Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

3,270 records were found.

Livro de Registo de Termos de Posse dos Corpos Gerentes Sindicato Nacional dos Farmacêuticos com início a 20 de janeiro de 1937 e termo a 13 de abril de 1972. Este livro contém 23 Termos de Posse, dos quais 15 dizem respeito a Corpos Gerentes, 6 a Presidentes de Assembleia Geral e 2 a membros da Comissão Administrativa. Os respetivos Termos de Posse contêm indicação da data, hora e local de realização da sessão, a ata da Assembleia Geral onde foi oficializado o ato eleitoral, assim como o Despacho do Subsecretário de Estado das Corporações e Previdência Social. Todos os Termo de Posse estão assinados pelos membros empossados. Também é referida a duração do mandato ao qual os órgãos são empossados.
Receitas prescrita pela Médica Dr.ª Maria Apolónia Alves, de Coimbra, entre 11 de maio de 1936 e 5 de junho de 1936. Entre as substâncias prescritas destaque para o Clorato de Potássio. Inclui informação relativa à forma de preparação do medicamento e instruções de dosagem/administração. Possui carimbo da Farmácia Cruz Viegas de Coimbra.
Mensagem de Agradecimento do Sindicato Nacional dos Farmacêuticos ao Presidente da Associação Brasileira de Farmacêuticos após visita ao Brasil do colega Capitão-Tenente Farmacêutico Dr. Carlos Fernando Costa da Silveira, endereçando saudações junto dos colegas brasileiros e coletividades nacionais. Esta mensagem encontra-se datada de 10 de outubro de 1963, e foi assinada pelo Presidente deste Sindicato José Luís de Oliveira Cordeiro Perú e pela Secretária Maria Adelaide Machado Sá Marques.
Correspondência avulsa trocada entre a Sociedade Farmacêutica Lusitana e Ilídio de Almeida Feliz relativa a legalidade de um médico indicar aos seu doentes em que farmácia devem aviar as suas receitas e venda ilegal de medicamentos.
Correspondência avulsa trocada entre a Sociedade Farmacêutica Lusitana e Jácome Ramalho relativa à cobrança e pagamento de quotas e denúncia de farmácia a funcionar sem direção técnica.
Correspondência avulsa trocada entre a Sociedade Farmacêutica Lusitana e Bernardo dos Santos Ferreira relativa à cobrança e pagamento de quotas.
Fotografias das gavetas dos armários originais da farmácia Senos, pintados por Víctor Rousseau, pintor francês da Fábrica de Porcelanas da Vista Alegre.
Livro de Registo de Presenças dos sócios nas Assembleias Gerais e Regionais do Sindicato Nacional dos Farmacêuticos e Ordem dos Farmacêuticos com início em 15 de junho de 1935 e termo a 16 de março de 1996, referentes a 93 Assembleias Gerais do Sindicato Nacional dos Farmacêuticos e Ordem dos Farmacêuticos. Todas as folhas deste livro se encontram devidamente numeradas e assinadas pelo Presidente da Comissão Instaladora do Sindicato Nacional dos Farmacêuticos, Emílio Fragoso. O registo referente a cada sessão possui campos para o preenchimento do número de presença na Assembleia Geral, o nome do sócio e o seu número de sócio no Sindicato Nacional dos Farmacêuticos. Existem ainda referências à ausência de sócios para o ato eleitoral ou à ausência de direito de voto dos mesmos.
Fotografia do detalhe de armário com porta e potes na zona de atendimento da Farmácia Senos.
Fotografias do detalhe do teto da farmácia Senos, ainda original.
Livro de Atas das Sessões da Sociedade Farmacêutica Lusitana correspondentes ao período de 22 de agosto de 1927 a 30 de agosto de 1927, contendo 2 atas. Nas sessões deste livro foram discutidos diversos assuntos nomeadamente sobre a admissão e demissão de sócios; funcionamento da Sociedade; organização do primeiro Congresso Nacional de Farmácia em novembro de 1927; obras no edifício da Sociedade; inscrição da Sociedade na Federação Internacional de Farmácia (FIP); eleição dos novos Corpos Gerentes; pareceres das Comissões.
