Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for melo and 47,300 records were found.

Autos de colação e confirmação, onde consta carta de mercê da Rei D. Luis, dirigida ao arcebispo de Évora, D. José António Pereira Bilhano, nomeando o presbítero Abilio Ribeiro Alvares de Melo, para canonicato na Sé de Évora. Neste processo existem também outros documentos inerentes à confirmação desta nomeação.
Proveniência: Bispado de Beja Requisitória para se proceder em Portel a diligências de “vita et moribus" a favor do habilitando, morador na dita vila, para ser promovido a ordens menores. Contém as inquirições “de vita et moribus”. Naturalidade do habilitando: Vidigueira Filiação: Dr. António José Lobo e Joaquina Mariana de Melo
Autos de colação e confirmaçã a favor de Francisco José de Melo, presbítero do hábito de S. Pedro, para capelania da Sé de Évora. Beneficio que vagou por falecimento do último possuidor, Bento Dordio da Guerra Neste processo existem também outros documentos inerentes à confirmação desta nomeação.
Apresentação de petição para colação e confirmação que faz João Pereira de Melo, frei professo da Ordem de S. Bento de Avis, para que usufrua benefcio curado na capela de N.ª Sr.ª da Graça da Aldeia de Casa Branca pertencente à vigararia da vila de Sousel Neste processo existem também outros documentos inerentes à confirmação desta nomeação.
Autos de colação e confirmação onde consta carta-patente do Arcebispo de Évora, D. Simão da Gama, para apresentação de Francisco Xavier de Melo, Clérigo "in Minoribus" da Sé de Évora para benefício simples da igreja matriz de Arraiolos. Benefício que vagou por falecimento do último possuidor, Fernão Correia de Lacerda Neste processo existem também outros documentos inerentes à confirmação desta nomeação.
Autos de colação e confirmação onde consta provisão do Arcebispo de Évora, D. Simão da Gama, a favor de Francisco Xavier de Melo, para conezia Sé da cidade de Évora. Benefício que vagou por óbito do antigo possuidor, o frei André Rodrigues Madeira Neste processo existem também outros documentos inerentes à confirmação desta nomeação.
Nome do falecido (a): Maria do Rosário Melo (Ponteira da Casa Pia de Évora) Idade: 80 anos Naturalidade: Santo Antão, Évora Estado Civil: Viúva de António Carlos Filho (a) de: Diogo Gonçalves e Aniceta Maria Filhos: 3 filhos maiores Testamento: Pároco Beneficiado: João Augusto Neves
Inventariada: Joaquina Pereira de Melo, casada, moradora que foi no lugar de Coto, Ceivães, Monção; Inventariante: João Francisco da Rocha, o viúvo, morador no lugar de Coto, Ceivães, Monção. Filhas: Francisca da Rocha, de maior idade; Luísa da Rocha, de maior idade.
Inventariado: José Melo, casado com a inventariante, morador que fora na freguesia de Monserrate, Viana do Castelo, falecido em 18 de agosto de 1886, na cidade da Baía, Brasil, sem testamento. Inventariante: Adelina Gonçalves, a viúva, moradora na mesma freguesia. Filhas: Maria das Dores, de 3 anos; Deolinda, de 16 meses.
Inventariada: Miquelina de Melo, casada com o inventariante, moradora que foi em Reborido, freguesia de Vitorino dos Piães, Ponte de Lima, falecida em 7 de fevereiro de 1912; Inventariante: Manuel Pereira Dantas, o viúvo, morador em Reborido, freguesia de Vitorino dos Piães, Ponte de Lima. Não teve seguimento.
Inventariada: Tomásia de Melo, viúva Manuel Alves Barreiro, moradora que foi em Gemieira, freguesia de Gemieira, Ponte de Lima, falecida em 27 de janeiro de 1912, sem testamento; Inventariante: José Alves Barreiro, morador em Gemieira, freguesia de Gemieira, Ponte de Lima. Filhos: José Alves Barreiro, de 22 anos; Maria de Jesus, de 16 anos.
