Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for mato and 27,864 records were found.

Capas cartonadas com lombada em cabedal.
Cena de caça referente a caçadores indígenas. Tipologia e suporte: Fotografia
Constituído por livros de registo de coimas e de registo de protocolo
Constituído por livros de registos de baptismos, casamentos e óbitos
Constituído por livros de registos de baptismos, casamentos e óbitos
Naturalidade dos pais: Santo António de Reguengos Avós paternos: António Gaspar Pinheiro e Isabel Maria Naturalidade dos avós paternos: Santo António de Reguengos Avós maternos: António Mendes, ferreiro, e Vicência Maria Cardeira Naturalidade do avô materno: Nossa Senhora da Caridade (Monsaraz) Naturalidade da avó materna: Santo António de Reguengos Constam: a certidão de baptismo do habilitando e a certidão do casamento dos pais; o processo de património que contém, entre outros documentos, a provisão régia de licença para ser ordenado de ordens de subdiácono e diácono, a cópia da escritura de doação para ordens sacras, de um ferragial situado na Aldeia do Mato, que fizeram os pai do habilitando, o edital do património afixado na freguesia de São Pedro do Corval e as diligências de visita e avaliação do mesmo; Carta Régia de licença para o habilitando ser promovido a ordem de presbítero.
Constam: as inquirições "de genere" que se fizeram na freguesia de São Bento do Mato, termo de Évora, naturalidade do pai do habilitando e do avô paterno, Jorge Lopes Galego, na freguesia da Igrejinha, termo de Arraiolos, naturalidade da mãe do habilitando e do avô materno, João Rosado, na freguesia de São Gens, termo de Montemor-o-Novo, naturalidade da avó paterna, Maria da Assunção Ramalho, e e na freguesia de Nossa Senhora da Graça do Divor, termo de Évora, naturalidade da avó materna, Maria da Assunção; as certidões de baptismo do habilitando, dos pais, dos avós paternos e dos maternos Foi deliberado que o habilitando estava apto para ordens menores mas não consta que foi examindao e aprovado para auferir as mesmas.
O qual mato jazia entre o dito casal e uma estrada pública larga. O qual fogo ele suplicante assim pusera parecendo-lhe que a nenhuma pessoa não poderia fazer nojo nem dano, como de feito o não fizera. E bem assim por se dizer que quebrantara a ordenação que el-rei sobre os fogos tinha feita. O qual fogo ele pusera em Fevereiro do ano presente, por bem do que andava amorado, por assim pôr o fogo sem nossa licença nem dos oficiais que lha dar podiam. Enviando o suplicante pedir, el-rei, vendo o que dizia, se assim era e aí mais não havia, lhe perdoou contanto pagasse 300 rs. para a Piedade . E por o Bispo estar doente, El-rei o mandou por mim somente (sic). Francisco Dias a fez.
Carta. Ouvidor do Mato Grosso.
Carta Patente. Capitão do Mato.
Nomeado Governador de Mato Grosso.
Alandroal, Aldeia do Mato, Águias
Mercê concedida por virtude de um alvará feito no Lavradio, a 19 de Janeiro de 1521, por Simão de Matos. Pagou de ordenado 600 reais. El-rei o mandou pelo doutor Diogo Taveira que por ora seu especial mandado tem cargo de chanceler-mor. António Marques a fez.
Carta. 12$000 rs de tença com hábito de Cristo. Filiação: Lourenço de Matos.
Carta. 28$000 rs de tença efectivos cada ano. Filiação: Lourenço de Matos.
Fez testamenteiro Maria Ramalha da Assunção
Carta. Esmola de 1 arroba de cera no Rendimento de um por cento da Obra Pia paga pela folha do Guarda Respostas.
Alvará. Instituição de uma nova Confraria na Capela de Nª Srª dos Remédios sita no campo entre Izeda e Frieira, para a constituição dos seus estatutos.
Outra tal El-rei o mandou por Garcia de Melo Fernando Martins a fez.