Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

13,724 records were found.

Venda de metade de um olival, no limite da Codiceira, que fizeram Dinis Francisco e mulher Maria João, de Alcogulhe de Baixo, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Manuel João.
Venda de quatro oliveiras que fizeram João Francisco e mulher Maria Francisca e de três oliveiras que fizeram Domingos Martins e mulher Maria Rodrigues, de Alcogulhe, a Lourenço Valente e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Manuel João.
Venda de cinco alqueires de azeite de foro a retro aberto, que fizeram Francisco de Oliveira e mulher de Leiria, a Diogo Ramires Alemão, de Leiria, passada por João Rebelo, tabelião.
Venda de metade de um olival, no limite da Codiceira, que fizeram Dinis Francisco e mulher Maria João, de Alcogulhe de Baixo, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Manuel João.
Venda de cinco alqueires de trigo de foro que fizeram Diogo Fernandes, o Cardeal e mulher Isabel Martins, de Espite, ao Convento de Santo Agostinho de Leiria, passada por Manuel Rebelo, tabelião.
Venda de 14 alqueires de trigo que fizeram António Dias, lavrador e mulher Maria Fernandes, a Pantaleão Ferreira de Távora, passada por João Rebelo, tabelião
Aforamento da terra denominada Malpica, com foro de quilo e meio de cevada que o Mosteiro de Santo Agostinho de Santarém fez ao Mosteiro de Santo Agostinho de Leiria.
Aforamento de um chão por trás do muro da cerca do Convento de Santo Agostinho de Leiria, com foro de 150 reis, que fez o Convento de Santo Agostinho de Leiria, a Domingos Gaspar, de Leiria para que ele faça uma casas, passado por Luis de Almeida Botelho, tabelião.
Venda de seis alqueires de trigo que fizeram Pedro Rodrigues e mulher Grácia Pires, de Ourém, a Pedro Moreira, passada por João Rebelo, Tabelião.
Venda de uma terra com testada de mato e um pardieiro, logradouros e oliveiras, sito em Santo António, que fez Margarida Pires, viúva, de Leiria, a Manuel de Fonseca Brandão, licenciado, de Alcobaça, passada por António de Sousa, tabelião.
Venda de uma vinha junto de Santa Clara, que fizeram Manuel Rodrigues, sapateiro e mulher Isabel da Costa, de Leiria, a João Camelo Pereira, de Leiria, passada por João Rebelo, tabelião.
Aforamento de um casal na Gândara dos Olivais, com foro de 30 alqueires de trigo e 30 alqueires de centeio e milho, que fizeram Panteleão Ferreira, fidalgo e mulher Mariana de Meneses, de Lafões, a Domingos Dias e mulher Domingas Francisca, passado por António de Sousa, tabelião.
Aceitação de um breve por parte do Principe D. Henrique como Arcebispo de Évora, apresentado pelo reverendo Bispo de Leiria Dom Gaspar do Casal, e concedido pelo Padre Pio Papa IV.
Venda que fez Francisco Manuel, da Batalha a Gaspar Rodrigues, de Leiria, de uma terra, que na Várzea, abaixo da Ponte da Azoia, passada por João Rebelo, tabelião.
Venda de olival com testada de mato sita para além de Santo António, que fizeram Domingos Dias e mulher Perpétua Rodrigues, de Leiria, a Manuel da Fonseca Brandão, licenciado, de Alcobaça, passada por Manuel de Abreu de Sousa, tabelião.
Aforamento de uma vinha, na Mourã, com foro de 400 reis e um frango ou 20 reis por ele, que fez o Convento de Santo Agostinho de Leiria, a Diogo Rodrigues, alfaiate, da Mourã, passado por João Rebelo, tabelião.
Venda de um olival onde chamam o Outeiro, que fez Catarina Fernandes, de Leiria, ao licenciado Manuel da Fonseca, da Batalha, passada por António de Sousa, tabelião.
Venda de nove alqueires de trigo de foro a retro aberto, que fizeram Pedro Francisco e mulher Maria Rodrigues, de Alcanada, a Lourenço Valente Lobo, de Leiria, passada por Manuel de Abreu de Sousa, tabelião.
