Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for joão and 502,737 records were found.

Livro de receita e despesa com registos de: Fundo Pastoral da Igreja de S. João Evangelista; Liga do Esforço Cristão de Gaia; Corpo de Evangelização do Torne; contas gerais da igreja de S. João Evangelista; contas gerais da Escola do Torne; contas gerais da cantina beneficente do Torne; receita e despesa da Escola Dominical do Torne; receita do Fundo para obras; fundo paroquial dos pobres.
Livros de registos de celebrações litúrgicas da igreja de S. João Evangelista. Têm a data, dia, hora, oficiante, pregador, assunto do sermão, coleta, contador, assistentes (adultos, crianças, total, comungantes), hinos e observações).
A Junta Paroquial da igreja de S. joão Evangelista envia carta ao Presidente do Sínodo a pedir a aprovação, pela Comissão Permanente, da nomeação de Manuel Reis Varela da Silva como pregador licenciado.
O Presidente da Junta Paroquial da igreja de S. João Evangelista envia carta à Direcção da Associação Protectora da Infância a agradecer a presença de meninas no funeral do professor José Teixeira da Fonseca.
Série composta por documentos referentes à receita e despesa do bazar realizados todos os anos na Paróquia de S. João Evangelista, cujas receitas revertiam a favor da igreja e da Escola do Torne.
Primeiro outorgante e seguintes: Maria Manuela Andrade Pinto Bessa de Castro e Lemos, João Manuel Andrade Pinto Bessa, Edyr de Andrade Castro Pinto Bessa e Albertino de Almeida Bastos. Segundo outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis.
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante e seguintes: Manuel da Costa Martins, Rafael da Costa Martins, António José Ferreira da Costa, Domingos da Costa Godinho, João Pereira de Lima e José António Tavares.
Planta com adições a grafite. Inscrição no canto inferior esquerdo: Levantamento cartográfico sob a direcção de J. Grilo e António Abrantes em 1912. Possui, ainda, carimbo no canto inferior esquerdo: Levantada e desenhada sob a direção de António Emídio Abrantes: Júlio da Silva Costa: Ano de 1915
Planta com adições a grafite
Inventariado: João Gonçalves João; Inventariante: Maria Esteves.
Trata-se do empréstimo de 500 contos destinado à construção das novas central e conduta elevatórias para o abastecimento de água à vila sede do concelho. Foi autorizado por portaria publicada no Diário do Governo n.º 239, II série, de 11 de Outubro de 1969.
Trata-se do empréstimo de 600 contos destinado ao abastecimento de água à vila sede do concelho. Foi autorizado por portaria publicada no Diário do Governo n.º 293, II série, de 20 de Dezembro de 1966.
Trata-se do empréstimo de 2.512 contos destinado a obras de abastecimento de água à sede do concelho. Foi autorizado por portaria publicada no Diário do Governo n.º 134, II série, de 11 de Junho de 1948, alterada no Diário do Governo n.º 231, II série, de 2 de Outubro de 1948.
Alvará. Escudeiro. Filiação: Domingos João.
Certidão Negativa. Filiação: João Henriques.
Certidão Negativa. Filiação: João Pais.
Alvará. Cirurgião. Filiação: Manuel João.
O Mosteiro São João de Longos Vales era masculino, pertencia aos Cónegos Regulares de Santo Agostinho e à Congregação de Santa Cruz de Coimbra. Terá sido fundado no tempo de D. Afonso Henriques pelos Cónegos Regulares de Santo Agostinho. Em 1197, D. Sancho I dotou-o e coutou-o devido aos serviços prestados pelo prior de D. Pedro Pires na causa nacional. Em 1320, no "Catálogo de todas as igrejas, comendas e mosteiros que havia nos reinos de Portugal e Algarves, pelos anos de 1320 e 1321", São João de Longos Vales pertencia ao bispado de Tui e ao arcediagado de Cerveira e foi taxado em 100 libras. No início do século XII a igreja foi reconstruída, e os seus bens passaram a ser administrados por comendatários Em 1539, Paulo III concedeu o priorado do mosteiro a D. Duarte, filho de D. João III. Após a sua morte, o mosteiro foi anexado ao Colégio de Jesus de Coimbra, por bula de Júlio III, datada de 12 de Outubro de1551, passando o colégio a administrar os seus bens. Em 1759, após a expulsão dos padres da Companhia de Jesus, os bens que anteriormente pertenceram ao Mosteiro de São João de Longos Vales de Monção foram incorporados no património da Universidade de Coimbra.
