Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for maria and 1,446,272 records were found.

José Maria Braga da Cruz integrou, na década de 40 do século XX, a Congregação de Nossa Senhora de Fátima e de São Luís de Gonzaga, na qualidade de congregado.
Documentação produzida por José Maria Braga da Cruz decorrente do apoio jurídico que prestou à constituição e funcionamento da Sociedade "Auxiliadora Bracarense". Recortes de jornal, exemplares do "Diário do Governo", exemplos de impressos de ações, correspondência, memoriais e apontamentos.
José Maria Braga da Cruz colaborou a título consultivo, a pedido de Carlos Dinis da Fonseca, na redação do Estatuto da Saúde e Assistência, redigido nos primeiros anos da década de 1960.
Depois de reformado, José Maria Braga da Cruz deu continuidade, mas de uma forma mais institucionalizada, às atividades agrícolas que vinha desenvolvendo há uns anos nas suas propriedades rurais, criando a Sociedade Agrícola Casal do Assento.
Documentação produzida por José Maria Braga da Cruz no contexto da sua função de advogado da arquidiocese de Braga na causa de restituição dos bens imobiliários dos quais esta havia sido espoliada. Apontamentos manuscritos e datilografados de diplomas legais, correspondência, recortes de jornal e planta do Quartel do Batalhão de Caçadores nº 9 de Braga, no qual se havia convertido o Seminário de S. Tiago. Documentação produzida por José Maria Braga da Cruz no contexto da inauguração das instalações do Seminário de Filosofia e da III Assembleia Geral da Sociedade Mariológica "Mater Ecclesiae" entre os dias 27 e 28 de maio de 1967: programa, original manuscrito e datilografado do "Breve apontamento da restituição à arquidiocese de Braga do seu Seminário do Campo de S. Tiago" de José Maria Braga da Cruz, recortes de jornal e brochura manuscrita com poemas de gratidão dirigidos a José Maria Braga da Cruz por José Luís Carvalhido da Ponte.
(Burgos) Informa que foi considerada sem efeito a multa de mil pesetas. Timbre: "Dr. José Maria Condón. Abogado".
Documentos pertencentes à capela instituída por Maria Ferreira e administrada pela Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de São Nicolau.
Contém duas declarações de dívida de Manuel Alexandre de Moura Teles a sua tia Luísa Maria da Silva.
Carta de Manuel da Silva em que se diz devedor de uma certa quantia a Luísa Maria da Silva.
Sentença cível da Irmandade de Nossa Senhora da Caridade interposta contra Josefa Maria Pereira, viúva do capitão Rodrigo Franco.
Contém uma carta da irmã Maria Leonor Teixeira de Miranda Mendes, remetida da Foz do Douro para António Lino Neto.
(Vinhais) Agradecimento pela ajuda por ter conseguido a sua transferência. Timbre: "Maria Emília Rossi. Notária e Advogada".
(Burgos) Referências à devolução de 1.000 pesetas da Guarda Civil de Tráfego. Timbre: "Dr. José Maria Condón. Abogado".
(Lisboa) Condolências pela morte da mãe de Guilherme Braga de Cruz, Maria Isabel Bressane Leite Perry de Sousa Gomes.
Sentença cível de nulidade do testamento do desembargador João da Cruz Dinis Pinheiro a favor de Luísa Maria da Silva.
[Contém texto de Maria Teresa Abrantes Ávila sobre os novos desafios colocados aos Assistentes Sociais (1993); Parecer so Sindicato Nacional dos Profissionais de Serviço Social sobre o Projecto do Sistema Escolar no que se refere ao Serviço Social (1971); Maria Teresa Abrantes Ávila - La profession d'assistant social au Portugal: évolution, luttes et champs d'action. Les politiques sociales. 3-4 (1996)]
Documentação acerca de António de Oliveira Salazar e do seu relacionamento com José Maria Braga da Cruz. Correspondência expedida por António de Oliveira Salazar e cópia de correspondência expedida por José Maria Braga da Cruz, prova final para impressão da brochura "Centro Católico Português. Princípios e organização", da autoria de António de Oliveira Salazar, apontamentos manuscritos sobre aspetos biográficos de António de Oliveira Salazar, revistas que documentam as suas cerimónias fúnebres e pagela evocativa.