Venda de um olival no sitio da Codiceira que fizeram António Fernandes e Brázia Francisca, de Picassinos, de Leiria, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada pelo Padre António Carreira.
Venda de três oliveiras onde chamam as Canadas, limite da Azoia que fizeram Jorge Francisco e mulher Maria Caseira de Azoia, a Lourenço Valente Lobo, e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Sebastião Francisco.
Troca ou escambo de um talho de terra no Vidigal por outra terra também no Vidigal, que fizeram Simão Fernandes e mulher Francisca Jorge, com o Convento de Santo Agostinho de Leiria.
Venda de um foro que fizeram Gaspar Fernandes e mulher Maria Henriques, de Leiria, a Mateus Fernandes e mulher Maria João.
Venda de um talho de vinha no sitio das Pias, que fez Maria Rodrigues, a fidalga da Cunha, de Alcogulhe, a Lourenço Valente Lobo, de Leiria, passada por Diogo de Lemos, tabelião.
Venda de uns matos no Carrascal, que fez Manuel Pires, viúvo, da Codiceira, a Lourenço Valente Lobo, de Leiria, passada por Diogo de Lemos, tabelião.
Treslado de venda de umas terras junto de São Pedro de Leite, que fizeram João de Barros, fidalgo da casa de El-Rei e mulher Maria de Almeida, de Leiria a Sebastião Feteira, cónego em Leiria, passada por André Dias Preto, tabelião.
Venda de um talho de vinha no sitio do Domingueiro, que fizeram Diogo Rodrigues e mulher Vitória Francisca, do Brogal, a Lourenço Valente Lobo, de Leiria, passada por Mateus Gaspar.
Desistência de heranças, dinheiro, fazendas, imóveis, direitos, que ficaram dos seus predecessores, que fez Frei Gaspar da Conceição a favor do Convento de Santo Agostinho de Leiria, passada por Domingos Coutinho, tabelião.
Conserto sobre uma divida que fez João de Barros, capitão de uma das naus na carreira da India, ao Bispo Gaspar do Casal, de Leiria, passada por Luis Bulhões, tabelião.
Troca ou escambo de um olival junto ao moínho do papel que fez Gregória de Ataíde, viúva do Doutor Pedro da Silva, por uma serrada de terra de pão no sitio do Moínho da Nogueira, que tinha Dom Gaspar do Casal, passada por Baltazar Vidal, tabelião.
Aforamento de um casal sito Além da Gândara, com foro de duas galinhas que fez Lopo de Almeida, fidalgo da Casa d'El-Rei, de Arrabalde da Ponte, a Pedro Fernandes, passado por André Dias Preto, tabelião.
Contém testamentos do tabelião João Palha Pinto.
Venda de uma vinha que fizeram Gonçalo Fernandes e mulher Perpétua Pires, de Leiria, a Salazar Francisco, passada por Rui Luis, tabelião.
Contém testamentos do tabelião João Palha Pinto.
Contém testamentos do tabelião João Palha Pinto.
Contém testamentos do tabelião João Palha Pinto.
Contém testamentos do tabelião João Palha Pinto.
Carta de Frei José de Cristo dirigida ao Convento de Santo Agostinho de Leiria, informando sobre a herança do Frei Bernardo de Santo António.
Venda de um olival que fizeram Manuel João e mulher Margarida Francisca, dos Cavalinhos, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Manuel João.
Venda de seis oliveiras a baixo da Codiceira, que fizeram Manuel Alvares e mulher Catarina Francisca, da Azoia, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Manuel João.
Venda de cinco oliveiras no sitio da Codiceira, onde chamam São Martins, que fizeram André Dias e mulher Maria Ferreira, da Azoia, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Francisco de Alvarenga, de Arrabalde da Ponte.
Venda de um quarto de um olival com seu chão e oliveiras, no sitio das Pedras Silvestres, que fizeram Domingos Martins e mulher Maria Rodrigues, de Alcogulhe, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Manuel João.
