Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for francisco and 521,753 records were found.

Alvará. Cavaleiro Fidalgo. Filiação: Pedro Francisco.
Alvará. Cavaleiro Fidalgo. Filiação: José Francisco.
Provisão. Reforma e soldo. Filiação: Domingos Francisco.
Provisão. Reforma com Soldo. Filiação: António Francisco.
Alvará. Mestre Chocolateiro [?]. Filiação: António Francisco.
Alvará. Cirurgião da Câmara. Filiação: Domingos Francisco.
A Província de Portugal da Ordem Franciscana, cujo nome oficial é Ordem dos Frades Menores - de onde deriva o nome de Menoritas -, também é designada por Ordem Seráfica. Em 1216 ou 1217, os franciscanos estabelecidos em Portugal, dependiam desde 1219 da Província franciscana da Hispânia. A partir pelo menos de 1239, a Província foi dividida em três, ficaram incluídos na Província de Santiago, por vezes chamada de Portugal, formando uma "custódia", isto é, um conjunto de casas ou subdivisão geográfica da Província, com sede em Lisboa. Em 1253, a Província de Portugal possuía, ainda, jurisdição sobre alguns conventos de religiosas franciscanas, uns seguidores da regra de Santa Clara, aprovada nesse ano, e outros da regras de Urbano IV (urbanistas), publicada em 1263. Tal como os conventos masculinos, também as casas femininas foram progressivamente passando à Observância. Em 1272, autonomizou-se a custódia de Coimbra. Em 1331, autonomizou-se a custódia de Évora (ficando portanto a parte portuguesa da Província dividida em três custódias). Em 1384, tendo os franciscanos de Leão, Castela e Galiza optado pela obediência ao papa de Avinhão, e os de Portugal ao papa de Roma, passaram estes a obedecer de facto ao Ministro-Geral romano. Em 1417, esta situação foi sancionada oficialmente, tendo sido a Província de Portugal reconhecida canonicamente em 1421. Desde 1392, que existiam comunidades franciscanas em Portugal oriundas de Castela que interpretavam a vida religiosa de forma mais austera, a que se chamaram "Observantes", por oposição aos primeiros designados por "Claustrais" ou "Conventuais". Além dos conventos por eles fundados, começaram a "reformar" alguns dos antigos. Os Observantes que entraram em Portugal em 1392 (observantes "antigos") não devem ser confundidos com outras famílias franciscanas também chamadas "observantes", mas fundadas em Portugal a partir de 1500 (e por isso classificados como "observantes modernos" ou da "mais estreita observância"). A estes chamaram-se popularmente "Capuchos". Em 1447, formaram uma vigararia. Em 1517, depois de um período de oscilação de obediências e de tensões, as duas famílias separaram-se claramente em duas províncias independentes: a Província da Observância de Portugal, dos Claustrais, com sede em São Francisco do Porto, e a Província de Portugal da Regular Observância com sede em São Francisco da cidade de Lisboa. Em 1567, a primeira foi extinta oficialmente, e os conventos entregues à obediência dos Observantes. A perturbação daí resultante prolongou-se até 1584, data em que o ramo claustral terminou de facto. Nesta época já a Província de Portugal (observante) se tinha dividido em duas, a de Portugal, cuja sede continuou em São Francisco da cidade de Lisboa, e a dos Algarves, com sede em São Francisco de Xabregas sendo esta constituída sobretudo por conventos situados a sul do Tejo (a partir de 1532). Os conventos da Madeira, que em 1584 passaram também à Província da Observância de Portugal, constituíram-se como custódia independente em 1683, por patente do Ministro Geral, executada no Capítulo Provincial de 23 de Setembro de 1702. Esta custódia veio a ser denominada de Santiago Menor da Ilha da Madeira. Em 1834, foi extinta a Província de Portugal da Regular Observância, herdeira de toda a tradição franciscana portuguesa, no âmbito da "Reforma geral eclesiástica" empreendida pelo Ministro e Secretário de Estado, Joaquim António de Aguiar, executada pela Comissão da Reforma Geral do Clero (1833-1837), pelo Decreto de 30 de Maio, foram extintos todos os conventos, mosteiros, colégios, hospícios e casas de religiosos de todas as ordens religiosas, ficando as de religiosas, sujeitas aos respectivos bispos, até à morte da última freira, data do encerramento definitivo. Os bens foram incorporados nos Próprios da Fazenda Nacional.
