Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

3,270 records were found.

Etiqueta com indicação "Para Gargarejos".
Etiqueta de "Cloridrato de Morfina".
Diploma de Sócio da Sociedade Medico-Botânica de Londres atribuído a José Dionísio Correia. O documento encontra-se assinado.
Fotografias das I Jornadas Farmacêuticas Portuguesas que se realizaram entre 31 de maio e 3 de junho de 1962, no Porto. Fizeram parte: da Comissão Organizadora - José Ferreira do Vale Serrano, João Alves Silva e Luís Duarte Rodrigues; da Comissão Organizadora da Exposição Evocativa da Farmácia Antiga - Raúl de Carvalho, Alberto Carlos Correia da Silva, Fernando Russel Cortez e João Alves da Silva; das Mesas das Secções - José Ramos Bandeira, António Lupi Nogueira, Narciso Lencart, Aluísio Marques Leal, Maria do Céu Granada, Camilo Girão Osório, Armando Laroze Rocha, Maria Adriana Figueiredo, Miguel Pereira, Alberto Correia Ralha, Joaquim José Nunes de Oliveira, António Pinho de Brójo, Manuel Mourato Vermelho, Silvina Fontoura de Carvalho. A Sessão Inaugural decorreu no Salão Nobre da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto. Após a Sessão Inaugural, procedeu-se à inauguração da Exposição Evocativa da Farmácia Antiga e da Exposição de Actividades Artísticas de Farmacêuticos. Nas fotografias pode ver-se o Ministro da Saúde e Assistência Henrique de Miranda Vasconcelos Martins de Carvalho a discursar e parte da assistência na Sessão Inaugural, assim como o aspeto da Exposição Evocativa da Farmácia Antiga, participantes durante uma Sessão de Trabalhos Práticos, e almoço de confraternização que decorreu em Ofir. Fotografias tiradas por: Agência de Filmagens e Actualidades Fotográficas OLIMPICA (Porto).
Fotografias das V Jornadas Farmacêuticas Portuguesas que se realizaram entre 2 e 5 de junho de 1966, em Coimbra, sob o tema “Educação Sanitária e Social”. Fizeram parte: da Comissão Executiva - José Ramos Bandeira, André da Silva Campos Neves, António Pinho de Brójo, António Proença Mário Augusto da Cunha, José Baeta Cardoso do Vale, Maria Serpa dos Santos, Clarisse Paquim Costa de Ramos Bandeira, Maria Dias Ferreira Mendes Pimentel e Manuel Gonçalves de Oliveira Monteiro; da Comissão Organizadora da Exposição - José Ramos Bandeira, Alberto Carlos Correia da Silva, José Baeta Cardoso do Vale, Maria Serpa dos Santos, António Costa, Luís Reis Santos, Jorge Adalberto Ferreira Peixoto, Gastão Larisch, António Macedo, José de Sousa Machado Ribeiro Lopes, Fernando Salvador Lopes Rodrigues, José Dias Ferreira, Maria Fernanda de Moura Coutinho Soeiro Torrinha, Odete Roque Proença da Cunha, Maria Teresa Pinto Campos Neves, Maria Dias Ferreira Mendes Pimentel e Isabel Maria Trilho Blanco Mesquita. A Sessão Inaugural decorreu no dia 2 de junho sob a presidência do Ministro da Saúde e Assistência Francisco Pereira Neto de Carvalho. Após a Sessão, procedeu-se à inauguração da Exposição de Educação Sanitária e Social, no Museu Nacional Machado de Castro. Seguiu-se uma receção no Paço das Escolas oferecida pelo Reitor da Universidade de Coimbra (traje a rigor). Durante as Jornadas houve igualmente Sessões com trabalhos práticos e comunicações, conferências, visitas, serão de arte e almoço de confraternização no Salão Nobre do Casino Peninsular da Figueira da Foz. Nas fotografias pode ver-se a mesa de honra e assistência durante a Sessão Inaugural, convidados durante a Receção no Paço das Escolas, Sessão de Encerramento, Almoço de Confraternização e Exposição. Contém ainda uma fotografia de grupo na Via Latina - Pátio das Escolas da Universidade de Coimbra. Fotografias tiradas por: Hilda (Coimbra), Reportagens Lisbonense (Coimbra), Reportagens Fotográficas Almedina (Coimbra) e Fócus (Coimbra).