Livro de Atas das Sessões do Conselho Fiscal do Sindicato Nacional dos Farmacêuticos com início a 20 de abril de 1937 e termo a 8 de março de 1984, da ata N.º 1 à ata N.º 88. A periodicidade normal das sessões era de três a quatro reuniões por ano, não sendo estas reuniões regulares. As respetivas atas contêm indicação do período temporal do relatório e se as contas nele contidas se encontram bem estruturadas e arrumadas, assim como o parecer do Conselho Fiscal sobre o mesmo. Este parecer é remetido à Assembleia Geral, a quem cabe a decisão final de aprovar ou não o Relatório e Contas. As sessões deste livro foram presididas por Joaquim António Casimiro Júnior, Aluísio Marques Leal e Manuel Pinheiro Nunes. Todas as folhas estão numeradas e rubricadas pelo Presidente da Direção do Sindicato Nacional dos Farmacêuticos em exercício em 1937, Joaquim António Casimiro Júnior. Durante as sessões procedia-se à análise da documentação em caixa e preparavam-se balancetes mensais. Nas sessões deste livro constam igualmente os valores, para cada período em causa, do depósito monetário do Sindicato Nacional dos Farmacêuticos nas diferentes instituições bancárias, assim como no cofre. Com frequência, o Conselho Fiscal emitia igualmente recomendações ou sugestões à Direção do Sindicato Nacional dos Farmacêuticos. O Conselho Fiscal era geralmente assistido por um Técnico Oficial de Contas que auxiliava na emissão deste parecer. Com frequência eram associados aos pareceres do Conselho Fiscal votos de Louvor ao exercício da Direção do Sindicato.
Correspondência avulsa manuscrita enviada à Sociedade Farmacêutica Lusitana pelo farmacêutico Ernesto A. da Silva Ferreira, relativa a atualização de dados de residência e receção do Diploma de sócio efetivo.
Conjunto de envelopes emitidos pela Farmácia Feliz de Mangualde, não possuindo referências temporais. Entre os destinatários destacam-se Amândio Marques, José Tavares de Ataíde e Francisco Figueiredo.
Ofício da Direção Geral de Saúde, datado de 18 de julho de 1975, alertando para o uso de receitas falsificadas como forma de obtenção de Mandrax, Sossegon, Lipoperdur e Romilar, drogas que provocam fármaco-dependência.
Correspondência avulsa trocada entre a Sociedade Farmacêutica Lusitana e José Manuel Ribeiro Queimado, relativa ao pagamento de quotas e demissão de sócio.
Correspondência avulsa trocada entre a Sociedade Farmacêutica Lusitana, Fernando Pimenta e António dos Santos Seixo, relativa denúncia de farmácia sem diretor técnico e pagamento de quotas.
Correspondência avulsa trocada entre a Sociedade Farmacêutica Lusitana e Sebastião Avelino Ramos relativa a denúncia de farmácia sem direção técnica e quais os trâmites para se averiguar da ilegalidade.
Correspondência avulsa trocada entre a Sociedade Farmacêutica Lusitana e Bernardino Álvaro de Pinho relativa ao pagamento de quotas e votos de sentimento.
Livro N.º 2 de Registo de Correspondência Recebida no Sindicato Nacional dos Farmacêuticos, de 5 de abril de 1940 a 17 de dezembro de 1941, com um total de 4929 entradas (numeradas anualmente). O livro apresenta um quadro composto com os seguintes dados para cada registo de entrada de correspondência: número e a data de entrada do ofício recebido pelo Sindicato, o tipo de correspondência (ofício, carta, postal, entre outros), a referência de emissão e a data em que foi elaborado, o nome do remetente, a localidade, um sumário do assunto de cada ofício e, o campo “observações” só existe até à página 26, mas não se encontra preenchido. Os registos encontram-se ordenados cronologicamente.
Vale postal "Quergemol" dos Laboratórios A. Bailly. A especialidade "Quergemol" é específica para o tratamento da infeção Malárica, restituindo os glóbulos vermelhos, regularizando as funções digestivas, provocando recuperação de peso e combatendo a depressão geral. Indica modo de emprego do medicamento, sua composição e propriedades.
Livro N.º 1 de Registo de Correspondência Recebida no Sindicato Nacional dos Farmacêuticos, de 3 de maio de 1935 a 4 de abril de 1940, com um total de 4491 entradas (numeradas anualmente). O livro apresenta um quadro composto com os seguintes dados para cada registo de entrada de correspondência: número e a data de entrada do ofício recebido pelo Sindicato, o tipo de correspondência (ofício, carta, postal, entre outros), a referência de emissão e a data em que foi elaborado, o nome do remetente, a localidade, um sumário do assunto de cada ofício e, no campo “observações” apresenta por vezes indicação do envio de ofício de resposta, de cartão, ou elementos referentes ao arquivo da correspondência, entre outros. Os registos encontram-se ordenados cronologicamente.
Vale postal "Opobyl - pilulas" dos Laboratórios A. Bailly. A especialidade “Opobyl” é específica para insuficiência hepática e biliar, angiocolites, hepatites, cirroses, enterocolites e estados hemorrágicos. Indica modo de emprego do medicamento, sua composição e propriedades.
Vale postal "O Pulmosérum Bailly" dos Laboratórios A. Bailly. A especialidade “Pulmosérum” é antisséptica das vias respiratórias, modifica a secreção das vias respiratórias, diminui a tosse e cria defesas. É específica para infeções gripais, constipações, catarros, laringites, faringites, bronquites agudas e crónicas, asma, enfisema e sequela da tosse convulsa do sarampo. Indica modo de emprego do medicamento.