Primeiro outorgante: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Segundo outorgante e seguintes: José Maria Correia de Bastos, José Maria Moreira, Manuel Gomes de Resende e José Francisco da Silva Lima, representantes da Sociedade Elétrica de Nogueira do Cravo.
Rua de S. Francisco.
Testamento de Francisco Cordovil.
D. Francisco de Assis Mascarenhas, 6.° Conde de Palma, foi o segundo filho dos quartos Condes de Óbidos, D. José de Assis Mascarenhas Castelo Branco da Costa Lancastre e de D. Helena Josefa Xavier de Lima. Viveu de 1779 a 1843.
Declaração de Francisco Pulido Valente enviada ao Tribunal Plenário do Porto, de apoio a Rui Luís Gomes, acusado de apoiar as pretensões da União Indiana sobre a Índia Portuguesa • Assuntos: Gomes, Rui Luís..
(Porto) - Pedido relacionado com a obtenção de um passaporte, com vista a uma deslocação do remetente a Santiago de Compostela; informação sobre o jornal «O Debate» e sobre [Francisco] Veloso.
(Estoril) - Informação sobre um processo judicial que contava com a participação directa do Conselheiro Francisco de Mendonça, [cunhado do destinatário]; envio de um memorial e pedido para que o mesmo fosse entregue ao referido Conselheiro.
«A Monarquia» (ano V, n.º 1000, pp. 1-2) - Artigo de Francisco Veloso, com esclarecimentos relativos a uma notícia do «Correio da Manhã», que informava sobre um negócio de bens da Igreja que envolvia Braga da Cruz.
(Braga) - Considerações sobre as “disputas de maiorias” nos círculos eleitorais de Braga, com referência à auscultação das opiniões 474 de [Francisco] Veloso e de [António de Oliveira] Salazar; informação sobre a organização de um Congresso a realizar em Braga.
Artigo de Francisco de Babo, publicado em jornal não identificado, relatando uma conversa tida com Juvenal de Araújo. Inclui referências ao percurso biográfico de Juvenal de Araújo, em particular sobre a sua actividade ligada ao Centro Católico Português.
(Braga) Convite para participar nas Comemorações do IV Centenário do Nascimento de Francisco Sanches. Inclui em anexo o programa provisório e o programa definitivo. Timbre: "Câmara Municipal de Braga. Gabinete do Presidente".
[s.l.] Proposta para que o cunhado de Guilherme Braga da Cruz, Francisco Carlos de Azeredo, intervenha no estudo da parte central de Guimarães. Timbre: "Ministério das Obras Públicas. Gabinete do Ministro".
(Haia) Agradecimento pela oferta da separata com o discurso de Guilherme Braga da Cruz no doutoramento "honoris-causa" do Generalíssimo Francisco Franco e informação de que iniciaram as reuniões do Pacto do Atlântico. Timbre: "Legação de Portugal".
(Roma) Recordação dos dias passados em Portugal durante o centenário de Francisco Suaréz e questão se Guilherme Braga da Cruz vai a Roma no Ano Santo. Timbre: "Pontificia Vniversitas Gregoriana".
(Madrid) Agradecimento pela oferta do discurso proferido por Guilherme Braga da Cruz no doutoramento "honoris-causa" do Generalíssimo Francisco Franco. Timbre: "Amadeo de Fuenmayor Champín. Catedrático de Derecho Civil. Abogado".
(Porto) Agradecimento pela oferta do discurso proferido por Guilherme Braga da Cruz no doutoramento "honoris-causa" do Generalíssimo Francisco Franco. Timbre: "Faculdade de Medicina do Porto. Instituto de Anatomia".
(Alcochete) Francisco José Pereira Coutinho Facco Leite da Cunha, provedor, transmite o voto de gratidão pelo apoio jurídico na questão judicial de reivindicação a favor da Santa Casa da Misericórdia de Alcochete. Timbre: "Santa Casa da Misericórdia de Alcochete. Secretaria".
Sentença cível a favor da Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja de São Nicolau e contra António Dinis, fiador e principal pagador de Francisco [Devidia?], relativa à renda de umas lojas na calçada do Carmo.
Recibos e certificados dos valores referentes a multas impostas aos capelães da Igreja de São Nicolau, Vicente Henriques e Manuel José Francisco. Os documentos indicam o número de faltas e as respetivas multas.
Série documental constituída por um livro, contendo os assentos da despesa da Irmandade do Santíssimo Sacramento, realizados por Francisco António Colffs, Tesoureiro da mesma Irmandade, entre 1790 e 1803.