Conjunto de rótulos e etiquetas de especialidades farmacêuticas produzidas pelos Laboratórios da Farmácia Feliz. Rótulos de especialidades farmacêuticas como Kola granulada, soluto de permanganato de potássio, soro fisiológico, soro glicosado isotónico, citro-magnésia, bismutésia, água do mar isotónica; e etiquetas de especialidades como água oxigenada, tintura de mostarda, água bórica, benzinam álcool canforado, glicerina, álcool desnaturado, óleo de rícino, benzovac, água bidestilada, tintura de cevadilha, amoníaco, novocaína, soluto de procaína, soluto de eosina, atropomorfina, desodorizante F, cloridrato de morfina, canfosan, cianeto de mercúrio e arrenal. A maior parte dos rótulos incluem informação relativa não só às propriedades terapêuticas do medicamento, mas também à forma de administração. Alguns destes rótulos pertencem a diferentes Direções-Técnicas da Farmácia Feliz como António de Almeida Feliz e Ilídio da Almeida Feliz.
Diploma de habilitação do exercício da profissão de farmácia emitido pelo Reitor da Universidade de Coimbra, José Ernesto de Carvalho e Rego, a Boaventura de Lima Sanches, filho de Bernardo António de Lima Sanches, natural de Envendos, distrito de Santarém, após realização de 8 anos de prática farmacêutica e exame final, ao qual foi aprovado plenamente, no dia 27 de março de 1866.
Conjunto de rótulos e etiquetas das especialidades farmacêuticas produzidas pelos Laboratórios da Farmácia Feliz. Rótulos de especialidades farmacêuticas como solutos injetáveis em ampolas, cola granulada, glicerofosfato de cálcio, xarope iodo tânico e álcool puro; e etiquetas de álcool puro. Maior parte dos rótulos incluem informação relativa não só às propriedades terapêuticas do medicamento, mas também à forma de administração. Alguns destes rótulos pertencem a diferentes Direções-Técnicas da Farmácia Feliz como António de Almeida Feliz e Ilídio da Almeida Feliz.
Conjunto de rótulos de especialidades farmacêuticas produzidas pelos Laboratórios da Farmácia Feliz. Rótulos de especialidades farmacêuticas como tónico amargo, iodoformina, tonixol, opodeldoc, soluto de permanganato de Potássio e rótulo dos Laboratórios da Farmácia Feliz para solutos injetáveis em ampolas. Maior parte dos rótulos incluem informação relativa não só às propriedades terapêuticas do medicamento, mas também à forma de administração. Alguns destes rótulos pertencem a diferentes Direções-Técnicas da Farmácia Feliz como António de Almeida Feliz, Maria Olímpia de Almeida Feliz e Ilídio da Almeida Feliz.
Etiqueta de "Água Oxigenada".
Receitas prescritas pelo Médico Dr. A. Teixeira Furtado de Mangualde entre 6 de dezembro de 1944 e 18 de julho de 1953. Inclui informação relativa à localização do consultório e às especialidades médicas exercidas: pulmões, doenças das crianças, raios x e eletricidade médica. Entre as substâncias prescritas destaque para o portargol, água destilada, fluoguisan e glicerina purificada.
Etiqueta de "Água Fénica".
Receita prescrita pelo Médico Dr. José Alberto Rodrigues de Viseu, ex interno dos Hospitais Civis de Lisboa, especializado em ortopedia. Inclui informação relativa à localização do consultório e às especialidades médicas exercidas: doenças dos ossos e das articulações. Entre as substâncias prescritas destaque para o florisil. Inclui carimbo da Farmácia Feliz. Encontra-se assinada e datada de 6 de dezembro de 1944.
Etiqueta de "Atropomorfina".
Etiqueta de "Tintura de Iodo - Reforçada".
Diploma de habilitação do exercício da profissão de farmácia emitido pelo Reitor da Universidade de Coimbra, José Ernesto de Carvalho e Rego, a José Maria de Castro Bacellada, filho de Manuel Caetano de Castro Bacellada, natural de Oeiras, distrito de Lisboa, após realização de 8 anos de prática farmacêutica e exame final, ao qual foi aprovado plenamente, no dia 7 de maio de 1867.
Etiqueta de "Arrenal".
Receita prescrita pelo Médico Dr. A. Mello Santos Pereira de Viseu, Médico pela Universidade de Lisboa. Inclui informação relativa à localização do consultório e às especialidades médicas exercidas: clínica geral. Inclui a informação ao utente para levar a receita no caso de futura consulta. Entre as substâncias prescritas destaque para o álcool canforado. Encontra-se assinada e datada de 16 de abril de 1930.
Etiqueta com indicação "Para Tomar em Jejum".
Receita prescrita pelo Médico Dr. Armando Gonsalves de Coimbra, Médico Chefe do Sanatório da Quinta dos Vales e Diretor do Dispensatório Central Antituberculoso de Coimbra. Inclui informação relativa à localização do consultório e às especialidades médicas exercidas: clínica geral e doenças pulmonares. Inclui carimbo da Farmácia Feliz. Encontra-se assinada e datada de 6 de maio de 1949.