Folheto publicitário "Grippe et Pulmosérum" dos Laboratórios A. Bailly. A especialidade “Pulmosérum” é indicada para o tratamento de problemas respiratórios e gastrointestinais, utilizado pelos Hospitais e Dispensários Farmacêuticos. Indica modo de emprego do medicamento.
Apontamento para a realização do preparado para Hóstias Leuminal, para 130 Hóstias.
Livro “A Quinina na Terapêutica” do Doutor Louis Henri Destouches, de Paris, versão livre de Emílio Fragoso diretor aposentado dos serviços farmacêuticos dos Hospitais civis de Lisboa, membro da Sociedade Química Portuguesa, Sócio correspondente do Instituto de Coimbra, etc. Foi impresso na “Imprensa S. A. Ipenbuur & Van Seldam” em Amsterdão, Holanda. Neste livro encontra-se descrita a História da Quinina, o seu estudo químico, o seu estudo fisiopatológico (a ação dos seus sais), os seus estudos terapêuticos, e a melhor forma de administrar os sais de Quinina.
Apontamento para a realização do preparado para Cola de Zinco, contendo gelatina branca, óxido de Zinco, glicerina, e água fervida na sua composição.
Fichas do Serviço de Cobranças relativas ao mês de maio de 1931 e enviadas pelo tesoureiro da Sociedade Farmacêutica Lusitana, Victor Branco. As fichas de cobrança são remetidas às estações de correio para posterior liquidação e reenviadas ao tesoureiro. Contém o nome dos destinatários e o valor a cobrar por documento, e no verso o seu registo de liquidação. As fichas encontram-se assinadas pelo tesoureiro e pelos respetivos fieis das estações de correio de cada localidade. Nomes mencionados: Acácio Augusto Mariano, Acácio Palmeiro da Costa, Adolfo Pinto Bastos Romano Baptista, Adriano de Almeida Melo, Alberto Carlos M. Meira, Alberto José Pereira Sertório, Alberto Pinheiro Falcão, Albino Pais, Alfredo Correia de Frias, Alfredo Osório, Álvaro Moz, André Gomes Ponce Hidalgo, António Azevedo Lopes Serra, António da Costa Torres, António de Almeida Feliz, António de Jesus Lopes, António de Jesus Pita, António dos Santos, António Honorato Alves de Sousa, António Joaquim Rosado e Silva Júnior, António José Baptista, António Marques Ferro, António Marques Paula de Abrantes e Santos, António Pais de Oliveira, António Pinto de Campos, António Rodrigues Pereira Veiga, António Rosado Pinto, António Teixeira de Almeida, Artur César de Vasconcelos Horta, Assis da Silva Gonçalves Roda, Augusto César da Costa Góis, Augusto César Pereira, Augusto de Oliveira Mendes, Augusto Rodrigues Oliveira, Bento da Silva Marques, Cândido Epifânio da Franca, Carlos Abranches de Almeida Dias, Carlos Augusto Dinis de Abreu, Carlos José Moreira, David dos Santos Januário, Dionísio de Paula da Silveira, Eduardo Almeida Victória, Eduardo Augusto Vasques Cardoso, Emídio de Sá Xavier Magalhães, Emílio Curado de Oliveira, Ernesto Aníbal da Silva Ferreira, Eugénio Ferreira da Silva Carvalho, Faustino dos Santos Pereira, Fernando Aurélio Dias Costa, Fortunato Freire Gameiro, Francisco Alexandre da Piedade, Francisco António Marques, Francisco António Pereira, Francisco Bernardo Gomes Almendra, Francisco César Pereira, Francisco de Paiva Bastos, Francisco Fernandes, Francisco Pinto de Almeida, Guilherme de Barros e Cunha, Guilherme Pereira, Henrique Calado Mendes, Henrique de Sousa Correia Gomes, Henriqueta Augusta Ribeiro Beirão, Ilídio de Almeida Feliz, Ismael Soares da Silva Ribeiro, Jacques de Oliveira Neves, Januário Pereira, João Augusto Silveiro Carapeta, João Augusto Simões, João Baptista Mouro, João de Almeida Leitão, João Ferreira Leite, João José Duarte, João Manuel da Luz Chambel, João Mourato Grave, João Porfírio, João Victorino Muñoz, Joaquim de Jesus Cardoso e Sousa, Joaquim Evaristo de Almeida, Joaquim Gomes Simões, Joaquim Lopes da Mota Capitão, Joaquim Maria da Silva Nobreza, Joaquim Rodrigues Acabado, Joaquim Teotónio Segurado Faria, José António Pereira, José Arsénio da Fonseca Júnior, José Assalino Pinto Gonçalves Marinho, José Augusto Baptista, José Baptista Limpo, José Bastos da Costa, José da Cruz Bucho, José de Araújo Moreira, José Dordio Rebocho Pais, José Henriques Pereira, José Martinho Nunes Júnior, José Pedro Lourenço, José Ribeiro Lopes, José Rodrigues Paulo, José Vaz de Oliveira, Júlio Augusto Marinho de Queiroz, Júlio Bento Baptista, Júlio de Almeida, Laura de Almeida Leite, Lino José Duarte, Luís Gonçalves Casco, Luís Manuel Crespo Júnior, Luís Pinto Leão Soromenho, Manuel André Júnior, Manuel Antunes Costa Nazareth, Manuel Arantes, Manuel Augusto Crespo, Manuel Correia de Oliveira e Castro, Manuel dos Carmo Correia, Manuel Duarte de Almeida Paiva, Manuel Gomes Ascenso, Manuel Jesus de Sousa, Manuel José do Rego, Manuel Sotero de Oliveira, Manuel Vieira da Fonseca, Manuel Vilela Fernandes de Barros, Maria Trindade Vieira, Mário de Mesquita Lopes, Mário de Oliveira Garcia Rosa, Matias José Nunes da Silveira, Matias Lopes Guedes, Miguel Fialho Vogado, Raúl Pais Freire de Andrade, Sebastião Avelino Ramos, Silvestre da Luz Lopes, Zeferino Lucas de Moura.
