Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for josé and 517,098 records were found.

Fotografia da mãe de José de Sousa Dias.
Fotografia do pai de José de Sousa Dias.
Fotografia de casamento de José de Sousa Dias.
Fotografia de familiar de José de Sousa Dias.
Fotografia da mãe de José de Sousa Dias.
Fotografia da mãe de José de Sousa Dias.
Fotografia do pai de José de Sousa Dias.
Fotografia da Tia da esposa de José de Sousa Dias
Colecção constituída por fotografias da família de José de Sousa Dias que pertence a uma família de Paderne, desde o século XIX.
Lisboa: Portugália Editora, [1962]. 4.ª ed.. Posfácio: José Régio.
José Medeiros e Ivone Padeiro
A documentação é constituída por correspondência, escrituras, procurações, requerimentos e documentos de cariz contabilística. O fundo encontra-se em tratamento, não dispondo de quadro de classificação definitivo
A coleção comporta documentos sobre a história do cinema, da televisão e do teatro em Portugal, recolhidos para a produção de textos, que também se conservam parcialmente. O fundo é constituído por 8 secções ativas, definidas pelo colecionador: Obra (Textos do autor, Imaginário e Documentos para apoio à edição - 1978-2010), Imagem fixa (1917-2002), Imagem animada (Película e Legendas de filmes - 1927-2009), Objetos (1980), Correspondência recebida (1981-2003); Textos sobre o autor e a obra (1981-1985); O Cinema Português (1996-1998) e Temas, Personalidades e Instituições (1960-2009). Consulta por marcação prévia através do e-mail ou telefone da Biblioteca de S. Domingos de Rana.
Oficio Recebido do José Dias Cabrita a enviar um Auto de Corpo de Delito Indirecto.
Fotografia de peça de teatro com a esposa de José de Sousa Dias e Samora Barros.
Oficio Recebido do José Lourenço Vieira a informar acerca de uma procissão que se vai realizar na povoação de Paderne.
Lisboa: Livraria Bertrand, 1964. Introdução, seleção e notas de José Osório de Oliveira. Dedicatória: «A Branquinho da Fonseca, com a admiração do seu camarada, José Osório de Oliveira», 1964-10. Inclui "Nevão no Caramulo", transcrição de fragmento do conto "O lobo branco", de "Caminhos magnéticos", de 1905.
Fotografia do reverendo Belarmino José Vieira Barata
[s.l.: s.n., 1939]. Data de Produção Inicial inferida. Dedicatória: «A meus Pais muitos amigos. José». Cascais, 1940-01. Obra editada sob o pseudónimo de António Madeira. 2 exemplares.
A coleção é constituída por 9 secções: Cascais e Guincho; Monte Estoril; S. João do Estoril; Parede; Carcavelos; S. Domingos de Rana; S. Pedro do Estoril; Estoril e Alcabideche. A coleção comporta digitalizações de bilhetes-postais ilustrados, fotografias e outros documentos acerca do concelho de Cascais
Ofício do Posto do registo Civil do Hospital de São José dirigido à Câmara Municipal de Albufeira no âmbito da resposta ao pedido de procura da certidão do falecimento de Sérgio Viegas que faleceu a 15 de Maio de 1945, mas os serviços não encontraram nenhum falecido com o nome indicado.
Oficio Recebido do José Dias Cabrita a enviar um Auto de Notícia a informar acerca do homicídio do Juiz da sede do Julgado de Paz.
Ofício do Posto do registo Civil do Hospital de São José dirigido à Câmara Municipal de Albufeira no âmbito da resposta ao pedido de procura da certidão do falecimento de Sérgio Viegas que faleceu a 15 de Maio de 1945, no seguimento da última carta não terem encontraram nenhum falecido com o nome indicado, o gerente do Posto do Registo Civil sugere efectuar pesquisa nos anos de 1943, 1944, 1945, ou que talvez tivesse outro nome ou que tivesse dado entrada morto.