Conjunto documental que enquadra as atividades e funções de caráter cívico de José Maria Braga da Cruz enquanto membro do Conselho Fiscal do Salão Recreativo Bracarense, sócio Efetivo do Instituto Minhoto de Estudos Regionais e membro da Comissão de Honra da Homenagem a António Augusto Nogueira da Silva, bem como outra documentação conexa, relativa aos seus interesses pessoais variados. Para algumas funções não foi possível apurar o intervalo temporal em José Maria Braga da Cruz as exerceu.
(Aguiar da Beira) Condolências pela morte da mãe de Guilherme Braga da Cruz, Maria Isabel Bressane Leite Perry de Sousa Gomes. Timbre: "Maria de Fátima Nogueira Malça. Conservadora-Notária".
Nove rascunhos. Poema dedicado a Maria Avillez.
[Apontamentos sobre Maria Carlota Guerra; outros contactos]
A Igreja Colegiada de Santa Maria de Almacave pertencia ao bispado de Lamego. Também era designada por Igreja Colegiada de Santa Maria Maior de Almacave e por Igreja Colegiada de Nossa Senhora de Almacave.
Primeiro outorgante: Helena Maria Carvalho de Brito e Faro. Segundo outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis.
Documentos relativos às sentenças cíveis a propósito do litígio da Irmandade dos Clérigos com Teresa da Cruz e Ana Maria.
[Curriculum e actividade profissional da Assistente Social Maria Germana Tello de Magalhães e cartão de José Miranda Magalhães]
(Porto) Informa que conta ficar na residência franciscana. Timbre: "Rafael Maria da Assunção. Bispo de Limira. Assistente ao Sólio Pontifício".
(Oliveira do Hospital) Agradecimento pelo apoio. Timbre: "Maria Ângela Gama da Cunha e Costa. Conservadora do Registo Predial".
(Porto) Agradecimento pela oferta de um trabalho. Timbre: "Fernando Maria Alberto de Seabra. Prof. da Universidade do Porto".
(Ovar) Remessa de um memorial com um pedido para um amigo. Joaquim Maria Braga da Cruz. Engenheiro Civil".
(Ovar) Informa que compreende por que não deu seguimento à sua pretensão. Joaquim Maria Braga da Cruz. Engenheiro Civil".
(Santiago de Compostela) Agradecimento pela hospitalidade. Timbre: "Bernardo Maria Cremades Sanz-Pastor. Catedratico de la Facultad de Derecho".
(Setúbal) Lamento por ter de declinar o convite para o casamento de Maria Teresa Garcia Braga da Cruz.
[s.l.] Lamento por ter de declinar o convite para o casamento de Maria Teresa Garcia Braga da Cruz.
Certidão dos Autos da Conta do testamento de Francisco de Sequeira de que dá conta sua mulher, Maria Barbosa e o testamento de mão comum, datado de 1720-12-30. Testadores: Maria Barbosa e seu marido Francisco de Sequeira.
Contém cartas de José Maria Joaquim Tavares, remetidas maioritariamente de Coimbra para António Lino Neto, com mensagens de agradecimento e pedidos diversos.
Contém cartas de Maria [Emília] Brandão Palha, remetidas de Braga e Paris para António Lino Neto. Destaca-se a informação acerca da Associação Católica de Protecção às Raparigas.
Carta da noviça Maria Cecília Nogueira, da Comunidade de São José de Cluny, a informá-lo da sua adaptação ao noviciado.
Contém duas cartas de Carlota Maria de Campos, remetidas de local não identificado para António Lino Neto, com considerações sobre a política e a religião.
Carta do Cónego Francisco Maria Félix (1874-19?), reitor do Seminário de Santarém, a explicar ao Pe. Benevenuto a exclusão do seu primo João Vieira do referido seminário.