Registo de cobranças pelo correio da Sociedade Farmacêutica Lusitana correspondentes ao período de 4 de novembro de 1916 a 4 de agosto de 1918. O registo encontra-se em formato tabela onde estão assinalados dados como a data, nome do devedor, localidade, período a que corresponde a cobrança, valor, valor final e ainda um campo com observações. Nomes mencionados: Abel Martinho de Sousa Alves, Acácio Palmeiro da Costa, Adolfo Raúl Rebelo da Fonseca, Albano Duarte, Alberto de Assunção Travassos Noronha, Alberto Saturnino Falcão de Gouveia Mendonça, Alfredo Graça, Alfredo Pais de Paiva, Alfredo Teodoro Simões Manso, Álvaro Alves de Araújo Pinto Leite, Angelino César de Castro, Aníbal Augusto Cardoso Fernandes Leite da Cunha, Aníbal Dias Saraiva, Antero Mendes Namora, António Augusto Dias de Sousa e Silva, António Augusto Martins Ribeiro Saraiva, António Baptista Alves de Lemos, António Bernardo de Miranda, António da Costa Lima, António da Mota Soares, António de Almeida Feliz, António de Almeida Oliveira Malta, António Duarte Quintão Pinto, António Joaquim Cardote, António Júlio Gomes, António Pita, António Santos, António Santos, António Victor do Monte, Artur Barreiros, Augusto da Costa Pais de Figueiredo, Augusto Simões de Abreu, Bruno da Silva Lomba, Caetano de Figueiredo Ferreira, Carlos Vieira da Silva Teles, César Guilherme da Mata Veiga, César Romano Baptista, Eduardo Augusto Marques Perdigão, Eduardo Ribeiro, Emanuel André Júnior, Evaristo Guilherme Fauchier Faure, Farmácia Militar de Benguela (Angola), Fernando Pimenta, Fortunato Freire Gameiro, Fortunato Rocha da Fonseca, Francisco Cardoso Aires Pinheiro, Francisco de Paula Rebelo, Francisco de Sales da Guerra, Francisco Fernandes, Francisco Garcia Branco, Francisco Porfírio Albano Gonçalves, Guilherme Goulart da Costa, Hermínio de Vasconcelos, Humberto da Cunha Correia, Izidoro Marques Baptista, Jaime Eugénio Ribeiro de Mendonça, João Fernandes da Cruz, João José Pereira Leal, João Mendes da Fonseca, João Mendes Lopes, João Rodrigues de Noronha Júnior, Joaquim Albino Fernandes, Joaquim Baptista Alves de Lemos, Joaquim Bento Pereira, Joaquim de Almeida e Cunha, Joaquim de Jesus Cardoso e Sousa, Joaquim do Nascimento Viegas Soares, Joaquim Duarte Ferreira, Joaquim Fernandes Teixeira, Joaquim Marques dos Santos, Joaquim Vaz Agostinho, José Augusto Carolino, José Baptista Limpo Júnior, José de Oliveira Pinto, José Dias Hipólito Parente, José Gonçalves Bandeira, José Henriques Pereira, José Joaquim Duarte Imaginário, José Joaquim Neves de Azevedo, José Justo de Leão Júnior, José Maria da Costa Vilela, José Martinho Nunes Júnior, José Martins da Costa, José Nunes de Sousa, José Pedro Dias, José Pedro Xavier Rodrigão, José Ribeiro Lopes, José Simões da Silva Guia, José Vaz de Oliveira, Júlio Bento Baptista, Luís Gonçalves Casco, Manuel Alves de Sá, Manuel dos Santos Marrazes, Manuel dos Santos Pereira Brazão, Manuel Gomes Ascenso, Manuel Maria Serra, Manuel Marques Gouveia dos Santos, Margarida Aires Malheiros, Mariana Figueiras Duarte Pinto, Mário de Mesquita Lopes, Nuno Freire Dias Salgueiro, Rodrigo Esteves Gusmão, Rodrigo Gonçalves Bentes, Roque dos Reis Branco, Serafim Alves Pereira, Teotónio Ernesto da Silva e Câmara, Vasco Sequeira de Morais, Virgílio Ferreira Ribas.