Venda de cinco oliveiras sitas num arneiro, na Codiceira, que fizeram Pedro Alvares e mulher Domingas Carreira, da Azoia, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Manuel João.
Venda de seis oliveiras num arneiro junto à Pedra dos Silvestres que fez Pedro João, viúvo, dos Cabeços, Leiria, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Manuel João.
Venda de sete oliveiras que fez Francisca Fernandes, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Manuel João.
Venda de 53 alqueires de trigo de foro, que fez Antão Midões, padre, de Leiria, a Francisco Luis da Costa, de Leiria, passada por Manuel da Fonseca, tabelião.
Venda de uma vinha com testadas de matos que fizeram Manuel João e mulher Margarida Francisca, dos Cavalinhos, a Lourenço Valente e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por André Vieira.
Venda de um bacelo e mato na Codiceira, que fizeram André Ferreira e mulher Felipa Francisca, da Azoia, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Simão Francisco, tabelião.
Venda de umas terras no Carrascal, que fez Manuel Pires, viúvo, da Codiceira, a Lourenço Valente Lobo, de Leiria, passada por Diogo de Lemos, tabelião.
Venda de uns matos que fizeram Domingos Pires e mulher Isabel Pires, da Codiceira, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por André Vieira.
Venda de um talho de terra com testadas de matas e matos, que fizeram Dinis Francisco e mulher Maria João, de Alcogulhe, a Lourenço Valente Lobo de Leiria, passada por Manuel Ribeiro, tabelião.
Venda de sete oliveiras que fez Maria Dias, solteira, da Codiceira, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Manuel João.
Aforamento de umas terras no campo do Valado, como foro de meio alqueire de cevada e seis galinhas, que fez o Convento de Santo Agostinho de Leiria, a André Gonçalves, do Cartaxo, passada por Luis de Almeida Barros, tabelião.
Venda de sete oliveiras que fizeram Fernão Rodrigues e mulher, da Azoia, a Lourenço Valente Lobo, de Leiria, passada por Sebastião Francisco.
Venda de seis oliveiras no sitio do Vale do Corvo, limite da Azoia, que fez Sebastião Francisco, a Lourenço Valente Lobo, de Leiria, passada por Sebastião Francisco.
Venda de quatro alqueires de trigo de foro a retro aberto que fizeram Manuel Domingues e mulher Isabel Francisca, de Amor, ao Convento de Santo Agostinho de Leiria, passada por Inácio Ribeiro, tabelião.
Venda de sete oliveiras no lugar da Codiceira, que fizeram António Lopes, carpinteiro e mulher Margarida Carreira do Arrabalde da Ponte, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Bernardino Rodrigues.
Contrato e troca de dois pedaços de terra por olival que fazem o Convento de Santo Agostinho de Leiria com António Neto Antunes, de Leiria, passada por Inácio Ribeiro, tabelião.
Venda de onze oliveiras no sitio das Cavadas, limite da Azoia, que fez Sebastião Francisco, de Leiria, a Lourenço Valente Lobo, de Leiria, passada por Sebastião Francisco.
Venda de uma terra de olival do sitio das Barradas, que fez Madalena Francisca, da Azoia, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Manuel Gomes de Abreu.
Venda o terço de um olival, no sitio das Barradas, que vendeu Manuel Alvares e mulher Antónia Francisca, da Golpilheira, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Manuel Gomes de Abreu.
Venda de cinco oliveiras onde chamam o Casal da Francisca, que fizeram António Francisco e mulher Antónia Lopes, da Azoia, a Lourenço Valente Lobo, de Leiria, passada por Manuel João.
Venda de 14 oliveiras no sitio da Gesteira, que fez Domingos João, viúvo, dos Cabeços, de Leiria, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Manuel João.
Venda de sete oliveiras no olival, no limite da Azoia onde chamam as Canadas, que fez Fernão Rodrigues e mulher Catarina Francisca, da Azoia, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Sebastião Francisco.
Venda da terra junto ao lavadouro de Alcogulhe que fizeram Pascoal João e mulher Francisca Antónia, do Brogal, a Lourenço Valente Lobo e mulher Maria da Fonseca, de Leiria, passada por Manuel João.