Inventariado: José de Melo Viana, viúvo, morador na freguesia de Darque, comarca de Viana do Castelo, falecido em 5 de junho de 1834, sem testamento. Inventariante e cabeça de casal: Francisca Emília, casada, filha do inventariado, morador na mesma freguesia. Filhos: António, ausente; Ventura, ausente; João, casado; Manuel, ausente; Francisca Emília (a declarante), casada com António Bento de Sousa.
Inventariado: Baltasar Exposto de Melo, casado com a inventariante, morador que foi em Outeiro, freguesia de Arcozelo, Ponte de Lima, falecido em 21 de dezembro de 1928; Inventariante: Ana de Amorim, a viúva, moradora em Outeiro, freguesia de Arcozelo, Ponte de Lima.
Inventariada: Francisca Amália de Melo, casada com o inventariante, moradora que foi na freguesia de Arcozelo, Ponte de Lima, falecida em 24 de novembro de 1919; Inventariante: João da Silva Barros, o viúvo, morador na freguesia de Arcozelo, Ponte de Lima.
Inventariado: Pedro Pereira de Melo, casado com a inventariante, morador que foi na freguesia de Moreira do Lima, Ponte de Lima, falecido em 11 de março de 1856, com testamento; Inventariante: Rosa Joaquina de Lima, a viúva, moradora na freguesia de Moreira do Lima, Ponte de Lima.
Inventariada: Francisca de Melo Pereira, casada com o inventariante, moradora que foi na freguesia de Gondufe, Ponte de Lima, falecida em 22 de julho de 1854, sem testamento; Inventariante: Francisco de Faria Machado, o viúvo, morador na freguesia de Gondufe, Ponte de Lima. Filhos: António de Faria, de 7 anos; Francisco de Faria, de 5 anos.
Inventariado: Albano José de Melo, viúvo de Margarida da Conceição Martins, morador que foi na freguesia de Arcozelo, Ponte de Lima, falecido em 21 de janeiro de 1909, sem testamento; Inventariante: Ângela Augusta da Conceição, solteira, moradora na freguesia de Arcozelo, Ponte de Lima.
Inventariado: António Alves de Melo, casado com a inventariante, morador que foi na freguesia de Rebordões, Ponte de Lima, falecido em 8 de setembro de 1914, sem testamento; Inventariante: Margarida Neves, a viúva, moradora na freguesia de Rebordões, Ponte de Lima.
Inventariado: João Gonçalves de Melo, casado com a inventariante, morador que foi na freguesia de Arcozelo, Ponte de Lima, falecido em 1 de outubro de 1874, sem testamento; Inventariante: Maria Guilhermina, a viúva, moradora na freguesia de Arcozelo, Ponte de Lima.
Inventariada: Rosa Pereira de Melo, casada com o inventariante, moradora que foi em Quinteiro de Cima, freguesia de Vilela, Arcos de Valdevez, falecida em 1 de maio de 1896, sem testamento; Inventariante: Vitorino Ribeiro, o viúvo, morador em Quinteiro de Cima, freguesia de Vilela, Arcos de Valdevez. Maria Ribeiro, de 5 anos José Ribeiro, de 3 anos.
Testamento e primeiro codicilo do Padre José Vieira Melo, morador na rua dos Infantes da cidade de Évora. Fez testamenteiros Maria José, sua irmã Jacinta Rosa do Menino Jesus e António José Salvado. O tabelião foi Francisco Joaquim Rodrigues e Silva.
Inventariado: João Bento de Melo, casado com a inventariante, morador que foi na freguesia de Fornelos, Ponte de Lima, falecido em 16 de junho de 1875, sem testamento; Inventariante: Rosa Braga, a viúva, moradora na freguesia de Fornelos, Ponte de Lima.
Inventariada: Maria Alves de Melo, casada com o inventariante, moradora que foi na freguesia de Souto de Rebordões, Ponte de Lima, falecida em 22 de setembro de 1910; Inventariante: João Costa, o viúvo, morador na freguesia de Souto de Rebordões, Ponte de Lima.
Inventariada: Antónia Maria de Melo, casada com João Manuel Dias, moradora que foi em Pereira, freguesia de Gondoriz, Arcos de Valdevez, falecida em 26 de maio de 1884, sem testamento; Inventariante: Ana Joaquina Dias, filha da inventariada, moradora em Pereira, freguesia de Gondoriz, Arcos de Valdevez. Filhos: Ana Joaquina, Luís António, Rosa Carolina, Ana Maria.