Livro N.º 4 de Registo de Correspondência Recebida no Sindicato Nacional dos Farmacêuticos, de 14 de janeiro de 1944 a 28 de abril de 1947, com um total de 5407 entradas (numeradas anualmente). O livro apresenta um quadro composto com os seguintes dados para cada registo de entrada de correspondência: número e a data de entrada do ofício recebido pelo Sindicato, o tipo de correspondência (ofício, carta, postal, entre outros), a referência de emissão e a data em que foi elaborado, o nome do remetente, a localidade e um sumário do assunto de cada ofício. Os registos encontram-se ordenados cronologicamente. Da página 84 à 111 acrescenta-se o campo “Destino da correspondência”, com a introdução dos subcampos “Arquivo” e “Pendente”.
Livro N.º 3 de Registo de Correspondência Recebida no Sindicato Nacional dos Farmacêuticos, de 17 de dezembro de 1941 a 13 de janeiro de 1944, com um total de 7378 entradas (numeradas anualmente). O livro apresenta um quadro composto com os seguintes dados para cada registo de entrada de correspondência: número e a data de entrada do ofício recebido pelo Sindicato, o tipo de correspondência (ofício, carta, postal, entre outros), a referência de emissão e a data em que foi elaborado, o nome do remetente, a localidade e um sumário do assunto de cada ofício. Os registos encontram-se ordenados cronologicamente.
Documentos relativos ao processo de Faustino Martinho Serra Ferreira, nomeadamente memorandum à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra para confirmação de diploma de conclusão de curso, e bilhete postal de inscrição como contribuinte na Secção Jurídica da Sociedade.
Receita prescrita pelo Médico Dr. Joaquim Domingos Borrego no dia 22 de dezembro de 1951. Entre as substâncias prescritas, destaque para o Ácido arsenioso. Possui carimbo da Farmácia Cruz Viegas de Coimbra.
Receita prescrita pelo Médico Dr. João Lopes da Cruz. Entre as substâncias prescritas, destaque para o Ácido arsénico. Não contém registo temporal, mas segundo o número da receita esta foi aviada no dia 11 de janeiro de 1952. Possui carimbo da Farmácia Cruz Viegas de Coimbra.
Receita prescrita pelo Médico Dr. Saraiva Castanheira no dia 17 de junho de 1937. Entre as substâncias prescritas, destaque para o Clorato de Potássio. Possui carimbo da Farmácia Cruz Viegas de Coimbra.
Apontamento para a realização do preparado de Cola de Zinco, contendo Gelatina Branca, Óxido de Zinco, Glicerina e Água Fervida na sua composição.
Receita sem identificação, prescrita no dia 19 de novembro de 1934. Entre as substâncias prescritas, destaque para o Soluto de Clorato de Potássio.
Receita prescrita pelo Médico Dr. Gomes Alves. Entre as substâncias prescritas, destaque para a Tintura de Benjoim, Clorato de Potássio e Glicerina mentolada. Encontra-se devidamente assinada e data de 18 de maio de 1930. Possui carimbo da Farmácia Cruz Viegas de Coimbra.
Receita prescrita pelo Médico Dr. Germano do Carmo. Entre as substâncias prescritas, destaque para o Clorato de Potássio e Glicerina. Não contém registo temporal, mas segundo o número da receita esta foi aviada no dia 16 de outubro de 1929. Possui carimbo da Farmácia Cruz Viegas de Coimbra.
Apontamento para a realização do preparado de Pasta de Lassar, contendo óxido de Zinco, Talco, Amido, Vaselina e Lanolina na sua composição.
Apontamento para a realização do preparado para as Peladas, de Maria Silva, contendo Hidrato de Coral, Ácido Acético e Licor de Hofman (?) na sua composição.
Apontamento para a realização do preparado de Pomada Reclus, contendo Bicloreto de Mercúrio, Fenol, Ácido Bórico, Antipirina, Salol, Iodo Fórmico, Álcool a 60º e Vaselina na sua composição.
Documentos relativos ao processo de Francisco José Ferro Júnior, nomeadamente bilhete postal de inscrição como sócio dirigido à Comissão de Interesses Profissionais e proposta para admissão de sócio como membro correspondente da Sociedade.
Apontamento para a realização do Benzoato de Soda, Xaropes de Arnica, de Desessartz, de Codeína, de Tolu e de Seiva de Pinheiro.