Damazo, Manuel Soares / Duarte, José Maria
Dias, Américo Pinho / Duarte, José Maria
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante: Associação dos Municípios das Terras de Santa Maria.
(Tadim) Envio de notícias acerca da filha Maria Helena e questiona se quer que envie vinho e batatas.
A Igreja Colegiada de Santa Maria e Santiago de Almada pertenceu sucessivamente, ao arcebispado e patriarcado de Lisboa.
Calisto, Domingos Soares / Cereja, Maria Regina Teixeira
Oliveira, Alcibiades de / Oliveira, Maria da Glória
Coleção de CV de: Maria Benedita Lebre Fernandes, Isabel Maria Castenheira d'Almeida Pereira de Ataíde, Maria de Lourdes Vilela de Sousa Jorge, Maria Casimira Rebelo Martins, Ernesto Fernandes, Isabel Maria Rosa Agostinho Viseu, Maria Isabel Taborda Pinheiro Fazenda, Maria de Lourdes Ribeiro Marinho Antunes Mendes Abreu, Maria do Carmo Andrade Junqueira, Maria Margarida Abreu Teixeira Costa, Maria Isabel de Carvalho Geada, Josefina Figueira-McDonough, Maria Gabriela de Figueiredo Ferreira.
Bula do papa Inocêncio X a conceder indulgência plenária aos confrades da Confraria sob a invocação da "Beatíssima Virgem Maria da Assumpção" ereta na igreja de Santa Maria de Bouro da Ordem Cisterciense, datado de 27 de abril de 1648; edital a dar conhecimento do breve do papa Pio VI no qual informa dos requisitos para a obtenção de indulgências concedidas ao altar de São Lourenço do santuário de Nossa Senhora da Abadia, de Santa Maria de Bouro, de 29 de julho de 1793; minuta de nomeação de mordomos pedidores para a angariação de fundos para a continuação das obras no santuário de Nossa Senhora da Abadia, e cópia do alvará do arcebispo-primaz de Braga a autorizar esse peditório nas freguesias do arcebispado, de 20 de março de 1889.
Texto manuscrito de João José Rodrigues, corrigido por José Maria Braga da Cruz, a participar "os crimes que se cometeram na eleição da Junta de Freguesia da Sé da cidade de Braga no domingo 26 de novembro de 1922". Brochura com o "Livro de usos e costumes da Freguesia da Sé Primaz", de 1924, oferecido pelo cónego António Ribeiro. Formulário respondido pela freguesia da Sé na sequência das questões colocadas por José Maria Braga da Cruz, a propósito da constituição e funcionamento da Corporação Fabriqueira Paroquial. Brochura com os "Estatutos do Patronato 'Nossa Senhora da Tôrre' destinado às crianças pobres da freguesia da Sé de Braga", de 1934, elaborados por José Maria Braga da Cruz, tendo incluso um convite, de 1 de outubro de 1934, para a sessão inaugural das instalações da instituição. Boletim de voto para a eleição da Junta de Freguesia da Sé, de 17 de outubro de 1937.
Documentação agrupada por capilhas na frente das quais José Maria Braga da Cruz faz uma síntese do conteúdo. Recortes de jornal, de 1 e abril de 1931, acerca da implementação da comissão da União Nacional no distrito de Braga e recortes de jornal dando notícia da constituição regulamentar e estatutária da União Nacional. Documentação acerca do I Congresso da União Nacional, do II Congresso (25-27 de maio de 1944) no qual José Maria Braga da Cruz participou como congressista, assim como da 2ª Conferência da União Nacional no Porto (7-9 janeiro de 1949) e do III Congresso da União Nacional (28-31 maio de 1951). Jornal "Diário da Manhã" de 11 de julho de 1953, a documentar a primeira reunião plenária da União Nacional. Documentação do IV Congresso da União Nacional (30 de maio a 3 de junho de 1956) no qual José Maria Braga da Cruz participou.
