Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for pedro and 191,376 records were found.

A documentação reflete a atividade do Sr. Pedro Melo e Alvim no domínio da sua atividade. O fundo é constituído por 3 secções: Vida pessoal; Vida profissional e académica e Textos e desenhos; e por 14 séries: Correspondência recebida e expedida (1924-1997); Documentos pessoais (1929-1997); Fotografias (1954-1990); Cartazes (1961-1989); Caricaturas (1950-1960); Apontamentos (1978-1987); Trabalhos e testes (1970-1986); Planos de estudos (1995-1997); Textos assinados (1948-1995); Recortes de textos publicados (1968-1990); Textos não assinados (1955-1989); Textos de outros autores (1959-1990); Obra editada (1970-1976) e Desenhos (1981-1987)
Trabalhos orientados por Pedro Loff na Santa Casa da Misericórdia de Sintra.
A documentação reflete a atividade da Confraria de Nossa Senhora dos Prazeres e S. Pedro Gonçalves Telmo no domínio das funções definidas por alvará. O fundo é constituído por 3 documentos: Alvará (1682); Registo diário da despesa de Tomás Gomes na obra da igreja (1792) e Relação de irmãos e de resultados de eleições da Irmandade de S. Pedro Gonçalves (1845)
[Trabalhos orientados por Pedro Loff na Santa Casa da Misericórdia de Sintra; Centro Regional de Segurança Social de Lisboa; Memorando de avaliação dos projectos de luta contra a pobreza e a exclusão].
(Almada) Resposta a duas cartas do P. Sebastião (7 de março e 16 de abril, que não constam) recebidas juntamente. O texto está estruturado em dez parágrafos. Nos seis primeiros o cónego Gonçalves Pedro discrimina e acata as atribuições conferidas ao Secretariado Nacional do Monumento a Cristo Rei pelo cardeal-patriarca e aborda a possibilidade da renovação da consagração nacional no dia 17 de maio próximo. Nos quatro últimos parágrafos, afirma que o Santuário não tem por enquanto quem possa encarregar-se de editar uma publicação mensal, que não tem um capelão exclusivamente dedicado ao Monumento e que em vista das atribuições acima referidas cumpre definir com precisão as relações entre o Secretariado e a Reitoria do Santuário.
A Colegiada de São Pedro de Coimbra pertenceu ao bispado de Coimbra.
Contém uma carta de Pedro Araújo, remetida de Lisboa para António Lino Neto.
Esta fonte contém os termos de eleição dos oficiais da Confraria de São Pedro ad Vincula e também os termos de admissão de Irmãos da mesma. No fl. 1 encontra-se o registo da eleição dos oficiais fundadores da Confraria, datado de 1654-08-01.
Contém uma carta de Pedro de Castro, remetida de Lisboa para António Lino Neto.
Contém uma carta de Pedro José da Cunha, remetida de Lisboa para António Lino Neto.
Documento
(Lisboa) Questão acerca da viabilidade de se reunirem. Timbre: "Prof. Doutor Pedro Soares Martínez".
Livro misto pertencente à Confraria dos Clérigos de São Pedro ad Vincula, constituído por duas partes distintas. A primeira parte, até ao fl. 7v., é composta por róis de receita da Irmandade, relativos aos anos económicos de 1659-1660, 1660-1661, 1662-1663, 1663-1664 e 1667-1668. Os róis de receita contêm a listagem das fontes de rendimento - oriundas da cobrança de multas devido a faltas dos Irmãos a ofícios, festas e celebrações; esmolas doadas à Irmandade; pagamento da jóia de entrada por parte de novos Irmãos; pagamento de anuais; composição de Irmãos; cobrança de dívidas; entre outros -, o valor recebido e a assinatura do Escrivão e Juiz da Irmandade. A segunda parte do livro, entre os fls. 76 a 81, é composta por uma lista dos «Reverendos Irmãos de São Pedro Ad vincula», organizada pela ordem de entrada (do n.º 1 ao n.º 243); o respectivo nome de cada Irmão; assim como informações adicionais, relativas à data de falecimento, à data de admissão na Irmandade e ao afastamento da mesma (ex.: «riscado»). A fl. 8 encontra-se um termo da sessão da Mesa e Junta Geral da Confraria de 1672-09-29, na qual foi deliberada a atribuição de uma esmola para socorrer o Padre Manuel da Silva, Irmão da confraria. Esta fonte contém termo de encerramento (fl. 88v.).