Documentos relativos ao processo de Francisco de Almeida Rocha, nomeadamente bilhete postal de inscrição como sócio dirigido à Comissão de Interesses Profissionais, proposta para admissão de sócio como membro correspondente da Sociedade, e correspondência relativa ao Bilhete de Identidade de Sócio.
Receitas prescritas pelo Dr. Cruz Amante de Coimbra, entre 20 de julho de 1928 e 7 de março de 1931. Entre as substâncias prescritas destaque para a Melito de Borato de Sódio, Clorato de Potássio, Mentol, Pomada Balsâmica e Óleo Castor. Inclui carimbo da Farmácia Cruz Viegas de Coimbra.
Apontamento para a realização do preparado de Mistura Iodada, contendo Iodo, Borato, Álcool, Éter e Clorofórmio na sua composição.
Documentos relativos ao processo de Francisco Bernardo Falcão, nomeadamente proposta para admissão de sócio como membro correspondente e bilhete postal.
Receitas prescritas pelo Dr. Alvares de Moura de Coimbra, entre 1 e 2 de agosto de 1945. Inclui informação relativa à localização e contactos do consultório, assim como as especialidades médicas exercidas: clínica geral, partos, sífilis e doenças dos países quentes. Entre as substâncias prescritas destaque para a Penicilina e Soro fisiológico. Inclui carimbo da Farmácia Cruz Viegas de Coimbra.
Apontamento para a realização do preparado de Mistura Iodada, contendo Borato de Soda, Iodo, Éter, Clorofórmio e Álcool na sua composição.
Receitas prescritas pelo Dr. V. Júnior de Coimbra, entre 1 de janeiro de 1918 e 5 de agosto de 1928. Entre as substâncias prescritas destaque para Cloreto de Morfina, Cloreto de Cálcio, Xarope de Ópio e Soluto sodo-iodado de Tornier.
Apontamento para a realização do preparado de Soluto de Farnier, contendo Iodo, Iodeto de Potássio e Água Fervida na sua composição.
Folheto publicitário “Contendol" dos Laboratórios Ferraz, Lynce, Lda. A especialidade “Contendol” é um antisséptico intestinal.
Livro de Atas N.º 9 das Sessões da Direção do Sindicato Nacional dos Farmacêuticos com início a 15 de junho de 1972 e termo a 31 de janeiro de 1973, da ata N.º 1227 à ata N.º 1243. As respetivas atas contêm indicação dos membros presentes, da correspondência recebida, dos números das Carteiras Profissionais concedidas e de assuntos propostos. As sessões deste livro foram presididas por António Afonso Palla Carreiro. Todas as folhas estão numeradas e rubricadas pelo Presidente da Direção do Sindicato Nacional dos Farmacêuticos em exercício em 1972, António Afonso Palla Carreiro. Nas sessões deste livro foram abordados temas como a atribuição de bolsa de estudo à Dra. Maria Henriqueta Perdigão Ramalho Alves Marques dos Santos para frequência do curso “Fundamentals of Lipid Chemistry” a realizar no Porto, debate sobre o contrato coletivo de trabalho na Farmácia de Oficina, proposta de Constituição da Comissão Administrativa da Ordem dos Farmacêuticos ao Governo constituída pela Direção em exercício juntamente com Borralho da Graça, Barros Polónia e António Pinho de Brójo; debate sobre o corpo redatorial do Boletim de Informação, doação de 2000 escudos à Comissão de Alunos Finalistas da Faculdade de Farmácia de Lisboa, proposta e admissão de sócios, eleito o António de Almeida Pires Rodrigues para a comissão Permanente Farmacopeia, atribuição do título de especialista na indústria farmacêutica, comunicação à Federação Internacional de Farmácia da alteração da designação de Sindicato Nacional dos Farmacêuticos para Ordem dos Farmacêuticos, instalação de postos farmacêuticos, confirmação do Ministério das Corporações e Previdência Social da nomeação dos nomes propostos pela Direção do Sindicato Nacional dos Farmacêuticos para constituírem a Comissão Instaladora da Ordem dos Farmacêuticos.
Fotografias de Canecas Graduadas meia porcelana do Séc. XIX.
Fotografia de Canecas Graduadas meia porcelana. A que indica 500 gramas é a mais antiga - Séc XIX.
Fotografias do Diploma de homenagem à Farmácia Cunha – Ílhavo, feita pela Associação Comercial de Lisboa-Câmara de Comércio ao Comércio e Indústria Centenários em 12 de junho de 1958.
Fotografias de balanças antigas existentes no laboratório da Farmácia Senos.
Fotografias de caixa de Synergistin, preparado com estreptomicina dos laboratórios Delta.
Fotografias de frascos de vidro azul (mais antigos) existentes na Farmácia Senos, feitos provavelmente pela Vista Alegre no início do Século XIX.