Oficio Recebido do Joaquim José Manuel Luis a informar que vai ser entregue em tesouraria do Município uma quantia em dinheiro, referente à cobrança feita de uma licença de uso e porte de arma.
[s.l.]: Celidis, [1974]. Posfácio de José Régio. Incluiu "O Barão e a dimensão mítica da realidade portuguesa", de Nelly Novaes Coelho.
Edição da tipografia Burocrática de Tavira sobre a tomada de Albufeira, bastião liberal no Algarve, em 1833, pelas tropas de José Joaquim de Sousa Reis, líder da guerrilha fiel a D. Miguel, mais conhecido por Remexido. Os acontecimentos foram narrados por Francisco António da Silva Cabrita.
Dedicatória: «Para o António José, do José Régio»
José Afonso apresenta o livro sobre a Igreja e Escola do Prado.
Fotografia das gentes de Albufeira , do Dr. José Crisóstono Pereira de Paiva de 1927, da colecção Selles Paiva
Belarmino José Vieira Barata aderiu à Igreja Lusitana em 1919, tornou-se diácono em 1931 e foi presbítero eleito. Faleceu em 1943.
Núcleo de documentação do padre José Luiz Ferreira da Silva. Inclui registo de correspondência oficial e particular e copiador com alguma dessa correspondência.
Documento
Fotografia do Reverendo José Nunes Chves, ex-presbítero da Igreja Católica, natural de Portimão aderiu à Igreja Lusitana em Novembro de 1879 e foi o fundador da Igreja de Jesus.
José Nunes Chaves (1828-1893) era um ex-padre católico que abjurara em 1876 e ex-capelão da igreja da colónia italiana do Loreto. Nesse mesmo ano funda a Missão Episcopal, na Rua de S. Marçal, em Lisboa. Foi também o fundador em 1877 da Igreja de Jesus, em Lisboa. Em 1889 deixa a Igreja Lusitana e ingressa na Presbiteriana. Joaquim dos Santos Figueiredo, ex-sacerdote católico, tornou-se pastor da igreja presbiteriana de Lisboa, substituindo o Rev. José Nunes Chaves.
José Maria Leite Bonaparte aderiu à Igreja Lusitana em 1902. Ordenado diácono em 1907; Ordenado presbítero em 1911; Foi pároco na paróquia do Salvador do Mundo entre 1907-1908; Foi o primeiro pároco da igreja de Cristo em Oliveira do Douro.
Exposição apresentada por Belarmino José Vieira Barata à Junta Paroquial da Igreja Jesus sobre o encerramento da igreja e escola. Contém resposta da Junta Paroquial declarando concordar com as razões apresentadas.
Sessão extraordinária do dia 20 de Dezembro de 1853.Presidente José Cabrita D'Arez [Mião] e os Vereadores Joaquim José D'Arez, , Simão José Dias Teixeira, Jacinto Paes D'Ayet.
Sessão extraordinária do dia 20 de Dezembro de 1853.Presidente José Cabrita D'Arez [Mião] e os Vereadores António da Silva Medeira, Joaquim José D'Arez, , Simão José Dias Teixeira.
Obras com dedicatórias a António José Branquinho da Fonseca, Maria Manuel Branquinho da Fonseca, (José) Tomás da Fonseca (pai de Branquinho da Fonseca) e Tomás Branquinho da Fonseca (filho de Branquinho da Fonseca).
Cartaz a publicitar o filme: "José do Telhado"
Ofício do José Teles Rodrigues a solicitar pagamento de factura.
Grupo de amigos: José Medeiros, Isaurindo Elói, Fernando Teixeira
Localizado na Avenida Doutor António José de Almeida.
Localizado na Avenida Doutor António José de Almeida.
Localizado na Avenida Doutor António José de Almeida.
O acidente ocorreu na avenida Doutor António José de Almeida.
Localizado na Avenida Doutor António José de Almeida.