Inventariado: Agostinho de Mello, Casal de Esporão, fr. São pedro de France, conc. Viseu Inventariante: José Correa de Mello [José Correia de Melo], Casal de Esporão, fr. São pedro de France, conc. Viseu Herdeiros: José Correa de Mello, Adelino Xavier, Antonia de Jesus Xavier [Antónia de Jesus Xavier] e Constança de Jesus Xavier
Requerimento de matrícula do aluno Vasco da Costa de Melo Brederoda, solicitando a matrícula nos 2º anos do Curso Geral de Composição e Acústica e História da Música, bem como no 4º ano do Curso Geral de Piano. O último documento é referente à passagem do diploma e certificado do Curso Superior de Composição, no ano lectivo 1939-40.
Inventariado: José Luís de Melo, casado com a inventariante, morador que foi na freguesia de Freixieiro de Soutelo, Viana do Castelo, falecido em 5 de janeiro de 1869, sem testamento; Inventariante: Maria Josefa Gonçalves, a viúva, moradora na freguesia de Freixieiro de Soutelo, Viana do Castelo.
Contém o processo de atribuição de Bolsa para Jovens Investigadores (BJI), no âmbito do Programa Mobilizador de Ciência e Tecnologia, com o nº 301/90, a Filipa Isabel Gouveia de Melo Borges Belo Soares, para desenvolvimento de trabalho com o título "Desenvolvimento de técnicas para detectores de radiação", no Departamento de Física, Universidade de Coimbra. Responsável pela formação: Carlos Alberto Nabais Conde. Inclui relatório.
Contém o processo de atribuição de Bolsa para Jovens Investigadores (BJI) nº 49/86, atribuída a Ana de Jesus Branco de Melo Amorim Ferreira. A bolsa foi proposta pela Faculdade de Ciências de Lisboa, Departamento de Biologia Vegetal (Secção de Ecologia), para estágio inserido no projecto "Estudo dos processos biogeoquímicos nos sedimentos dos sapais e zonas de maré da Ria Formosa", realizado na mesma Faculdade.
Estão presentes as seguintes pessoas: D. Branca Coelho Gaio; Prof Raúl de Almeida; Dr.º Borges de Melo; Sr. Joaquim Paço; Sr. Henrique Paulino; Sr. Fernado Paulino; D. Manuela Paulino; Dr. Teixeira; Eng. António Esteves Caracol Júnior; Sr. Joaquim Resina; Padre Carvalho(?)
Por Decreto de 20 de julho de 1736,o Rei D. João V mandou separar a jurisdição das coudelarias da Junta dos Três Estados submetendo-a às ordens régias através do estribeiro-mor D. Jaime Álvares Pereira de Melo que pertencia aos Oficiais do Estado do Rei. O Estribeiro-mor geria e superintendia o funcionamento das coudelarias, cavalariças reais, fornecendo os cavalos e éguas e as carruagens. Estavam-lhe subordinados os Moços da estribeira e os criados das estrebarias. Este fundo é composto por documentação referente à criação de gado equino, lista de cavalos e éguas; coutadas; culturas e pastos. O fundo é constituido por documentação referente à administração das coudelarias de Avis, Sintra, Cascais, Mafra, Évora, Guimarães, Moura, Pinhel, Pomba, Soure, Redinha, Portalegre, Torrão, Crato
Filhos de D. Jaime de Melo, duque de Cadaval; estribeiro-mor da Casa Real, mordomo-mor da Rainha, e de Antónia Maria Bordonha, natural de Lisboa; neto paterno de D. Nuno Álvares Pereira de Melo, duque de Cadaval, generalíssimo junto à Real Pessoa, mordomo-mor da Rainha, e de sua mulher D. Maria Armanda de Lorena; neto materno de Santos António Bordonha e de sua mulher Eufrásia Maria Jucarine. Inquirição de genere, vita et moribus.
Trata-se de Martim Afonso de Melo, 2º conde de São Lourenço, governador de armas do Alentejo. Cópia de carta escrita em 14 de Março de 1648.
Trata-se de Martim Afonso de Melo, 2º conde de São Lourenço, governador de armas do Alentejo. Carta datada de [julho?] de 1647.