Fotografias de frascos de vidro castanho, modelo "à francesa" existentes na Farmácia Senos, Século XIX-XX, um com etiqueta de Sulfato de Cobre ainda com conteúdo.
Fotografias de frascos de vidro transparente, modelo "à francesa" existentes na Farmácia Senos, Século XX, todos com conteúdo e etiquetas de Mentol, Incenso em grão e Salicilato de Sódio.
Fotografias de frascos de vidro transparente existentes na Farmácia Senos com etiquetas de Bálsamo Fioravanti, Álcool Canforado e azul-de-metileno, Século XX.
Documentos relativos ao processo de António Fernandes Marques Ferro, nomeadamente bilhete postal de inscrição como sócio dirigido à Comissão de Interesses Profissionais, memorandum à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra para confirmação de diploma de conclusão de curso e proposta para admissão de sócio como membro correspondente da Sociedade.
Documentos relativos ao processo de Branca Helena Possolo de Leão Vasco de Carvalho de Faria, nomeadamente bilhete postal de inscrição como contribuinte na Secção Jurídica da Sociedade, e carta da sócia a agradecer a admissão e a pedir o diploma de sócia. Nomes mencionados: Elvira Magro.
Autoclave para esterilização de ampolas depois de cheias ou frascos de injetáveis, pertencente aos Laboratórios Cruz Viegas em Coimbra. Esteriliza por vapor húmido com temperaturas superiores a 100ºC, o tempo dependia do tipo de esterilização pretendida.
Máquina compressora de comprimidos e seu manual, pertencentes aos Laboratórios Cruz Viegas em Coimbra. Veio em substituição da compressora anterior, tendo esta punções de 2 comprimidos de tamanho 500 mg (semelhante à aspirina), punções de 2 comprimidos de 300 mg e punções de 8 comprimidos de 100 mg. O manual "Machines Courtoy" contém indicação de fabrico da máquina como sendo do Atelier de construção Ed. Courtoy [Ateliers de Construction Ed. Courtoy] na Bélgica.
Máquina de fazer rebuçados, pertencente aos Laboratórios Cruz Viegas em Coimbra. Após serem prensados e separados eram embrulhados em dois papéis, um para proteger o rebuçado e o outro de enfeite.
Máquina de selar manualmente bisnagas, pertencente aos Laboratórios Cruz Viegas em Coimbra.
Documentos relativos ao processo de Ilídio de Almeida Feliz, nomeadamente proposta para admissão de sócio como membro correspondente da Sociedade, memorandum à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra para confirmação de diploma de conclusão de curso, bilhete postal de inscrição como contribuinte na Secção Jurídica da Sociedade, e correspondência relativa ao Diploma de Sócio.
Livro N.º 11 de Registo de Correspondência Recebida no Sindicato Nacional dos Farmacêuticos, de 26 de janeiro de 1968 a 28 de março de 1969, com um total de 2894 entradas (numeradas anualmente). O livro apresenta um quadro composto com os seguintes dados para cada registo de entrada de correspondência: número e a data de entrada do ofício recebido pelo Sindicato, o tipo de correspondência (ofício, carta, postal, entre outros), a referência de emissão e a data em que foi elaborado, o nome do remetente, a localidade e um sumário do assunto de cada ofício. Os registos encontram-se ordenados cronologicamente.
Apontamentos do Dr. Manuel Ferreira Cunha relativos a curas de cancro fornecidas pelo Dr. Mário Pereira (hidrologista).
Decreto de 14 de fevereiro de 1861, promulgado pelo Rei D. Pedro V, e publicado no Diário de Lisboa N.º 37 de 16 de fevereiro de 1861, que determina que a segunda edição do Código Pharmaceutico Lusitano fosse adotada nas escolas de farmácia como farmacopeia legal.
Decreto de 23 de julho de 1862, promulgado pelo Rei D. Luís I, e publicado no Diário de Lisboa N.º 166 de 26 de julho de 1862, que organiza o Serviço de Saúde Naval e do Ultramar.
Decreto de 27 de setembro de 1859, promulgado pelo Rei D. Pedro V, e publicado no Diário de Lisboa N.º 14 de 18 de janeiro de 1860, relativo à Tabela que designa as substâncias e preparações que os boticários poderiam vender sem dependência de receita.
Decreto de 20 de outubro de 1859, promulgado pelo Rei D. Pedro V, e publicado no Diário de Lisboa N.º 2 de 2 de novembro de 1859, que reorganiza a Repartição de Saúde Naval e do Ultramar.
Receita para estupefacientes da Dr.ª Maria Fernanda da Cruz Nunes S. M. Curado, de Coimbra, onde prescreve a toma de Pantopou. Receita com modelo de impresso exclusivo da Imprensa nacional segundo o N.º 3 do artigo 58.º do Decreto-Lei N.º 48547 de 27 de agosto de 1968.