Transcrição do recorte de imprensa "A Pesca à Linha - Algumas Memórias, de António Alçada Baptista", de José do Carmo Francisco, publicado no Correio dos Açores de 26 de fevereiro de 1998.
Original do recorte de imprensa "Lembrar figuras", de Francisco Pereira (Benfica), publicado no Ecos de Basto de 15 de setembro de 2003, contendo descrição do percurso biográfico de Abel Varzim.
Certidão da Sentença cível de formal de partilhas, termo de paga e quitação dada pelas executantes Teresa da Cruz e Ana Maria à Irmandade; treslado de uma Procuração passada pelas mesmas ao Dr. Francisco Seixas da Veiga.
Texto de Susan Lowndes, remetido pelo NCWC/NS, sobre as declarações do arcebispo de Braga, D. Francisco da Silva, que diz que a disciplina e autoridade da Igreja são definidas pelo Papa e pelos bispos.
Texto de Susan Lowndes, remetido pelo NCWC/NS, acerca da declaração do bispo resignatário de Quelimane, D. Francisco Nunes Teixeira, defendendo os missionários que escolheram ficar em Moçambique, mesmo governada por um regime de esquerda.
Texto datilografado de Susan Lowndes relativo ao desejo de um bom futuro para a Igreja em Moçambique, expresso pelo bispo resignatário de Quelimane, D. Francisco Nunes Teixeira; D. António Ferreira Gomes fala na Comissão de Justiça e Paz.
Texto datilografado de Susan Lowndes acerca do alerta de D. António Ribeiro para a necessidade de uma reconciliação nacional; consagração episcopal do novo bispo de Inhambane, D. Francisco Alberto Setele. O texto contém correções manuscritas.
Texto de Susan Lowndes, remetido pelo NCWC/NS, sobre a intervenção do bispo de Carmona e São Salvador, D. Francisco da Mata Mourisca, onde afirma que a fome é o pecado do século XX.
Texto datilografado de Susan Lowndes acerca da morte de Manuel Pedro Marto, pai de Francisco Marto e Jacinta Marto; celebração de casamentos na Capelinha das Aparições; reconstrução da igreja paroquial de Fátima. Dois exemplares do mesmo texto.
Texto datilografado de Susan Lowndes a referir a morte de Olímpia Marto, mãe de Francisco Marto e Jacinta Marto, e acerca das vocações consagradas que surgiram na família dos pastorinhos de Fátima. Dois exemplares do mesmo texto.
Recorte de jornal com um texto de Susan Lowndes acerca do processo de beatificação de Francisco Marto e Jacinta Marto; congresso de leigos em Fátima; festival cigano em Lisboa.
Texto datilografado de Susan Lowndes sobre a nomeação do padre Francisco Antunes Santana como bispo do Funchal; encontro dos bispos de Moçambique; cardeal-patriarca de Lisboa celebra dia de São José.
Texto datilografado de Susan Lowndes sobre os protestos na paróquia de A-Ver-o-Mar devido à transferência do pároco para outra paróquia; 25º aniversário da morte do padre Francisco Cruz; liberdade religiosa em Moçambique.
Texto datilografado de Susan Lowndes acerca da negação da diocese do Porto de que o primeiro-ministro Francisco de Sá Carneiro tenha pedido o divórcio; entrevista do arcebispo de Olinda e Recife, D. Hélder Câmara, ao “Diário de Notícias”.
Texto de Susan Lowndes, remetido pelo NCWC/NS, a referir a prisão do padre Francisco Xavier Monteiro, por se ter recusado a abandonar Goa e a registar-se como estrangeiro.
Comprovativo da nomeação de António Lino Neto para o cargo de director do Instituto Superior de Comércio de Lisboa. Documento subscrito pelo director-deal do Ensino Técnico, Francisco José Nobre Guedes.
[s.l.] - Felicitações pelos resultados de um exame escolar efectuado por Maria Teresa [de Mendonça Lino Neto]; notícias sobre o estado de saúde da remetente; solicitação de notícias sobre Francisco Lino Neto.
(Lisboa) - Convocação dos membros da Associação dos Advogados de Lisboa para uma sessão extraordinária, com vista ao planeamento das manifestações de pesar e homenagem, por ocasião do falecimento de Francisco António da Veiga Beirão (presidente da Associação).