[Documentos relativos ao Serviço Social emanados pelo Conselho da Europa, Federação Internacional de Assistentes Sociais, Associações Internacionais de Serviço Social e CPCISS, Europa Social; ESDA, IEFP, Educação de Adultos. Apontamentos de Maria Teresa Abrantes Ávila]
[Social education and Social educational practice in the nordic countries (2003); Folheto The social educator in a globalised world; correspondência entre Maria Teresa Abrantes e o CEDEFO; Documentação da Association Internationale des Éducateurs de Jeunes Inadaptés]
[Documentos relativos à participação de Maria Teresa Abrantes Ávila no Congresso de Copenhaga, onde foi apresentado o Projecto Nova Esperança da Galiza. O mesmo em relação a um Congresso em Sevilha, no mesmo ano.
Cartas, bilhetes-postais, cartões e cartões-convite de caráter geral recebidos por José Maria Braga da Cruz. São abundantes os cartões-convite para casamentos, os cartões de agradecimento pelo envio de condolências e votos de boas-festas a propósito da celebração do Natal e da Páscoa. Contém também correspondência relacionada com pedidos de intervenção para a colocação em cargos públicos ou de auxílio em pesquisas bibliográficas, bem como correspondência com pessoas com quem José Maria Braga da Cruz estabeleceu uma relação da amizade ao longo da vida e que o próprio agrupou por destinatário.
Documentação relacionada com a ligação de José Maria Braga da Cruz com o Centro Académico de Democracia Cristã, nomeadamente uma listagem com a indicação dos sócios antigos do C. A. D. C. do Patriarcado de Lisboa, uma carta circular acerca dos sócios honorários e documentação relativa às Comemorações das Bodas de Ouro do C. A. D. C relizadas em Coimbra entre 2 e 4 de Março de 1951. Relativamente a estas comemorações inclui o convite, folheto, cartão de participante e notícia sobre a alocução que Guilherme Braga da Cruz, filho de José Maria Braga da Cruz, fez à Emissora Nacional.
José Maria Braga da Cruz associou-se ao Centro Académico de Democracia Cristã nos tempo em que frequentou a Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, entre 1906 e 1911, mantendo contacto com as actividade do Centro ao longo da vida. O Centro Académico de Democracia Cristã havia sido fundado em Coimbra por Francisco José de Sousa Gomes, pai da sua futura esposa. José Maria Braga da Cruz viria a integrar a sua direção, juntamente com António Augusto de Castro Meireles e José Diniz da Fonseca.
Certidão das procurações do cónego Luís António de Almeida, instituindo José Maria Braga da Cruz como seu representante, de 24 de março de 1922 e de 14 de novembro de 1932. Certidão das procurações de D. Manuel Vieira de Matos, arcebispo-primaz de Braga, nas quais institui José Maria Braga da Cruz como seu representante, de 27 de abril de 1923 e 28 de agosto de 1923. Certidões das procurações outorgadas pela Comissão Administradora dos Seminários, Cabido e Conselho Administrativo Arquidiocesano que constitui seus advogados em Braga, Porto e Lisboa, respetivamente, José Maria Braga da Cruz, José Gualberto de Sá Carneiro e António Lino Neto, de 28 de agosto de 1926. Certidão da procuração de D. António Bento Martins Júnior, arcebispo-primaz de Braga, que institui José Maria Braga da Cruz como seu representante, de 19 de outubro de 1932. Certidão da procuração do monsenhor Manuel Pereira Júnior, que institui José Maria Braga da Cruz como seu representante, de 19 de outubro de 1932. Certidão da procuração de D. Agostinho de Jesus e Souza, bispo coadjutor de Lamego, que institui José Maria Braga da Cruz como seu representante, de 27 de outubro de 1932. Certidão da procuração de D. João de Oliveira Matos Ferreira, bispo auxiliar da Guarda, que institui José Maria Braga da Cruz como seu representante, de 29 de outubro de 1932. Certidão da procuração de D. Agostinho de Jesus e Souza, bispo da Guarda, que institui João Baptista Lourenço Insuelas, padre António Marques Pereira e padre Manuel Augusto Marques da Silva como seus representantes, de 27 de junho de 1936. Certidão da procuração de D. João de Oliveira Matos, bispo auxiliar da Guarda, que institui João Baptista Lourenço Insuelas, padre António Marques Pereira e padre Manuel Augusto Marques da Silva como seus representantes, de 1 de julho de 1936. Certidão da procuração de António Gonçalves Pires que institui o cónego Manuel Luiz da Costa Azevedo e o padre António de Castro Moita Reis como seus representantes, de 13 de março de 1940. Certidão da procuração outorgada por D. António Bento Martins Júnior a José Maria Braga da Cruz e padre Manuel Augusto Marques da Silva, na qual os confirma como procuradores representantes da diocese de Braga, mitra bracarense, seminário conciliar de S. Pedro e S. Paulo e seminário de Nossa Senhora da Conceição, de 10 de julho de 1941. Contém ainda apontamentos manuscritos em folhas avulsas.