Trata-se de Martim Afonso de Melo, 2º conde de São Lourenço, governador de armas do Alentejo. Carta datada de [julho?] de 1647.
Natural de Oeiras, casado com D. Mariana Josefa de Bourbon, filho de D. João de Melo Abreu, natural de Sameice, comendador e cavaleiro da Ordem de Cristo, e de sua mulher D. Isabel Bernarda Soares de Vasconcelos, natural da freguesia de São João da Praça, Lisboa; neto paterno de D. Francisco José de Melo, natural de Campo de Ourique, arcebispado de Évora, e de sua mulher D. Joana de Abreu e Melo, natural de Seia; neto materno de Miguel Soares de Vasconcelos, natural de Madrid, familiar do Santo Ofício, e de sua mulher D. Joana Maria Pacheco de Melo, natural da Ilha da Madeira.
Filha de Pedro Moniz Pereira e de sua mulher D. Luísa Jerónima de Melo e Noronha. Requer um lugar de freira no Mosteiro da Encarnação.
Tomás de Melo Breyner era na altura médico da Companhia de Caminhos de Ferro do Estado. As datas indicadas correpondem às datas de validade do passe. Com Fotografia
1.º Outorgante: Maria dos Prazeres Pais de Figueiredo, Mosteiro, fr. Silgueiros 2.º Outorgante: Cândido Augusto de Melo, fr. São Martinho, conc. Coimbra
1.º Outorgante: António Ferreira, Travassós de Cima, fr. Rio de Loba 2.º Outorgante: Valeriano de Queirós Pinto de Ataíde e Melo
1.º Outorgante: António de Almeida, Travassós de Cima, fr. Rio de Loba 2.º Outorgante: Valeriano de Queirós Pinto de Ataíde e Melo
Trata-se de Martim Afonso de Melo, 2º conde de São Lourenço, governador de armas do Alentejo. Carta datada de 19 de junho de 1647.
Trata-se de Martim Afonso de Melo, 2º conde de São Lourenço, governador de armas do Alentejo. Carta datada de 19 de junho de 1647.
Trata-se de Martim Afonso de Melo, 2º conde de São Lourenço, governador de armas do Alentejo. Carta datada de 2 de junho de 1647.
Trata-se de Martim Afonso de Melo, 2º conde de São Lourenço, governador de armas do Alentejo. Carta datada de 17 julho de 1647.
Trata-se de Martim Afonso de Melo, 2º conde de São Lourenço, governador de armas do Alentejo. Carta datada de 19 de junho de 1647.
Trata-se de Martim Afonso de Melo, 2º conde de São Lourenço, governador de armas do Alentejo. Carta datada de [junho de 1647?].
Trata-se de Martim Afonso de Melo, 2º conde de São Lourenço, governador de armas do Alentejo. Carta datada de [julho?] de 1647.
1.º Outorgante: Francisco Simões de Almeida Campos, fr. Cavernães 2.º Outorgante: Francisco de Assis de Melo Lemos e Alvelos e Maria do Carmo de Sousa Coutinho e Alvelos
1.º Outorgante: Bento Cardoso de Melo Girão 2.º Outorgante: José Cabral Pinto e Ida Augusta das Neves Cabral, fr. e conc. Vouzela
1.º Outorgante: António Augusto Correia de Oliveira 2.º Outorgante: Francisco de Assis de Melo Lemos e Alvelos e Maria do Carmo de Sousa Coutinho e Alvelos, fr. Cavernães
Ação de recuperação de empresa e insolvência requerida por Jval-Joaquim Valente de Almeida e Filhos, Lda contra Eunoriz Pires de Melo. Contem 4 processos apensos: JVAL, Lda, 2120, Requerente, JVAL, Lda, Requerido, Eunoriz Pires de Melo, Liquidação do activo, 1120/C, Requerente, Administrador da falida, Falido, Eunoriz Pires de Melo, Prestação de contas, 2120/C, Requerente, Administrador da insolvencia, Falido, Euroniz Pires de Melo,2120/B, Inventario para separação de Meação, Requerente, nair Neves dos Reis, Requerido, Eunoriz Pires de Melo, Reclamação de creditos, 2120/A, Requerente, Jval, Lda, Requerido, Eunoriz Pires de Melo
Natural da freguesia de Santo Ildefonso, Porto, filho do sargento-mor João de Sousa e Melo, cavaleiro da Ordem de Cristo, familiar do Santo Ofício, conselheiro da Junta da Companhia dos Vinhos do Alto Douro, e de sua mulher D. Bernarda Joana de Sá e Melo, naturais da cidade do Porto; neto paterno de Manuel de Sousa e Melo e de sua mulher Maria de Sousa, naturais de São Pedro do Sul; neto materno de Pedro Gonçalves Braga, natural da freguesia da Sé, Braga, e de sua mulher Maria Soares de Sá, natural da freguesia de São João, Raiva.