Diploma de habilitação do exercício da profissão de farmácia emitido pelo Vice-reitor da Universidade de Coimbra, Francisco de Castro Freire, a João Rodrigues de Noronha Júnior, filho de Ascenço Rodrigues de Noronha, natural de Soure, distrito de Coimbra, após realização de 8 anos de prática farmacêutica e exame final, ao qual foi aprovado plenamente, no dia 4 de agosto de 1877.
Etiqueta com indicação "Para Tomar às Colheres de Café".
Receita prescrita pelo Médico-Cirurgião Dr. Arnaldo S. Almeida da Casa do Povo de Alcafache. Entre as substâncias prescritas destaque para a água oxigenada. Inclui carimbo da Farmácia Feliz. Encontra-se assinada e datada de 21 de março de 1946.
Diploma de habilitação do exercício da profissão de farmácia emitido pelo Reitor da Universidade de Coimbra, Júlio Máximo de Oliveira Pimentel, a José Moreira Feio, filho de Manuel José Moreira Júnior, natural de Soure, distrito de Coimbra, após realização de 8 anos de prática farmacêutica e exame final, ao qual foi aprovado plenamente, no dia 20 de julho de 1877.
Etiqueta com indicação "Agite Antes de Usar".
Receita prescrita pelo Médico-Cirurgião Dr. António da Costa Pais de Viseu, Médico-Cirurgião pela Universidade do Porto, com prática nos hospitais de Lisboa e Porto. Inclui informação relativa à localização do consultório e às especialidades médicas exercidas: clínica geral, partos, sífilis e doenças venéreas. Entre as substâncias prescritas destaque para o óxido de zinco e a vaselina. Inclui carimbo da Farmácia Feliz. Encontra-se assinada e datada de 24 de novembro de 1950.
Receita prescrita pelo Médico Dr. M. Cardoso Pessoa de Viseu. Inclui informação relativa às especialidades médicas exercidas: clínica geral, doenças das crianças e partos. Inclui a informação ao utente para levar a receita no caso de futura consulta. Entre as substâncias prescritas destaque para o álcool canforado. Encontra-se assinada e datada de 19 de março de 1936.
Receita prescrita pelo Médico Dr. Carlos do Amaral de Penalva do Castelo. Inclui carimbo da Farmácia Feliz. Encontra-se assinada e datada de 6 de janeiro de 1968.
Receita prescrita pelo Médico Dr. Araújo Abreu de Coimbra, ex-Médico do Dispensário Central Anti-Tuberculoso e ex-Assistente V. da Faculdade de Medicina. Inclui informação relativa ao horário de funcionamento - 10 às 12 horas e 14 às 18 horas - e às especialidades médicas exercidas: clínica geral, doenças dos pulmões e das crianças e partos. Inclui a informação ao utente para levar a receita no caso de futura consulta. Entre as substâncias prescritas destaque para o álcool canforado. Encontra-se assinada e datada de 22 de junho de 1945.
Etiqueta de "Tintura de Iodo".
Etiqueta de "Tintura de Cevadilha".
Folheto relativo aos Laboratórios da Farmácia Feliz e aos substâncias terapêuticas neles produzidas. Entre os medicamentos apresentados neste folheto destaque para o Anestesol, a Bismutésia, Calcitan, a Calcinose, o Cianetil, a Bismutésia, o Tiogil, o Neurostenol e a Iodatose. Inclui algumas fotografias deste laboratório, assim como o contacto telefónico da Farmácia Feliz. Direção Técnica de António de Almeida Feliz.
Folheto relativo aos Laboratórios da Farmácia Feliz e aos substâncias terapêuticas neles produzidas. Entre os medicamentos apresentados neste folheto destaque para o Calcitan Vitaminado, a Calcinose, a Bismutésia, o Tiogil, o Neurostenol e a Iodatose. Inclui algumas fotografias deste laboratório, assim como a morada e contacto telefónico da Farmácia Feliz. Direção Técnica partilhada entre António de Almeida Feliz e Maria Olímpia de Almeida Feliz. Inclui a descrição de algumas particularidades da Farmácia Feliz: "meticuloso aviamento de receituário", "preparação de solutos injectáveis rigorosamente titulados e esterilizados" e "esterilização de pensos".
Conjunto de rótulos de identificação de medicamentos produzidos pelos Laboratórios da Farmácia Feliz e senha de sorteio. Entre os medicamentos identificados através destes rótulos destaque para o Soluto de Oxicianeto de Mercúrio, o Óleo Castor e Essência de Kummel. Este último possui indicação do local de produção - Badalona (Barcelona). Maior parte dos rótulos incluem informação relativa não só às propriedades terapêuticas do medicamento, mas também à forma de administração. A senha de sorteio é relativa ao Pó de Arroz Maria Olímpia e refere-se à Lotaria da Misericórdia de Lisboa que teve lugar a 13 de Agosto de 1932. Alguns destes rótulos pertencem a diferentes Direções-Técnicas da Farmácia Feliz como António de Almeida Feliz, Maria Olímpia de Almeida Feliz e Ilídio da Almeida Feliz.