«República» - Artigo de Alberto Irwin com informação sobre mutualidades. No mesmo número destaca-se ainda o artigo intitulado “O denunciante do célebre Dr. Veiga. É expulso de Portugal o Francisco Narciso”.
Oração “para pedir a Beatificação da Mãe de Santa Teresinha [Zélia Guérin] e obter graças por sua intercessão”, pelo bispo de Bayeux e Lisieux, D. Francisco Maria [Picaud]. Contém a reprodução de uma imagem de Zélia Martin.
[Cascais] - Informação sobre a organização do Centro Católico Português no concelho de Cascais; constituição da respectiva Comissão Concelhia, que integrava, entre outros, Fernando Pombeiro, Francisco d’Avillez, Vasco Belmonte.
Sebenta da cadeira de Histórica do Direito Português, coligida pelos alunos Francisco Emílio Pimentel e António Freitas Lemos, segundo as preleções de Guilherme Braga da Cruz, a quem manifestaram reconhecimento em dedicatória.
(Braga) Alberto Jorge de Matos, secretário da Presidência da Câmara, informa que deverão ser usados trajes universitários e de cerimónia nas festas da comemoração do Centenário de Francisco Sanches. Timbre: "Câmara Municipal de Braga. Secretaria".
(Madrid) Pedido de envio de uma cópia de fatura relativa a despesas de Rommen no IV Centenário do Nascimento de Francisco Suárez. Timbre: "El Director General de Asuntos Eclesiásticos".
(Oña - Coimbra) Convite para o curso de verão em Burgos. Guilherme Braga da Cruz recusa o convite e explica amplamente porque o faz. Inclui o programa dos cursos de verão. Timbre: "Sociedad Internacional Francisco Suárez. El Secretario de Publicaciones".
(Burgos) Manifestação da esperança de que Guilherme Braga da Cruz possa ir a Burgos no próximo ano. Timbre: "Sociedad Internacional Francisco Suárez. El Secretario General del Instituto Histórico-Jurídico".
(Braga) António Maria Santos Cunha, presidente da Câmara Municipal de Braga, questiona se Guilherme Braga da Cruz vem acompanhado de algum familiar para as Comemorações do IV Centenário dos Nascimento de Francisco Sanches. Timbre: "Câmara Municipal de Braga. Secretaria".
(Lisboa) Pedido de intervenção na nomeação de Francisco Pedro como chefe de Secção Central. Timbre: "Segundo Juízo Criminal e Tribunal Marítimo. Lisboa. Gabinete do Ajudante do Procurador da República e Promotor de Justiça".
(Lisboa) Francisco Dias Sarreira Júnior, vogal, transmite a deliberação de congratulação máxima pela conferência de Guilherme Braga da Cruz no aniversário da encíclica "Divini Illius Magistri", pela Direção Nacional da Liga Católica. Timbre: "Acção Católica Portuguesa. Liga Católica. Direcção Nacional".
(Lisboa) Agradecimento pela oferta dos estudos "A posse de ano e dia no direito hispânico medieval" e "O direito de superfície no direito romano", e felicitações pelo elogio feito ao Generalíssimo Francisco Franco, na cerimónia de doutoramento "honoris-causa" deste.
(Ovar) Felicitações pelo elogio feito ao Generalíssimo Francisco Franco, na cerimónia de doutoramento "honoris-causa" deste, e notícias acerca da família. Timbre: "Delegação da Procuradoria da República na Comarca de Ovar. Particular".
(Madrid) Felicitações pelo elogio feito ao Generalíssimo Francisco Franco, na cerimónia de doutoramento "honoris-causa" deste, e expressão da vontade de aproximar o Sindicato Espanhol Universitário com a Mocidade Portuguesa. Timbre: "Sindicato Español Universtario. Jefatura Nacional".
(Braga) Considerações acerca do elogio feito ao Generalíssimo Francisco Franco, na cerimónia de doutoramento "honoris-causa" deste e referência ao ciclo de conferências organizado pela Câmara Municipal de Braga. Timbre: "Câmara Municipal de Braga. Gabinete do Presidente".
(Salamanca) Agradecimento pela hospitalidade de Guilherme Braga da Cruz durante os trabalhos o 4º Centenário de Francisco Suárez. Timbre: "Mauricio de Iriarte, S. I. Catedrático de Psicología en la Universidad Ponteficia de Salamanca".
(Coimbra) Informa que Guilherme Braga da Cruz foi encarregue de fazer o elogio académico de Francisco Franco, no doutoramento "honoris-causa" deste. Timbre: "Dr. Maximino Correia. Prof. da Universidade. Coimbra".