Natural da freguesia da Encarnação, Lisboa, escrivão das capelas da coroa, filho de Jacinto de Melo, natural da freguesia de São Nicolau, Lisboa, e de sua mulher D. Madalena Teresa do Couto, natural da freguesia da Encarnação; neto paterno do Dr. Álvaro de Melo Grade, natural de Albufeira, e de sua mulher D. Maria de Melo e Faria, natural da freguesia de São Nicolau; neto materno de Manuel do Couto Neto, batizado na Sé de Faro, e de sua mulher Josefa Maria Garcez, natural da freguesia de Santa Justa, Lisboa.
Da Quinta de Santa Eulália, no concelho de Penalva, filho de José de Melo e Abreu, fidalgo cavaleiro da Casa Real, e de sua mulher D. Eufémia Francisca de Castro, natural do Ínsua; neto paterno de Sebastião Pereira de Melo, natural de Santa Eulália, fidalgo cavaleiro da Casa Real, e de sua mulher D. Catarina de Melo e Abreu, natural da Quinta da Bouça; neto materno de João Rodrigo Pereira de Albuquerque e Castro, comendador da Ordem de Cristo, fidalgo cavaleiro da Casa Real, capitão-mor de Penalva, e de sua mulher D. Margarida Francisca Xavier Sottomayor e Vasconcelos. Inquirição de genere, vita et moribus.
Natural da cidade de Paraíba do Norte, filho de Hipólito Bandeira de Melo, natural da mesma freguesia, e de sua mulher D. Antónia da Conceição Veloso, natural da Sé de Olinda; neto paterno de Bento Bandeira de Melo e de sua mulher D. Isabel Bandeira de Melo, naturais de Paraíba do Norte; neto materno de António Borges da Fonseca, natural de Castelo Rodrigo, mestre de campo de infantaria, governador de Paraíba do Norte, e de sua mulher D. Joana Cipriana de Miranda Henriques, natural da Sé de Olinda.
Natural de Vila Viçosa, filho de António Luís de Melo Lobo, natural de Vila Viçosa, cavaleiro da Ordem de Cristo, e de sua mulher D. Vitória Tomásia Alexandrina de Ataíde, natural de Elvas; neto paterno de Luís António de Melo Lobo, natural de Vila Viçosa, cavaleiro da Ordem de Cristo, e de sua mulher D. Bárbara de Melo, natural de Montemor-o-Novo; neto materno de Manuel Rodrigues de Ataíde, natural de Elvas, cavaleiro da Ordem de Cristo, e de sua mulher D. Luísa Jacinta, natural da freguesia de São Mamede, Évora.
Natural da freguesia da Pena, Lisboa, filho de D. Miguel de Melo, natural de Oeiras, comendador e cavaleiro da Ordem de Cristo, e de sua mulher D. Mariana Josefa de Bourbon, natural da freguesia das Mercês, Lisboa; neto paterno de D. João de Melo Abreu, natural da freguesia das Mercês, comendador e cavaleiro da Ordem de Cristo, e de sua mulher D. Isabel Bernarda Soares e Vasconcelos, natural da freguesia de São João da Praça, Lisboa; neto materno de D. Pedro José de Melo, natural da freguesia das Mercês, comendador e cavaleiro da Ordem de Cristo, e de sua mulher D. Maria Henriques de Bourbon, natural da freguesia de Santa Catarina, Lisboa.