Localizado na Avenida Doutor António José de Almeida.
Venda de cereais. O contínuo da câmara: José Joaquim de Oliveira. Presidente das câmara: Severino José Júdice Samora.
Fornecimento de Petróleo. O continuo da Camara-José Joaquim de Oliveira Assinado pelo presidente-Severino José Júdice Samora.
Venda de cereais. Presidente das câmara: Severino José Júdice Samora.
Fornecimento de vários materiais. O continuo da Camara,José Joaquim de Oliveira. Assinado pelo presidente,Severino José Júdice Samora.
Rendimento do mercado do peixe. O presidente:José [?]António de Lima . O continuo da câmara de Albufeira:José [?] Casimiro.
Rendimento do chafariz da Orada. O vice- presidente:José António de Lima . No lugar do continuo de Albufeira:José [?] Casimiro.
D. José de Assis Mascarenhas Castelo Branco da Costa Lancastre, 4.° Conde de Óbidos. Casou em 1777 com D. Helena Maria Josefa Xavier de Lima, filha dos primeiros Marqueses de Ponte de Lima. Nasceu em 1745 e faleceu em 1806.
José Jorge de Pina Cabral nasceu no Porto, freguesia da Sé, em 22/05/1966. Habilitações literárias: - Licenciatura em Educação Física Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física da Universidade do Porto, em 1989 - Licenciatura em Ciências Religiosas pela Universidade Católica do Porto Percurso religioso: - Foi instituído leitor da Igreja Lusitana em 15/03/1992 - Foi ordenado diácono em 14/10/1995 - Foi ordenado presbítero em 01/11/1997 - Em 2007 foi nomeado Vigário-Geral da Igreja Lusitana É atualmente pároco da paróquia de S. João Evangelista e desde 25 de Abril de 2013, Bispo da Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica. Exerceu funções de Diretor Executivo da Associação das Escolas do Torne e do Prado - Instituição Particular de Solidariedade Social.
José da Silva Carvalho (1782 - 1856), advogado e magistrado, foi um dos obreiros da Revolução de 1820, ministro de D. João VI, D. Pedro IV, D. Maria II e o primeiro Presidente do Supremo Tribunal de Justiça. Filho dum casal de humildes lavradores, frequentou o Colégio das Artes em Coimbra e mais tarde, em 1800, a Faculdade de Leis da Universidade de Coimbra, onde se formou como Bacharel em 1805. Em 1810 foi colocado como juiz de fora da vila de Recardães e em 1814 foi nomeado Juiz dos Órfãos da cidade do Porto . José da Silva Carvalho, Manuel Fernandes Tomás, José Ferreira Borges e João Ferreira Viana fundaram o Sinédrio, associação revolucionária de que veio a resultar a Revolução Liberal de 1820. Silva Carvalho foi eleito membro da Junta Provisional preparatória das Cortes. Mais tarde fez parte da Regência do Reino e em 1821 foi ministro dos Negócios Eclesiásticos e da Justiça, cargo que exerceu até 1822. Com a Vila Francada exilou-se no estrangeiro. Posteriormente voltou a Portugal mas com a aclamação de D. Miguel, exilou-se novamente. Com o advento do liberalismo foi ministro da Fazenda, da Marinha e novamente dos Negócios Eclesiásticos e da Justica. Com a Revolução de Setembro exilou-se pela terceira vez. Voltou ao reino em 1838. Foi deputado, par do reino e senador, entre outros cargos que exerceu.