Conjunto de selos da República Portuguesa com inscrição “Especialidades Farmacêuticas” e “Perfumaria”. Cada selo apresenta um diferente valor, associado a uma diferente cor. O valor dos selos varia entre 1 centavo e 300 Escudos. O selo com a inscrição “Perfumaria” tem como valor 15$01 a 20 Escudos.
Papel de embrulho para Algodão Iodado, preparado nos Laboratórios da Farmácia Feliz.
Impresso dos Laboratórios da Farmácia Feliz, para registos de venda. Contém campos para preenchimento, nomeadamente a data e o nome do cliente. Direção-Técnica de António de Almeida Feliz.
Conjunto de rótulos de especialidades farmacêuticas produzidas pelos Laboratórios da Farmácia Feliz. Rótulos de especialidades farmacêuticas como tiogil, neuro cálcio, Limonada Citro-Magnésica, Óleo Canforado e rótulo dos Laboratórios da Farmácia Feliz. Maior parte dos rótulos incluem informação relativa não só às propriedades terapêuticas do medicamento, mas também à forma de administração. Alguns destes rótulos pertencem a diferentes Direções-Técnicas da Farmácia Feliz como António de Almeida Feliz e Maria Olímpia de Almeida Feliz.
Diploma de habilitação do exercício da profissão de farmácia emitido pela Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa a Manuel Vicente de Jesus Abrantes, filho de Manuel Vicente de Jesus, natural de Lisboa, após realização de curso prático de farmácia e exame final, ao qual foi aprovado plenamente, no dia 11 de outubro de 1882.
Diploma de habilitação do exercício da profissão de farmácia emitido pelo Reitor da Universidade de Coimbra, António dos Sanctos Viegas, a Luiz Gonçalo Novaes, filho de Justino da Cunha Novaes, natural de Coimbra, após ter aprendido a teoria e prática de Farmácia, realizou exame final, ao qual foi aprovado plenamente, no dia 10 de março de 1890.
Diploma de habilitação do exercício da profissão de farmácia emitido pelo Reitor da Universidade de Coimbra, António Augusto da Costa Simões, a António Augusto de Almeida, filho de Joaão Crisostomo de Almeida, natural de Coruche, distrito de Santarém, após realização de 8 anos de prática farmacêutica e exame final, ao qual foi aprovado plenamente, no dia 14 de agosto de 1894.
Documento referente à atribuição da Cruz Vermelha de Mérito à Sociedade Farmacêutica Lusitana pela Cruz Vermelha Portuguesa. O documento encontra-se assinado pelo Diretor Geral José Marques.
Papel de embrulho com da Farmácia Feliz, com a Direção-Técnica de Maria Olímpia de Almeida Feliz e Sérgio Marcos Lopes, contém ainda a listagem dos anteriores Diretores-Técnicos.
Rótulo de Vermífugo, medicamento indicado para a destruição dos vermes intestinais, produzido nos Laboratórios da Farmácia Feliz. Inclui informação relativa à Direção Técnica da Farmácia Feliz, partilhada entre António de Almeida Feliz e Maria Olímpia de Almeida Feliz.
Ofício de 3 de janeiro de 1871, assinado pelo Ministério dos Negócios do Reino, que declara que os livros de registo dos praticantes de farmácia devem ser fornecidos pelos boticários.
Ofício de 14 de novembro 1850, assinado pelo Conde de Tomar, e publicado no Diário do Governo N.º 282 de 29 de novembro de 1850, que previne o Ministério da Fazenda de que os boticários são obrigados a ter erva-santa e sabão de Espanha para medicamentos.
Ofício de 28 de abril de 1846, assinado pelo Vice-presidente do Conselho de Saúde Pública do Reino António José de Lima Leitão, e publicado no Diário do Governo N.º 108 de 9 de maio de 1846, determinando que os boticários escrevam nos vasos por extenso os nomes das substâncias que contiverem.
Modelo de 10 de outubro de 1936, pelo Diretor Geral do Ensino Superior e das Belas Artes João Pereira Dias, e publicado no Diário do Governo N.º 249 de 23 de outubro de 1936, Série I, p. (?), de diploma de Estado (farmacêutico-químico) das Faculdades de Farmácia.
Modelo de 8 de outubro de 1936, pelo Diretor Geral do Ensino Superior e das Belas Artes João Pereira Dias, e publicado no Diário do Governo N.º 239 de 12 de outubro de 1936, Série I, p. 2, de diploma de farmacêutico-químico.