A Colegiada de São Pedro e Santiago de Óbidos pertenceu, sucessivamente, ao bispado, arcebispado e patriarcado de Lisboa.
Recortes de jornal com artigos da autoria de Martim Machado de Faria e Maya acerca de Pedro Teotónio Pereira.
Sentença crime apresentada a favor do reverendo Pedro de Oliveiras Famel e prior de São Nicolau.
(Lisboa) Agradecimento pela oferta de trabalhos. Timbre: "Prof. Doutor Pedro Soares Martínez. Advogado".
(Lisboa) Felicitação pela eleição para a Academia de Ciências de Lisboa. Timbre: "Pedro Correia Marques. Jornalista".
Documentos de ordenação de Elias José dos Santos: cópia de certidão de batismo; Siquis; carta testemunhal; declaração formal de crença nas sagradas escrituras; atestado e proposta da junta paroquial da Igreja de S. Pedro.
Pedidos de autorização para contrair empréstimos, feitos pela Câmara Municipal de São Pedro do Sul ao Ministério das Finanças.
Contém um cartão [D. José Pedro da Silva], bispo de Tiava entre [1955 e 1965], remetido de local não identificado para António Lino Neto.
(Lisboa) Convite para um jantar de amigos em sua casa. Timbre: "Prof. Doutor Pedro Soares Martínez. Advogado".
Sentença de Pedro de Oliveiras Famel, prior de São Nicolau, "contra o procurador e irmãos da Vitória".
(Lisboa) Considerações acerca da sua conceção institucionalista da vida social e do direito. Timbre: "Prof. Doutor Pedro Soares Martínez. Advogado".
Livro de registo de casamentos das Igrejas de S. Paulo, Igreja de Jesus e Igreja de S. Pedro.
Contém cartas de José Pedro Martins, embaixador de Portugal na Santa Sé, remetidas de Roma, Curia e Lisboa para António Lino Neto, com considerações sobre assuntos de cariz político e um pedido relacionado com o “Anuário Católico de 1923”.
Contém uma carta e um bilhete-postal de Pedro Correia Marques, remetidos de [Lisboa] e de local não identificado para António Lino Neto, com um pedido e a apresentação de terceiro.
Carta a remeter programa e estatutos do Instituto de Filosofia "Pedro da Fonseca" e convite para a comemoração do 25º aniversário da fundação.
(Porto) Informa que estará em Coimbra para se encontrar com Marcello Caetano. Timbre: "António Pedro Pinto de Mesquita. Advogado".
Texto datilografado de Susan Lowndes acerca da morte de Manuel Pedro Marto, pai de Francisco Marto e Jacinta Marto; celebração de casamentos na Capelinha das Aparições; reconstrução da igreja paroquial de Fátima. Dois exemplares do mesmo texto.
Contém um cartão de [Pedro Tovar de Lemos, 2.º] Conde de Tovar, remetido de local não identificado para António Lino Neto.
«Diário de Lisboa» - Informação sobre o falecimento do dr. Pedro Martins, incluindo uma nota biográfica e a reprodução de um retrato.
(Lisboa) Felicitações pelo discurso na cerimónia de abertura solene das aulas da Universidade de Coimbra. Timbre: "Prof. Pedro Soares Martínez. Advogado".
(Lisboa) Agradecimento pela oferta da "Homenagem ao Prof. Doutor Luís de Cabral Moncada na sua jubilação universitária". Timbre: "Prof. Doutor Pedro Soares Martínez. Advogado".