(Braga) Informação acerca da contagem do seu tempo de serviço, da avaliação com a nota 9 num trabalho do genro Francisco Carlos e sobre o seu estado de saúde.
[s.l.] Aconselhamento para assumir as obrigações de "ascender à cátedra", caminho proposto por Paulo Merêa, ao qual as suas qualidades e o exemplo do avô [Francisco José de Sousa Gomes] o devem impelir.
(Póvoa de Lanhoso) Agradecimento pela oferta do discurso proferido por Guilherme Braga da Cruz no doutoramento "honoris-causa" do Generalíssimo Francisco Franco. Timbre: "Avelino Pereira de Carvalho. Conservador do Registo Predial. Advogado".
(Viana do Castelo) Agradecimento pela oferta do discurso proferido por Guilherme Braga da Cruz no doutoramento "honoris-causa" do Generalíssimo Francisco Franco e questão sobre se conhece o presidente da Junta de Província.
(Barcelona) Agradecimento pela oferta do discurso proferido por Guilherme Braga da Cruz no doutoramento "honoris-causa" do Generalíssimo Francisco Franco e informação de que está a organizar uma peregrinação a Portugal. Timbre: "F. F. Kraemer' s Son".
(Compostela) Informação sobre como têm corrido os seus estudos com Álvaro d'Ors e da polémica do ataque que Francisco Franco fez ao Direito Romano. Timbre: "Biblioteca de la Facultad de Derecho. Universidad de Santiago".
(Pontevedra) Agradecimento pela oferta do discurso proferido por Guilherme Braga da Cruz no doutoramento "honoris-causa" do Generalíssimo Francisco Franco. Timbre: "EL Gobernador Civil Y Jefe Provincial de F. E. T. Y de las J. O. N. S.. Pontevedra".
(Lisboa) José Francisco Ramos e Costa, presidente, solicita que aceite a missão de representar a Liga Universitária Católica num congresso em Viena. Timbre: "Direcção Geral da Liga Universitária Católica".
[s.l.] Agradecimento pela oferta do discurso proferido por Guilherme Braga da Cruz no doutoramento "honoris-causa" do Generalíssimo Francisco Franco e questiona qual a opinião sobre a outorga do título de Conde da Covilhã a Júlio do Quental Calheiros.
(Coimbra) Agradecimento pela oferta do discurso proferido por Guilherme Braga da Cruz no doutoramento "honoris-causa" do Generalíssimo Francisco Franco. Timbre: "Governo Civil do Distrito de Coimbra. Gabinete do Governador".
(Lisboa) Agradecimento pela oferta do discurso proferido por Guilherme Braga da Cruz no doutoramento "honoris-causa" do Generalíssimo Francisco Franco e escreve sobre os melhoramentos que já operou no seu concelho. Timbre: "Hotel Francfort".
[s.l.] Agradecimento pela oferta do discurso proferido por Guilherme Braga da Cruz no doutoramento "honoris-causa" do Generalíssimo Francisco Franco. Timbre: "Ministério da Educação Nacional. Gabinete do Sub-Secretário de Estado".
(Cuba) Agradecimento pela oferta do discurso proferido por Guilherme Braga da Cruz no doutoramento "honoris-causa" do Generalíssimo Francisco Franco. Timbre: "António Marques Fragoso. Conservador do registo Predial. Advogado".
[s.l.] Agradecimento pela oferta do discurso proferido por Guilherme Braga da Cruz no doutoramento "honoris-causa" do Generalíssimo Francisco Franco. Timbre: "Ministério da Educação Nacional. Centro Universitário de Lisboa. Gabinete de Estudos Coloniais".
(Lisboa) Pedido de intervenção junto de Francisco do Cazal-Ribeiro para renovar o patrocínio da Cidla à revista. Timbre: "Porta Férrea. Revista de Antigos Estudantes de Coimbra. Suplemento Radiofónico".
(Lisboa) Agradecimento pela sua nomeação interina como adjunto de Missão e informa que vai escrever ao padre Francisco Antunes para rezar uma missa mensal pelas intenções de Guilherme Braga da Cruz.
(Barcelona) Informa que indicou o nome de Guilherme Braga da Cruz como referência das suas qualidades de trabalho, a fim de conseguir uma bolsa de estudos do Instituto de Alta Cultura. Timbre: "Facultades de Filosofia Y Teologia. San Francisco Borja".