Modelo de 9 de agosto de 1933, pelo Diretor Geral Interino do Ensino Superior e das Belas Artes J. E. Dias Costa, e publicado no Diário do Governo N.º 185 de 17 de agosto de 1933, Série I, p. (?), da carta do curso de farmácias.
Lista de 28 de agosto de 1956, pelo Diretor Geral de Saúde Augusto da Silva Travassos, e publicada no Diário do Governo N.º 201 de 19 de setembro de 1956, Série I, p. 1505-1506, de especialidades farmacêuticas, drogas e produtos químicos medicinais, não manipulados, cuja venda é permitida nas drogarias. Substitui as listas insertas no Diário do Governo N.º 74, de 31 de março de 1933.
Lista de 25 de abril de 1933, pelo Diretor Geral das Indústrias Luís Mira Feio, e publicada no Diário do Governo N.º 94 de 29 de abril de 1933, Série I, p. 691-695, de artigos estrangeiros, organizada nos termos do Decreto N.º 22307 de 27 de dezembro de 1932, que podem ser livremente adquiridos pelos serviços do Estado, corpos e corporações administrativas e empresas ou sociedades concessionárias em virtude de não serem fabricados em Portugal artigos similares ou que preencham o mesmo fim, nomeadamente produtos químicos para laboratório, medicamentos, entre outros.
Etiquetas para colocar em frascos e embalagens contendo a indicação "Medicamento para Uso Interno".
Portaria de 18 de março de 1939, promulgada pela Rainha D. Maria II, que autorizava a Sociedade Farmacêutica Lusitana a escolher, no depósito das Livrarias dos extintos conventos, diversos livros de farmácia e ciências acessórias que fossem necessários para a sua biblioteca.
Portaria de 13 de fevereiro de 1843, promulgada pela Rainha D. Maria II, que manda o Conselho de Saúde Pública do Reino informar acerca do mau estado da botica da Casa Pia em Belém.
Portaria N.º 18886 de 16 de dezembro de 1961, do Ministro da Marinha Fernando Quintanilha Mendonça Dias, e publicada no Diário do Governo N.º 290 de 16 de dezembro de 1961, Série I, p. 1630-1633, que manda publicar, devidamente retificadas, as tabelas do material médico e farmacêutico que deve existir a bordo das embarcações, anexas ao Decreto N.º 43904.
Portaria N.º 17626 de 10 de março de 1960, do Ministro das Finanças António Manuel Pinto Barbosa, e publicada no Diário do Governo N.º 57 de 10 de março de 1960, Série I, p. 764-765, que substitui o atual modelo N.º 3 do livro destinado ao registo de entradas e saídas nas tesourarias da Fazenda Pública de estampilhas para especialidades farmacêuticas e produtos de perfumaria e toucador.
Relatório sobre os Serviços Farmacêuticos do Instituto Nacional de Assistência à Tuberculose, elaborado pelo Dr. Carlos Silveira, Diretor dos Serviços de Farmácia Hospitalar, Ministério da Saúde e Assistência, em 12 de junho de 1963 a pedido do Diretor daquele Instituto.
Fotografia, datada de 1878, de António de Almeida Feliz, Diretor Técnico da Farmácia Feliz de Mangualde.
Cópia do artigo "O Farmacêutico e a Gestão Hospitalar" da autoria da Dr.ª Alda Couceiro, chefe da Divisão Farmacêutica e Membro da Comissão de Farmácia e Terapêutica dos Hospitais da Universidade de Coimbra, publicado no dossier "Simpósio os Farmacêuticos no Sistema de Saúde"
Cópia do artigo "Formulários Hospitalares de Medicamentos" publicado na Revista da Ordem dos Farmacêuticos N.º 24, 1998.
Cartão de Identidade de António de Almeida Feliz emitido pela Caixa Sindical de Previdência do Pessoal da Indústria e Comércio de Produtos Químicos e Farmacêuticos. Este cartão foi emitido a 31 de dezembro de 1948. Inclui a informação que António de Almeida Feliz é filho de Manuel Augusto da Mota Feliz e de Olímpia Magalhães Feliz, tendo nascido a 24 de setembro de 1878. Encontra-se devidamente assinado por António de Almeida Feliz e pelo Presidente da Caixa Sindical de Previdência do Pessoal da Indústria e Comércio de Produtos Químicos e Farmacêuticos. Inclui o Regulamento da Carteira Profissional do Farmacêutico.