Trata-se do empréstimo de 500 contos destinado a obras de ampliação e melhoramento nas Termas de São Pedro do Sul. Foi autorizado por despacho ministerial de 12 de Janeiro de 1929. O pedido inicial montava a 800 contos.
Trata-se do empréstimo de 250 contos destinado ao abastecimento de água à vila de São Pedro do Sul. Foi autorizado por portaria de 19 de Dezembro de 1961.
Sentença cível "em caso de agravo de petição passada a favor de Pedro Gavim, e seu sogro Sebastião Fernandes, contra os juízes do ofício de confeiteiro" da Irmandade de Nossa Senhora da Oliveira.
Cópia do recorte de imprensa "Pedro Roseta - o prazer do debate", de Manuel Halpern, publicado no Jornal de Letras de 17 de abril de 2002, páginas 6 e 7, contendo referência a Abel Varzim.
(São Paulo) Cartão de apresentação de frei Benjamim [?]. Timbre: "José Pedro Galvão de Sousa. Catedrático da Faculdade Paulista de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo".
Auto de diligência para penhora nos bens de Pedro Moreira de Faria por dívida de 52.800 réis da renda das casas na rua Direita dos Anjos.
Cópia da sentença de José Pedro da Maia contra a irmandade, herdeiro do padre Vital de Araújo, capelão da capela de Francisco Rodrigues Lisboa.
(Lisboa) Felicitação pela eleição para a Academia de Ciências de Lisboa. Timbre: "Pedro de Camões Tavares. Professor do Liceu de Camões".
[s.l.] Agradecimento pela sua colocação no Destacamento Sanitário de Lourenço Marques. Timbre: "José Pedro Belo Soares. Médico. Assistente da Faculdade de Medicina de Coimbra".
(São Paulo) Comunicação da sua disponibilidade para proferir conferências em Coimbra. Timbre: "Pedro José Galvão de Sousa. Catedrático da Faculdade Paulista de Direito".
[s.l.] Comunica que a sua pretensão está bem encaminhada junto de [?] Martinez. Timbre: "José Pedro Belo Soares. Médico. Assistente da Faculdade de Medicina de Coimbra".
Contenda entre o prior Pedro de d' Oliveira Famel e o padre Manuel Toscano sobre a posse do benefício que renunciou o padre António Jorge Bulhão.
[s.l.] Pedido de intervenção para a sua nomeação como médico do banco. Timbre: "José Pedro Belo Soares. Médico. Assistente da Faculdade de Medicina de Coimbra".
A Igreja Colegiada de São Pedro de Alfama de Lisboa pertenceu ao distrito eclesiástico de Lisboa e sucessivamente, ao bispado, arcebispado e patriarcado de Lisboa.
(Lisboa) Agradecimento pela oferta das obras "O direito subsidiário na história do direito português" e "O movimento abolicionista e a abolição da pena de morte em Portugal". Timbre: "João Pedro Falcão. Advogado".
Livro constituído por certidões de missas rezadas em cumprimento do Legado do Irmão Pedro Soares de Vasconcelos (Reverendo e Ex-Presidente da Irmandade dos Clérigos do Porto). Esta fonte contém termos de abertura (fólio inicial) e encerramento (fólio 99v).
Autos do processo relativo aos "crimes" envolvendo o reverendo Pedro de Oliveiras Famel, prior da Igreja de São Nicolau e o Padre André Lopes Jerónimo da mesma igreja.
Livro constituído por assentos relativos à administração do legado instituído na Irmandade por Pedro Gomes de Matos. Dos vários registos, destacamos as certidões de missas rezadas no âmbito do cumprimento do referido legado (1831-02-15 a 1832-02-15). Esta fonte contém termos de abertura (fólio inicial) e encerramento (fólio não numerado).
Série constituída por registos relacionados com a administração e o funcionamento da Confraria dos Clérigos de São Pedro ad Vincula: assentos relativos a decisões administrativas; róis de Irmãos; termos de admissão de Irmãos; assentos de composição com os ausentes; assentos de óbito dos Irmãos; guias dos Zeladores no momento de chamar os Irmãos a desempenhar funções no âmbito da Irmandade; termos de eleição dos oficiais; registos discriminados das receitas e das despesas; entre outros.