Natural da freguesia de Santo Ildefonso, Porto, e morador na sua quinta da Granja, freguesia de São Martinho de Lagares, filho de José Pereira de Melo, natural da freguesia de São Nicolau, Porto, e de sua mulher D. Teresa Angélica de Melo, natural de Santa Maria de Perozelo, comarca de Penafiel; neto paterno de Manuel Pinto Pereira, natural da freguesia de Santa Maria da Colegiada, Chaves, e de sua mulher Joana Maria de Melo, natural da freguesia de Santa Cruz, Coimbra; neto materno do alferes Manuel Ribeiro Nunes e de sua mulher Maria Ferreira da Cruz, naturais de Santa Maria de Perozelo.
Morador na cidade do Porto, filho do sargento-mor João de Sousa e Melo, cavaleiro da Ordem de Cristo, familiar do Santo Ofício, e de sua mulher D. Bernarda Joana de Sá e Melo, naturais da freguesia da Vitória, Porto; neto paterno de Manuel de Sousa e Melo e de sua mulher Maria de Sousa, naturais de São Pedro do Sul; neto materno de Pedro Gonçalves Braga, natural da freguesia de São Victor, Braga, e de sua mulher Maria Soares de Sá, natural da freguesia de São João Baptista, Raiva, concelho de Paiva.
Natural da freguesia de Santos, Lisboa, nomeado governador da Paraíba (irmão de António de Melo e Castro, cavaleiro da Ordem de Cristo), filhos de Júlio de Melo e Castro, natural de Goa, e de sua mulher D. Bárbara Josefa Côrte-Real, natural da freguesia de Santa Catarina do Monte Sinai, Lisboa; neto paterno de António de Melo e Castro, natural de Vila Viçosa, e de sua mulher D. Ana Moniz da Silva, natural de Goa; neto materno de Luís de Mendonça Côrte-Real, natural da freguesia de São Nicolau, Lisboa, e de sua mulher D. Catarina de Leão, natural da freguesia de Santa Catarina, Lisboa.
Natural de Sampaio dos Arcos, Anadia, com 40 anos de idade, familiar do Santo Ofício, filho de Lourenço Aires de Sá e Melo, natural de Casainho, bispado de Viseu, e de sua mulher D. Maria Inês de Sá, natural do lugar de Condeixa, bispado de Coimbra; neto paterno de Aires de Sá e Melo, natural da Lousã, familiar do Santo Ofício, e de sua mulher D. Isabel de Melo e Almeida, natural do lugar de Antas, bispado de Viseu; neto materno de João de Sá Pereira, natural de Condeixa-a-Nova, familiar do Santo Ofício, e de sua mulher D. Joana de Sá, natural do lugar do Sobreiro, bispado de Coimbra.
Batizado em São Salvador de Mouros, Vila Real, filho de José Teixeira de Melo e Castro, batizado na freguesia de São Dionísio, Vila Real, e de sua mulher D. Clara Luísa Botelho do Amaral, batizada na freguesia de São Pedro, Vila Real, neto paterno de Jerónimo Pereira de Melo e Castro, batizado em São Martinho de Salreu, bispado de Coimbra, e de sua mulher D. Francisca Maria Pereira de Melo, batizada na freguesia de São Dionísio, Vila Real; neti materno de Luís Álvares da Nóbrega, batizado na freguesia de São Pedro, Vila Real, e de sua mulher Luísa Botelho do Amaral, batizada na mesma freguesia.
Natural da freguesia de São Martinho de Avis, concelho de Benviver, e morador no Rio de Janeiro, filho de José Carneiro de Melo Ferraz e Azevedo e de sua mulher D. Mariana Luísa de Almeida e Melo, naturais da freguesia de São Martinho de Avis e moradores na quinta do Olival; neto paterno de Jerónimo de Melo Carneiro Ferraz e Azevedo e de sua mulher D. Clara Maria da Fonseca Pinto, naturais da quinta do Olival; neto materno de Pedro Soares da Mota e de sua mulher D. Luísa Maria de Almeida e Mota, naturais da freguesia de Vila Boa, concelho de Benviver.
Processo de casamento de Dr. Manuel Joaquim Maciel e Zeferina Antónia de Melo Pai do nubente: Manuel Joaquim Maciel Mãe do nubente: Maria Cândida Pai da nubente: Francisco Manuel Mãe da nubente: Cristina Inácia
Parecer do Vogal Henrique Fernandes Tavares acerca de obras que se fizeram ilegalmente em redor do Pelourinho e dos antigos Paços do Concelho de Melo (Gouveia), encontrando-se estes classificados como monumentos nacionais.
