comenda de Canha, que pertencia à Mesa Mestral da Ordem de Santiago, foi anexada ao Mosteiro de Santos-o-Novo. Após a extinção das Ordens religiosas as comendadeiras mantiveram-se no Mosteiro.
Ofício da Clínica Geral Dr. Bento dos Santos Silva dirigido à Câmara Municipal de Albufeira no âmbito da informação de que a doente Maria da Conceição tinha necessidade de lhe ser feita uma radiografia ao tórax.
Joaquim dos Santos Figueiredo escreve a André Cassels com as suas razões para o não envio do memorial a Lambeth.
Carta de Joaquim dos Santos Figueiredo a Diogo Cassels sobre as suas discordâncias acerca do memorial a enviar a Lambeth.
Fernando Almeida dos Santos nasceu em 19/09/1974 em França. Foi batizado a 10 de agosto de 1975 e confirmado a 18 de maio de 1992. Concluiu o 12º ano em 1995, no mesmo ano viveu um período de discernimento vocacional na comunidade ecuménica de Taizé, estagiou durante 6 meses na comunidade de L'Arche, onde partilhou a sua vida com outros estagiários de diferentes confissões religiosas no serviço dos irmãos com deficiências mentais. Entre 1996 e 2000 frequentou o curso superior de Teologia no Instituto Superior de Teologia de Évora. Após um período de deserto espiritual, reencontrou-se na paróquia Lusitana da Sagrada Família. Percurso religioso: - Recebido oficialmente na Igreja Lusitana em 2004 - Instítuido Leitor a 16/04/2005 - Ordenado diácono em 22/07/2006 - Ordenado presbítero em 21/06/2008 Atualmente é coadjutor da Paróquia da Sagrada Família e responsável pela Missão da Santíssima Trindade, em Lisboa
A Junta Paroquial da igreja de S. João Evangelista envia carta a Joaquim dos Santos Figueiredo a propor Agostinho Arbiol como pregador licenciado.
A Junta Paroquial da igreja de S. João Evangelista envia carta a Joaquim dos Santos Figueiredo sobre a proposta de Agostinho Arbiol acerca das ordens de presbítero.
O Presidente da Junta Paroquial de S. João Evangelista envia carta a Joaquim dos Santos Figueiredo, Bispo-Eleito, sobre acta da Assembleia Eleitoral.
Joaquim dos Santos Figueiredo foi um clérigo católico romano que em 1898 aderiu à Igreja Lusitana. Percurso religioso: - Em 1922 o Sínodo elege-o bispo da Igreja Lusitana, tornando-se no primeiro bispo não sagrado. Foi um dos presbíteros mais prestigiados da Igreja e presidente do Sínodo, sendo o primeiro bispo não eleito da Igreja Lusitana. dirigiu o Colégio Lusitano (anexo à igreja de S. Paulo, em Lisboa), onde foi também presbítero.
REcibos de honorários de professores: professores Teófilo Santos, Josué Ferreira.
Caderno de registos dos benfeitores da Escola do Torne, exportadores de vinho do Porto. Elaborado pelo ex-aluno da escola Custódio dos Santos. Tem indicação do nome do benfeitor, morada, donativo e prenda (garrafas de vinho do Porto).
Documento
Cópias de cartas de Joaquim dos Santos Figueiredo, presidente do Sínodo, sobre o memorial a enviar a Lambeth.
Desconhece-se a história administrativa desta casa fotográfica que funcionou em Lisboa, na Rua das Amoreiras, 169-2ºD. No entanto, existe informação que João Santos de Almeida terá executado trabalhos para o Secretariado Nacional de Informação, Cultura Popular e Turismo.
SANTOS, José Manuel dos Santos dos
Documentação característica de Processos Individuais de Pessoal, referente a concursos, contratos, informação pessoal civil e fiscal, evolução profissional, classificação de serviço, assiduidade, requerimentos, etc.
GONÇALVES, Adriano dos Santos
SANTOS, Adriano Manuel Almeida
FERREIRA, Alexandre Manuel Santos
SANTOS, Cláudia Maria Vieiros
SANTOS, Cláudia Margarida dos
PEDROSA, Filipe Manuel Santos
SANTOS, Cristiana Raquel Aragão
SANTOS, Helena Amélia Correia
SANTOS, Cláudio Araújo Monteiro
SANTOS, António Joaquim Amorim
SANTOS, David Emanuel Fonseca
FERREIRA, José Manuel Santos
SANTOS, Fernando José César
SANTOS, Carla Alexandra Correia
GONÇALVES, Carlos Alberto Santos
SANTOS, Filipa Monteiro Campinas
SANTOS, Jorge Armando Teixeira
OLIVEIRA, Liliana Renata Santos
SANTOS, Liliana Alexandre dos
SANTOS, José Adelino Queirós