Cartas-impresso expedidas por José Maria Braga da Cruz no cumprimento do encargo que lhe foi dado pelo arcebispo-primaz de Braga, que consistia em tratar de todos os atos referentes à constituição e funcionamento das Corporações Fabriqueiras Paroquiais, com perguntas e espaço para resposta. Existem as respostas referentes às paróquias de São Miguel da Cunha, Nogueira, Arcos, Arentim, Pedralva e São Miguel. Carta de Eugénio da Costa Santos Vaz Vieira, de 1 de março de 1933, a remeter dois folhetos com a reclamação da autoria de José Maria Braga da Cruz contra o arrolamento dos vestidos de Nossa Senhora da Oliveira de Guimarães, datada de 30 de novembro de 1932.
Processo do projecto. Entrevistadas: Maria Alexandrina Morão Ferro de Matos e Maria Angelo Craveiro da Gama.
[Parecer sobre o exercício da profissão de Assistente Social; Levantamento da situação dos Profissionais licenciados pelo Instituto Superior de Serviço Social (1995-1997); Maria Teresa Serôdio Rosa - Anexo do Pré-Projecto de Pesquisa A Profissão de Assistente Social e o Trabalho Social. Uma comparação França-Portugal; M. Dadoy - L'Analyse du travail social. Division du travail, travail et capacites professionnelles. La profession d'Assistante Sociale; Análise funcional da actividade social e profissão Serviço Social (projecto); Isabel Maria Athayde Flora - Situação do Serviço Social em Portugal. Subsídios para a solução do problema (1982); textos de vários autores sobre a Profissão - Giuliano Della Pergola - A dimensão política, como problema profissional para o Assistente Social. La Crítica Sociológica. 20 (1971-1972); Catherine Blanc - Travail Social, negociation et compromis; João Machado - O Serviço Social face ao desafio dos anos 90. Reflexões (1990); Recorte de revista - Uma entrevista (entrevista de Maria Margarida Garcez Palha a Maria Teresa Abrantes Pereira (Ávila) sobre a experiência de trabalho desta em Paris; documentação relativa à participação em Jornadas Saber Profissional e poder institucional; Maria Teresa Abrantes - Princípios e valores na prática do Serviço Social (1981); Princípios e valores em Serviço Social- pesquisa bibliográfica; Rascunho de projecto - O trabalho social e a profissão de Assistente Social em Portugal (com orçamentos); Commitee on Professional questions regarding Social Work - Professional Profile of the Social Worker (1987); Documentação do Seminário Inventure (1990); Documentação do Seminário Portugal Hoje Que Serviço Social, organizado pela Cáritas Portuguesa (1979); Curriculum vitae de Maria Teresa Abrantes Ávila; tabela de remunerações da categoria de Assistente Social]
Coleção de CV de: Maria Isabel Taborda Pinheiro Fazenda, Maria das Neves Monte e Freitas, Maria Odete Esteves Loureiro, Maria Helena Cardoso de Oliveira Cabral Martins da Silva, Maria Teresa Abrantes Pereira Bettencourt e Ávila.
Contém um cartão de D. Manuel Maria Ferreira da Silva [1888-1974], arcebispo titular de Cízico entre [1949 e 1974], remetido dos Olivais para António Lino Neto.