Fotocópia do Diploma de farmacêutico de Ivo Lopes Salgueiro, natural de Olivença, comprovativo de aprendizagem da "Arte Farmacêutica" nos anos que o regimento determina, com selo do governo de Portugal e em nome de sua majestade, o Imperador dos Franceses, Rei de Itália, Protetor da Confederação do reino, o General em chefe do exército francês em Portugal, datado de 1808.
Receita para estupefacientes do Dr. Celso M. J. Chieira, Instituto Português de Oncologia, de Coimbra, onde prescreve a toma de Petidina. Receita com modelo de impresso exclusivo da Imprensa nacional segundo o N.º 3 do artigo 58.º do Decreto-Lei N.º 48547 de 27 de agosto de 1968.
Receita para estupefacientes do Dr. Augusto Moreira da Silva, de Coimbra, onde prescreve a toma de Dicodid. Receita com modelo de impresso exclusivo da Imprensa nacional segundo o N.º 3 do artigo 58.º do Decreto-Lei N.º 48547 de 27 de agosto de 1968.
Receita da Casa de Saúde “Coimbra”, com o número 685, do Dr.Rui Rosa(?), onde prescreve a toma de Polamidon.
Receita da Casa de Saúde “Coimbra”, com o número 684, do Dr. Rui Rosa(?), onde prescreve a toma de Polamidon.
Receita dos Hospitais da Universidade de Coimbra, dos Serviços do Dr. Santos Bessa, onde prescreve a toma de Lipo-Perdur. Assinatura do médico ilegível.
Receita dos Hospitais da Universidade de Coimbra, dos Serviços do Professor Adriano Vaz Serra, onde prescreve a toma de Lipo-Perdur. Assinatura do médico ilegível.
Receita do Dr. Virgílio Joaquim de Vaz (?), de Coimbra, onde prescreve a toma de Atropomorfina e Cauful (?).
Receita dos Hospitais da Universidade de Coimbra, dos Serviços do Professor A. Nunes Vicente, onde prescreve a toma de Preludim. Assinatura do médico ilegível.
Decreto de 11 de outubro de 1865, promulgado pelo Rei D. Luís I, e publicado no Diário de Lisboa N.º 236 de 18 de outubro de 1865, que aprova o regulamento para a Escola Médico-cirúrgica de Nova Goa.
Decreto de 19 de maio de 1864, promulgado pelo Rei D. Luís I, e publicado no Diário de Lisboa N.º 113 de 21 de maio 1864, que aprova o Plano que estabelece os uniformes dos facultativos e farmacêuticos das províncias ultramarinas.
Decreto de 21 de março de 1863, promulgado pelo Rei D. Luís I, e publicado no Diário de Lisboa N.º 185 de 21 de agosto 1863, que aprova o Regulamento para os depósitos gerais de medicamentos e de roupas e objetos de cirurgia do exército.
Decreto de 3 de dezembro de 1868, promulgado pelo Rei D. Luís I, e publicado no Diário de Lisboa N.º 284 de 14 de dezembro de 1868, que reforma e reorganiza o Serviço de Saúde Pública do Reino, extingue o Conselho de Saúde Pública e cria a Junta Consultiva de Saúde Pública.
Receita para estupefacientes do Dr. Jacinto Pires de Almeida, de Coimbra, onde prescreve a toma de Dicodid. Receita com modelo de impresso exclusivo da Imprensa nacional segundo o N.º 3 do artigo 58.º do Decreto-Lei N.º 48547 de 27 de agosto de 1968.
Decreto de 4 de agosto de 1866, promulgado pelo Rei D. Luís I, que autoriza a venda sem dependência de receita de facultativo de substâncias, medicamentos e composições farmacêuticas que constam na Tabela anexa ao Decreto.
Receita para estupefacientes do Dr. Belmiro Ernesto Donato Silva Caseiro Alves, de Coimbra, onde prescreve a toma de Dicodid. Receita com modelo de impresso exclusivo da Imprensa nacional segundo o N.º 3 do artigo 58.º do Decreto-Lei N.º 48547 de 27 de agosto de 1968.
Decreto de 24 de dezembro de 1868, promulgado pelo Rei D. Luís I, e publicado no Diário de Lisboa N.º 296 de 29 de dezembro de 1868, que reorganiza o Serviço de Saúde das Províncias Ultramarinas, criando em cada província um chefe de serviço e extinguindo os lugares de Físico-mor e de cirurgião-mor.
Decreto de 22 de junho de 1869, promulgado pelo Rei D. Luís I, e publicado no Diário do Governo N.º 147 de 5 de julho de 1869, concedendo privilégio por quinze anos a Pedro Augusto Franco, como inventor de um remédio denominado xarope peitoral de James.
Decreto de 2 de dezembro de 1869, promulgado pelo Rei D. Luís I, que determinava a organização do Serviço de Saúde das Províncias Ultramarinas.