(São Paulo) Agradecimento pela oferta de três opúsculos com trabalhos jurídicos de Guilherme Braga da Cruz. Timbre: "José Pedro Galvão de Sousa. Catedrático da Faculdade Paulista de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo".
(Lourenço Marques) Pedido de insistência junto de [?] Martínez para apoiar a sua pretensão de admissão no Banco de Crédito Comercial e Industrial. Timbre: "José Pedro Belo Soares. Médico. Assistente da Faculdade de Medicina de Coimbra".
(Figueira da Foz) Felicitações enviadas por ocasião da eleição como académico correspondente da Academia Internacional de Cultura Portuguesa. Timbre: "Câmara Municipal da Figueira da Foz. Biblioteca Pública Municipal Pedro Fernandes Tomás".
(Figueira da Foz) Pedido de perdão pelo facto de repetir o pedido de oferta do livro "O direito de superfície no direito romano". Timbre: "Biblioteca Pública Municipal Pedro Fernandes Tomás".
(São Paulo) Envio do texto correspondente à sua comunicação no Colloquium para ser publicado na revista "Scientia Iuridica". Timbre: "José Pedro Galvão de Sousa. Catedrático da Faculdade Paulista de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo".
(São Paulo) Pedido de ajuda para conseguir as facilidades necessárias à elaboração do estudo "O Brasil na comunidade lusíada". Timbre: "José Pedro Galvão de Sousa. Catedrático da Faculdade Paulista de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo".
(Figueira da Foz) Agradecimento pela oferta da obra "A Revista de Legislação e de Jurisprudência: Esboço da sua história". Timbre: "Biblioteca Municipal Pedro Fernandes Tomás. Câmara Municipal da Figueira da Foz".
«República» (ano XI, n.º 3.552, pp. 1-2) - Reprodução do discurso de José Pedro Ferreira, proferido na sessão de 3 de Julho de 1922, com sugestões de emendas a introduzir no projecto de Lei da Separação da Igreja do Estado.
Contém emissão do foro à Basílica de Santa Maria; recibos dos censos anuais pagos pelo tesoureiro da Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de São Nicolau, relativos a duas moradas de casas na rua de S. Pedro Mártir; recibos relativos ao pagamento das prestações da Décima e três por cento do prédio sito na rua de S. Pedro Mártir, n.º 60 a 62 e 63 a 64.
Sentença cível contra a Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de São Nicolau e favor de José Pedro da Maia; sentença cível que o padre Vital de Araújo e Costa alcançou também contra a irmandade como capelão da capela instituída por Francisco Rodrigues.
Duas provas tipográficas. Poema dedicado a Pedro Ramos de Almeida.
Uma prova tipográfica. Poema dedicado a [Pedro Ramos de Almeida].
Registo das certidões de missa instituídas por alma do irmão Pedro Gomes de Matos e recibos anuais comprovativos da entrega da tença vitalícia a sua filha D. Maria Inácia. Esta brochura contém termo de encerramento (fl. 93v.).
(São Pedro da Cadeira) - Pedido de orientações para a construção de uma habitação paroquial em São Pedro da Cadeira.
(São Pedro de Avioso) - Mensagem de felicitação pelos sacrifícios de António Lino Neto em prol da Igreja; pedido de resolução de várias proibições impostas ao remetente pela Regedoria de São Pedro de Avioso, nomeadamente a utilização de hábitos talares em via pública, a utilização de sobrepeliz e estola no acompanhamento de enterros. Inclui um ofício da mesma Regedoria dirigido ao referido pároco, proibindo o exercício de culto “antes e depois do pôr do sol” e o toque dos sinos “fora de horas”, excepto “para as missas de Domingo dias santos e 8.º dia de qualquer falecido”.