Relação das cartas remetidas a António Lino Neto por D. Domingos [Maria Frutuoso], com a discriminação das respectivas datas e o resumo dos principais conteúdos.
Carta de arrematação contra a viúva do capitão Rodrigo Franco, Josefa Maria Teresa, cuja penhora foi feita no rendimento de umas casas ao Pombal.
Carta de D. Marcelino [António Maria Franco] (1871-1955), bispo do Algarve, a dar aprovação e bênção para a publicação do jornal “Folhas Soltas” na sua diocese.
Coleção de CV de: Maria de Lourdes Sobral Jorge Correia Maltez, Maria Celeste Velho e Castro Albuquerque Rocha Gonçalves, Eufémia Adelaide Cunha Bensabat Ferraz, Maria Virgínia Mendes da Silva Gil Pina, Maria das Neves [Monte] e Freitas, Maria Filomena Godinho Mendes, Maria Valentina Álvares Coelho da Silveira Machado, Maria da Luz Garrido Vaz, Maria Amália dos Reis Messias Maio Pontes Fernandes, Maria Teresa Sarmento Fernandes, Maria de Fátima Pinto Aveiro.
Ofício expedido pela Santa Casa da Misericórdia e Hospital de São Marcos de Braga a convocar o irmão José Maria Braga da Cruz para a reunião da Assembleia Geral Extraordinária, a realizar no dia 7 de abril de 1969, contendo a ordem dos trabalhos.
Tópicos manuscritos por José Maria Braga da Cruz para o seu discurso do dia 30 de outubro no dia da Ação Católica Portuguesa, festa litúrgica de Cristo-Rei. Contém um recorte de jornal com a notícia "Herriot antigo chefe do Govêrno francês entrega as insígnias da 'Legião de Honra' a uma irmã da caridade", e uma pagela.
José Maria Braga da Cruz integrou, como vogal, o Grupo Paroquial da União Católica da Freguesia da Sé em 17 de janeiro de 1930. Esta comissão foi criada com o propósito de promover obras de restauro e de manutenção nos edifícios da Sé Primacial de Braga.
Conjunto documental que enquadra as atividades e funções jurídicas e notariais de José Maria Braga da Cruz, nomeadamente a de advogado e notário da Arquidiocese de Braga, advogado e notário de assuntos gerais e colaborador na redação do Estatuto da Saúde e Assistência.
Apontamentos manuscritos de José Maria Braga da Cruz acerca do teor de diplomas legais e recortes de jornal relativos à lei de separação; edital da Comissão Jurisdicional dos Bens Culturais, de 3 de junho de 1929, a publicitar a arrematação em hasta pública dos prédios que fazem parte dos passais dos párocos das freguesias de Chavão e de Martim; rascunho de carta de José Maria Braga da Cruz para [António] L[ino] N[eto], em 31 de outubro de 1926, acerca das aposentações dos ministros da religião católica; carta-circular da Direção-Geral da Justiça e dos Cultos dirigida à corporação encarregue do culto na freguesia de Algerís, Braga, a mandar enviar a apólice do seguro contra incêndio, em nome do Estado, de todos os bens móveis e imóveis entregues à corporação; carta-circular, de 18 de abril de 1928, do [arcebispo-primaz de Braga] a mandar que não se obedeça à referida Direção-Geral e folheto "Culto Católico" a transcrever as disposições da Portaria n.º 7:294 e a publicitar a empresa seguradora The Trade Insurance Limitada. Rascunhos manuscritos de pareceres jurídicos da autoria de José Maria Braga da Cruz; carta conjunta dos bispos de Portugal ao presidente da República Portuguesa, de 3 de dezembro de 1926; correspondência; minutas de cartas de José Maria Braga da Cruz a remeter os Estatutos das Corporações Fabriqueiras Paroquiais, os quais foi encarregado de elaborar pelo arcebispo-primaz de Braga, e a solicitar que lhe sejam pagos os respetivos honorários.