O fundo é constituído por seis secções: Documentos pessoais; Correspondência; Manuscritos, datiloscritos e provas; Obra impressa; Recortes de imprensa e estudos sobre o autor e a obra; e Biblioteca; e por 21 séries: Fotografias (1916-1966); Vida académica (1927); Vida profissional (1931-1969); Vida literária (1930-1972); Correspondência recebida (1914-1974); Correspondência expedida (1912-1971); Correspondência recebida e expedida relativa ao Museu-Biblioteca Condes de Castro Guimarães (1946-1950); Correspondência recebida e expedida por familiares (1933-1993); Poesia (1925-1970); Prosa (1940-1982); Capas e desenhos (1930-1960); Apontamentos (1926-1980); Manuscritos de outros autores (1928); Edições literárias (1931-1986); Edições em antologias (1944-1981); Edições sobre biblioteconomia e museologia (1943-1975); Críticas e correspondência sobre o autor e a obra (1926-1975); Estudos sobre o autor e a obra (1971-1993); Recortes de imprensa sobre bibliotecas (1933-1983); Obras autografadas (1903-1980) e Outras obras (1833-1979)
Sessão extraordinária do dia 02 de Setembro de 1853. Presidente José Cabrita D'Arez [Mião] e os Vereadores António da Silva Medeira, Joaquim José D'Arez e Jacinto Paes D'Ayet, Simão José Dias Teixeira
Sessão extraordinária do dia 01 de Dezembro de 1853. Presidente José Cabrita D'Arez [Mião] e os Vereadores António da Silva Medeira, Joaquim José D'Arez e Jacinto Paes D'Ayet, Simão José Dias Teixeira
Sessão extraordinária do dia 02 de Setembro de 1853. Presidente José Cabrita D'Arez [Mião] e os Vereadores António da Silva Medeira, Joaquim José D'Arez e Jacinto Paes D'Ayet, Simão José Dias Teixeira
Sessão extraordinária do dia24 de Nobembro de 1853. Presidente José Cabrita D'Arez [Mião] e os Vereadores António da Silva Medeira, Joaquim José D'Arez e Jacinto Paes D'Ayet, Simão José Dias Teixeira
Sessão ordinária do dia 01 de Dezembro de 1853. Presidente José Cabrita D'Arez [Mião] e os Vereadores António da Silva Medeira, Joaquim José D'Arez e Jacinto Paes D'Ayet, Simão José Dias Teixeira
Original: Reprodução de bilhete-postal ilustrado. Coleção: 1
Original: Bilhete-postal ilustrado. Coleção: 6
D. José de Assis Mascarenhas Castelo Branco da Costa Lancastre, 4.º Conde de Óbidos. Casou em 1777 com D. Helena Maria Josefa Xavier de Lima, filha dos primeiros Marqueses de Ponte de Lima. O primeiro nasceu em 1745 e faleceu em 1806.
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante e seguintes: José Maria Correia de Bastos, José Maria Moreira, Manuel Gomes de Resende e José Francisco da Silva Lima, representantes da Sociedade Elétrica de Nogueira do Cravo.
O Presidente da Junta Paroquial da igreja de S. João Evangelista envia carta à Direcção da Associação Protectora da Infância a agradecer a presença de meninas no funeral do professor José Teixeira da Fonseca.
Original: Bilhete-postal ilustrado
Cobrança voluntária do imposto directo da percentagem sobre os rendimentos isentos da contribuição predial. Vice Presidente da José Duarte Proença. O continuo da câmara: José Joaquim D`oliveira.
Principais assuntos abordados nesta ata: - aprovação do Relatório da Gerência Municipal de 1944; - ata de sessão presidida por José Martins Cardoso e lavrada por José Jesus Cabrita.
Constituído por uma carta de João António Peres Abreu, autor do «Roteiro do Viajante no Continente e nos Caminhos de Ferro em Portugal em 1865», escrita no contexto do Liberalismo em Portugal. • Assuntos: Fundo fechado.
Publicitação das sessões ordinárias da Câmara Municipal de Albufeira. O contínuo da câmara: José Joaquim de Oliveira. Presidente das câmara: Severino José Júdice Samora.
Inspecção e fiscalização de pesos e medidas. O contínuo da câmara: José Joaquim de Oliveira. Presidente das câmara: Severino José Júdice Samora.