Processo referente ao pedido de abertura da Farmácia da Calçada, efetuada ao Ministro do Interior que inclui projeto de adaptação do "Chalet Ribas" e do "Lar de São José". Contém carta de Américo José Barbosa datada de 6 de fevereiro de 1942 que anexa a planta do referido "Chalet Ribas" com data de 5 de fevereiro de 1942 e, onde se refere aos custos inerentes à realização do projeto. Inclui ainda requerimento de Joaquim da Apresentação Pereira Ribeiro dirigido ao Ministro do Interior, para autorização da abertura de Farmácia em Paredes de Coura. Este documento contém selo branco e data de 10 de maio de 1943. Existe uma versão emendada deste requerimento datada de 1942. Contém “Memória descritiva dos aposentos do rés-do-chão do prédio denominado “Lar de São José”, sito na Rua Dr. Albano Barreiros de Oliveira, na Vila de Paredes de Coura, Concelho de Paredes de Coura, Distrito de Viana do Castelo”, assim como uma “Memória descritiva dos aposentos do prédio denominado “Chalet Ribas”, sito na Rua Cunha Brandão, na Vila de Paredes de Coura, Concelho de Paredes de Coura, Distrito de Viana do Castelo”, e respetivas plantas ou desenhos arquitetónicos.
Carteira Profissional N.º 3673 de Maria Olímpia de Almeida Feliz emitida a 21 de setembro de 1961 pelo Sindicato Nacional dos Farmacêuticos. Inclui a informação que Maria Olímpia de Almeida Feliz concluiu a sua formação académica em 1949 na Universidade do Porto, sendo a associada N.º 3768 do Sindicato Nacional dos Farmacêuticos e a inscrição N.º 4149 da Direção Geral de Saúde. Inclui revalidações anuais entre 1961 e 1974. Esta carteira profissional encontra-se assinada pelo 2º Chefe de Repartição do Instituto Nacional do Trabalho e Providência e pelo Presidente do Sindicato Nacional dos Farmacêuticos.
Cópia do editorial redigido pelo Dr. Carlos da Silveira, Bastonário da Ordem dos Farmacêuticos publicado no Vol. XLIV N.º 1 de janeiro/fevereiro/março de 1994 da Revista Portuguesa de Farmácia.
Fotografia de António de Almeida Feliz, Diretor-Técnico da Farmácia Feliz de Mangualde.
Fotografia de António de Almeida Feliz, Diretor-Técnico da Farmácia Feliz de Mangualde.
Fotografia de proprietários e amigos da Farmácia Feliz.
Processo com correspondência trocada no âmbito da transformação da Drogaria Ribas em Farmácia Calçada. Inclui cópia de ofício datado de 1942 remetido pelo Chefe dos Serviços de Fiscalização do Sindicato Nacional dos Farmacêuticos ao Delegado de Saúde de Paredes de Coura no seguimento do processo de transformação Drogaria Ribas em Farmácia Calçada, em virtude da mesma ter passado para a propriedade do Farmacêutico Joaquim Ribeiro. Regista igualmente as transgressões verificadas na inspeção ao local. Contém ofício do Sindicato Nacional dos Farmacêuticos ao Delegado de Saúde de paredes de Coura, datado de 23 de outubro de 1941, solicitando ação sobre a Drogaria Ribas e a sua atividade ilegal.
Telegrama enviado a António de Almeida Feliz a 12 de setembro de 1940, pelas 14h05, na sequência do incêndio ocorrido na sua casa e Farmácia. Do telegrama consta a mensagem "Sinto profundamente tamanho desastre. Lopes Raul".
Telegrama enviado a António de Almeida Feliz a 12 de setembro de 1940, pelas 16h10, na sequência do incêndio ocorrido na sua casa e Farmácia. Do telegrama consta a mensagem "Deploramos fatalidade. José Carvalho".
Telegrama enviado a António de Almeida Feliz a 12 de setembro de 1940, pelas 14h20, na sequência do incêndio ocorrido na sua casa e Farmácia. Do telegrama consta a mensagem "Dolorosamente surpreendidos ponho à disposição casa e empréstimos. Alfredo".
Correspondência trocada entre a Subdelegação de Saúde de Paredes de Coura e a Farmácia Calçada relativa à realização de visitas sanitárias a esta farmácia. Contém ofício da Subdelegação de Saúde de Paredes de Coura, datado de 12 de março de 1973, solicitando informação relativa às visitas de funcionários sanitários durante o ano de 1972. Contém ofício datado de 16 de março de 1973 remetido pela Farmácia da Calçada, na altura com Direção-Técnica de Maria Augusta Guimarães e assinado por José Justino Dias de Castro, gerente da farmácia, informando da não realização de quaisquer visitas àquela farmácia.
Correspondência trocada pelo Ministério da Saúde e Assistência – Serviços de Farmácia e Medicamentos e pela Farmácia da Calçada na sequência da realização da inspeção àquela farmácia. É solicitado por este serviço do Estado, em fatura de 12 de setembro de 1975, o pagamento de 50 Escudos pela realização daquele serviço de inspeção. Contém cópia de ofício expedido pela Farmácia Calçada, com Direção-Técnica de Maria Augusta Guimarães, a 16 de setembro do mesmo ano, no qual regularizava aquele pagamento.