Apontamentos manuscritos e datilografados de José Maria Braga da Cruz, aparentemente dispersos, e aproveitando recortes de papel ou reutilizando outros documentos. Em alguns casos, José Maria Braga da Cruz fez apontamentos manuscritos que depois datilografou, conservando-se as duas fases do documento. Contém informações acerca da vida política de Portugal, com especial relevo para alguns dos seus protagonistas, diplomas legislativos e momentos eleitorais. Apontamentos que contêm anexo: cópia do despacho de Manuel Craveiro Lopes, de 29 de setembro de 1949, relativo ao ataque ao delegado do procurador da República em Viana do Castelo por membros da Polícia de Segurança Pública, folheto "Um caso escandaloso que reclama esclarecimento e punição aos ilustres e honestos servidores do Estado Novo. A Questão de Bertiandos", de novembro de 1951 e notas datilografadas acerca da devolução do Seminário de Viseu à posse da diocese de Viseu. Apontamento manuscrito de José Maria Braga da Cruz com uma lista dos "Anuários da Universidade [de Coimbra]" que ofereceu a Diogo Pacheco de Amorim, bem como notas acerca de aspetos biográficos deste. Apontamentos para a redação de artigos de decretos regulamentares e de discursos proferidos por José Maria Braga da Cruz, um deles realizado no Convento dos Congregados em 13 de março de 1966.
Conjunto documental que enquadra as atividades e funções de caráter político desenvolvidas por José Maria Braga da Cruz, tais como presidente da Comissão Arquidiocesana de Braga do Centro Católico Português e deputado na Assembleia Nacional pela União Nacional, bem como documentação de diversas tipologias de temática política ou conexa.
José Maria Braga da Cruz foi eleito deputado na Assembleia Nacional das I, II, III, IV e V Legislaturas, ou seja, de 10 de janeiro de 1935 e 24 de março de 1953. Foi eleito pelo círculo de Braga através da União Nacional.
Apontamentos de caráter geral coligidos por José Maria Braga da Cruz, acerca de expressões latinas, morada da livraria São Paulo num impresso de expedição de correspondência da Livraria Cruz, limites da cidade de Braga, dados biográficos de António Cândido Ribeiro da Costa, esquema e desenho de disposição de uma sala e sobre a Universidade do Minho.
Programa-convite, cartões-convite para as cerimónias, recorte com efígie, folheto com a constituição das comissões de honra, promotora e executiva e cartão de António Augusto Nogueira da Silva para José Maria Braga da Cruz a agradecer por ter feito parte da Comissão de Honra.
Recortes de jornal com notícias acerca da comunidade judaica em Portugal, colados em papel de suporte e anotados por José Maria Braga da Cruz, nomeadamente relativas à visita a Portugal de Israel Zangwill, a inauguração da sinagoga do Porto, K. K. Mekor Haim e uma notícia acerca das estatísticas da comunidade judaica no mundo.
Dois cartões de sócio efetivo com a etiquetas coladas relativas ao pagamento das quotas mensais, e carta-circular a remeter a revista "Minia". Nesta carta-circular José Maria Braga da Cruz apôs o seguinte: "Em 25/7/1947 paguei 22$50 dos outros n.ºs, e deixei de ser sócio".
Jornais e recortes de jornal publicados em diversos lugares do país, mas essencialmente em Braga, com assuntos relacionados com a vida religiosa e da Igreja em Portugal, especialmente na arquidiocese de Braga. Capilhas com recortes de jornal organizados acerca dos arcebispos de Braga D. Manuel Vieira de Matos e D. Francisco Maria da Silva.
Rascunhos e trabalhos apresentados por José Maria Braga da Cruz, em atos de avaliação da 15ª cadeira, enquanto cursou o 4º ano do Curso de Direito na Universidade de Coimbra. Os atos constaram da apresentação de um processo ordinário e um processo sumário.
Carimbos usados por José Maria Braga da Cruz no âmbito das suas atividades profissionais como advogado, notário e proprietário da Sociedade Agrícola do Casal do Assento, bem como a indicação da localização dos carimbos. Vários modelos de papel de carta, com diferentes timbres, modelos de envelopes e cartões-de-visita.