Venda de 65 alqueires de trigo de foro a retro aberto que fez Domingues João a Gaspar da Mata da Fonseca, de Leiria, passada por Inácio Ribeiro, tabelião.
Venda de uma vinha no limite de Alcogulhe que fizeram João Pires e mulher Maria Francisca, do Alcogulhe, a Lourenço Valente Lobo e mulher Maria da Fonseca, de Leiria, passada por Manuel João.
Venda de um pedaço de chão que era mato e pousio, que fizeram António João, lavrador e mulher Domingas Antónia, da Codiceira, a Lourenço Valente Lobo, de Leiria, passada por Manuel João.
Venda de uma vinha com árvores no sitio do Vale do Domingueiro que fez Maria Francisca, viúva, da Azoia, a João Pires e mulher Francisca Antónia, de Alcogulhe de Cima, passada por Manuel João.
Venda de um olival que fica acima de Santo António que fez Maria Guerra, mulher de João de Alvarenga, preso pelo Santo Oficio, a Manuel da Fonseca Brandão, licenciado, de Alcobaça, passada por António de Sousa, tabelião.
Venda de um quarto do olival no sitio da Pedra do Silvestre, que fizeram Domingos Martins e mulher Maria Rodrigues, de Alcogulhe de Cima, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria.
Venda de cinco pés de oliveira, Casal de Luis Camelo, que fez António Fernandes, solteiro, de Leiria, a Francisco João e mulher Maria Francisca, da Portela, de Leiria, passada por Manuel da Silva.
Venda de um pedaço de chão com 17 oliveiras, no lugar da Codiceira, que fez Manuel Gonçalves e mulher Catarina Ferreira, da Azoia, a Lourenço Valente Lobo e mulher, de Leiria, passada pelo Padre Manuel Antunes Cibrão.
Venda de uma terra no sitio de Alcogulhe, onde chamam as Pias, que fizeram Simão Gonçalves e mulher Ana Francisca, da Azoia, a Lourenço Valente Lobo e mulher, de Leiria, passada por Simão Gonçalves.
Venda de uma terra com seus matos e testados, no sitio da Codiceira, que fizeram André João, e mulher Catarina Francisca, de Leiria, a Lourenço Valente Lobo, de Leiria, passada por Manuel Fernandes Rebelo.
Venda da terra junto ao lavadouro de Alcogulhe que fizeram Antão Rodrigues e mulher Isabel Pires, do Brogal a Lourenço Valente Lobo e mulher Maria da Fonseca, de Leiria, passada por Manuel João.
Venda de quatro alqueires de trigo de foro que fizeram Manuel Fernandes Saramago e mulher Domingas João, de Carvide, a Simão da Mota da Fonseca, Capitão, de Leiria, passada por João Baptista Nunes, tabelião.
Declaração de divida da quantia de 12 000 reis, que tem Manuel Francisco, de Famalicão para com Gaspar da Mota, passada por Miguel da Mota.
Troca de uma vinha com suas árvores no Vale da Formigueira por um bacelo na Codiceira, que fizeram o Padre Filipe Antunes e Lourenço Valente Lobo e mulher Maria da Fonseca, de Leiria, passada por Filipe Antunes, Padre e Cura da Sé de Leiria.
Venda de metade de uma terra no sitio das Pias, que fizeram Domingos João e mulher Maria João, de Alcogulhe de Baixo, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passado por Luis Gonçalves.
Venda de um pedaço de chão com árvores, no sitio do Domingueiro, que fizeram Domingo Gonçalves e mulher Maria Francisca, de Alcogulhe de Baixo, a Lourenço Valente Lobo, de Leiria, passado por António Dias.
Meação de Lourenço Valente Lobo que ficou por morte de sua mulher Antónia de Lemos, de Leiria.
Quitação que deu Luisa de Lemos a Lourenço Valente Lobo, da Codiceira, Alcogulhe.
Tomada de terra com foro de dois alqueires de trigo que fizeram António Pires e Margarida Francisca, de Carvide a Gaspar da Mata da Fonseca, de Leiria, passada por Francisco de Almeida Pimenta.