O Mosteiro de São Pedro de Roriz era masculino, situava-se na povoação e freguesia de São Pedro, concelho de São Tomé de Negrelos, e pertencia aos Cónegos Regulares de Santo Agostinho. Foi fundado na segunda metade do século XI, por D. Toure Sarnão, mencionado no "Livro Velho de Linhagens". Desde 1090 que a existência e actividade do Mosteiro estão documentadas. O Censual do Cabido do Porto refere-o no ano de 1096. Pelo breve "Officii Mei"do papa Calisto II, sobre os limites das dioceses do Porto e de Braga, o Mosteiro de Roriz estava sujeito ao bispo do Porto. Em 1173, D. Afonso Henriques doou-o aos Cónegos Regulares de Santo Agostinho. As propriedades do seu couto encontram-se referidas nas Inquirições régias de 1220 e 1258. No Catálogo das igrejas, comendas e mosteiros do reino de 1320, São Pedro de Roriz foi avaliado em 600 libras, o valor mais elevado de todos os mosteiros e igrejas da Terra de Negrelos. Em 1492, D. João II entregou-o a um comendatário. D. Luís de Almeida foi prior do Mosteiro de São Pedro de Roriz e do Mosteiro de São Miguel de Vilarinho. Em 1528, o registo da visitação feita em nome de D. Diogo de Sousa, arcebispo de Braga, refere o estado de decadência material e disciplinar apresentado pelo Mosteiro. Estando diversos mosteiros da Ordem de São Bento, da Ordem de Cister, e da Ordem de Santo Agostinho quase sem religiosos e situados em lugares ermos e distantes dos centros mais populosos e com pequenos rendimentos, e havendo muitas casas das ordens de São Domingos, de Eremitas de Santo Agostinho, de Carmelitas, da Companhia de Jesus, de São Jerónimo e de outras, com excesso de religiosos e vocacionadas para as missões, nomeadamente, na Guiné, Índia e Brasil, [e para a formação e o ensino], Pio V incumbiu o cardeal D. Henrique, seu Legado de Latere e da Sé Apostólica, o arcebispo de Braga e o bispo de Leiria de avaliarem a situação de cada um dos mosteiros destas Ordens, para se identificarem os mais aptos para a observância regular. As casas, ainda que já unidas às Congregações de São Bento, de Cister e de Santo Agostinho, que devessem ser dadas às outras Ordens, quando vagassem, cessassem as comendas ou as administrações dos que as possuíam, receberiam a anulação das respectivas uniões, a supressão e extinção das ordens a que tinham pertencido. Ao cardeal concedeu a faculdade e a autoridade de as unir e aplicar aos mosteiros, casa ou colégio das ordens de São Domingos, da Companhia de Jesus, de Eremitas de Santo Agostinho, de Carmelitas e de São Jerónimo, que lhe parecesse mais conveniente. Em 1573, por breve de Gregório XIII, foi encerrado, a comunidade religiosa foi extinta, e a igreja passou a paroquial. A igreja de Santiago de Carvalhosa estava anexa "in perpetuum" a São Pedro de Roriz. O extinto mosteiro passou a depender do Colégio de São Paulo de Braga, da Companhia de Jesus.
Publicado na revista Vozes de Petrópolis, em 1 de Novembro de 1913; contra a fundação da Escola Ferrer em Petrópolis • Assuntos: Ferrer, Francisco..
(Figueira da Foz) Pedido de oferta do livro "O direito de superfície no direito romano". Guilherme Braga da Cruz anotou o seguinte: "Já mo tinham pedido em Agosto de 1949. Ofereci-o e foi-me acusada recepção. Aqui, portanto, há vigarice.". Timbre: "Biblioteca Pública Municipal Pedro Fernandes Tomás".
Conjunto de normas de organização e funcionamento da Confraria do Santíssimo e Imaculado Coração de Maria da Paróquia de São Pedro. Contém a “oração de S. Bernardo a Nossa Senhora” e informação sobre indulgências. Assinatura do respectivo director, o padre Manuel de Paiva. Referência à admissão de António Lino Neto na Confraria, a 30 de Abril de 1924.