(Lisboa) Em resposta a um pedido do P. Sebastião, informa que já não tem em seu poder as fotografias do cortejo no Estádio do Restelo. Como está em vésperas de partir recomenda que telefone à Madre Maria do Sameiro, Assistente do Colégio do Sagrado Coração de Maria, pois ela poderá ter elementos no arquivo, e dá outras pistas sobre as mesmas fotografias.
Correspondência entre José Maria Braga da Cruz, D. Gabriel de Sousa, o abade do mosteiro de Singeverga, D. Plácido de Carvalho e D. António Bento Martins Júnior, arcebispo-primaz de Braga, acerca das negociações jurídicas levadas a cabo por José Maria Braga da Cruz para conseguir a devolução do Mosteiro de Tibães à Ordem Beneditina. Inclui também cartão do padre Paulo Durão a remeter uma fotografia de José Maria Braga da Cruz com o ministro das Colónias, Teófilo Duarte, na qual este está a observar através de binóculos o Mosteiro de Tibães. Cópia da parte final do discurso de José Maria Braga da Cruz como deputado na Assembleia Nacional, a 24 de janeiro de 1941, onde reitera a referida devolução. Cópia da descrição pormenorizado do estado da Quinta de Tibães, de 23 de junho de 1943. Carta conjunta da Junta de Freguesia e Corporação Fabriqueira de Mire de Tibães, de 29 de janeiro de 1935, a solicitar a intervenção de José Maria Braga da Cruz, enquanto deputado, para que as intenções dos habitantes do lugar de Ruães, de serem desanexados de Mire de Tibães e incorporados na freguesia de S. Paio de Merlim, não sejam levadas a termo. Nesta sequência, contém cópia da sentença emitida pelo arcebispo-primaz, D. Manuel Vieira de Matos, de 12 de maio de 1932, a atender aos anseios da população de Ruães e a ordenar a sua anexação à freguesia de S. Paio de Merlim, exemplificadas em duas plantas topográficas. Exemplar do "Diário do Governo" de 18 de outubro de 1949, que publica a portaria que fixa o perímetro de proteção do cruzeiro de Tibães e Igreja e Mosteiro de Tibães.
A Colegiada de Santa Maria e São Miguel de Sintra pertenceu, sucessivamente, ao bispado, arcebispado e patriarcado de Lisboa. Tinha a sua sede paroquial junto à serra, a caminho do Castelo. Foram priores da Igreja de Santa Maria o capelão da rainha D. Isabel, mulher de D. Afonso V, e D. Diogo de Sousa, capelão mor da mulher de D. Manuel, a quem D. João II nomeou deão da capela real e, posteriormente, bispo do Porto. A freguesia de São Miguel foi-lhe anexada no primeiro quartel do séc. XIX.
(Braga) Envio de notícias e manifestação de preocupação com o seu alojamento e estadia em Paris. Timbre: "José Maria Braga da Cruz. Advogado e Notário."
(Funchal) Informa que se vai retirar de funções públicas para exercer a advocacia e dirigir uma empresa comercial. Timbre: "José Maria Silva. Licenciado em Direito. Licenciado em Filosofia".
Carta de arrematação a favor de Luísa Maria da Silva, em que foi penhorado o desembargador João da Cruz Pinheiro sobre as benfeitorias da Quinta do Dolivo.
Carta de arrematação a favor dos "religiosos de S. Francisco da cidade de Lisboa" contra a irmandade, a respeito de uma capela instituída por Maria Fernandes.
Agradecimento de Maria de S. João Evangelista de Lima Vidal (1881-1972) e pedido de envio de vocação para a Congregação das Irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena.
Carta das irmãs Maria da Anunciação e Alzira a oferecer a sua hospitalidade ao Pe. Benevenuto durante o tempo que estiver a fazer tratamento médico.
(Coimbra) Felicitações pelo parecer sobre o Plano de Formação Social e Corporativa. Timbre: "José Maria Gaspar. Professor da Escola do Magistério Primário".