Inventariado: João da Ascenção Guimarães e Melo, morador que foi na freguesia de Moreira do Lima, Ponte de Lima; Inventariante: Maria Teresa de Sá, morador na freguesia de Moreira do Lima, Ponte de Lima.
Inventariada: Ana de Sousa e Melo, moradora que foi em Choças, freguesia de Aboim das Choças, Arcos de Valdevez; Inventariante: João Rodrigues, o viúvo, morador em Choças, freguesia de Aboim das Choças, Arcos de Valdevez. Filhos: Francisco, Joaquim, José, Manuel.
Procurador: Francisco Corelho de Moura. Refere a irmã que sucedeu na casa e dá-lhe o nome de Mariana Posser de Melo Cogominho. Noutros documento aparece como Mariana Pórcia.
1.º Outorgante: Augusto Gomes de Melo e Maria Emília Gomes, fr. São João de Lourosa 2.º Outorgante: João de Almeida e Sousa, Clara Pais da Silva e Sousa, Cabanões de Baixo, fr. São João de Lourosa
1.º Outorgante: António Ferreira Ladeira, fr. Parada de Gonta, conc. Tondela 2.º Outorgante: Tomás Ribeiro de Melo, Maria das Dores da Glória Ribeiro, fr. Parada de Gonta, conc. Tondela
Data do visto: 1944-03-30. Requerente: Francisco de Melo F. Osório Meneses Pita. Idade: 43. Profissão: Proprietário. Estado Civil: Solteiro. Residência: Castelo Branco. Acompanhante(s): Destino: Espanha. Via: Terrestre ou aérea.
Outras formas do nome: Fernando Maria da Silva Mello Filiação: Joaquim José da Silva Melo e Gertrudes Jesuína da Mota Naturalidade: Lisboa Idade: 38 anos Destino: Rio de Janeiro
Filiação: Francisco Martins dos Santos e Rita Vicente dos Santos Naturalidade: Santo Cruz de Jubim; concelho de Gondomar; distrito do Porto Idade: 53 anos Destino: Maranhão Acompanhante: Raimunda Soares de Melo
Processo de casamento de Barão José e Amélia Augusta de Melo. Pai do nubente: Francisco Gama Mãe do nubente: Maria Vitória Pai da nubente: incógnito Mãe da nubente: incógnita
Alvará de procuração de D. António Francisco Lobo de Almeida Melo e Castro “Conde das Galveias”, a nomear seu procurador João da Silveira Couto Panasco da Vila de Borba.
Testamento de D. Guiomar de Melo, viúva de Luís de Macedo de Lacerda. Contém um requerimento de frei Diogo de Gouveia Serra e um requerimento de Frei António Teixeira de Brito.
Escritura de 600.000 rs. ao juro de 5% que deram os religiosos de S. Paulo a José de Melo e Lacerda. Treslado do original datado de 24 de maio de 1759.
Ofício N.º 1.080, L.º 3.º, Proc. 34, do Director do Museu Nacional de Arte Antiga, João Couto, sugerindo a compra pelo Estado de um retrato pintado sobre tela, representando D. Nuno Álvares Pereira de Melo, 1.º Duque do Cadaval.
Morada: Lisboa. Profissão: Fidalgo da casa real. Naturalidade: Porto. A ação prende-se com a herança da mãe D. Ana Casimira de Lima e Melo. Escrivão: João Caetano de Andrade.
Morada: Lisboa. Profissão: Fidalgo da casa real. Naturalidade: Porto. A ação prende-se com a herança da mãe D. Ana Casimira de Lima e Melo por falecimento desta. Escrivão: João Caetano de Andrade.
Inventariado: António da Rosa Malheiro Melo, casado com a inventariante, morador que foi em Monserrate, Viana do Castelo. Inventariante: Maria da Conceição Morgado, a viúva, moradora em Monserrate, Viana do Castelo.
Inventariado: João do Livramento e Melo ou João Rodrigues, morador que foi em Santa Maria Maior, Viana do Castelo. Inventariante: Beatriz Martins Pimenta, moradora em Santa Maria Maior, Viana do Castelo.