(Burgos) Condolências pela morte da mãe de Guilherme Braga da Cruz, Maria Isabel Bressane Leite Perry de Sousa Gomes. Timbre: "Instituto Historico-Juridico Internacional Francisco Suaréz. El Director General".
(Porto) Oferta de um retrato do avô de Guilherme Braga da Cruz, Francisco José de Sousa Gomes. Timbre: "José Gualberto de Sá Carneiro. Advogado. Director da Revista dos Tribunais".
(São Paulo) Remessa de recortes e pedido da pesquisa no Arquivo da Universidade de Coimbra da data de matrícula de Francisco António Barral. Timbre: "Divaldo Gaspar de Freitas. Médico".
Comunica que esteve no ateliê de Francisco Franco em Belém para tratar de algumas pequenas alterações e que o escultor espera uma visita do P. Sebastião dentro em breve.
(Lisboa) Depois de se congratular com a invocação do Coração de Jesus para o Monumento, fala dos problemas da construção do molde de gesso e mostra preocupação pela possibilidade de o escultor Francisco Franco não cumprir os prazos.
O livro contém a conta da receita e da despesa (de novembro de 1780 a julho de 1787) da Irmandade do Santíssimo Sacramento e Nossa Senhora da Caridade da freguesia de São Nicolau feita pelo tesoureiro José Francisco da Silva.
Ação cível de penhora feita na venda da Horta de Arroios para pagamento do foro apresentada por Maria José de Melo contra Antónia Joaquina de Andrade e seu marido Sebastião Francisco do Amaral e António Freire de Andrade.
Petição de esmola de Maria Perpétua, viúva Francisco Lopes Fernandes, assistente na rua direita da Lapa, por se achar pobre, dirigida à Irmandade de Nossa Senhora da Oliveira. Contém aprovação da Mesa e indicação do valor com que seria socorrida.
Auto de posse e retificação de posse que Luísa Maria da Silva solicitou que fosse, em seu nome, passada a José Francisco em relação à Quinta do Dolivo e tudo o mais pertencente à dita Quinta.
Sentença cível contra a Irmandade do Santíssimo Sacramento e a favor do padre Vital de Araújo Costa, por este continuar a dizer as missas da capela instituída por Francisco Rodrigues Lisboa e sua irmã.
Descrição da receita f. 1-13 e despesa f. 16-37, resumo da receita f. 38, resumo da despesa f. 39 e encerramento da conta f. 40 (1760-09-20). Tesoureiro: Filipe de Santiago Ribeiro. Escrivão: Francisco Xavier de Sousa.
Descrição da receita f. 2-14 e da despesa f. 15-41, resumo da receita f. 42, resumo da despesa f. 43 e encerramento da conta f. 44 (1760-10-19). Tesoureiro: Filipe de Santiago Ribeiro. Escrivão: Mateus Francisco Padrão.
Descrição da receita e despesa: descrição da receita f. 1-10 e da despesa f. 14-34, 49-51 e 54. Tesoureiro: Francisco António Colffs. Escrivão: Manuel José Pereira; José Coelho Guimarães.
Petição de Francisco Vilela, capelão na Ermida da Ascensão de Cristo, situada em Valverde, de licença para exposição do Santíssimo. Consta a autorização do padre Pedro de Oliveiras Famel.
Parte de "O livro do nómada meu amigo"; uma fotocópia da versão definitiva. Inclui poemas dedicados a Alain Fournier, Luis Ricciardi, Alexandre O'Neill, Alain Gerbault, João Vaz Raposo, Manuel da Fonseca e a Francisco Tenreiro.
Parte de "O livro do nómada meu amigo"; uma fotocópia da versão definitiva. Inclui poemas dedicados a Alain Fournier, Luis Ricciardi, Alexandre O'Neill, Alain Gerbault, João Vaz Raposo, Manuel da Fonseca e a Francisco Tenreiro.
Parte de "O livro do nómada meu amigo"; uma fotocópia da versão definitiva. Inclui poemas dedicados a Alain Fournier, Luis Ricciardi, Alexandre O'Neill, Alain Gerbault, João Vaz Raposo, Manuel da Fonseca e a Francisco Tenreiro.
Parte de "O livro do nómada meu amigo"; uma fotocópia da versão definitiva. Inclui poemas dedicados a Alain Fournier, Luis Ricciardi, Alexandre O'Neill, Alain Gerbault, João Vaz Raposo, Manuel da Fonseca e a Francisco Tenreiro.