Telegrama enviado a António de Almeida Feliz a 12 de setembro de 1940, pelas 16h00, na sequência do incêndio ocorrido na sua casa e Farmácia. Do telegrama consta a mensagem "Sinto muito o seu desgosto. Bastos".
Conjunto de avisos de receção apensos a modelo da Inspeção do Exercício Farmacêutico relativo às notas de prática de diversos ajudantes de farmácia enviados por Joaquim da Apresentação Pereira Ribeiro, e datados de 10 de abril de 1950, 28 de março de 1950, 27 e 28 de abril de 1949, 1 de abril de 1948. Estes recibos são referentes ao registo da prática dos ajudantes de farmácia José Justino Dias de Castro, Domingos Gusmão da Cunha Ribas e Maria Augusta Barbosa Ribas. Todos eles foram orientados pelo farmacêutico Diretor Técnico da Farmácia da Calçada, Sr. Joaquim da Apresentação Pereira Ribeiro, alguns apresentam carimbo dos Serviços Técnicos - Exercício de Farmácia e Comprovação de Medicamentos.
Telegrama enviado a António de Almeida Feliz a 12 de setembro de 1940, pelas 14h42, na sequência do incêndio ocorrido na sua casa e Farmácia. Do telegrama consta a mensagem "Sinto sinceramente o seu desgosto mande para o que for preciso. Carlos Oliveira - Higiene".
Circular do Centro de Investigação e Controle de Droga, dirigida ao Diretor-Técnico da Farmácia Calçada, datada de maio de 1979, para comunicação de subtração ou desvio de produtos farmacêuticos de ação psicotrópica ou estupefaciente, e criação de um postal para o efeito.
Processo de correspondência relativo à nomeação de uma farmacêutica substituta necessária para a autorização de abertura da Farmácia da Calçada segundo despacho do Secretário de Estado da Assistência Social. O processo inclui carta do Delegado de Saúde do concelho de Paredes de Coura, datada de 6 de julho de 1942, informando Joaquim da Apresentação Pereira Ribeiro do despacho dado pelo Secretário de Estado da Assistência Social ao seu pedido de instalação de uma farmácia, o qual motivou a nomeação da Farmacêutica Elvira Rocha de que dá conta em carta de 8 de junho de 1943, cuja cópia se encontra neste processo. Inclui ainda carta da Inspeção do Exercício Farmacêutico, datada de 13 julho de 1943, solicitando a inscrição e declaração na qual Elvira Rocha assumia a Direção-Técnica da Farmácia.
Processo relativo ao envio de selo fiscal para registo de prática composto por ofício remetido pela Direção Geral da Saúde Pública – Inspeção do Exercício Farmacêutico, datada de 11 de março de 1946 solicitando a Domingos Gusmão de Cunha Ribas, da Farmácia Calçada o envio de 1 selo fiscal de 2$50 para atualização do papel selado do registo de prática; carta resposta de Domingos Gusmão de Cunha Ribas, datada de 26 de março de 1946 com a qual enviava o selo fiscal solicitado.
Ofício dos Serviços Técnicos do Exercício de Farmácia e Comprovação de Medicamentos da Direção-Geral de Saúde datado de 8 de março de 1950, dirigido ao Diretor-Técnico da Farmácia da Calçada, acerca de uma amostra de água de louro-cerejo colhida no ato de inspeção desta mesma farmácia. Informa a Direção-Geral de Saúde que a amostra analisada não satisfaz o preceituado na Farmacopeia Portuguesa, segundo o respetivo boletim analítico.
Carta enviada por Alfredo Mello a António de Almeida Feliz, no dia 25 de setembro de 1940, lamentando o incêndio ocorrido na Farmácia Feliz, transmitindo votos de confiança e saúde a António de Almeida Feliz.
Carta enviada por Pinheiro Nunes a António de Almeida Feliz, no dia 14 de setembro de 1940, lamentando o incêndio ocorrido na Farmácia Feliz.
Carta enviada por José de Gouvêa a António de Almeida Feliz, lastimando o incêndio ocorrido na Farmácia Feliz. Lamenta carta previamente enviada onde requer um favor a António de Almeida Feliz, justificando com o desconhecimento acerca das proporções que a tragédia tinha assumido. São emitidos votos de coragem e de amizade. A carta datada de 19 de setembro de 1940.
Ofício da Direção-Geral de Saúde, de 2 de novembro de 1962, dirigido ao Diretor-Técnico da Farmácia Calçada, alertando para o não envio da relação minudente das quantidades de estupefacientes vendidas e números das receitas respetivas.
Carta enviada a António de Almeida Feliz, no dia 21 de setembro de 1940, lamentando o incêndio ocorrido na Farmácia Feliz e emitindo votos de coragem e amizade.