Venda de metade de um olival na Codiceira, que fizeram Amaro Lopes Moreira e mulher Isabel Neta, da Aldeia da Cruz, a Lourenço Valente Lobo e mulher Maria da Fonseca, de Leiria, passada por Bartolomeu Vasconcelos.
Venda de um pomar e vinha, no sitio do Domingueiro, que fizeram Dinis Francisco e mulher Maria Francisca, de Alcogulhe, a Lourenço Valente Lobo, de Leiria, passada por João Rebelo da Fonseca, tabelião.
Aforamento de duas cavadas com vinha, árvores de fruto, castanheiros e oliveiras, nas Cortes, com foro de trinta alqueires de trigo e duas galinhas, que fez João de Barros, fidalgo, morador na Quinta da Ribeira de Litém, a Sebastião Carreira, das Cortes, passada por Manuel Castro Veloso, tabelião.
Venda de uma terra de horta com pousio e mortório e um bocado do lado do sobreiro, que fizeram António Francisco e mulher Domingas Francisca, de Alcogulhe de Cima, a Lourenço Valente Lobo e mulher Maria da Fonseca, de Leiria, passada por Manuel João.
Venda de seis oliveiras, no sitio da Codiceira, que fizeram António Lopes e mulher Margarida Carreira, a Lourenço Valente Lobo, de Leiria, passada por Agostinho Lopes.
Venda de um talho de terra que fizeram Salvador Pires e mulher Maria Sousa de Alcogulhe, a Lourenço Valente Lobo, de Leiria, passada por Matias, filho do vendedor.
Venda de um talho de sal que fez Inês de Segura, viúva, a Lourenço Valente Lobo, ambos de Leiria, passada por João Gomes Castanho.
Venda de onze oliveiras no sitio do Vale do Corvo, na Codiceira, que fizeram João Domingos e mulher Paula Antónia, dos Parceiros, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia Lemos, de Leiria, passada por Manuel Simões.
Venda de duas oliveiras na Codiceira que fizeram André João e mulher Catarina Francisca, de Leiria, a Lourenço Valente Lobo, de Leiria, passada por António Azevedo Ribeiro.
Venda de metade de um olival, no sitio da Codiceira, que fizeram António Domingos, e mulher Catarina Francisca, de Alcogulhe a Lourenço Valente Lobo, de Leiria, passada por Manuel Gaspar.
Venda e troca de um vinha e uma terra que fez o Convento de Santo Agostinho de Leiria por outra vinha e outra terra com Manuel do Quinta de Vasconcelos, passada por Manuel de Abreu de Sousa, tabelião.
Venda de cinco alqueires de trigo de foro a retro aberto, que fizeram João Álvares e mulher Isabel Gonçalves, dos Parceiros, ao Padre Gaspar Antunes, da Sé de Leiria, passada por António de Sousa, tabelião.
Venda do terço da metade de um olival no Campo das Barradas, que fez Ana Francisca, a Lourenço Valente Lobo e mulher Antónia de Lemos, de Leiria, passada por Manuel João.
Venda de dez alqueires de trigo de foro que fizeram Gaspar Alvares e mulher Maria Francisca, do Casal Galego e de quatro alqueires e meio que fizeram João Jorge e mulher Domingas Fernandes, da Ranha, a Manuel Jorge, do Casal do Grou, passada por António de Sousa, tabelião.
Venda de quatro alqueires de azeite a retro aberto que fizeram Afonso Marques e mulher Margarida Lopes e Domingos Nunes e Catarina Luis, do lugar de Pedro, a Manuel da Fonseca Brandão, de Leiria, passada por Manuel de Abreu da Fonseca, tabelião.
Venda de três oliveiras do olival do Corvo, que fizeram Diogo João e mulher Maria Gonçalves, passada por Simão Gonçalves.
Venda de metade de um olival com dezoito oliveiras, que fica abaixo da Codiceira, que fizeram Diogo João e mulher Francisca Antónia, de Pernelhas, a Lourenço Valente Lobo, de Leiria, passada por António Gomes Lemos.