Inventariado: Augusto Flores Gonçalves de Melo, morador que foi em Antepaço, freguesia de Arcozelo, Ponte de Lima; Inventariante: Miquelina Ferreira de Matos, moradora em Antepaço, freguesia de Arcozelo, Ponte de Lima
Inventariada: Rosária Gonçalves Ribeiro de Melo, moradora que foi em Grelido, freguesia de Santa Maria de Rebordões, Ponte de Lima; Inventariante: Amândio de Sousa Reis, morador em Grelido, freguesia de Santa Maria de Rebordões, Ponte de Lima. Não teve seguimento
Inventariado: Francisco de Melo e Castro, morador que foi em Pontes, freguesia de Fontão, Ponte de Lima; Inventariante: Ana da Conceição Caridade, moradora em Pontes, freguesia de Fontão, Ponte de Lima.
Inventariado: João de Melo Pereira Sousa, padre, morador que foi na freguesia de Fornelos, Ponte de Lima; Inventariante: Maria Rosa Martins, solteira, moradora na freguesia de Arca, Ponte de Lima.
Naturalidade: Bragança Pai: José Maria Garcia Rodrigo Mãe: Maria Augusta de Loureiro Melo de Além Castro Orden(s): Habilitação "de Genere", 1814 Local de Ordenação: Bragança Bispo: ( Juiz das Habilitações ) - Simão José Santos Gracês Coelho
Inventariada: Maria Guilhermina de Azevedo e Melo, solteira, moradora que foi em Farto, freguesia de Prozelo, Arcos de Valdevez, falecida sem testamento; Inventariante: Alexandre Guilherme Rodrigues, morador em Quintães, freguesia de Aguiã, Arcos de Valdevez.
Filho de Manuel Coelho de Melo e de sua mulher D. Maria do Avelar, natural de Benavente; neto materno de Manuel Perdigão do Tojal e de sua mulher D. Leonor do Avelar Pereira, moradores em Benavente.
Natural da freguesia de Santos-o-Velho, Lisboa, filho de Júlio de Melo de Castro, filho de Júlio de Melo de Castro (que primeiro se chamou Júlio Moniz da Silva), natural do Estado da Índia, e de sua mulher D. Barbara Josefa Côrte-Real, natural da freguesia de Santa Catarina do Monte Sinai, Lisboa; neto paterno de António de Melo de Castro,(irmão de Diniz de Melo de Castro, conde das Galveias), natural de Vila Viçosa, governador da Índia, e de sua mulher Ana Moniz da Silva, natural da Índia; neto materno de Luís de Mendonça Côrte-Real, natural da freguesia de São Nicolau, Lisboa, e de sua mulher D. Catarina de Leão, natural da freguesia de Santa Catarina, Lisboa.
Natural de Lisboa, clérigo, filho de Francisco de Aguiar e Sousa, capitão-de-mar-e-guerra, cavaleiro da Ordem de Santiago, e de sua mulher D. Brígida Teresa de Melo. Consulta sobre as suas provanças.
Batizado na freguesia do Sacramento, Lisboa, a 29-12-1668, filho de Sebastião Ribeiro da Fonseca e de sua mulher D. Violante de Sampaio e Melo. Consulta sobre as suas provanças.
Fidalgo cavaleiro da Casa Real, filho natural de Diniz de Melo de Castro, capitão-general de cavalaria e mestre de campo-general da província do Alentejo. Consulta sobre as suas provanças.
Filho legitimado de D. Jerónimo Manuel de Melo, general de galeões no Estado da Índia. Nota: contém um atestado selado com as armas de João Serrão, protonotário apostólico e desembargador da relação eclesiástica de Lisboa.
Processo de casamento de Joaquim José de Melo Ramos e Gertrudes Emília Ferreira Fazenda (viúva). Pai do nubente: José Francisco de Mello Mãe do nubente: Antónia Joaquina de Mello Ramos
1.º Outorgante: Manuel Luís Vieira e Maria Augusta Gomes, Oliveira de Barreiros, fr. São João de Lourosa 2.º Outorgante: Francisco Luís Ferreira de Melo, Oliveira de Barreiros, fr. São João de Lourosa