A Igreja Colegiada de São João da Praça de Lisboa pertenceu ao distrito eclesiástico de Lisboa e sucessivamente, ao bispado, arcebispado e patriarcado de Lisboa. A existência da igreja remonta aos reinados de D. Afonso II ou de D. Sancho II. Em 1317, D. Frei Estêvão II, bispo de Lisboa consagrou o padroado da igreja dedicada a São João Degolado. É provável que tenha sido reedificada em 1442. Posteriormente, recebeu a invocação de São João da Praça, por ser esse o local onde os condenados iam cumprir as sentenças. Atingida pelo incêndio que se sucedeu ao terramoto de 1755, a freguesia passou para a Ermida de Nossa Senhora do Rosário; em 1768, fazia-se no cais de Santarém, uma barraca para a sua acomodação. Em 1774, já estava reconstruída a antiga igreja paroquial e a freguesia voltou ao seu local de origem. Por decreto de 24 de Dezembro de 1885, para efeitos eclesiásticos, a freguesia foi anexada à de Santa Maria Maior da Sé Patriarcal, e recebeu um pároco instituído canonicamente. Em 1886, os registos paroquiais já eram lavrados nos livros da Sé. Em 1906, por decreto de 3 de Maio, recebeu o título de Real Capela de São João da Praça.
Indica que o Conde Camareiro-Mor, pai de D. Madalena de Castro, recebeu uma vida mais nas Comendas apresentadas, sendo-lhe passado Alvará de Lembrança, a 5 de Julho de 1651. Refere, ainda, que a mercê pertencia, por Sentença de Justificação, a D. João José Mascarenhas, Marquês de Fronteira, filho de D. Fernando, Marquês de Fronteira. O Rei D. João V extinguiu a dita mercê e passou cartas a 2 e 3 de Junho de 1732.
Original: Bilhete-postal ilustrado. Coleção: 1004
A Igreja Colegiada Santo Estêvão de Alfama de Lisboa pertenceu ao distrito eclesiástico de Lisboa e sucessivamente, ao bispado, arcebispado e patriarcado de Lisboa. A sua fundação deve ter ocorrido nos finais do séc. XII. A referência mais antiga relativa a esta igreja data de 1231, correspondendo à doação feita por João Martins e sua mulher. No séc. XIII, Santo Estêvão de Alfama ocupava uma vasta área e tinha como sufragânea a Igreja de São João Baptista, do Alqueidão de Valada, em Santarém. Foi padroado real até 1295, data em que D. Dinis doou os seus direitos ao bispo de Lisboa, D. João Martins Soalhães.
D. João Mascarenhas, 1.º Marquês de Fronteira e 2.º Conde da Torre nasceu em 1633. Pertenceu ao Conselho do Rei, foi Camarista do Rei D. Pedro II, Cavaleiro da Ordem de Cristo, Comendador das Comendas de São Nicolau de Carrazedo, Fonte Arcada, Rosmaninhal, São João de Castelãos, São Martinho de Cambres e de Pindo da Ordem de Cristo, e senhor das aldeias de Coculim e de Vereda no Estado da Índia. Casou com D. Madalena de Castro. Foi Mestre de Campo General no Exército e Província de Entre-Douro e Minho, tendo sido nomeado a 6 de Março de 1659. A 11 de Setembro de 1669 foi nomeado para o cargo de Vedor da Fazenda da Repartição da Índia. Em 25 de janeiro de 1574 e em 24 de novembro de 1679, foi nomeado e tomou posse do cargo de Secretário do Congresso da Nobreza. Morreu em 1681.
Unidade de instalação
Planta com adições a grafite
Original: Bilhete-postal ilustrado.
Original: Bilhete-postal ilustrado. Coleção: 548
Correspondência e plano de melhoramentos e memória justificativa dos anteprojetos de obras, da autoria de João de Almeida. Exemplar impresso.
PINTO, João Fernando Direito
FELGUEIRAS, João Eduardo Pinto
COSTA, João Filipe Alvarinhas
RIBEIRO, João Filipe Correia
FIGUEIREDO, João Filipe Dias
DIAMANTINO, João Filipe Rodrigues
MOREIRA, João Filipe Machado
GONÇALVES, João Nuno Fernandes
PERPÉTUO, João Frederico Lourenço
LOPES, João Francisco Moreira
OLIVEIRA, João Ilídio Teixeira
MACHADO, João Paulo Coutinho
CORREIA, João Miguel Ferreira
GUEDES, João Miguel Rodrigues
MADUREIRA, João Pedro Pereira
FERNANDES, António João Resende
BATEIRA, João Campos Menezes
CÂMARA, João Bernardo Veloso
CORREIA, João Carlos Padrão
LOURENÇO, José João Marques
CARVALHO, João Pedro Almeida
MÚRIAS, João Manuel Loureiro
RODRIGUES, João Manuel Guimarães
PEREIRA, João Crisóstomo Alves
FIGUEIREDO, João Maria Casado
NUNES, João Carlos Rodrigues