Ofício da Direção-Geral de Saúde, datado de 19 de junho de 1967, acerca da preparação de produtos em série e respetivo preço e propaganda. Solicita ao Diretor-Técnico da Farmácia Calçada que informe acerca dos produtos que prepara em série, indicando a data de lançamento dos mesmos no mercado.
Cópia digital do Bilhete de Identidade de Joaquim dos Santos Taborda, Diretor-Técnico da Farmácia Taborda no Fundão. Nascido a 10 de dezembro de 1871 e natural de Aldeia Nova do Cabo - Fundão, farmacêutico, filho Luiz dos Santos Taborda e de Ana Bárbara Mendes Freire, e casado com Maria Salomé Nogueira Taborda. Inclui assinatura do próprio.
Impresso da Farmácia Taborda do Fundão. Contém texto modelo e local de preenchimento próprio para envio de conta do cliente e pedido de pagamento da mesma.
Impresso da "Pharmacia de Joaquim dos Santos Taborda" e do destinatário com texto modelo para liquidação de dívidas de clientes, o qual permite inscrição de valor variável da dívida que o destinatário identificado necessita de saldar com este estabelecimento comercial, por se aproximar o fim do ano e haver necessidade de efetuar pagamento a fornecedores.
Telegrama enviado a António de Almeida Feliz a 12 de setembro de 1940, pelas 19h10, na sequência do incêndio ocorrido na sua casa e Farmácia. Do telegrama consta a mensagem "Dolorosamente impressionado abraço-o cordialmente. Figueiredo".
Telegrama enviado a António de Almeida Feliz a 13 de setembro de 1940, pelas 11h45, na sequência do incêndio ocorrido na sua casa e Farmácia. Do telegrama consta a mensagem "Lamento sinceramente grande desgosto acabado ter incêndio farmácia. Eduardo Portugal".
Telegrama enviado a António de Almeida Feliz a 13 de setembro de 1940, pelas 11h15, na sequência do incêndio ocorrido na sua casa e Farmácia. Do telegrama consta a mensagem "Lamento sinceramente triste ocorrência. Ribeiro de Carvalho".
Telegrama enviado a António de Almeida Feliz a 13 de setembro de 1940, pelas 09h09 a sequência do incêndio ocorrido na sua casa e Farmácia. Do telegrama consta a mensagem "Acompanho com profundo pesar seu grande desgosto. Bernardo Beja".
Processo relativo à tentativa de legalização do regulamento dos preços dos medicamentos e manipulados por parte da Farmácia da Calçada, que inclui carta de Direção-Geral de Saúde - Serviços Técnicos - Exercício de Farmácia e Comprovação de Medicamentos endereçada a Joaquim da Apresentação Pereira Ribeiro, da Farmácia da Calçada, datada de 2 de agosto de 1963, na sequência do pedido feito para localização do regulamento dos preços dos medicamentos e manipulados ao Grémio Nacional dos Farmacêuticos, solicitando declaração relativa à Direção-Técnica da Farmácia. Contém ofício de 1 de maio de 1964 da Direção-Geral de Saúde - Serviços Técnicos - Exercício de Farmácia e Comprovação de Medicamentos reiterando o pedido. Anexa ainda cópia da carta, datada de 4 de maio de 1964, enviada por José Justino Dias de Castro, Gerente da Farmácia Calçada, que em resposta àquele pedido informa estar a ser elaborada a declaração solicitada.
Telegrama enviado a António de Almeida Feliz a 21 de setembro de 1940, pelas 08h30 a sequência do incêndio ocorrido na sua casa e Farmácia. Do telegrama consta a mensagem "Fornece auxílio necessário Feliz. Sanatório".
Conjunto de correspondência trocada entre a Direção-Geral de Saúde e a Farmacêutica da Farmácia Calçada, Maria Augusta Barbosa Ribas, solicitando dados pessoais. Contém ofício da Direção-Geral de Saúde, datado de 2 de março de 1967, solicitando o número de Bilhete de Identidade da farmacêutica da Farmácia da Calçada e outro ofício semelhante, datado de 22 de abril de 1968, emitido para o mesmo fim. Contém ainda cópia de ofícios expedidos pela D. Maria Augusta Barbosa Ribas a 10 de abril de 1967 e a 27 de abril de 1968 nos quais envia a informação requerida.
Ofício da Direção-Geral de Saúde, datado de 17 de setembro de 1970, alertando para a publicação de decreto-Lei N.º 420/70, relativo ao tráfico ilegal de estupefacientes.
Cópia do Recibo de cinquenta escudos emitido pelo Grémio Nacional das Farmácias à Farmácia Taborda de Joaquim dos Santos Taborda respeitante à joia de dezembro de 1940. Encontra-se assinado e selado com data de 31 de janeiro de 1941.